Função das principais bibliotecas do C++

Publicado por André em 11/08/2009

[ Hits: 80.272 ]

Blog: http://127.0.0.1

 


Função das principais bibliotecas do C++



Bom, um dos primeiros passos dos programadores em C ou C++ é conhecer as bibliotecas e suas funções. Resolvi criar essa dica para explicar como funcionam algumas delas.

#include <stdio.h>

Acredito que todo programador ou iniciante de programação conheça essa, mas pra quem não conhece, vai conhecer agora. hehehe

Essa biblioteca é responsável pela entrada e saída "Standard In/Out", ou melhor, entrada e saída padrão. Nela encontramos funções para esse tipo de coisa, o que pode ser a leitura do teclado, escrita formatada (ou não) na tela e operações com arquivos.

Algumas funções dessa biblioteca: fprintf, printf, fscanf, scanf, getchar, putc, getc, fopen e fclose.

#include <ctype.h>

Esta biblioteca serve para testar caracteres. Aí você me pergunta:

- Junior, como assim testar caracteres?

Bom, quando eu digo testar caracteres, digo testar se é maiúsculo, testar se é minúsculo, testar se é espaço, testar dígito decimal... Além disso essa biblioteca permite converter maiúscula em minúscula e vice-versa. Algumas funções dela: isupper, islower, isspace, isdigit, toupper e tolower.

#include <string.h>

A biblioteca string é responsável por disponibilizar funções para trabalhar com conjuntos de caracteres, isto é, "strings". Este "header" possui dois grupos de comandos, os que começam com str e os que começam com mem.

O primeiro grupo permite, por exemplo: copiar, concatenar, comparar e ver o tamanho de uma string. As funções referentes a isso são: strcpy, strcat, strcmp e strlen. As funções do segundo grupo mencionado fazem coisas semelhantes como copiar, mover e comparar: memcpy, memmove, memcmp.

#include <math.h>

Está biblioteca declara funções matemáticas que podem servir para: achar a raiz quadrada, achar o seno, co-seno, tangente, logaritmo na base 10. As funções referentes a isso são: sqrt, sin, cos, tan, log10.

Fora isso, um outro uso para declaração desta biblioteca é a possibilidade de arredondar um número! Para isso usamos a função que retorna o valor absoluto: fabs.

#include <stdlib.h>

Ela é responsável pela conversões de números, as alocações na memórias e outras funções. Com ela podemos converter um "char" em um "double", converter um "char" para "long", criar um número randômico, alocar na memória, realocar na memória, desalocar da memória, execução de comandos do sistema operacional respectivamente. As funções citadas são: atof, atol, rand, malloc, realloc, free e system.

Também não podia deixar de falar que ela retorna o valor absoluto de um número inteiro usando abs.

#include <time.h>

Esta biblioteca declara funções para manipularmos a data e hora. Podemos usar esta biblioteca para pegar o horário do processador, pegar o horário do sistema, fazermos a diferença entre dois horários. As funções referentes são: clock, time e difftime.

Outras dicas deste autor

Nmap online

Getchar(); sendo ignorado? Não mais!

Instalando flashplayer no Linux

Rodando diversos formatos de vídeo sem problemas em seu Debian

Declaração de variáveis em C

Leitura recomendada

99 99 99 99 99... falha no LILO

Edubuntu: Informática para crianças

Instalando o ns-2 no Ubuntu 7.10

PHP com suporte a Oracle no Slackware 10

Chaveiro padrão bloqueado no Ubuntu - Como se livrar

  

Comentários
[1] Comentário enviado por felipemartinsss em 11/08/2009 - 09:44h

Interessante. Mais um pouco e poderia ter virado um artigo.

[2] Comentário enviado por julianluis em 11/08/2009 - 15:42h

Vale lembrar que <stdio.h> é da linguagem C, <iostream> sim que é a "biblioteca" padrão de I/O do C++.

Apesar da semelhança entre C e C++ (por uma ser derivada da outra), são linguagens diferentes com paradigmas diferentes.

Vlw.

[3] Comentário enviado por removido em 17/10/2009 - 09:11h

Como o Amigo falou não iremos confundir o iosteam com o stdio.h, mas a Dica e Muito Legal.
Não sabia detalhado quais as caracteristicas das bibliotecas do C;

[4] Comentário enviado por andrezc em 21/12/2009 - 08:04h

Vacilei nisso mesmo :(

Só corrigindo :)

iostram = cabeçalho padrão do C++

stdio.h = biblioteca padrão do C



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts