Iniciando com o YUM, gerenciador de pacotes

Publicado por Perfil removido em 19/03/2009

[ Hits: 11.944 ]

 


Iniciando com o YUM, gerenciador de pacotes



Existe uma variedade de gerenciadores de pacotes disponíveis em distribuições Linux. O Mandriva usa o urpmi, Debian e Ubuntu usam o apt, Fedora e Red Hat usam o yum e o Gentoo utiliza o portage. Algumas distribuições provêem suporte a mais de um gerenciador de pacotes.

Nesta dica conheceremos o yum, ou Yellowdog Updater Modified. O yum é escrito em python e é utilizado pelo Fedora e Red Hat a muitos anos. Ele já provou que funciona e, mesmo com algumas críticas em relação a sua velocidade se comparada com outros gerenciadores de pacotes, ele faz o trabalho, mesmo que um pouco mais lento.

A configuração padrão do yum está no arquivo /etc/yum.conf e existe um arquivo de configuração para cada repositório no diretório /etc/yum.repos.d/. Esses arquivos, quando instalados, são suficientes para que o instalador do Red Hat/Fedora adicione todos os pacotes dos repositórios padrões do sistema. Se quiser conhecer mais opções para alterar o arquivo de configuração, o manual do yum.conf(5) poderá lhe ajudar muito.

O yum é bem focado. A maioria das pessoas preferirá utilizar alguma interface gráfica para ele, mas conhecendo os comandos diretos do sistema é uma grande idéia no caso do seu servidor X não funcionar ou quando conectado remotamente em um servidor.

Para instalar pacotes com o yum, use a seguinte linha de comando:

# yum install zsh

Esse comando irá instalar o pacote zsh e qualquer dependência que ele possa ter. Você pode especificar mais de um pacote ao mesmo tempo (ex., yum install zsh joe).

Linux: Iniciando com o YUM, gerenciador de pacotes Se não tiver certeza de qual pacote deve chamar, você pode procurar nos arquivos de metadados usando o comando de busca. Em nossa demonstração, se você estiver trabalhando com algum código python e precisa da interface do MySQL disponível, mas não sabe qual o nome do pacote que ele precisa, procure por ele:

# yum search MySQL | grep python

Com esse comando, você está procurando por qualquer pacote relacionado ao MySQL, e filtrando a resposta aos pacotes que contenham a palavra python no nome do pacote. A primeira opção nessa busca será o MySQL-python, que é o pacote que você está procurando.

Se quiser uma lista de pacotes disponíveis, você pode usar o comando "list". Isso irá listar todos os pacotes disponíveis informando os que estão instalados. Isso é muito útil se você estiver utilizando um sistema 64 bits e precisa de pacotes 32 bits. Exemplo:

# yum list openssl
Loaded plugins: refresh-packagekit

Installed Packages
openssl.x86_64       0.9.8g-12.fc10     installed

Available Packages
openssl.i386         0.9.8g-12.fc10     updates
openssl.i686         0.9.8g-12.fc10     updates

Para atualizar pacotes, com ou sem especificar nomes, entre com o comando update que irá atualizar somente um programa ou todos do seu sistema.

# yum update

E finalmente, alguns outros simples comandos. Para remover um pacote do seu sistema, use o comando "remove". Isso irá remover pacotes de dependências também. Para ver informações completas de um pacote, como a versão, arquitetura, e descrição, use "yum info [pacote]". Para saber se um pacote precisa ser atualizado, mas sem rodar a função de atualização, use "yum check-update" e a lista de atualizações disponíveis será mostrada.

O yum é um ótimo gerenciador de pacotes. Ele não é tão rápido quanto o urpmi, mas parece mais polido. Se você usa outros gerenciadores de pacotes, demora um pouco para lembrar os comandos, mas as páginas do manual (manpage) que acompanham o programa são bem escritas e de fácil entendimento.

Link: rMenezes - Iniciando com o YUM, gerenciador de pacotes

Outras dicas deste autor

Verificando se a internet discada caiu

Apelidos para URLs no Firefox

Mantenha-se atualizado com RSS

Verificação constante de disponibilidade de serviços

Como configurar o Apache para rodar uma aplicação WSGI básica

Leitura recomendada

Balance - Load Balance para servidores (substituto do NLB Microsoft)

Ícones Azenis no Debian 7

Google só para Linux

NFS fácil no Debian Etch

Tunning Squid - Para alto tráfego

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário