Freespire: Uma distro bem documentada

Publicado por Sergio Teixeira - Linux User # 499126 em 17/07/2008

[ Hits: 7.152 ]

 


Freespire: Uma distro bem documentada



Embora seja uma distro mais "pesada" que a maioria, Freespire nos apresenta um site onde são dadas todas as informações que se necessita saber, desde os requisitos mínimos (que não são pequenos) até compatibilidade de hardware e software.

Ninguém instalará essa distro por engano, pois antes de conduzir ao download propriamente dito, está explicitamente declarado que precisaremos de:
  1. PC com processador de 1 GHz
  2. 256 MB de RAM (512 MB ou mais, recomendados para melhor performance).
  3. HD com 4GB livres para o sistema operacional, não incluindo nesse espaço os aplicativos (precisará bem mais que isso, pois a quantidade de aplicativos que rodam no Freespire é imensa).
  4. vídeo e monitor no padrão SVGA, ou melhor, como placa aceleradora 3D para alguns jogos e screensavers etc.
  5. drive de CD-ROM ou DVD (com suporte a boot por esses dispositivos, como na maioria dos computadores modernos)
  6. teclado e mouse.
  7. placa de som e caixas acústicas (ou headphones) compatíveis com Linspire/Freespire.
  8. hard modem de 56 kbps, cable modem ou DSL modem compatíveis com Linspire/Freespire.
  9. placa de rede Ethernet para conectividade internet/LAN e/ou wireless.

Com vídeo compartilhado (onboard) o resultado será abaixo do esperado, sendo 512 MB o mínimo).

Ao usar emuladores (Crossover Office, Parallels, Win4Lin etc), o uso da RAM é intensivo, por isso o mínimo recomendado é de 512 MB ou 1 GB para desempenho otimizado.

Claro que isso dependerá da necessidade do usuário em instalar este ou aquele aplicativos.

E para saber se um determinado periférico é compatível ou não, há uma listagem bem completa, citando marcas e modelos, o que economiza bastante o nosso tempo.

Screenshots é o que não falta. Aqui vai uma, mostrando o carregamento do sistema (extraída do próprio site):



Freespire tem a peculiaridade (herdada do antigo LindowsOS, que passou a chamar-se Linspire) de rodar muitos aplicativos Windows.

Contudo, é uma distribuição não-gratuita, sendo Freespire liberado para download. Eles tiveram o cuidado de evitar confusão, por isso os sites são totalmente diferentes.

Aqui está o link:
Vale a pena visitar todo o site, embora esteja no idioma inglês. É bem grande, abrangente e moderno, mas ao contrário de alguns sites que se dizem modernos, carrega com uma certa rapidez (considerando que minha conexão é dial-up a 33600 bps), pois utiliza com profusão e sabedoria os recursos primários da linguagem HTML.

Meu hardware não me permite uma avaliação da distro em si, porém, vendo-se o extremo cuidado que tiveram com a descrição minuciosa de um produto "free" (e gratuito), presume-se que ele seja realmente muito bom, o que nos induz a pensar que o Linspire (seu irmão em versão comercial) seja ainda melhor.

A Sears vende em todo o território norte-americano o chamado Freespire PC ao preço anunciado de 199 dólares (sem monitor) e que já vem com o Freespire 2.0, com uma configuração razoável, baseada em Celeron de 1.6 Ghz, tendo como pontos fracos apenas o HD de apenas 80 GB e o drive de CD-RW.

Também não se fala da seção de vídeo. Vem com teclado, mouse e caixas acústicas compatíveis com a distro, o que poupa improvisações e possíveis dissabores.

Esse preço na verdade é superior, mas a loja dá um bônus pós-compra, o que no final resulta nos anunciados US$ 199.00 (já vimos esse tipo de comercialização por aqui nas terras tupiniquins, com relação a algumas impressoras).

Um detalhe: no final de 2006 eu não entendia realmente nada de Linux. Queria encontrar uma distro que se encaixasse no meu perfil de hardware (pc antigo, pouca memória, vídeo de 1MB) e me foi indicada em um teste online a openSUSE em primeiro lugar, e com uma das "segundas" opções este mesmo Freespire, que como vimos exige um mínimo absoluto de 256MB (ou 1GB para desempenho otimizado).

Pois é: iniciante ainda sofre muito com informações desencontradas, apaixonadas ou tendenciosas...

Outras dicas deste autor

SYLLABLE: Linux para micros (razoavelmente) antigos

Linux é fácil de instalar

Comandos aceitos no Basic Linux

Usos reais para um velho 386

"A VERDADE" sobre PC Chips e ECS

Leitura recomendada

Fundo dos ícones na bandeja do Ubuntu (GNOME 2)

GNOME e KDE no CentOS 5/6

Wallpapers para Debian

Criando um disquete gerenciador de boot com o Slackware a partir do Windows

VI (VIm): Alterando todas repetições de uma mesma palavra

  

Comentários
[1] Comentário enviado por alaxricard em 16/07/2010 - 18:52h

Mais ai você esqueceu de falar se ele é em português ou também é em portuguÊs.

[2] Comentário enviado por Teixeira em 17/07/2010 - 09:18h

Infelizmente não tem suporte mutilingue, pelo menos oficial.
Portanto, primariamente, somente em inglês.
Mas para quem gosta de mexer, existe sempre a possibilidade de implementar suas "locale".
Afinal é da linhagem Ubuntu/Debian.
Baseada em Ubuntu 7.04 !...



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts