Slackware: melhor distro para notebook Dell Inspiron N4030?

Publicado por Xerxes em 04/07/2014

[ Hits: 5.459 ]

Blog: https://notabug.org/xerxeslins/dicasgnulinux

 


Slackware: melhor distro para notebook Dell Inspiron N4030?



Originalmente, postei esse texto no fórum, mas resolvi transformá-lo em dica.

É apenas um compartilhamento de experiência.

Meu notebook é um Dell Inspiron N4030.

Também sei que que Linux é Linux, e distro é apenas uma questão de escolha pessoal.

Mas, há três pontos que eu queria ressaltar sobre o Slackware:

1) Passei um tempo usando uma distro muito boa, o Linux Mint, mas percebi que meu notebook apresentava problemas de superaquecimento e isso travava a máquina.

Mas, após voltar ao Slackware, o problema de superaquecimento do notebook sumiu. Posso deixar o notebook ligado por dias seguidos, que ele não trava por superaquecimento. Sei que a causa do travamento era superaquecimento, porque no Linux Mint, às vezes, antes do notebook desligar, dava pra ver a mensagem na tela informando o motivo.

2) Gosto de usar Wine para jogar Shadow Era. Mas no Linux Mint (e no Ubuntu), o scroll do touchpad não funciona. Dá para jogar sem isso, mas eu gosto de usá-lo para alterar a câmera dentro do jogo.

Já no Slackware, o Wine não tem esse problema. O scroll funciona normalmente nele e eu não fiz nenhuma configuração adicional.

3) O maldito brilho da tela. No Linux Mint, se eu ficar mudando muito o brilho da tela através das teclas de atalho, o notebook trava! Já vi em fóruns por aí, que outras pessoas têm o mesmo problema com notebooks da Dell.

Para contornar o problema de forma rápida, no Linux Mint, eu adiciono um atalho no painel para poder mudar o brilho da tela com o mouse, sem usar teclas de atalho. Porém, no Slackware eu posso mudar o brilho da tela, repetidamente, pelas teclas de atalho e tudo continua normal, sem travar.


Então, por fim, o que eu queria dizer é que recomendo a distribuição Slackware GNU/Linux para quem tem notebook Dell Inspiron N4030 e, provavelmente, para outros modelos da Dell.

É isso.

Outras dicas deste autor

Temas GTK no Fluxbox para Zenwalk

Notas do Gnome 3 e o que vem no 3.2

Abrir apps automaticamente em áreas de trabalho ao iniciar o i3wm

Sincronize um diretório pessoal com o Google Drive

Alternativas ao MS Paint pra Linux

Leitura recomendada

Configurando modem ATI IXP AC97 no SuSE 10.1

Modens Nokia CS-10, CS-15 e CS-17 disponíveis para conexão no Ubuntu 12.04/12.10

Sony VAIO com placa wireless Atheros AR9285 - nVidia 410M Cuda - Ubuntu 11.04

Áudio do Acer 5542 com Ubuntu

Configurando modem ZTE MF 626 no Ubuntu 9.04

  

Comentários
[1] Comentário enviado por rsdapaz em 04/07/2014 - 07:58h

Olá, Xerxes Lins!

Também tenho este Dell Inspiron N4030. Como cada caso é um caso, irei falar um pouco de minhas experiências.

No primeiro item, também tive problema de superaquecimento, e apesar de ter passado por diversas distros, o problema dos travamentos por superaquecimento foi o ressecamento da pasta térmica, já que utilizo o computador o dia inteiro para programação. Tive que desmontar o notebook e constatei o quanto estava tão ressecada. Problema resolvido ao passar a pasta térmica.

E para ajudar a manter a temperatura do notebook em boas condições, eu não abra mão daqueles suportes que possuem ventoinha. Uso um suporte que possui a ventoinha grande, e nunca mais tive problemas de superaquecimento.

No segundo item, apesar que não costumo jogar no notebook, tive problemas com a tecla do Touchpad que não funcionava para habilitar/desabilitar, pois uso o mouse sem fio. Em alguns casos, utilizo o touchpad quando estou sem o mouse por perto ou para realizar pequenos testes diversos. Há distros que funcionam tranquilo o touchpad, mas há alguns com ambiente XCFE que só funciona criando um script para habilitar/desabilitar o touchpad associando um atalho.

No terceiro item, está ocorrendo em muitas distribuições, digamos 95% a 98% o travamento do notebook ao ajustar o brilho da tela, principalmente este Dell Inspiron N4030. Pesquisei no Google algo relacionado a isso e encontrei uma solução simples que acabou de vez com este problema da seguinte forma:

No arquivo grub.cfg, adicionei o parâmetro abaixo na linha do kernel:

acpi_osi=linux acpi_backlight=vendor

... ficando assim:


linux /boot/vmlinuz-3.11.10-17-desktop root=UUID=64ec765b-42e0-4d4c-bc7f-4e8f163a2769 quiet acpi_osi=linux acpi_backlight=vendor lang=pt_BR resume=/dev/disk/by-id/ata-ST9500325AS_5VEFNCM5-part6 splash=silent quiet showopts

Além desta linha, acrescentei também estes dois:

echo "blacklist dell_laptop" > /etc/modprobe.d/blacklist-dell.conf
echo "blacklist dell_wmi" >> /etc/modprobe.d/blacklist-dell.conf

Feito isso, nunca mais tive problemas de travamento ao ajustar o brilho da tela pelas teclas. Eu repito este procedimento toda vez que a distribuição aplica as atualizações do kernel.

[2] Comentário enviado por xerxeslins em 04/07/2014 - 09:10h

Interessante!

Informações valiosas.

Essa sua dica do brilho, se eu não me engano já tentei antes. Não lembro quando. Também não sei se fiz corretamente. Por fim decidi usar o atalho no painel pra evitar problemas. Você poderia inclusive enviar esse procedimento como dica no VOL! :)

Eu também comecei a usar um suporte para notebook com ventoinha, e funcionou. Mas ele era de segunda mão e bem simples, estragou logo (começou a derreter). Não sei dizer se no meu caso há problema de hardware ou se é puro software (gerenciamento de temperatura do sistema). Mas com o Slackware sumiu.

O touchpad funciona tudo normal no Linux Mint. Tranquilo. Todas as funções. É só quando uso jogo via Wine que o scroll não funciona (deslizar dois dedos para rolar a tela). Um detalhe, não chega a ser grave. Só incomoda um pouco porque o jogo necessita dessa função.



Abraço!

[3] Comentário enviado por _ZeH_ em 04/07/2014 - 10:04h

Cara eu tenho um Dell N5010 e vou te falar que concordo com você, o Slackware é excelente para notebooks da Dell. Sempre utilizei o Slackware no meu notebook, já tentei outras distribuições (Fedora, Debian entre outros que utilizamos na faculdade) e não ficaram muito legal (seja por travar ao modificar o brilho da tela, ou pelos drivers da placa wireless).
Hoje por precisar de agilidade na instalação dos pacotes por causa do meu TCC estou utilizando o Lubuntu (não curto o Unity do Ubuntu e ele também travou muito por causa do brilho), mas as vezes ele trava ao dar boot por causa do driver da wireless (coisa que nunca aconteceu no Slackware), mas tirando isso está muito rápido e estável. Mas não adianta eu curto mesmo é o Slackware, assim que terminar a faculdade no final do ano com certeza ele estará de volta a minha máquina rsrsrsrs.

Falou ai abração...

[4] Comentário enviado por lcavalheiro em 22/08/2014 - 10:42h

O meu é o N4050, e ele já sofreu de tudo. Já virou caixa de areia para gatos duas vezes, já caiu de bico no meu pé (fiquei duas semanas de molho porque o note quebrou meu pé), já tomou mais tombos feios do que a credibilidade do PT e mesmo assim funciona como no dia em que chegou na minha casa há dois anos. Eu costumo deixar o notebook ligado por trinta dias ou mais, já que ele é minha plataforma de trabalho (além de dar aulas eu me aventuro em alguns bicos como revisor, e agora com o mestrado é que o note não desliga mesmo). Já passou muita distro por ele, entre elas o Ubuntu (que veio muito mal instalado pela Dell, e me obrigou a reinstalar tudo), o Debian, o Fedora, Sabayon, Manjaro, Arch, FreeBSD, DragonFlyBSD, Crux... e nenhuma delas reconheceu tudo de primeira. Ou tinha que instalar o módulo da Intel Sandybridge (donos de Dell Inspiron aprendem a odiar esse nome...), ou não reconhecia a placa wireless (Debian e FreeBSD principalmente)... O Ubuntu teve o displante de não reconhecer o HD depois de reinstalar-se nele! Fora esse problema de superaquecimento, que no N4050 é ainda mais sério do que no N4030.

A única distro que reconheceu tudo de primeira foi o Slackware, e de quebra sem problemas de superaquecimento. Eu suspeito que o problema nas outras distros esteja relacionado ao systemd ou ao PulseAudio, os dois piores ajuntamentos de bits (pois não dá pra chamá-los de programas) já escritos para um OS *nix, já que o Slack é a única distro das testadas que não usa nem o PA nem o systemd.



Contribuir com comentário