Hello world em 397 linguagens

Publicado por Jose Ribeiro em 22/07/2008

[ Hits: 6.061 ]

Blog: https://otrsinbox.cloud

 


Hello world em 397 linguagens



Você talvez já teve a curiosidade de saber como emitir um "hello world" em ADA ou quem sabe em COBOL!

Então aqui está o site em que você pode encontrar um monte delas:
Espero que achem interessante!

Abraço.

Outras dicas deste autor

Adicionado servidores no CruxPorts4Slackware

Anon-proxy (um UltraSurf para Linux)

Tudo sobre aMSN no Slackware

Gambas 2: Criando um navegador web

Supertux 0.3.0 no Slackware 11

Leitura recomendada

MPlayer - Reproduzindo diretórios (e seus subdiretórios) de música

Backup de Configurações do MikroTik RouterOS

Converta DjVu em PDF

Seu Linux falando português nativamente

FFmpeg: criando dois ou mais arquivos de saída simultaneamente

  

Comentários
[1] Comentário enviado por Teixeira em 22/07/2008 - 15:43h

A day in a life (Lennon/McCartney)

... "I read the news today o'boy,
two thousand holes in Blackburn, Lancashire.
Though all the holes were rather small
they had to count them all.
Now they know how many holes it takes
to fill the Albert Hall,
I'd love to turn you on!"

( Li os jornais hoje, ó cara! Dois mil buracos em Blackburn, Lancashire.
Eram buracos muito pequenininhos, mas tiveram de contar eles todos.
Agora eles já sabem quantos buracos são necessários para preencher o Albert Hall. Se liga, meu! )

Agora, eu me emocionei mesmo foi com o código em BIT, e
em CHEF;

Em CLIPPER podemos repetir o mesmo erro nas
versões Summer '87 e todas as 5.0x.

Parabéns aos estudiosos do mundo inteiro.
Essa dica (no original) merece o prêmio mundial de ciência, a ser instituído em um futuro ainda muito distante.

Poderia ser publicada no "Quebrando o gelo"...

[2] Comentário enviado por joserribeirojuni em 22/07/2008 - 16:18h

Cara não entendi oque quiz dizer !
Ou melhor não tenho certeza !

?

[3] Comentário enviado por Teixeira em 22/07/2008 - 16:40h

O que quero dizer é que achei bastante divertida a dica.

No entanto, é para mim um grande exemplo de cultura inútil mas que pelo menos é engraçada.

Não acho que alguém venha realmente a se beneficiar com isso, pois o conteúdo não é didatico de forma alguma.
Mas é engraçado, e por isso tem o seu valor.

Toda aquela imensidão de código em BIT apenas para ecoar "Hello world!" é, no mínimo, hilária.

Já pensou alguém ERRAR no meio do código e não conseguir nem expressar um simples "Alô mundo"?

E o exemplo em Clipper, apesar de bem pequeno, contém um errinho idiota.

Assim como contaram os dois mil buracos no palácio de Blackburn, agora nós também já sabemos como fazer o nosso "tchan-tchan-tchan-tchan-tchaaaaaaan!..." de 397 formas diferentes.

Um abraço.


[4] Comentário enviado por joserribeirojuni em 22/07/2008 - 16:43h

É realemente essa dica foi pra dispertar curiosidade, e não para servir de base para coisa nenhuma !
Ninguém vira um programador assembler, aprendendo um "hello world" !

Abraço amigo !

[5] Comentário enviado por Teixeira em 23/07/2008 - 09:41h

A nossa alegria individual quando aprendemos nossa primeira linguagem de programação e fazemos o nosso primeiro programa que funciona é algo indescritível.

Pode ser um humilde "Alô mundo!", pode ser um sistema de Folha de Pagamento (esse foi o meu primeiro programa em Assembly), que a alegria é a mesma.

Cada um começa de algum lugar diferente: Basic, Cobol, C, Dbase, Pascal...

Fazer um "Hello world" pode ser uma coisa bem ingênua, mas é antes de tudo um símbolo de realização individual.


[6] Comentário enviado por joserribeirojuni em 23/07/2008 - 10:47h

Isso foi demais cara, muita filosofia sahushauhsua !

[7] Comentário enviado por Teixeira em 23/07/2008 - 15:14h

Mas não é não?...

É uma alegria somente comparável à das criancinhas ao descobrir orgulhosamente que são capazes de produzir o seu próprio cocôzinho...

(Agora já é filosofia pediátrica...) hehehehe!

[8] Comentário enviado por joserribeirojuni em 23/07/2008 - 15:30h

Puts, Essa foi [*****] !



Contribuir com comentário