Conferindo arquiteturas: Processador e sistema operacional

Publicado por Bruno " em 31/07/2012

[ Hits: 6.553 ]

 


Conferindo arquiteturas: Processador e sistema operacional



Nesta dica, apresento um método muito simples para conferir se o processador tem suporte a sistemas 64 bits.

Conferindo a arquitetura do processador

No terminal, executamos o seguinte comando:

cat /proc/cpuinfo | grep lm

Caso apareça lm destacado (ou não) na linha "flags", o processador tem suporte à 64 bits.

Caso o comando não resulte em nada, o processador tem suporte apenas a sistemas 32 bits.

Conferindo a arquitetura do sistema operacional

No terminal, executamos os seguintes comandos:

arch

E/ou:

uname -m

Caso apareça: i386, i486 ou i686, o sistema operacional é de 32Bit.

Caso apareça algo como: x86_64 (que contenha x64, ou que seja diferente dos citados na linha acima) o sistema é 64 bits.

Vejam os meus resultados:

Os comandos arch e uname -m, resultaram: i686


* Como resultou "i686", então confirmo que minha distro Sabayon é 32 bits.

Na imagem, o resultado do comando: cat /proc/cpuinfo | grep lm
* Contendo o "lm" no resultado, confirmo que meu processador tem suporte a 64 bits.

Outras dicas deste autor

Sabayon 9 - Instalando programas

Resolvendo erro ao iniciar o KDE no Slackware 13.37

Instalando temas no KDE

NumlockX - Ativando o numlock no KDE ao logar

VirtualBox no Sabayon - Instalação e resolução de erro

Leitura recomendada

Google Authenticator no terminal Linux

Como fazer logout forçado pela linha de comando no GNOME

Torrent com Magnet Links - Baixando arquivos via Terminal

Sistema de arquivos, disco rígido e memória do seu Linux

Verificação automática de disponibilidade de serviços

  

Comentários
[1] Comentário enviado por felipe300194 em 31/07/2012 - 19:58h

tem uma coisa que eu não entendo é porque tenho que ter 4GB de memória para usar arquitetura 64 bits? Eu sei que 32 bits reconhece apenas 3 GB e pouco da RAM total. Se a arquitetura 64 bits melhora o gerenciamento de memória (foi isso que eu ouvi). E em alguns testes que eu fiz aqui com Xubuntu 64 bits em uma máquina com 2GB não vi aumento do consumo e melhorou consideravelmente o processamento e renderização de jogos....

[2] Comentário enviado por BrunoTecnico em 31/07/2012 - 21:36h


[1] Comentário enviado por felipe300194 em 31/07/2012 - 19:58h:

tem uma coisa que eu não entendo é porque tenho que ter 4GB de memória para usar arquitetura 64 bits? Eu sei que 32 bits reconhece apenas 3 GB e pouco da RAM total. Se a arquitetura 64 bits melhora o gerenciamento de memória (foi isso que eu ouvi). E em alguns testes que eu fiz aqui com Xubuntu 64 bits em uma máquina com 2GB não vi aumento do consumo e melhorou consideravelmente o processamento e renderização de jogos....


# Isso de "4GB = 64Bit" é uma grande coincidência, porém muitos entendem como regra.

Já vi gente falar: "se vc tem 4GB seu p é 64bit"

# Meu Notebook: "2GB + 64Bit" (digamos que fugiu a suposta "regra")

- - -
Atualmente é um padrão (apenas mera coincidência) das fábricas colocarem 4GB em Máquinas 64Bit.

Mas em máquinas 64Bit, vc pode ter/colocar: 1GB, 2GB, 3GB... como quiser.


" Espero que as pessoas parem com isso de achar que todo PC com 4GB, obrigatoriamente é 64Bit "
(se eu quiser colocar 4GB é um processador 32Bit, isso não transforma ele em 64Bit).

- - -
@ felipe300194
Não tenho certeza do que eu disse acima, é apenas minha opnião + minha pouca experiência.

[3] Comentário enviado por felipe300194 em 01/08/2012 - 09:40h

Na verdade eu fiz um teste e houve sim um aumento no consumo de RAM embora não sei se é por causa de eu estar rodando pelo pendrive. Mas o Xubuntu 32 bit em uma máquina virtual consumia após estar ligado, de 120 a 140 MB de RAM. Já o de 64 bits consumia aproximadamente de 280 a 330 MB. Praticamente a mesma quantidade que MATE 32 bits consome aqui no meu note. Creio que essa "regra" deveria se aplicar somente em DE's mais pesados como KDE, Gnome-Shell, etc.

[4] Comentário enviado por VonNaturAustreVe em 05/08/2012 - 20:45h

O consumo em sistemas 64 bits maior por que o sistema precisa carrega mais libs(bibliotecas) do que nos 32 bits puros, pois além das bibliotecas do sistema 64 bits ele precisa de algumas 32 bits para executar programas que ainda utilizando bibliotecas 32 bits.


[]'s



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts