O mundo dominado por nerds!

Publicado por Cristiano Verissimo em 08/08/2009

[ Hits: 6.443 ]

Blog: http://www.rockemetaldownload.blogspot.com

 


O mundo dominado por nerds!



Pense... Como seria o mundo se fosse dominado por nerds!? Deixarei aqui minha opinião e espero que muitos deixem nos comentários como seria na opinião de cada um um mundo dominado por nerds. Um mundo melhor? Ou pior?

Um mundo sem guerras!

Na minha opinião, se o mundo fosse realmente NERD, seria um mundo totalmente antissocial. Ninguém sairia de casa, escola, trabalho, "namoro", tudo seria pela webcam ou por holograma. Antissocial porque eu que sou meio NERD ou tento ser um, só saio da frente do computador para trabalhar e tomar banho, quando vou dormir deixo o monitor desligado e minha cama virada para o PC e deixo o METAL rolar até a manhã seguinte.

Se teria uma guerra virtual? Não se o mundo fosse "NERD Open Source", ficou até bom de se ler... "NERD Open Source" [Muitos risos], se fosse "NERD Software Proprietário", o mundo seria cheio de telas azuis e bugs, keyloggers, cavalos de Tróia etc. Você bem lá conversando com a namoradinha virtual e quando ela vai tirar a roupa... ai, ai, TELA AZUL DA MORTE.

Avatares que você não poderia editar porque são proprietário, "OU USEM ASSIM, OU NÃO USEM NADA".

Classes sociais e reprodução humana

Não existiria classes média, alta, baixa, nem A, B, C, D, negros, brancos, índios, amarelos, apenas um ser humano programando um mundo livre.

As classes que existiriam seriam homens e mulheres.

A reprodução seria da seguinte forma...

O homem deposita seu sêmen em um pote (repositório) e a mulher daria um:

sudo apt-get install nenem (identidade do macho)

Brincadeira... O homem depositaria o sêmen no pote e mandaria via teletransporte até o endereço de sua "amada", ela se auto fecundaria com uma seringa ou algo do tipo.

E até o filhote conseguir programar sozinho seria teletransportado da casa da mãe para a casa do pai e vice-versa para poder aprender com os dois antes de ajudar e ser ajudado no mundo open source.

Alimentação e vírus

Teríamos uma alimentação balanceada e muita coca-cola, controlando remotamente de sua casa as máquinas de adubo, agrotóxico, colheita etc.

Enquanto isso você, consumidor, acessaria a homepage do produtor e pediria a quantidade exata que seu corpo necessita calculando com um software FREE disponível na própria homepage.

Os vírus, esse é um problema para quem usa ou AINDA estaria usando as "JANELAS", porque se cada vez que for formatar por causa de um vírus que não conseguir tirar, formataria o HD e perderia muito tempo de vida, formatando 5 a 10 vezes por semana.

Uma outra perspectiva

Uma outra forma ou possibilidade seriam softwares, hardwares e periféricos controlando o ar, a temperatura, as chuvas etc. E o mundo seria tão seguro e despoluído que teríamos prazer em sair e aproveitar, nem que seja um pouco da natureza artificial, claro que sempre com um notebook em uma mão e a namorada na outra.

Concluindo

Teríamos problemas sim, mas seria um mundo muito mais inteligente, agradável, onde seríamos cada um de nós uma ONG contribuindo com nosso saber para ajudar o próximo, assim como fazem vocês programadores ou apenas curiosos (eu AINDA não sou mas serei) que nos ajudam tanto com tantos e tantos problemas.

Obrigado a todos e comentem bastante!

Outras dicas deste autor

Efeitos de fogo no Linux

Renomeie vários arquivos com o Thunar

Borda nas imagens usando CSS e HTML

BrasilLinux DosVox - Linux para deficientes visuais

Instalando e configurando GeForce 6200 AGP no Linux

Leitura recomendada

Criando um firewall no Linux

Usando o dicionário ispell

Placa wireless Atheros AR5007EG/AR242x no Acer Aspire 5520 com Ubuntu Linux

Ark e problemas com arquivos .rar no Slackware

Instalando o KDE4 no Ubuntu / Kubuntu (7.10)

  

Comentários
[1] Comentário enviado por albfneto em 08/08/2009 - 14:33h

Olha, é uma filosofia interessante e o artigo também, pq.filosófico, original e diferente e o autor é inteligente. Bom artigo.
mas não acho que todos concordariam não!...
Para mim, existem várias coisas que são bem mais agradáveis e Sociais se não forem tão virtuais...
Namoro virtual é uma brincadeira, pode ser divertido, mas o real é melhor...Rrsrsrsr
as amizades também não é bom que sejam só virtuais, o ser humano é um ser social, não é um ser Nerd, os Nerds são exceções....
para cada um que é, existem mil que não são....
Será que seria sem querras e conflitos?
lembra-se, nem todo mundo é Nerd, todo o tempo e o tempo todo!, mesmo o nerd, há momentos em que não é Nerd, nem quer ser...
e nem será sempre....,para todos, pq nascem os independentes, em qualquer Sociedade, os críticos etc...
Mesmo uma Ditadura Nerd... será sempre uma Ditadura, e as Ditaduras, tem sempre gente contra e elas nunca são eternas....
alguém aqui leu "Admirável Mundo Novo" de Aldous Huxley? ou viu o filme?
era um mundo superior, evoluido, perfeito... até o dia em que prá alguns, não foi e esses alguns, logo eram muitos.... e aquele mundo perfeito. foi desmoronado, destruído e porisso ficou melhor... e pode evoluir de novo!

[2] Comentário enviado por gokernel em 08/08/2009 - 17:27h


Minha cincera opinião.

Cada um em sua área.

Se alguém tem vocação para "isso" então se empenhe em "isso".

Acredito que, não adianta um cara ter vocação para ADVOGADO, mas por causa de "maior sálario" atuar como MÉDICO, e colocar os que os buscam EM PERIGO.

T+.

gokernel
[email protected]

[3] Comentário enviado por Teixeira em 08/08/2009 - 18:44h

Pensamento apreciável, e que desperta curiosidade.

Nesse campo de ficção social existem poucas obras, uma delas o Planeta dos Macacos (o filme original estrelado por Charlton Heston) e do antiquíssimo Fahrenheit 351 (acho que o número é esse, ou algo parecido).
Esse "Fahrenheit" sugere a existência de uma sociedade "do futuro" onde haverá tv interativa, tudo será controlado por uma minoria que se assenhoreou do poder sobre a política, a ciência, a cultura, a religião e toda forma de expressão individual tem de ser moldada segundo a doutrina ditada pela classe dominante.
Livros são terminantemente proibidos (o número refere-se à temperatura em que um livro inicia sua combustão quando lançado ao fogo).
Ao final, constituiu-se uma sociedade rebelde que passou a sobreviver fora dos perímetor urbanos e que era formada pelos "homens-livros": Cada cidadão decorava um livro e adotava o seu nome. As demais pessoas se acercavam deles e bebiam de seu conhecimento.

Se observarmos, todos os movimentos de constrangimento social tiveram em seu apoio alguns nerds, mesmo antes do boom da informática. Alguns deles, nerds "do mal": Inquisidores, torturadores, assassinos, pedófilos... Tudo a serviço de uma " boa causa".
Governantes que pensam liderar alguma coisa, todavia apoiados e manipulados por seres obscuros e detentores de conhecimentos dignos de um nerd de carteirinha.

Senão vejamos: Hitler jamais teria tempo para idealizar aqueles campos de concentração, com toda aquela riqueza de detalhes. Aquilo foi idealizado por seus bem intencionados auxiliares.
Ou será que alguém tem dúvidas de que Hitler era apenas uma espécie de marionete a serviço de nerds obscuros?
Nenhum dos papas que governaram a Igreja oficial durante o período da Santa Inquisição parou para projetar os engenhosos instrumentos de tortura adotados e aprovados para a submissão dos adversários políticos daquela organização. (Religião à parte, aqui o negócio é política, ou melhor dizendo, politicagem).
Artífices foram pagos a peso de ouro para idealizar e executar tais instrumentos. E quem foi que pagou: Teria sido o papa? Certamente que não. Ele tinha mais em que pensar e se preocupar...

Um sociólogo identifica com clareza esses fenômenos, quando se manifestam ou tendem a se manifestar.
Talvez por isso em um certo país de nosso sistema solar tenha acontecido que repentinamente a profissão de sociólogo passou a ser proibida por decreto governamental.
E naquele mesmo país fechou-se o Congresso Nacional e as prefeituras municipais passaram a ser preenchidas por pessoas de confiança da classe dominante, e não em decorrência de voto popular. E ser nerd NACIONAL era terminantemente proibido.

Qualquer semelhança como o Planet of Apes ou com o Fahrenheit não é bem uma coincidência.

Em nossos centros de TI já existem profissionais que são nerds nem-tanto-assim-do-bem e que tomam as empresas de assalto, dizimando sua capacidade produtiva e intelectual, acreditando estar usando as medidas certas para um bom desempenho.
É que eles foram TREINADOS assim, não que seja essa a sua índole.

A ficção não anda muito longe da realidade.
Portanto tenhamos cuidado para não nos envolvermos nós mesmos numa "furada" onde alguém nos induza a pensar que desta forma é melhor, e que usar a inteligência é desperdício de tempo.

A busca pela utopia pode levar o homem através de caminhos tortuosos que ora conduzem ao sucesso, ora ao fracasso.

"Ad summa per ardua" era o lema adotado pelo Conde Belamorte: "A resultados grandiosos, através do esforço".

[4] Comentário enviado por removido em 08/08/2009 - 19:02h

Namoro virtual não tem graça huahuahuaha

Adorei sua perspectiva. Acho apenas que você foi otimista demais, mas o otimismo é o que nos motiva.

Beijos!

[5] Comentário enviado por SephirothHG em 10/08/2009 - 01:52h

É engraçado você falar de um mundo livre, sem guerras, onde todos são iguais, e depois falar de coca-cola, produto de uma das maiores multinacionais, que se mantém exatamente do inverso do que foi citado (desigualdade, riqueza e poder).
Além disso, você apresentou uma visão extremamente estereotipada do NERD, digna de filmes de Holywood dos anos 80, 90.
Cara, essa coisa de ser anti-social não cola mais. Nós estamos na era da informação, da comunicação e, nesse contexto, isso não é nenhuma vantagem.
Acho que você deveria se informar mais, ler mais, porque você está com uma visão de mundo muito estreita.

Quer saber: sem ofensas mas Deus me livre de viver nesse seu mundo.


[6] Comentário enviado por cristianokittie em 10/08/2009 - 19:26h

Caro SephirothHG, eu me refiri a coca-cola pelo "vicio" que tenho, mas tem muita gente que iria preferir tomar um copo de agua como é minha mae que toma mais agua doque qualquer pessoa que eu conheça nesse planeta

[7] Comentário enviado por SephirothHG em 12/08/2009 - 00:05h

Sim, eu entendo. Eu também adoro coca-cola.
Mas acho que num mundo livre não daria muito certo. :D

[8] Comentário enviado por cristianokittie em 12/08/2009 - 18:19h

Você esta certo um mundo livre não daria certo mas, como é um mundo LIVRE todos temos a opção de decidir oque fazer!

[9] Comentário enviado por annakamilla em 23/08/2009 - 12:55h

me lembrou o livro admiravel mundo novo.

mas não acredito que seja assim, sem contar que os nerds de hoje não são mais como os de antigamente. o nerd de hoje é capaz de se relacionar com as pessoas como se fosse um "popular" por exemplo.
hoje em dia o termo nerd é adorado pelas pessoas justamente pelo fato da era da informação.

[10] Comentário enviado por vinipsmaker em 25/11/2009 - 19:56h

Adorei

[11] Comentário enviado por brunoalvesw em 10/12/2009 - 11:47h

só não gostei da parte da reprodução...



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts