ASUS K46CA - Criando nova UEFI

Publicado por Cesar Valentino em 24/09/2014

[ Hits: 4.861 ]

 


ASUS K46CA - Criando nova UEFI



Sei que existem várias dicas aqui no VOL sobre o assunto EFI, mas como passei por essa situação atualmente, vou postar esta dica para quem possui ultrabook da ASUS, ou com o hardware aproximado e quer/precisa instalar o GNU/Linux, enfim, vou deixar minha experiência aqui!

P.S.: O help desk (suporte) da ASUS é muito ruim, com profissionais totalmente perdidos quando o assunto é GNU/Linux, então, nem perca tempo!

Possuo um ultrabook ASUS modelo K46CA, adquirido há uns 06 meses, desde o primeiro dia com ele nunca utilizei o Windows, ele foi adquirido para rodar o GNU/Linux.

Portanto, quando comprei, exclui todas as partições dele, deixando somente a que continha o Windows Loader (EFI). Pois eu queria o Ubuntu 14.04 instalado no SSD (Flash), a fim de "bootar" o S.O. muito mais rápido.

Então, fiz assim o particionamento:

SDA (HD):
  • /home (493 GB)
  • /boot (01 GB)
  • /tmp (05 GB)

SDB (Flash):
  • / (20 GB)
  • /SWAP (02 GB) - Apesar de possuir grande quantidade de memória RAM, mantive a partição SWAP.

Funcionou maravilhosamente, o ultrabook inicia em menos de 10 segundos. Impressionante como ficou rápido com o Ubuntu 14.04.

O problema começa agora, instalei muitos pacotes, muitos programas para deixar o desktop mais bonito, "fucei" pra caramba, e o Unity não suportou (kkkk). Congelou tudo...

Reiniciei várias vezes, busquei informação, mas nada. A solução foi reinstalar o sistema. Mantive todas as partições (/home, /tmp, /boot... não mexi na UEFI). Instalei nova versão, procedimento normal. Mas quando foi ligar, deu erro no GRUB.

O ultrabook não estava entendendo mais a partição UEFI, fiquei dois dias atrás de informações, mas nada resolveu e, pra ser sincero, na internet pouca coisa se fala a respeito.

Liguei no suporte da ASUS (que porcaria), expliquei a situação, o atendente só falava assim: "Não damos suporte a Linux!".

Enfim, exclui todas as partições, sem restar uma sequer!

Passos:

1. Bootei pelo Live-CD do Ubuntu 14.04, em modo de TESTE.

2. Com o GParted, criei uma partição FAT32 com 300 MB (flag: Boot), sem nome (o Ubuntu reconhece e nomeia para /boot/efi), no SDA (que no ultrabook é o HD).

3. Criei as novas partições conforme listei acima, mandei instalar e pronto.

Funcionou perfeitamente.

Rápido e totalmente LIVRE!
:)

Outras dicas deste autor

Corrigindo problema do OpenVPN no Ubuntu 10.04

Leitura recomendada

Placas-mãe da ASUS com drivers para Linux

Ressuscitando a impressora no Kurumin

Instalando webcam no OpenSuSE 10.2 em menos de 10 segundos

Botando sua placa NVIDIA para trabalhar no Debian

Melhore o funcionamento da sua placa Intel

  

Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 24/09/2014 - 12:19h

eu tinha um ultrabook desses
em menos de 6 meses, a placa-mãe entrou em curto.
asus é boa, pra placa-mãe de desktop, mas pra notebook/ultrabook, nem rola.
a garantia não cobria, então, perdi 3 mil reais nessa porcaria...
mas, quando ele funcionava, nem precisei fazer nada disso, e o grub funcionava...
agora, não sei, se é pelo fato de ser o grub-legacy...nunca testei com o grub2
mas, enfim... boa dica.

[2] Comentário enviado por cesarvalentino em 24/09/2014 - 12:44h

Então, essa maneira descrita acima é para poder utilizar o SSD como diretório "/" do linux, ou seja, onde o linux estará instalado. Fazendo assim com que a inicialização do mesmo seja muito rápida. Do contrário, se não tem interesse em utilizar esse dispositivo, basta "bootar" pelo liveCD e seguir os passos corriqueiros de instalação, a instalação procederá de modo "legacy", que é a forma que sempre conhecemos, "a velha BIOS". Deixando a inicialização mais lenta.

Mas essa dica acima é apenas quando se necessita criar uma nova partição UEFI, pois às vezes ela foi excluída acidentalmente ou até mesmo propositalmente =D. Mas se o notebook/ultrabook nunca foi formatado, está como veio de fábrica, siga os passos de criação de partições nos dois locais SDA e SDB, não formate ou exclua a partição UEFI (do windows, ela vai estar como FAT32), o linux a reconhecerá como /boot/efi.

Bom, sobre a questão de resistência, durabilidade e etc. Vejo que isso é uma questão de sorte mesmo, pois já tive um Macbook White que "torrou" a motherboard, tudo bem a Apple trocou tudo, mas é estranho, "Um Apple fazer isso?" kkkkkk

Esse ultrabook da ASUS tem uma configuração muito boa, e até agora depois de 07 meses utilizando a máquina não tenho do que reclamar, a não ser que às vezes "encosto" na carcaça do ultrabook e levo um choque. Mas isso é a tal de energia estática, também odeio a porta do meu carro. kkkkkkk Mas a questão é que em outros computadores ou notebook's que trabalho não levo choque, apenas no ASUS...... Pois a carcaça é de alumínio...

[3] Comentário enviado por zeck em 10/03/2015 - 00:04h

cesarvalentino
Agradeço por compartilhar esta dica, pois me ajudou com um ultrabook aqui fera. vlw

[4] Comentário enviado por Romero_rr em 09/05/2016 - 10:26h

bom dia, você não teve problemas com o combo jack, porque seu eu conecto o meu headset no combo ou eu uso os mic ou o phone mas nunca os dois, e ja pesquisei bastante mas nao achei nada, você teve algum problema se teve passa a a experiencia de resolução pra nós.
vlw forte abraço, e viva a liberdade



Contribuir com comentário