Gravando e regravando CDs de dados e de áudio

Publicado por Fábio Berbert de Paula em 07/11/2002

[ Hits: 14.115 ]

Blog: https://fabio.city

 


Gravando e regravando CDs de dados e de áudio



Existem três tipos de CDs que podem ser gravados num drive de CD-RW: CDs de dados (que são os quais estamos acostumados a usar), CDs de áudio (que são os que compramos em lojas de CDs de música) e CDs de dados e áudio (que são uma mistura dos dois).

CDs de dados

Antes de gravarmos um CD de dados, precisamos criar uma imagem para o mesmo. Nessa imagem estarão contidos todos os arquivos que deverão ser copiados para o CD. É extremamente recomendável o uso de criação de imagens em disco antes de se queimar o CD, pois dessa forma temos como desfazer a imagem e recriá-la, caso ocorra algum erro com algum arquivo a ser copiado.

Para criar uma imagem de CD, usaremos o programa mkisofs:

# mkisofs -o imagem.iso arq1 arq2 ...

No exemplo acima, a imagem do CD será criada no arquivo "imagem.iso" e "arq1 ar12 ..." correspondem a lista de arquivos a serem inseridas no arquivo de imagem. Todos os arquivos ou diretórios a serem incluídos devem ser passados na linha de comando. Se você especificar o nome de um ou mais diretórios como parâmetros do mkisfs, o mesmo manterá a estrutura desse diretório, copiando recursivamente todos os seus sub-diretórios.

# mkisofs -o imagem.iso /home/disco1

Muitas vezes desejamos criar CD-ROMs que sejam legíveis para computadores que rodam Windows. Se usarmos o mkisofs da forma acima mostrada, nomes de arquivos podem aparecer truncados num sistema operacional fraco. Para criar CDs amigáveis para Windows, use a opção -J.

# mkisofs -J -o imagem.iso /home/disco1

Antes de iniciarmos a gravação de nosso CD-ROM, precisamos descobrir algumas informações sobre o mesmo. Devemos saber pelo menos qual é o número de dispositivo do drive. Para acessarmos essa informação, usaremos o programa cdrecord:
# cdrecord -scanbus

Cdrecord 1.8 (i686-pc-linux-gnu) Copyright (C) 1995-2000 Jörg Schilling
Using libscg version 'schily-0.1'
scsibus0:
0,0,0 0) 'CREATIVE' 'CD-RW RW8432E ' '1.07' Removable CD-ROM
0,1,0 1) *
0,2,0 2) *
0,3,0 3) *
0,4,0 4) *
0,5,0 5) *
0,6,0 6) *
0,7,0 7) *
Note que a linha que acusa a presença de um drive CD-RW CREATIVE (no meu caso) inicia com os números 0,0,0.

Agora que sabemos onde se encontra nosso CD-R(W), podemos queimar uma mídia virgem. Vamos usar o programa cdrecord para ler e gravar de um arquivo de imagem para o CD.

# cdrecord -v dev=0,0,0 -data imagem.iso

Onde:
-v : mostra na tela o progresso do processo de escrita.

dev=0,0,0 : especifica o local onde se encontra nosso drive de CD-R(W).

-data : especifica que o CD a ser gravado é um CD de dados.

imagem.iso : arquivo de imagem do CD.


Regravando um CD

Se você tem um drive de CD regravável e está usando uma mídia regravável também, claro, precisamos, antes de regravar dados por cima dessa mídia, formatá-la. Para formatar um mídia, use:

# cdrecord -v blank=fast dev=0,0,0

Repita o processo de gravação de dados para regravar o CD.

Nota: mídias regraváveis não servem para CDs de áudio, somente para CDs de dados.

Gravando CDs de áudio

O processo de gravação de CDs de áudio é praticamente o mesmo, sendo que para tal, não precisaremos criar uma imagem ISO.

O primeiro passo a seguir, é o de codificar suas músicas prediletas para o formato WAV. Particularmente, uso o programa cdparanoia para tal. Neste exemplo, codifiquei umas 15 músicas para o formato WAV e as coloquei no diretório /home/disco1. Note que as músicas devem ter menos de 650 MBytes.

Para queimar o CD, use o comando:

# cdrecord -v dev=0,0,0 -audio /home/disco1/*

Pronto! Temos um CD de áudio com uma verdadeira seleção de músicas. Que tal presentear sua namorada?

Atenciosamente,
Fábio Berbert de Paula
fabio@vivaolinux.com.br
Outras dicas deste autor

Siga as publicações do Viva o Linux no Android

Instalando plugin FastTrack no GiFT (Debian)

Como suprimir a emissão de luz azul da tela via linha de comando

Diversão no terminal com cowsay e fortunes

Graduação em TI via EAD - Curso gratuito de 600h pela CECIERJ

Leitura recomendada

Servidores GNU/Linux - Acessando e executando tarefas automaticamente

Deepin Linux - A nova queridinha do momento

Problemas com vídeos piscando no modo OpenGL? Ubuntu 10.04 resolve!

Adicionando temas do bootsplash no Mandriva One e superior

Ícones para o Nautilus em qualquer WM

  

Comentários
[1] Comentário enviado por mrluk em 17/07/2003 - 18:13h

Será que ela merece esse trabalho todo? huahua

[2] Comentário enviado por fba em 19/03/2004 - 18:06h

tive problemas ao tentar formatar um cd rw dizia que não estava conseguindo acessar o cd, a quetão é que o fedora core monta automaticamente o cd na hora que ele é inserido na bandeja então pra que o comando de formatação funcione é preciso desmontar o cd
não sei se alguem teve este mesmo problema que eu, mais qualquer coisa, se acontecer isso, tente fazer o que eu fiz :D

[3] Comentário enviado por thiagoabb em 23/01/2005 - 13:59h

imagine.. se eu estou usando um cd regravável.. onde nele tem um arquivo texto.txt..... e agora eu quero adicionar outro aquivo.. texto2.txt.... se eu formatar a míida... eu vou perder os dados que estão nela ? dae eu teria q gravar o texto.txt denovo.. neh? ou isso nao acontece?

[4] Comentário enviado por fabio em 23/01/2005 - 23:55h

Thiago,

Tem como fazer sim, basta gravar o CD com o recurso multi-seção. Esse artigo que você leu é antigo, da época em que não havia tal recurso. Atualize-se em:

http://www.vivaolinux.com.br/artigos/verArtigo.php?codigo=341

[]'s



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts