Linux - ajustando permissões do "usuário" para conexão com a internet

Publicado por Perfil removido em 05/02/2009

[ Hits: 8.853 ]

 


Linux - ajustando permissões do "usuário" para conexão com a internet



O programa "pppd" é o responsável por estabelecer uma conexão ponto-a-ponto entre seu laptop/computador e a internet, no caso do Linux o arquivo /etc/ppp é o responsável pelas configurações que aquele faz uso.

Não confundir com os arquivos equivalentes para os discadores, como wvdial, gnome-ppp, kppp e outros que existem "pela aí".

Acontece que algumas distros não fazem as configurações necessárias para que usuários comuns, simples mortais como você e eu, possam executar o pppd e obter o acesso necessário ao /etc/ppp.

Sem este importante passo, você simplesmente não conseguirá usar seu discador predileto, seja conexão discada ou 3G.

Vamos mostrar agora como resolver isso de forma fácil, sem comandos cabalísticos que deixariam o usuário iniciante desanimado. Vamos lá!

1) como usuário normal, abra um terminal e vá até o diretório onde localiza-se o programa "pppd":

cd /usr/sbin

2) vamos ver as permissões deste programa:

ls -la pppd

3) veja a figura abaixo:
Observe que o usuário é o "root" e o grupo é o "dip" - ou seja - somente o super usuário e os usuários comuns que pertencerem ao "dip" poderão utilizar o pppd. Sentiu o drama???

Como não somos "root", resta-nos saber se pertencemos do grupo "dip" para podermos utilizar um discador normalmente!

4) usando seu editor de texto preferido (vi, nano, pico, gedit, kedit etc), abra o arquivo /etc/group e procure a linha onde está relacionado o grupo "dip":

sudo editor_de_texto /etc/group
5) veja que o usuário "antônio" não faz parte do mesmo! Corrigimos o problema escrevendo o mesmo na frente do referido grupo, como mostro abaixo:
6) agora alteraremos as permissões dos arquivos "chap-secrets" e "pap-secrets" lá em /etc/ppp. Para isso caminhemos até o local:

cd /etc/ppp

e

ls -la *ets

7) veja que os arquivos só podem ser lidos e alterados pelo usuário "root":
8) alteremos as permissões de leitura e escrita para que usuários comuns possam acessá-los:

sudo chmod 666 *ts
Pronto! Agora é só reiniciar seu gerenciador de janelas e usar o discador predileto que não haverá mais problemas...

Até a próxima dica.
;-))

Outras dicas deste autor

Linux From Scratch

Configurando wireless Broadcom 43XX no Ubuntu 9.10

Google Gadgets - incremente seu desktop com belos aplicativos

Teclas de atalho do mouse no Xterm

Letras pequenas em sites WEB com Mozilla

Leitura recomendada

Atualizando o Firefox no Kurumin

Enviando fórmulas em Latex pelo aMSN

As aventuras de um administrador de redes no mundo do QoS

Instalando o novo corretor ortográfico pt_BR no Firefox 3.5

Compartilhando a Internet

  

Comentários
[1] Comentário enviado por pinedu em 05/02/2009 - 18:05h

Cuidado ao Editar os Arquivos :

-group
-passwd

Estes são arquivos cruciais para a amaioria das distribuiçoes.
Não seria mais Fácil e menos perigoso somente atribuir o usuario em questão ao grupo dip?

Ex:

#usermod -G dip antonio

Onde - argumento G permite adicionar grupos adicionais ao usuario. Para mais detalhes utilize a pagina do manual do usermod
#man usermod

[2] Comentário enviado por Linukinhos em 06/02/2009 - 14:14h

Dúvida de lammer:

Pra mudarmos as permissões de um arquivo/pasta que não é nosso(a).... é possível só com o comando SUDO ?

[3] Comentário enviado por Lisandro em 28/07/2009 - 08:17h

Alterar as permissões dos arquivos "chap-secrets" e "pap-secrets" não vai criar uma falha de segurança?



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts