Counter-Strike 1.6 no GNU/Linux via Wine

Publicado por Jonathan Wolff Andrade em 15/03/2013

[ Hits: 36.024 ]

Blog: http://wolffwebmaster.com.br

 


Counter-Strike 1.6 no GNU/Linux via Wine



Os outros tutoriais/artigos/dicas descrevem uma forma funcional mas, em meus testes, notei considerável perda de desempenho, os famosos lags.

Claro que um fator muito importante é a configuração do seu micro.

Requisitos mínimos:
  • Processador: Pentium 200 MHz ou Athlon equivalente
  • Velocidade do processador: 200 MHz
  • Memória RAM: 32 MB
  • Memória de vídeo: 32 MB
  • Direct3D: Sim
  • Versão do DirectX: 7.0
  • Sistemas Operacionais: Windows 98, Windows 2000, Windows ME e Windows XP
  • Espaço: 250 MB livres em disco

Requisitos recomendados:
  • Processador: Pentium III 800 MHz ou Athlon equivalente
  • Velocidade do processador: 800 MHz
  • Memória RAM: 256 MB
  • Memória de vídeo: 32 MB
  • Direct3D: Sim
  • Versão do DirectX: 7.0
  • Espaço: 500 MB livres em disco

Supondo que seu micro possua os requisitos necessários. Seguem os passos para uma instalação com melhor desempenho, ou seja, "sem" lags.

Vamos utilizar a versão do C.S. para Windows, rodando através do Wine. O segredo está no patch e forma de execução do mesmo. No seu Windows:

Baixe e instale o "Counter-Strike 1.6 V28.exe".

Outros patches, salvo a V28, não terão o mesmo desempenho, então, instale o patch V28. Certifique-se disto.

Copie a pasta inteira com o CS já instalado do Windows:

C:\Arquivos de Programas\Counter-Strike 1.6
Ou:
C:\Program Files\Counter-Strike 1.6

Instalando o Wine através do APT no GNU/Linux (em distribuições baseadas no Debian):

sudo apt-get install wine

Copie a pasta "Counter-Strike 1.6" para o seu /home.
Linux: Counter-Strike 1.6 no GNU/Linux com Wine e desempenho garantido

Executando

Abra um terminal e execute os comandos abaixo:

cd /home/Counter-Strike\ 1.6/
$ wine cstrike


Seu C.S. vai rodar numa boa, eu testei no Debian, Ubuntu e Linux Mint, todos com um bom desempenho.

Outras dicas solicitam que execute o "hl.exe" e posteriormente, o "cstrike.exe" com um patch bugado, o que acaba tornando tudo uma "gambiarra monstra", tornando o seu C.S. lento...

Outras dicas deste autor

Shell script - Gerenciador de processos

Vundle/Bundle - Plugin para o Vim

Leitura recomendada

Gweled - clone do Bejeweled para Linux

Cube 2: Collect Edition (jogo FPS)

LAKKA em Dual Boot

Jogo AlterEgo do Desura não funciona [Resolvido]

Emulador pcsx2 (ps2) no Slackware64-14.2_multilib

  

Comentários
[1] Comentário enviado por danniel-lara em 15/03/2013 - 13:10h

òtima dica
mas tu ja testou o steam ?
roda de boa , eu tenho o CS no steam e jogo de boa no Ubuntu , Fedora


[2] Comentário enviado por mebelin em 15/03/2013 - 13:44h

Boa opção, eu particularmente prefiro pela Steam.

[3] Comentário enviado por vitorgatti em 15/03/2013 - 13:58h

CS nativo pelo Steam é bem melhor, o preço é acessível e pode ainda pagar via boleto!
Wine está ficando cada vez menos necessário, o que é um bom sinal!

Viva o Linux!!

[4] Comentário enviado por jwolff em 15/03/2013 - 14:02h

não,a dica foi feita para quem não optar pela Steam... assim como eu. Lógicamente a Steam roda nativamente e é a melhor opção :)

[5] Comentário enviado por danniel-lara em 16/03/2013 - 20:56h

minha opinião que usa pelo wine é versão PIRATA do CS , hoje em dia tem o Steam e o preço é muito barato

[6] Comentário enviado por cunhazera em 08/06/2017 - 21:14h

Alguém sabe se funciona no manjaro também?



Contribuir com comentário