Remover rodapé dos erros do Squid sem recompilar

Publicado por Davidson Rodrigues Paulo em 05/09/2009

[ Hits: 9.153 ]

Blog: http://davidsonpaulo.com/

 


Remover rodapé dos erros do Squid sem recompilar



O Squid permite a customização de suas mensagens de erro, tornando possível várias funcionalidades interessantes como, por exemplo, colocar o logotipo da empresa em todas as telas de erro ou exibir formulários de solicitação de liberação de acesso a site bloqueado.

Há, contudo, um pequeno inconveniente para aqueles que querem aplicar essas customizações. O Squid adiciona ao final das mensagens de erro um rodapé com a data e a hora em que a página foi exibida, como mostrado na figura abaixo.
Linux: Romover rodapé dos erros do Squid sem recompilar
A solução mais conhecida para remover esse rodapé não é nada prática e consiste em fazer uma pequena alteração no código-fonte do Squid e recompilá-lo. O maior problema dessa solução é que perde-se a possibilidade de atualizar o Squid automaticamente utilizando o gerenciador de pacotes da distribuição Linux onde ele está instalado, obrigando o administrador a modificar o código-fonte e recompilar o Squid todas as vezes em que for necessário atualizá-lo.

Procurando na internet por uma solução para esse problema encontrei várias páginas onde era sugerido o método da recompilação. Em uma dessas páginas havia um comentário sugerindo uma alternativa bem mais simples, que é a que está sendo tratada nessa dica.

Para remover o rodapé dos erros do Squid sem precisar recompilá-lo, basta editar os arquivos que contém as mensagens de erro, que por padrão ficam em /usr/share/squid/erros/ERR_*, editá-los e, ao final, acrescentar a seguinte linha:

<!-- Generated %T by %h (%s) -->

ATENÇÃO: se a tag HTML </html> estiver presente no arquivo, ela deverá ser removida.

Depois, basta fazer o Squid reler as configurações:

# squid -k reconfigure

E está pronto. Force a exibição das mensagens de erro e elas não terão mais o rodapé perturbando. :-)

Um grande abraço.

Davidson Paulo

--
"E da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dentre os mortos e o príncipe dos reis da terra. Àquele que nos amou, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados. Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém." Apocalipse 1:5,7

Outras dicas deste autor

Criando backup tar multi-volume usando FIFO

Corrigindo nomes de arquivos com charset errado

Baixando todos os arquivos de uma URL com o wget

Como usar o Dnsmasq para criar um cache de DNS local

Liberando NFS no firewall do Fedora

Leitura recomendada

Desligando beeps do Debian ao desligar/reiniciar

Placa de vídeo - S3 Unichrome - RESOLVIDA

Configurando o Fedora 13 com Gnome em português (pt-br)

Instalação e configuração do modem PCTel

Instalando NO-IP no Debian 6.0

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts