Eu odiava Linux!

Publicado por Luiz Fernando Freitas Mainardes em 10/05/2007

[ Hits: 7.271 ]

 


Eu odiava Linux!



Bem, este é o meu primeiro artigo no VOL, espero que vocês leiam e aprovem, eu sou recém-formado em Tecnologia em Sistemas de Informação.

Antes de eu ingressar na faculdade vi na grade curricular do curso uma matéria no 1º semestre chamada Sistemas Operacionais e nesta matéria teríamos algumas aulas de Linux. Como eu nunca tinha visto e usado este novo sistema para mim - pois ele já estava a todo vapor no mundo da tecnologia - eu fiquei empolgado pra conhecer este famoso Linux, mas quando começaram as aulas neste novo assunto eu fiquei ainda mais empolgado com o sistema, gostei da interface dele à primeira vista, eu achei ela bem intuitiva para o usuário mas com o decorrer das aulas eu fui odiando o Linux, pois a nossa professora não mostrava direito as coisas pra gente, e parecia que ela deixava cada vez mais complicado o S.O.

Passaram alguns semestres e daí novamente tivemos aulas de Linux, com um outro professor e até que era legal, mas como eu já tinha odiado o Linux por causa da primeira impressão que eu tive com a minha 1ª professora que eu nem ligava para o que estava sendo dito nas aulas, eu acabei fazendo estágio numa empresa aqui na minha cidade e lá tinha servidores Linux e Windows e eu sempre dizia que odiava o Linux e não queria saber de trabalhar com este sistema, um dia eu acompanhei uma instalação de um novo servidor Linux uma distribuição chamada Red Hat, achei interessante, mas por eu já ter odiado o Linux acabei nem dando muita bola para o que estava acontecendo.

Um certo Analista de Sistemas disse um dia pra mim: "Fernando, não fique bitolado a apenas um S.O. a uma linguagem de programação, nunca diga "Eu programo em Java e não quero saber de Delphi", sempre tente estar por dentro de tudo o que acontece no mundo da T.I.". Naquele dia eu fiquei pensativo com aquelas palavras e falei que dali em diante eu teria que parar com essa de "Eu odeio Linux" e dar um jeito de aprender esse sistema operacional, e comecei a tentar trabalhar com o S.O., cheguei em casa um dia particionei o meu HD e em uma das partições instalei o Fedora64. Nossa, adorei essa distribuição pois ela reconheceu todos os meus drivers e eu fiquei bem de boa, hehehe, passou algum tempo e eu fui deixando um pouco de lado este sistema, pois eu estava já no ultimo semestre da facul e tava preocupado com o meu T.C.C.

Me formei, hoje eu sou Administrador de Rede, utilizo um servidor Linux Fedora e eu estou estudando cada dia mais pra poder aprender mais sobre esse S.O. e vou aprender. Estou aprendendo muita coisa na prática e muitas no VOL. Um dia ainda pretendo tirar uma certificação Linux LPI, e vou conseguir. Hoje tenho uma máquina em casa instalado Linux Debian, vou começar a minha Pós-Graduação em Redes de Computadores e estou lendo livros a respeito de Linux. Obrigado pela oportunidade, VOL. Espero que o meu primeiro artigo ajudem as novatos neste sistema que, como eu, um dia já odiaram o Linux. E lembrem o que aquele analista de sistemas me disse: "Nunca fiquem bitolados a apenas um S.O., a uma linguagem de programação, nunca diga "eu programo em Java e não quero saber de Delphi", sempre tente estar por dentro de tudo o que acontece no mundo da T.I."

Obrigado.

Abraços a todos que como eu adoram a liberdade!

Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Sistema de rastreamento gratuito para Linux

Qual a vantagem de se utilizar o Linux?

Como fazer o Emerald rodar na versão 11.04 do Ubuntu

Livro Running Linux de graça!

Testando sua memória RAM

  

Comentários
[1] Comentário enviado por wed em 10/05/2007 - 09:56h

Bem-vindo ao "novo mundo". Agora vc vai ser feliz... hehehe.
Não esqueça de estudar para a LPI.

abs

Wed
LPIC-2, LPIC-1, M$ MCP

[2] Comentário enviado por juniormardoque em 10/05/2007 - 10:01h

Infelismente a maioria dos professores sao assim... isso aconteceu comigo tbm a minha sorte que ja conhecia o linux. t+

[3] Comentário enviado por eldermarco em 10/05/2007 - 10:27h

Pois é, quase todos que ainda por cima estão acostumados com o Windows vão acabar odiando o Linux. Seria mais fácil inserir uma pessoa que ainda não sabe nada de informática no mundo Linux do que tentar "doutrinar" um usuário Windows :(

Mas também devo dizer uma coisa: muitos usuários Linux defendem cegamente o sistema e tenta se colocar como um ser superior que sabe muito mais que aquele que ele quer "doutrinar". Esse é um erro quase que fatal e irá criar um efeito exatamente oposto ao que ele quer, isto é, o usuário Windows vai se apegar ainda mais ao Windows.

Então, eu acho que nós também devemos repensar a maneira como apresentamos esse maravilhoso sistema a quem ainda não o conhece e ainda por cima já está carregado de preconceitos devido ao que tinha aprendido anteriormente.

Antes de defender Linux com amor, devemos defendê-lo com a razão!


Fica a minha opinião

[]'s

[4] Comentário enviado por hugoalvarez em 10/05/2007 - 17:18h

Oi,

Legal suas palavras brother, e estou de pleno acordo com as palavras do eldermarco, tem caras que morrem se você falar que acha o outllok mais bonito do que o kmail, ele xinga até a sua mãe tentando provar que os estilistas de moda de paris definiram que o mais bonito é o kmail e não o outlook.

Fiz só uma analogia bem "tosca" hehehe, mas é isso que acontece, tem muito cara que se acha o bonzão e nunca vai reconhecer os fatos, só vai reconhecer sua própria opinião.

Até mais

[5] Comentário enviado por fulllinux em 11/05/2007 - 08:28h

Olá,

Muito bem articulada essa sua dica e você se expressou muito bem em todos os sentidos...

Minha opinião sobre o assunto, talvez não seja tão leve quanto a sua, talves este seja meu problema, sou bem crítico quando o assunto é Informação e já pesso desculpa desde já se falar de mais.

Meu primeiro contato com o Linux foi com uma Distro chamada Conectiva linux 3.0 - Versão Guarani (ou simplesmente Linux Guarani) lançada em meados de 1998. Nesta ocasião eu era um simples professor de informática, mas já possuía parceiros fortes nessa área os quais me apresentaram o sistema de um modo simples e objetivo.

Assim como você também acho que a primeira impressão e a que fica... até por isso que hoje não só uso este sistema, mas também bomba nas minhas artérias!

Mas sempre me surge algumas questões:
O que teria acontecido se antes do Windows tivesse conhecido o Linux?
Será que teria forças para continuar na área de informação?
Porque 99,9% dos usuários Linux hoje aprenderam informática com o Windows?
Será que o Windows é como os primeiros passos de um "bebe"?

Mas com todas essas questões eu tenho uma certeza. A Microsoft pensa por você mas o mundo precisa de pessoas inteligentes!

Parabéns.



[6] Comentário enviado por chaplinux em 11/05/2007 - 11:08h

Eu! foi amor a primeira vista... num larguei mais... hhehhe

[7] Comentário enviado por luizfernando_f em 15/05/2007 - 17:46h

valeu galera obrigado pelos comentários é isso ai VIVA A LIBERDADE E VIVA O LINUX,

[8] Comentário enviado por isisbinder em 23/10/2007 - 16:03h

Se boa parte das pessoas parassem pra pensar nessa frase que o analista de sistemas te falou, teríamos menos "mulas" que olham um primeiro problema de incompatibilidade de bibliotecas e já saem falando que o sistema é uma porcaria,

Mas Linux está um pouco distante das pessoas que só pensam em jogar (leia-se Dungeon Siege e outros) e realizar outras tarefas que não exijam leitura (mesmo que seja a da tela do programa.É um mau costume que se adquire no windows, esse de clicar sem saber onde se está clicando ou sem se importar muito, afinal é tudo muito fácil e imediato).

Eu tenho dual boot instalado (XP + openSUSE 10.2) e confesso que fico totalmente perdida no windows porque passo mais tempo no suse. Mas eu não sou o tipo de usuário técnico, apesar de programar (as minhas atividades aqui se resumem em escrever no BrOffice, Pidgin, ouvir música, navegar, ver vídeos e desenhar no GIMP).

[9] Comentário enviado por pUROOSSO em 29/11/2007 - 10:00h

Bom, eu estava passeando no shopping e resolvi entrar numa livraria. Passeando pelas sessões, cheguei a INFORMÁTICA onde vi um livro chamado UNIVERSIDADE LINUX. Peguei o livro e vi que já vinha com uma distribuição chamada SLACKWARE (até ali não sabia nem do que se tratava, mas o nome era bonito). Comprei!

Cheguei em casa e já fui instalando (ou pelo menos tentando instalar) os CDs. Para minha decepção, o livro não auxiliava muito na instalação e o SLACK 10 reconheceia meu drive de CD/DVD de jeito nenhum, nem meu HD SATA.

Como não sabia nada de linux, desisti (naquela noite) de continuar a instalação. Fiquei com aquilo na cabeça a noite toda. Na manhã seguinte eu já estava decidido, iria instalar aquilo de uma forma ou de outra (quando algo desperta minha curiosidade, eu vou até o fim, até o fim mesmo).

Li um HOW-TO em um FTP que o livro fazia referência e parti pra segunda tentativa. Nada feito. Depois disso, foram várias tentativas e nada! Não conhecia ninguém que usasse Linux para me ajudar e estava me baseando apenas no FTP. Pra resumir, cerca de um mês e meio depois (tentando quase diariamente), com o CD do Slack 12 em mãos e o Partition Magic (que vergonha!! Mas já aprendi a usar o fdisk, tá?!?! :p), consegui realizar a instalação!!

De lá pra cá, só acessei o Windows umas 2 ou 3 vezes e o Slack, eu acesso o tempo todo!!! XD

Então, quem encontrar alguma dificuldade no caminho, não desista!! Demorei quase dois meses tentando instalar meu Slack, mas vou ter satisfação por toda a vida!

É isso aí galera!! VIVA o LINUX!!!

[10] Comentário enviado por [email protected] em 26/09/2009 - 07:22h

Mais um pouco e você pode transformar-se em um grande "apóstolo" do Linux e sair pelo mundo espalhando essa "boa nova" (nova uma vírgula; o mundo será dos sistemas abertos).
Parabéns Mainardes e bem vindo às hostes.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts