Repositórios para Debian Jessie

Publicado por Ricardo em 06/06/2016

[ Hits: 61.787 ]

 


Repositórios para Debian Jessie



Essa dica é destinada a usuários iniciantes.

O sistema operacional Debian Jessie não é tão amigável ao usuário (user friendly) quanto os seus derivados, como Ubuntu e GNU/Linux Mint. É comum o usuário ter dificuldades pós-instalação desse sistema operacional.

Introdução feita, vamos à dica.

De acordo com "O Manual do Administrador Debian", o qual é de leitura indispensável a queles que já possuem algum conhecimento prévio, o APT precisa que lhe seja dada uma lista de fontes de pacotes: o arquivo /etc/apt/sources.list listará os diferentes repositórios (ou fontes) que publicam pacotes Debian.

APT é a sigla de Advanced Package Tool (ferramenta de pacotes avançada). Para poder instalar software adicional, o APT precisa ser configurado e ensinado aonde encontrar pacotes Debian. Este passo é o mais automatizado possível. Ele começa com uma pergunta sobre se ele deve usar fontes de pacotes na rede, ou se deve procurar apenas nos CD-ROMs.

Então, pensando no usuário de "primeira viagem", o que ele poderá fazer depois da instalação e inicialização do sistema pela primeira vez?

Edite o arquivo "sources.list", que está localizado em /etc/apt/. Como?

1. Abra o terminal como root (ou sudo), *leia antes a observação depois do item 4.

2. Digite:

sudo leafpad /etc/apt/sources.list

Leafpad é o editor de texto. Você pode usar outro de sua preferência, como o Gedit, Mousepad, vim, nano...

3. Selecione todo o conteúdo e o apague totalmente.

*Observação: provavelmente o seu usuário (aquele que você criou durante a instalação do Debian), não está no grupo sudoers. SUDO significa: Super-user do. É um programa projetado para permitir que os administradores de sistema permitam a alguns usuários executarem alguns comandos como root. Usar sudo é melhor (mais seguro) do que abrir uma sessão como root por uma série de razões.

Você terá que adicioná-lo. No terminal, digite:

sudo adduser fulano sudo

*Substitua "fulano" pelo seu nome deu usuário. Por exemplo: sudo adduser ciclano sudo

4. Copie e cole o texto abaixo:

## Arquivo Sources.list

# Atualizações de Segurança
# Security updates
deb http://security.debian.org/ jessie/updates main contrib non-free
deb-src http://security.debian.org/ jessie/updates main contrib non-free

## Espelho Debian

# Base de dados do repositório
# Base repository
deb http://ftp.br.debian.org/debian jessie main contrib non-free
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian jessie main contrib non-free

# Atualizações estáveis
# Stable updates
deb http://ftp.br.debian.org/debian jessie-updates main contrib non-free
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian jessie-updates main contrib non-free

# backports estáveis
# Stable backports
deb http://ftp.debian.org/debian jessie-backports main contrib non-free
deb-src http://ftp.debian.org/debian jessie-backports main contrib non-free

# Atualizações Propostas
deb http://ftp.debian.org/debian jessie-proposed-updates main contrib non-free

5. Salve e feche.

6. No terminal, digite:

sudo apt-get update && sudo apt-get dist-upgrade -y

7. Quando terminar, reinicie o computador.

Explicação curta

Nós acabamos de dizer ao sistema, para que ele busque os pacotes da distribuição ESTÁVEL, sem abrir mão de software mais recente (atualizado), incluindo os pacotes não livres.

Esses pacotes são necessários para que firmwares não-livres sejam carregados, caso qualquer parte do hardware em seu sistema o requeira, como por exemplo, placa de rede sem fio (Wlan).

Por que optar pelo ramo STABLE (estável)?
  • Em ambiente de produção, é a opção mais sensata.
  • É a melhor e mais segura escolha para os iniciantes, devido à estabilidade dos aplicativos, utilitários e do sistema propriamente dito.

Finalizando, se você pretende ingressar no mundo Linux, tenha em conta que precisará ler, pesquisar e estudar. Procure sempre ser crítico e questionar as fontes de pesquisa. Há muita bobagem na web, principalmente em fóruns e blogs de pretensos "entendidos e especialistas".

Outras dicas deste autor

Alternativa para Skype no Linux

Navegue na web com privacidade, segurança e anonimato

Alternativa paro Adobe Flash Player

Debian Jessie - Repositório Multimídia Codecs

Wallpapers irados

Leitura recomendada

Samba - Consertando bug com o Nautilus no Ubuntu 8.04

Reconfigurando o CUPS-PDF

Montando automaticamente sua partição no Ubuntu 9.10 - fstab

Descompactando arquivos .rar no Ubuntu Linux 8.04

Colocando seu script do iptables no lugar correto na inicialização

  

Comentários
[1] Comentário enviado por LaisMD em 08/06/2016 - 13:46h

Ótimo artigo para quem está iniciando, principalmente para quem não domina tentando as mudanças entre wheezy-jessie. Valeu!

[2] Comentário enviado por rigo em 08/06/2016 - 14:10h

LaisMD,

Obrigado pelo comentário.
Em breve, eu vou publicar outra dica sobre o repositório Debian de codecs multimídia.

[3] Comentário enviado por removido em 06/02/2017 - 16:49h


Qualcomm Atheros QCA6174 802.11ac Wireless Network Adapter (rev 32)

Um usuário reportou que funcionou no kernel 4.4.0-31-generic e ubuntu 16.04.1 LTS mas não testei.

No debian ativando o repositório backports e atualizando o kernel para 4.4.0-31.

[4] Comentário enviado por FlavioMarley em 09/05/2017 - 12:56h

preciso substituir a que ja vem? ou só colocar essa aí abaixo da que ja tem?

[5] Comentário enviado por rigo em 09/05/2017 - 16:36h

#FlavioMarley,
Substitua. Vide item 3.
Você pode fazer backup do arquivo original. Salve-o, por exemplo, como sources.backup.list



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts