Removendo Kernels Antigos Graficamente do Linux Mint

Publicado por Clodoaldo Santos em 28/04/2020

[ Hits: 1.806 ]

 


Removendo Kernels Antigos Graficamente do Linux Mint



Para remover kernel antigo graficamente no Linux Mint, siga os passos abaixo.

1. Abra o Gerenciador de Atualizações e na aba "Ver" , clique em "Kernels Linux":
Linux: Removendo Kernel Anitgo Graficamente do Linux Mint
2. Na janela "Kernel", clique em "Remover Kernels":
Linux: Removendo Kernel Anitgo Graficamente do Linux Mint
3. Agora selecione aqueles que deseja remover e depois clique em "Aplicar":
Linux: Removendo Kernel Anitgo Graficamente do Linux Mint

Obs.: antes de remover os kernels antigos, tenha certeza que todo seu hardware esteja funcionando perfeitamente com o kernel atual!

Outras dicas deste autor

Mostrar ou ocultar ícones na Área de Trabalho do Debian MATE

Instalando Grub Customizer no Debian 9 Stretch

ClassicMenu Indicator no Ubuntu 13.10

Instalando Google Chrome , Skype e Spotify no Mageia 6

O que fazer após instalar Fedora 30 Worksatation

Leitura recomendada

Criando uma máquina virtual no Kurumin 7.0

Aplicativos Flatpak no Dmenu

Ubuntu 10.04 / Gnome 2.30 - Barra de localização "editável" do Nautilus

Removendo por completo o snappy do Ubuntu 20.04

GRUB na instalação do Slackware

  

Comentários
[1] Comentário enviado por pinduvoz em 28/04/2020 - 03:54h

Tem esse comando para fazer isso:

dpkg -l 'linux-*' | sed '/^ii/!d;/'"$(uname -r | sed "s/\(.*\)-\([^0-9]\+\)/\1/")"'/d;s/^[^ ]* [^ ]* \([^ ]*\).*/\1/;/[0-9]/!d' | xargs sudo apt-get -y purge

Fonte:

https://elias.praciano.com/2014/04/como-remover-versoes-antigas-do-kernel/

Lembro que isso foi também uma dica antiga de um usuário do Ubuntu que morreu muito jovem de uma doença degenerativa. Foi triste a história dele.

Editado:

Vejam: http://ubuntued.info/ganhe-espaco-removendo-kernels-antigos

Lá menciona o mesmo comando, bem como a fonte dele (post do Andre Gondim em seu já desaparecido blog).

E sobre o André Gondim:

https://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff1011201120.htm

[2] Comentário enviado por pinduvoz em 28/04/2020 - 04:02h

Quando escrevi acima, não estava lembrando o nome do usuário Ubuntu que mencionei (coisas da idade...). E o primeiro nome dele era, coincidentemente, o meu: André.

André Gondim foi um grande incentivador do SL em geral e do Ubuntu em particular. Um pouco do que ele fez, malgrado as limitações que lhe eram impostas pela doença que o acometia (fibrose pulmonar, se não me engano), pode ser encontrado no link abaixo:

https://www.profissionaisti.com.br/author/andregondim/

Ele também publicou por aqui (procurem e acharão nos arquivos do VOL dicas dele).

Após quase dez anos da ida do meu xará para o plano superior, deixo nesta mensagem uma homenagem por tudo que ele fez em favor das causas que abraçou em sua curta vida, especialmente a causa do SL.

Que Deus o tenha em bom lugar.

[3] Comentário enviado por clodoaldops em 28/04/2020 - 06:21h

Eu já usei essa dica do saudoso André Gondim.
Diferença de usar o Gerenciador de Atualizações do LinuxMint é que neste você poderia remover apenas o kernel que você desejar.

[4] Comentário enviado por pinduvoz em 28/04/2020 - 10:44h

Sim, caro clodoaldops. Sua dica é gráfica e diferente. O complemento que postei tem outro escopo e é radical: remove todos os kernels antigos, simplesmente, e é bom deixar pelo menos um deles.
Postei porque achei um complemento interessante a sua dica e também porque aproveitei para relembrar meu xará, merecidamente.

[5] Comentário enviado por clodoaldops em 28/04/2020 - 10:47h

Se não me engano o blog do André Gondim era o Meu Pinguim, não era não?
Eu já usei essa dica dele inúmeras vezes principalmente quando eu usava ubuntu-não-lts



[6] Comentário enviado por pinduvoz em 29/04/2020 - 04:32h

O blog dele usava o seguinte endereço:

http://andregondim.eti.br

E o endereço ainda está ativo, mas com outro tipo de conteúdo.

[7] Comentário enviado por filipo_tardim em 22/02/2021 - 11:35h


Gente...
Eu sempre usei esse comando em praticamente todas as distribuições Ubuntu e derivados que já usei. O que não sabia é que era uma dica do saudoso André Gondim. O conheci no FISL. Sua partida impactou a comunidade na época.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts