Limpando cache da memória RAM no GNU/Linux

Publicado por Jeferson R. Costa em 25/03/2013

[ Hits: 27.909 ]

Blog: http://www.jefersonrc.com.br/

 


Limpando cache da memória RAM no GNU/Linux



A memória RAM é um dos recursos mais importantes para que um computador funcione perfeitamente, e depois de vários dias ligados, dar uma reiniciada no servidor faz bem para que ele possa dar uma limpada nesses dados.

Mas é muito bom quando não precisamos fazer isso, uma vez que essa operação pode deixar alguns serviços indisponíveis, ou temos que ir trabalhar fora do horário, o que não é muito bom...

A minha dica neste post, é como deixar essa limpeza de forma automática, e sem precisar reiniciar o servidor.

O primeiro passo é criarmos um script, no caso, iremos criar este script direto em um diretório onde nosso script virará um "comando".

Iremos criar este script em /usr/local/bin, com o seguinte comando:

# pico /usr/local/bin/clean_memory

Este script ficará da seguinte maneira:

#!/bin/bash

echo 3 > /proc/sys/vm/drop_caches

sysctl -w vm.drop_caches=3


Obs.: o caminho da primeira linha pode variar de acordo com as distribuições, mas acredito que não mude muito.

Depois de criarmos o script, vamos dar permissão para que ele possa ser executado:

# chmod +x /usr/local/bin/clean_memory

Pronto, agora é só agendar o seu script para ser executado todos os dias à noite, por exemplo, ou simplesmente dar o comando clean_memory que o cache será limpo.

* Só não recomendo fazer isso quando o servidor estiver durante um pico de processamento, isso pode trazer alguns problemas.

Testado no Debian 6.

Veja essa e outras dicas em meu blog, onde posto dicas e soluções em infraestrutura de TI.

Outras dicas deste autor

Habilitando/Desabilitando daemons no Debian

ZIP no GNU/Linux

Desmontando partição em uso (is busy)

Serviço online de scanner de portas

Samba - Configurando grupo de administradores

Leitura recomendada

Montando compartilhamentos remotos do Windows no Linux

Usando o comando echo para obter informações do sistema

Convertendo alguns arquivos

Verificação constante de disponibilidade de serviços

Usando o mailx

  

Comentários
[1] Comentário enviado por hrcerq em 07/10/2013 - 11:04h

Uma dica simples, mas me ajudou bastante.

Testei no Fedora, funcionou 100%. A única diferença é que coloquei o script no diretório /usr/local/sbin, por se tratar de uma tarefa administrativa do sistema.

[2] Comentário enviado por leydsonvieira em 22/09/2015 - 10:14h

Olá.

Parabéns, ajudou muito.

Abraços.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts