Iniciantes em Linux

Publicado por Victor H. Silva em 02/02/2007

[ Hits: 7.003 ]

 


Iniciantes em Linux



O que estou escrevendo aqui é pode não acrescentar nada tecnicamente, mas acho que vai servir para encorajar muitos iniciantes em Linux, assim como eu.

Sou mais um usuário do Windows que está tentando parar de ficar bitolado aos programas e pacotes "fechados" da Microsoft. Não que eu queira chegar no Linux e, "de cara", ir desvendando seus mistérios mais profundos, alterando o Kernel, modulando tudo para que fique com a minha cara. Minha pretensão, assim como a de todo o usuário que opta pelo Linux, é sentir-se livre, não ficar preso àquela "caixa-preta", e sei que a maioria que ler essas colocações saberá a que estou me referindo. De início eu ficava irritado porque o Windows tinha mais aplicativos e a maioria dos aplicativos que existiam eram feitos para ele. Também escutava o comentário dos "Windógrafos" (essa é boa) que diziam ser o Linux uma "utopia".

Mas como usei durante bastante tempo o Unix AIX, com as velhas linhas de comando, sei bem da segurança e estabilidade que ele representa. Isso já faz alguns anos e quando tive o primeiro contato com Linux, a uns 10 meses atrás, senti-me um tanto enferrujado. Durante 6 meses mais ou menos, fiquei lendo artigos, lendo as perguntas e respostas, tentando inteirar-me do que estava acontecendo nesse novo mundo.

Meu primeiro contato foi com o Kurumin 3.0. Sorte ou azar? Quem ler pode até me responder. O fato é que eu o rodava do CD, e apanhei, e tentei, e busquei, e comparei com "aquele outro" sistema engessado, e cada vez que fazia a comparação parecia que dava um passo atrás. Daí precisei abandonar essa empreitada porque precisei ficar uns tempos fora da minha base.

Acontece que a uns 2 meses atrás, quando retomei de novo, recomecei com o Kurumin 6.0, ainda em CD, pois não me achava com coragem para instalar no HD, ainda mais que no HD tinha "aquele" (e ainda tem...). Só que dessa vez comecei a fazer tudo de novo, mas livre de comparações, como se nunca tivesse tido contato com Windows nenhum, e senti que o avanço foi bem maior.

De início também tinha muitas dúvidas e não tinha coragem de entrar aqui no VOL e fazer perguntas, tirar dúvidas, apenas ficava lendo as perguntas e respostas dos outros membros. Até que criei coragem e fiz a minha primeira pergunta, e a partir daí, redobrou a vontade e a coragem para encarar de vez o Linux, porque apesar de fazer perguntas básicas demonstrando ainda conhecer pouco o Linux, nunca fui criticado nem recebi respostas em tom de gozação, mas de gente que está disposta a te dar soluções, de gente nova, de gente que está trabalhando sério e que mostra porque "traduz para a prática todo o espírito de generosidade do mundo Open Source", conforme disse Fábio Berbert de Paula, no Edital de política de contribuição de artigos.

Apanhei muito e ainda estou apanhando, mas sei que vou conseguir, pois com todo esse apoio não há como não conseguir. E como diz o próprio site, Viva o Linux!

Outras dicas deste autor

É tudo questão de se desligar para se ligar...

Leitura recomendada

Wireless: Ubuntu 7.04 com Realtek 8185

PEInjector: nova ferramenta para injetar payloads maliciosos em arquivos PE

Abstração de SGBDs

Controle de internet por usuário

Instalando o Sarg no Ubuntu Server 8.04

  

Comentários
[1] Comentário enviado por evilrick em 02/02/2007 - 12:21h

Olá Victor.
Realmente é complicado para um windows user se habituar ao Linux. Mesmo tendo começado com o Kurumin, que é uma distro bem simples, eu sofri um bocado. Coisas como instalação de modem (softmodem no meu caso), fontes true type, codecs de video, uso do tar e, conseqüentemente, a instalação de programas foram uma grande dor de cabeça no início.
No entanto, conforme vamos alcançando os primeiros resultados positivos a empolgação tende a aumentar cada vez mais. Ver o primeiro programa instalado por mim rodando normalmente foi uma vitória.

Recentemente abandonei o Kurumin e parti para o Ubuntu e está sendo muito bom. Já aprendi algumas coisas que a facilidade do Kurumin não me permitia descobrir.

[]s amigo,

Fica na paz o/

[2] Comentário enviado por tenchi em 02/02/2007 - 15:37h

Kra, gostei muito. É um bom incentivo aos novos usuários dos sistemas comunitários.
Só acho que vc se enganou em uma coisa. O linux também tem esse negócio de caixa preta: O BlackBox ;)

http://blackboxwm.sourceforge.net/


[3] Comentário enviado por vhsilva em 02/02/2007 - 20:53h

Olá evilrick!!
Realmente, com o Kurumin sofri bastante e fiquei um pouco "patinando" em algumas coisas, para começar porque ele dá muitos erros... é dif[ícil se fazer alguma coisa que não dê, pelo menos, 1 errinho. Agora estou com o Mandriva-Free-2007 e a diferença é muito grande, pelo menos para mim. Obrigado perlo comentário.

[4] Comentário enviado por vhsilva em 02/02/2007 - 20:55h

Bom tenchi, até tem sim, mas essa "caixa preta" do Windows é bem mais "preta" que a do Linux. Quando que no Windows a gente tem acesso ao fonte de algum aplicativo? OU melhor, quando que se pode melhorar alguma coisa... ali é "pegar ou largar"... por isso estou "largando". Obrigado.

[5] Comentário enviado por cleytonasa em 02/02/2007 - 22:03h

acho que o primeiro passo é o kurumin. o linux hoje existe varias distribuições.
eu tenho um amigo que adora o windows, e renega o linux. ele fala que prefere usar o windows porque ele adora ver as mensagem que aparece dizendo que ele tem um windows pirata. ele adora pega os serials dos software da microsoft e dizer: eu uso você de graça! é engraçao. eu não me vejo mas usando windows. ! e aconselho a todos usar linux.
abraço adorei a leitura!

[6] Comentário enviado por tiagotavares em 02/02/2007 - 23:53h

è cara, me vi quando comecei também. Inclusive com o kurumin e o ubuntu, depois dei uma parada, e voltei com tudo utilizando o Debian.
Hoje, só uso o windows na empresa devido alguns softwares homologados apenas para o windows, do contrário só teria o meu hd particionado exlusivamente para o o Linux.

[7] Comentário enviado por shiranui em 03/02/2007 - 15:17h

Uso linux há poucos meses tbm, uso o Arch linux há 6 meses, antes disso eu usava o Fedora por uns 3 meses.
Nem sempre as distribuições mais fáceis (Kurumin, Suse, Fedora, Ubuntu e etc) são realmente as mais fáceis. Muitas vezes, o fato de o sistema tentar fazer tudo sozinho não deixa o usuário fazer correções. Os sistemas que dão o controle ao usuário, acabam sendo fáceis justamente por causa do controle estar nas mãos do usuário, o sistema simplesmente não fica no caminho.

Meu micro está funcionando melhor agora do que com o windows original.

[8] Comentário enviado por rafaelsmazzer em 03/02/2007 - 21:03h

E aí pessoal, tudo certo?

Comecei no linux a umas 5 semanas...já tinha usando umas 2 vezes o kurumin pelo cd mas quando fui instalar eu optei pelo ubuntu!! Já instalei também o debin-br-cdd, mas entre essa eu gostei mais do ubuntu, até porque foi a distro que eu usei por mais tempo até agora! Apanhei muito até agora e continuo apanhando..teve umas 2 vezes que eu fiquei tão irritado de não conseguir fazer certas coisas que formatei o pc e reinstalei o windows, mas aí eu ficava até um pouco triste porque eu passei a gostar do linux (mesmo não sabendo nada)..axei ele muito mais organizado que o windows, é mais facil de atualizar, de instalar programas (alguns nem tão fáceis assim), não preciso ficar reiniciando o sistema quando instalo algo além de que os programas abrem mais rápido!!! As vezes ainda me pergunto se estou fazendo o certo em ficar quebrando a cabeça pra aprender, mesmo porque eu não trabalho na área de informática nem nada...faço Direito e minha principal ferramenta de trabalho mais pra frente será um editor de texto (penso em atuar na área de direito digital, e acho que o linux tem muito a me oferecer quanto a isso). Aí eu penso que não quero mais ficar crackeando programas, ficar me preocupando com vírus até da gripe (windows pega tudo..ehehe) e acima de tudo, antes "passar raiva" com o linux porque eu não sei usar e estou aprendendo do que "passar raiva" porque o sistema fica dando pau, pedindo pra reiniciar e ainda por ser desorganizado! Já formatei meu pc infinitas vezes nesse tempo, mas está valendo a pena!! Hoje eu tenho os ubuntu e o windows instalados no meu pc...resolvi fazer isso porque eu gosto dos jogos do windows (só uso ele pra fazer isso)! Mas daqui um tempo espero liberar meu HD todo para o linux!!!

Abraço

[9] Comentário enviado por superrlp2 em 04/02/2007 - 13:41h

Fala Rapziada...beleza?

O Vitor foi perfeito, caiu como uma luva na minha atual situação de migração, tenho apanhado dia ápós dia da minha distro conectiva, um pessoal me disse que comecei querendo dimais, tenho lido perguntas e respostas quase que o dia todo aqui no VOL e tem me ajudado bastante, mas con certeza é uma das coisas mais difíceis pra mim no momento, sair do windows e ir para o linux, vamo que vamo e VIVA O LINUX...!!!!

[10] Comentário enviado por .frank. em 04/02/2007 - 23:21h

Eis que um dia chega meu irmao com um tal de 'Fedora 4', para instalar no meu pc. Particionei meu hd ( por pura desinformaçao fiquei um tempao baxando o PartitionMagic pelo Limewire na minha net 45k) e cameçei a tranquila instalaçao, super animado com o novo sistema. Porem depois fiquei frustrado pois ele nao tocava mp3, nao achava os dados do winxp, e nao tinha internet.
Procurei muito na net, tutoriais, comandos, dicas, (a aquela altura nem me importava mais em que lingua estava escrita a dica).

Em fim, pesquisei bastante e hoje acho o linux muito mais facil e organizado que o windows. Porem o aprendizado leva tempo, soh fui conseguir compilar o driver do meu modem lucent depois de oito meses de tentativas. O mais legal é que quando vc consegue acha uma soluçao para um problema dificil, vc fica se sentindo um "expert", o que motiva ainda mais a continuar.

Se voce tem vontade de aprender algo novo, entao embarque nesta aventura, e vá em frente. Tenha coragem, voce nao estara sozinho, tera uma enorme comunidade para lhe ajudar.

[11] Comentário enviado por pedroka em 05/02/2007 - 11:05h

eu nunka mexi em uma distribuição do linux..
depois q comecei a primeira vez....
cada dia quero mais ainda aprender...
e tbm pesso varias ajudas aos amigos do VOL!!!!!



[12] Comentário enviado por evilrick em 05/02/2007 - 13:15h

Concordo com o que foi dito acima: A sensação de ser capaz de resolver um problema que te aflinge é o maior incentivo a prosseguir.
Uma diversão à parte é ver a cara de espanto dos nossos amigos windows-users ao ver um sistema ("muito difícil de usar"), tão bonito e leve, funcionando sem problemas (experimentem dar um apt-get install na frente deles ou criar uma conexão ADSL "Caraca! Sem cd do Velox!!!!" ).

Falando em se sentir um expert, isso acontecerá quando eu conseguir compilar o xmame no ubuntu ou no kurumin (até hoje só o instalei via apt-get). :P

[13] Comentário enviado por samucacbom em 05/02/2007 - 16:16h

opa... vejo que não estou sozinho então...
no começo é mesmo muito dificil, para pessoas como eu, que passaram a vida inteira, acomodados com o windows, deixando que ele "fizesse" tudo sozinho, mas a vontade de aprender é um ótimo combustível.
infelizmente ainda se depara com muitos softwares homologados para win apenas... como muitos jogos e etc...
mas o importante é ter vontade...
valew

[14] Comentário enviado por Luis.com.15 em 06/02/2007 - 17:56h

Ola Victor: foi uma mensagem muito alentadora eu acabe de instalar o Kurumin e estou apanhando muito (estou compartilhando o Linux com Windows), não se nada de Linux por esse motivo não mudei totalmente, também estou criando coragem para fazer minha primeira pergunta:
Instale o kurumin e não posso navegar na internet, sai uma mensagem o servidor não encontrado? como posso configurar a rede para poder navegar usando Windows e Linux?
Muito obrigado
Luis Alberto

[15] Comentário enviado por vhsilva em 06/02/2007 - 21:36h

Olá Luis.com.15!
Estranho isso que você falou, porque a primeira coisa que eu consegui, quando iniciei, foi navegar na internet, e olha que eu comecei com o Kurumin 3.0. Eu rodava ele do CD apenas e mesmo assim ele configurava o acesso a Internet automaticamente. E ao configurar a internet pelo linux não interfere nas configurações do windows, pois são coisas totalmente separadas (alguém me corrija se eu estiver errado...). Tente entrar novamente nas configurações internet (no Kurumin) e informe os dados pedidos (IP provedor e o DNS) e deixe os demais default que deverá funcionar. Um abraço.

[16] Comentário enviado por vhsilva em 06/02/2007 - 22:13h

Olá rafaelsmazzer! Cara também fiz tudo isso que você falou quando comecei. Mas aos poucos consegui ir me distanciando do windows. Claro que ainda o tenho instalado porque não sei muito bem utilizar alguns utilitários de banco de dados que fiz para uns clientes em windows, mas já descobri que tem bem melhores em linux. Agora é questão de tempo. Estamos no caminho certo, com certeza...

[17] Comentário enviado por vhsilva em 06/02/2007 - 22:16h

Pois é samucacbom, a filosofia do windos é essa: "fazer tudo sozinho para que você não aprenda a fazer nada sozinho". Para "eles" quanto mais dependente dele você ficar, melhor. Um abraço.

[18] Comentário enviado por vhsilva em 06/02/2007 - 22:23h

Sabe superrlp2 acho que nunca é "demais" nossas tentativas... os caminhos são vários, a finalidade é a mesma! Eu comecei bem devagar, sem grandes aspirações, com o Kurumin 3.0 como já mencionei, depois instalei o 6.0. E apanhei tanto, mas tanto que... quase desisti. E sabe como me motivei, como ganhei nova disposição? Quando instalei o Mandriva One; e agora com o Mandriva-Free-2007 parece que deslanchei. Claro que ainda tem muitos "porquês"...

[19] Comentário enviado por dandycrazy em 08/02/2007 - 23:46h

Nossa, eu sou uma tremenda curiosa, tenho vários amigos que mexem na área, até fui em um evento de sofware livre no fim de semana passado, e estou entrando nesse mundo agora, lendo bastante, curiosa e admirada com um "novo mundo", creio que muitos sintam como eu, mas o que ando percebendo é que todos que sabem, correram atrás, e é o que estou fazendo, adorei a matéria.
bjooo á todos!!!

[20] Comentário enviado por vhsilva em 09/02/2007 - 21:56h

Olá dandycrazy! Esse é o primeiro passo: a curiosidade. Da curiosidade nasce a vontade. Daqui a algum tempo você vai saber o que estou falando, pois foi assim que comecei. E cada vez mais vamos aprendendo, e cada vez mais vamos gostando, e cada vez mais sentimos que Linux é bem melhor. Mas temos que vencer certas etapas, aprender algumas coisas que antes não imaginávamos que um dia iríamos precisar. E esse aprendizado, essa busca, essa pesquisa, essa comparação, isso tudo é que nos faz crescer e nos faz querer cada vez mais.

[21] Comentário enviado por evilrick em 11/02/2007 - 10:51h

Luiz.com.15

Qual a tua net? ADSL, discada?

[22] Comentário enviado por vhsilva em 11/02/2007 - 22:23h

evilrick, minha net é a cabo, rede.

[23] Comentário enviado por igorprados em 25/06/2007 - 20:14h

to com mesmo problema
eu acho o ponto de acesso da via radio "wireless"
mas nao consigo navegar ja tentei de tudo e nada
socorro!!
[email protected]

[24] Comentário enviado por fabiodonizetialm em 13/08/2007 - 19:47h

Ola pessoal faz um 06 meses que comprei um computador, por causa do preço comprei um notebook com linux debian 3.1 sarge.Eu era usuario comum só sabia clicar e esperar para ver o acontecia,só entendia de planilhas e texto nada mais e estou agora muito satisfeito com este sistema,acho o que acontece é que a maioria do pessoal ja utiliza o windows a muito tempo então deve sentir muita diferença como eu não utilizava muito me adaptei muito bem e agora que estou descobrindo que certas coisas que tenho que fazer aqui no linux(configurações de rede etc) no windows ele faz sozinho então acho que os novos usuarios que estão comprando maquinas com linux não vão poder fazer esta comparação para eles assim como para mim estas situações são normais em resumo as pessoas vão se adaptar a linha de comando e tudo mais, vai passar a fazer parte da sua rotina para utilizar o computador por isso temos que incentivar aqueles que nunca utilizaram um computador para inicia -los no linux(mal não pode fazer) ai se mesmo assim algum degenerado quiser se voltar para o lado negro fazer o que, mas a minha vó ja dizia é de pequeno que se torce o pepino.
Valeu pessoal e vamos deixar desse papo que este ou aquele sistema é mais fácil ou difícil isto é computação coisa facil é usar calculadora.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts