Iniciando com o YUM, gerenciador de pacotes

Publicado por Perfil removido em 19/03/2009

[ Hits: 11.695 ]

 


Iniciando com o YUM, gerenciador de pacotes



Existe uma variedade de gerenciadores de pacotes disponíveis em distribuições Linux. O Mandriva usa o urpmi, Debian e Ubuntu usam o apt, Fedora e Red Hat usam o yum e o Gentoo utiliza o portage. Algumas distribuições provêem suporte a mais de um gerenciador de pacotes.

Nesta dica conheceremos o yum, ou Yellowdog Updater Modified. O yum é escrito em python e é utilizado pelo Fedora e Red Hat a muitos anos. Ele já provou que funciona e, mesmo com algumas críticas em relação a sua velocidade se comparada com outros gerenciadores de pacotes, ele faz o trabalho, mesmo que um pouco mais lento.

A configuração padrão do yum está no arquivo /etc/yum.conf e existe um arquivo de configuração para cada repositório no diretório /etc/yum.repos.d/. Esses arquivos, quando instalados, são suficientes para que o instalador do Red Hat/Fedora adicione todos os pacotes dos repositórios padrões do sistema. Se quiser conhecer mais opções para alterar o arquivo de configuração, o manual do yum.conf(5) poderá lhe ajudar muito.

O yum é bem focado. A maioria das pessoas preferirá utilizar alguma interface gráfica para ele, mas conhecendo os comandos diretos do sistema é uma grande idéia no caso do seu servidor X não funcionar ou quando conectado remotamente em um servidor.

Para instalar pacotes com o yum, use a seguinte linha de comando:

# yum install zsh

Esse comando irá instalar o pacote zsh e qualquer dependência que ele possa ter. Você pode especificar mais de um pacote ao mesmo tempo (ex., yum install zsh joe).

Linux: Iniciando com o YUM, gerenciador de pacotes Se não tiver certeza de qual pacote deve chamar, você pode procurar nos arquivos de metadados usando o comando de busca. Em nossa demonstração, se você estiver trabalhando com algum código python e precisa da interface do MySQL disponível, mas não sabe qual o nome do pacote que ele precisa, procure por ele:

# yum search MySQL | grep python

Com esse comando, você está procurando por qualquer pacote relacionado ao MySQL, e filtrando a resposta aos pacotes que contenham a palavra python no nome do pacote. A primeira opção nessa busca será o MySQL-python, que é o pacote que você está procurando.

Se quiser uma lista de pacotes disponíveis, você pode usar o comando "list". Isso irá listar todos os pacotes disponíveis informando os que estão instalados. Isso é muito útil se você estiver utilizando um sistema 64 bits e precisa de pacotes 32 bits. Exemplo:

# yum list openssl
Loaded plugins: refresh-packagekit

Installed Packages
openssl.x86_64       0.9.8g-12.fc10     installed

Available Packages
openssl.i386         0.9.8g-12.fc10     updates
openssl.i686         0.9.8g-12.fc10     updates

Para atualizar pacotes, com ou sem especificar nomes, entre com o comando update que irá atualizar somente um programa ou todos do seu sistema.

# yum update

E finalmente, alguns outros simples comandos. Para remover um pacote do seu sistema, use o comando "remove". Isso irá remover pacotes de dependências também. Para ver informações completas de um pacote, como a versão, arquitetura, e descrição, use "yum info [pacote]". Para saber se um pacote precisa ser atualizado, mas sem rodar a função de atualização, use "yum check-update" e a lista de atualizações disponíveis será mostrada.

O yum é um ótimo gerenciador de pacotes. Ele não é tão rápido quanto o urpmi, mas parece mais polido. Se você usa outros gerenciadores de pacotes, demora um pouco para lembrar os comandos, mas as páginas do manual (manpage) que acompanham o programa são bem escritas e de fácil entendimento.

Link: rMenezes - Iniciando com o YUM, gerenciador de pacotes

Outras dicas deste autor

Montando uma rede com 4 micros e uma impressora usando o Kalango Linux 3.3

Ativando interface loopback no Ubuntu 7.10

QtgzManager - Interface gráfica para os comandos installpkg, removepkg e upgradepkg

Interface de desenvolvimento Open Source

Descompactando arquivos KDE sem complicação

Leitura recomendada

Dual boot com Windows no segundo HD

Wireless broadcom bcm43xx no Slackware Linux

Instalando e configurando o Nginx com HTTPS

Backup em HD slave no Linux

Bygfoot, o Brasfoot Open Source

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts