Configurando mouses com 5 botões e rodinha no X

Publicado por Perfil removido em 31/03/2006

[ Hits: 11.342 ]

 


Configurando mouses com 5 botões e rodinha no X



Esta dica foi adaptada de um pedaço de um artigo do Piter Punk sobre mouses publicada na Slackware Zine nº 5.

Para que os botões laterais funcionem, deve-se mapear o movimento de subir e descer do mouse para usar os últimos botões do mouse e assim liberar os botões laterais. Abaixo o exemplo publicado no artigo (inserir essas linhas no arquivo /etc/X11/xorg.conf):

Section "InputDevice"
	Identifier "Mouse1"
	Driver "mouse"
	Option "Device" "/dev/psaux"
	Option "Protocol" "ExplorerPS/2"
	Option "Buttons" "7"
	Option "ZAxisMapping" "6 7"
EndSection

Na opção "Buttons" deve ser colocado 7, que significa os 5 botões mais o movimento da rodinha (sobe e desce). Em um mouse normal (três botoes mais a rodinha) este valor é 5. Na opção "ZAxisMapping" deve ser colocado "6 7", que diz para usar os últimos botões para ser o movimento da rodinha (no mouse normal este valor seria "4 5").

Outra coisa interessante de ser notada é o protocolo, que não é mais um dos típicos "PS/2" ou "IMPS/2", mas sim "ExplorerPS/2". Esta alteração é por que a maioria dos mouses com 5 botões usa este protocolo, mas pode haver variações, então tente esse e, se não funcionar, tente os outros.

Isso deve funcionar, mas pode surgir outro problema. Muitos gerenciadores de janelas e programas mapeiam o movimento da rodinha nos botões 4 e 5, então uma solução para isso é alterar o código que os botões enviam para os aplicativos. Digite o seguinte comando:

$ xmodmap -pp

Deverá aparecer algo como:
There are 7 pointer buttons defined.

    Physical	    Button
     Button	     Code
        1	       1
	2	       2
	3	       3
	4	       4
	5	       5
	6	       6
	7	       7
Isto significa que cada botão manda o seu próprio código (botão 1 manda código 1, botão 2 manda código 2 e assim por diante) a idéia é fazer com que o botão 4 mande o código 6, o botão 5 mande o código 7 e vice-versa. Para que isso aconteça, digite o comando:

$ xmodmap -e "pointer = 1 2 3 6 7 4 5"

Agora, se você repetir o comando "xmodmap -pp" deverá aparecer:
There are 7 pointer buttons defined.

    Physical	    Button
     Button	     Code
        1	       1
	2	       2
	3	       3
	4	       6
	5	       7
	6	       4
	7	       5
Se você usar isto, deverá refazer o trecho do xorg.conf como mostra o exemplo abaixo (talvez exija algumas alteracões):

Section "InputDevice"
	Identifier "Mouse1"
	Driver "mouse"
	Option "Device" "/dev/psaux"
	Option "Protocol" "IMPS/2"
	Option "Buttons" "5"
	Option "ZAxisMapping" "4 5"
	Option "Resolution" "400"
EndSection

O ultimo parâmetro, "Resolution", serve para você modificar a velocidade do mouse para mais ou para menos.

Dica anti-social: você pode alterar a ordem dos botões à vontade. Isso é útil para traumatizar seu irmãozinho e evitar que ele volte a mexer com o seu computador amado. Para fazer isso, torne-se root e coloque o código em um dos arquivos de inicialização dele, como o .bashrc ou o .xinitrc. Ou caso ele saiba demais, e você acha que ele pode achar ali, coloque um código como o abaixo em um arquivo global que seja executado após o login de qualquer usuário:

if [ $USER = "[login do peste]" ]; then
  [comando esculachante com o qual você pretende atormentá-lo]
fi

Sempre que ele se logar com o usuário dele, o comando será executado. Recomendo a mudança de botões do mouse (o que pode ser bem eficiente dependendo de como foi feito) ou a exibição de mensagens com o uso do dialog ou do Xdialog (apesar de não ser suficientemente chato para ele desistir de usar). Caso você seja um especialista, ou pesquise muito sobre isso, pode mudar as teclas do teclado, o que é muito eficiente. Não recomendo nem incentivo o uso desta idéia para a criação de shell scripts maléficos que possam prejudicar a terceiros. Lembre-se: liberdade (leia-se: free software) caminha com responsabilidade!

Abraços,

Marcos Henrique Esteves Barbosa
[email protected]

Outras dicas deste autor

Por quê o Java tem uma xícara de café na logo

Gerenciador gráfico para o xorg.conf

Bloqueando conexões indesejadas (Lista de endereços nocivos)

Adicionando um segundo drive de CD-ROM no Kurumin

Instalando o aMSN 0.98b no Mandriva Linux 2008.1

Leitura recomendada

Resolvendo problema de renderização de fontes no Firefox [Debian]

Ativando as funcionalidades do gerenciador de janelas Compiz no Linux Mint com ambiente gráfico Mate

Adicionar caminho ao PATH do Linux

Plugin do Banco do Brasil (Warsaw) no Fedora 31

Ativando placa wireless Broadcom BCM4311 no Ubuntu

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts