Deixando a barra de ferramentas transparente no KDE

Publicado por José Lucas Ferreira em 16/12/2006

[ Hits: 26.330 ]

 


Deixando a barra de ferramentas transparente no KDE



Muito básico e simples, basta apenas abrir o ambiente gráfico e clicar com o botão direito do mouse num espaço na área da: Barra de Ferramentas -> Configurar Painel -> (nas abas da opção layout) Aparência -> (lá em baixo, "plano de fundo do painel", clique em opções avançadas -> configure como quiser e na parte "transparência", coloque em "mínima", aqui você pede escolher a intensidade da tinta da barra de ferramentas:
  • mínimo -> transparente;
  • máximo -> cor desejada.

Vejam como ficou na screen abaixo:

Outras dicas deste autor

Firefox inicia em modo offline

Instalando o Blender, o melhor modelador e renderizador 3D grátis que existe

O que fazer com programas que ficam duplicados no Menu Iniciar

Mudando a posição dos botões nas janelas do Ubuntu 10.04

Instalando o Adobe Acrobat Reader 8 no Linux

Leitura recomendada

Formatação de data no Kylix, Delphi ou Lazarus

O que não fazer com manipuladores de exceção

Instalando o Kylix em distros recentes (SUSE 10.0, Fedora, Kalango...)

Como corrigir erro de fonte defeituosa no kylix

Desabilitando o botão direito do mouse no KDE

  

Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 16/12/2006 - 01:13h

Parabéns! Excelente dica para iniciantes.

:::... Viva o Linux ...:::

[2] Comentário enviado por marcus-rj em 16/12/2006 - 01:52h

Valeu, boa dica!! Já coloquei em prática!

[3] Comentário enviado por JoseLucas em 22/12/2006 - 23:06h

valeu é uma coisa simples mas bem interesante, eu esqueci de colocar, que em alguns casos o relogio é preto (padrão) e dependendo do wallpaper pode ficqar difícil de ver então basta configurar a cor do relogio


clicar com o direito no relogio=>configurar relogio e mudar a cor de frente para branco e fazer o mesmo mais em baixo no calendario.

valeu galera espero ajudar

[4] Comentário enviado por Miojo em 16/10/2009 - 19:03h

Legal, mas sempre pensei que se chamasse painel



Contribuir com comentário