Compilando kernel 2.6.27.7 no Linux Slackware 12.1

Publicado por Francisco Barbosa em 09/12/2008

[ Hits: 12.177 ]

Blog: http://www.linuxrs.com

 


Compilando kernel 2.6.27.7 no Linux Slackware 12.1



Nesse tutorial tentarei ser o mais objetivo possível no intuito de compilar o kernel 2.6.27.7 no Linux Slackware 12.1. Muitos tem dificuldade em compilar um kernel novo no Slackware, então aqui darei algumas dicas essenciais para que a compilação não acabe com um "Kernel Panic".

Vamos baixar o kernel full source ( F ) do site kernel.org. Abaixo segue o link:

Download linux-2.6.27.7.tar.bz2

Copie o arquivo que você baixou para o diretório /usr/src:

# cp /root/linux-2.6.27.7.tar.bz2 /usr/src/

Vá para o diretório e descompacte o arquivo:

# cd/usr/src
# tar jxf linux-2.6.27.7.tar.bz2

Agora vamos recriar o link "linux" para o novo kernel:

# rm linux
# ln -s linux-2.6.27.7 linux


Agora entre no diretório "linux":

# cd linux

A partir deste ponto iniciaremos os trabalho propriamente dito. Antes de iniciarmos a compilação vamos copiar o ".config" do kernel padrão compilado do Slack para o diretório "linux":

# cp ../linux-2.6.24.5/.config .

Então seguimos com a atualização do config. O kernel novo terá então as mesmas opções marcadas do kernel antigo. Com isso você não perderá tempo selecionando as opções:

# make oldconfig

Se aparecer no prompt para selecionar opções NEW/yes/no, escolha sempre NEW.

Agora configuraremos algumas opções extras e importantes do kernel. Você pode usar os seguintes comandos:

# make menuconfig (este para uso no modo texto)
# make xconfig (este para uso no modo gráfico)

Agora aqui que vem o pulo do gato! Toda vez que eu compilava o kernel me dava o maldito "kernel panic". Eu uso de costume o ReiserFS, que por padrão vem marcado como módulo, mas devemos deixá-lo como embutido.

Vamos direto para a opção FILE SYSTEM no menu de configuração. Resumindo, todas as partições que utilizaremos devemos marcar com a letra "Y" as opções do kernel desejado. No ReiserFS vem default como módulo e por isso tem que alterar quem utiliza essa partição. Notem que todas que tem a palavra SUPPORT no nome tem que ser marcadas com "y".

Fora isso não precisa mexer em mais nada! Se quiser habilitar alguns drivers na seção DEVICE DRIVERS como webcam, leitor de cartão para MstickPro/DUO, pode marcar que não terão problemas. Vamos continuar!!! Salve o arquivo .config e saia da tela de configuração.

Compilaremos o kernel. Aqui será um processo demorado pois o "make" no kernel 2.6 substitui o "make dep" "make bzImage" e "make modules". Ele faz tudo junto!

# make

Quando voltar para o prompt, instale os módulos:

# make modules_install

Agora terminamos de compilar o kernel. No próximo passo configuraremos o lilo para a nova imagem.

Configurando o LILO

Agora terminamos de compilar o kernel, vamos configurar o lilo para a nova imagem. Copie a imagem gerada para o diretório do boot:

# cp arch/x86/boot/bzImage /boot/

Edite o lilo:

# vi /etc/lilo.conf

Adicione uma nova entrada para o novo kernel. Segue meu exemplo:

image = /boot/vmlinuz
root = /dev/sda2
label = Slack.2.6.24.5
read-only

image = /boot/bzImage
root = /dev/sda2
label = Slack.2.6.27.7
read-only

Salve o arquivo e atualize o lilo:

# lilo

Pronto! Reinicie o ser sistema e teste o novo Kernel. Não precisa criar link para System.map e config. Não sei porque colocam isso nos tutoriais que vejo por aí. pois pra mim não influencia em nada.

Um grande abraço a todos!

Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Beryl no Debian Etch sem mistérios

Dual boot com Windows no segundo HD

Migre sem problemas para o software livre

Ingressando Ubuntu 14 no Samba4

Converter documentos PDF para imagems JPEG

  

Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 09/12/2008 - 16:10h

Ok, e qual o objetivo deste artigo sendo que o Slackware 12.2 virá com o kernel 2.6.27.7?

[2] Comentário enviado por shadowfox em 09/12/2008 - 17:06h

Caro....

Não entendi o que você quis fazer aqui... Recompilar kernel deste jeito tem em qualquer site e aqui mesmo tem de monte... Não acrescentou nada a não ser + 1 linha no meu RSS... O Current já usa o kernel 2.6.27.7.

Se alguem ai se habilitar a colocar um tutorial bem completo de kernel (as melhores opções de compilação para processadores core 2 duo por exemplo) com bastante informação em como se obter o máximo de desempenho eu leria na hora!

Até...

[3] Comentário enviado por xico em 09/12/2008 - 19:56h

O Objetivo é compilar o Kernel 2.6.27.7 no slack 12.1 ou vc não entendeu o título do tópico ?

[4] Comentário enviado por shadowfox em 09/12/2008 - 21:53h

Hum...

Resposta condizente com o conteúdo da dica.

[5] Comentário enviado por willian.firmino em 09/12/2008 - 23:01h

bom cara a dica faz o que propõe...

[6] Comentário enviado por removido em 09/12/2008 - 23:22h

Ok, versão mais fácil dessa dica:
1. Vá em algum mirror do repositório oficial que tenha a árvore do slackware-current
2. Baixe os pacotes do novo kernel
3. atualize os pacotes com o upgradepkg
4. Execute o comando "lilo" (sem aspas). Se não fizer isso, você estará muito ferrado. Se usar o Grub, ignore esse passo.
Uma dica interessante é ensinar a criar os pacotes para Slackware de outras versões do kernel. Isso não tem documentado, e o sistema atual de criação de pacotes do kernel é uma confusão legal. Eu quero atualizar meu kernel para a versão 2.6.28, mas quero criar pacotes nativos.

[7] Comentário enviado por xico em 10/12/2008 - 00:32h

Clap...clap...clap.....parabéns Marcos!!! Pq agora vc não escreve uma dica para contribuir com tal assunto ?! Como eu respondi antes, se é que vc AINDA não compreendeu o título. que é : COMPILAR o kernel 2.6.27.7 no slack 12.1 . . .pois a minha dica visa abordar apenas o assunto em questão e não entra em méritos do conteúdo que vc comentou.

[8] Comentário enviado por leonesto em 10/12/2008 - 03:29h

Grande xico.
É cara, realmente não iria dar certo combinar,,, nunca iriam colocar as duas dicas juntas, mas enfim...
Realmente algumas pessoas não conseguem entender titulos na primeira tentativa... E quando sai o Slackware 12.2 com este Kernel mesmo? Será que dá pra aguentar até lá?
Essa é a parte boa do Linux... Várias formas de se fazer a mesma coisa. Alguns preferem compilar outros instalar pacotes pré-compilados. Alguns preferem fazer críticas construtivas outras apenas críticas. É vida!
E Viva o Linux!

[9] Comentário enviado por removido em 10/12/2008 - 13:37h

Deve sair em aproximadamente em uma semana, mas na árvore slackware-current existe os pacotes prontos, além dos fontes. E agora os meus motivos de Slacker sobre por que essa dica não deveria ser feita:
- Existe pacotes do kernel. Se existe pacotes bons (os oficiais são bons, sem dúvida), não deveria ser necessário mexer nos fontes. Isso é do que os usuários iniciantes em Slackware reclamam, que "não tem um repositório de pacotes, por isso tem que compilar". Você está fazendo o contrário incentivando a compilar em vez de usar pacotes prontos.
- É perfeitamente aceitável compilar algo (no caso, o kernel), você tem essa opção e isso é bom. Mas é necessário ter alguma vantagem em fazer isso. Se não é esforço gasto de forma inútil. A dica, não apresenta diferenciais se comparado a qualquer outro artigo ou dica sobre o mesmo assunto. Uma coisa útil que poderia salvar o artigo, é otimizações, assim a compilação se torna válida, tendo em vista que usar pacotes não lhe dá as otimizações que a compilação dá.
- Por último, você violou a regra número 1 do Slackware: K.I.S.S.
Além disso, o comando:
# cp ../linux-2.6.24.5 .
Não representa nada, quando o certo é:
# cp ../linux-2.6.24.5/.config .
E não mencionou o fato de que é necessário ter o pacote kernel-source instalado. Várias pessoas não instalam por ser um pacote opcional que tem um tamanho considerável.
Então, antes de criar uma dica ou um artigo, pense em que isso vai ajudar as pessoas, o que ele tem de diferente, por que reinventar a roda é uma coisa horrível, pior ainda quando a roda é mal feita.

[10] Comentário enviado por xico em 10/12/2008 - 15:05h

Clap...clap ...clap ! ! !èh. . . já vi q idiotas existem, infelizmente . . .

[11] Comentário enviado por J_Adler em 28/01/2009 - 13:47h

marcosestevesbar

Agora os meus motivos de slacker.
- sou usuário iniciante e já reclamei sim por falta de repositórios para o slack, de eu mesmo ter que resolver as dependências, mas foi exatamente por isso que escolhi o slackware, por vc ter que ter todo este trabalho com ele, saber o que casa programa precisa e resolver vc mesmo, caso contrário teria escolhido outra distribuição mais fácil ou não teria trocado o windows.
- os pacotes são bons sim, mas quem escolhe slack é pq quer um sistema simples (como o K.I.S.S), mas isso não quer dizer que não vá ter trabalho pra conseguir isso.
- compilar nunca é esforço gasto de forma inutil, é sempre aprendizado, vou fazer a primeira vez, vou cometer erros, e depois de um tempo, vou estar familiarizado com os procedimentos e ai vou ficar curioso em saber como funcionam e trabalham, o que me levará a analisar os códigos.

se uma pessoa resolve usar slackware é pq quer toda esta complicação.
Eu tenho o slackware 12.1 em minha máquina, quero colocar o kernel novo, pq eu teria que baixar tudo de novo, já que não vou usar tudo, o que eu for precisando eu vou baixando com o tempo, o que me interessa agora é compilar o kernel e criar um pacote tgz para que, caso eu precise já ter o pacote que eu mesme criei, que sei que foi feito em minha máquina, para minha máquina ... então não quero o pacote pronto, quero preparar eu mesmo.

[12] Comentário enviado por C.Joseph em 19/02/2009 - 12:47h

Na minha opinião, o intuito do criador do tópico é a de que ele aprendeu algo e quer compartilhar com todos nós. Quanto mais surgirem artigos de users querendo dividir seus conhecimentos, mais informações encontrarão aqueles que delas precisarem.


j_adler: "Eu tenho o slackware 12.1 em minha máquina, quero colocar o kernel novo, pq eu teria que baixar tudo de novo?já que não vou usar tudo, o que eu for precisando eu vou baixando com o tempo"

Concordo, pois aqui em casa apesar de ter o Slackware 12.2, eu só o tenho aqui porque fiz uma geral no pc testando várias distros linux, mas o que rodava aqui antes era o 12.1.

Linux é bom por vários motivos, e se podemos atualizar o kernel mantendo nossa distro com as ferramentas que já usamos porque não fazer?

Se versão 12.2 tem pacotes mais novos que a 12.1, tudo que o user precisará é SE ele quiser, instalar os pacotes atuais. Por exemplo, para quem quer usar Pidgin, o pacote do 12.1 pouco mudou na versão 12.2.

Só para evitar qualquer comentário sobre o que eu falei: Tá, eu baixei tudo outra vez, uma vez que formatei meu pc todo para testes. E se já tinha feito tudo o que queria, nada melhor que testar o Slack novo, isso claro para uma nova instalação. Atualizar é melhor se for realmente necessário.

[13] Comentário enviado por rweu em 08/11/2009 - 09:51h

Bem srs,

Se me permitem, o tuto foi de muita valia prá mim, eu não queria baixar mais de 3Gbts da imagem DVD do 13.0, e precisava enchergar minha partição em EXT4 ( Arch )
Segui os passos indicados, mas me enrolei no que tange aos módulos, deixei de fora exatamente aqueles os quais precisava que eram os relativos ao EXT4, refiz toda a traquitana, dessa vez sem omitir o EXT4 e agora enchergo minha partição de boa.
Tive também de fazer uma adequação ao gerenciador de boot, pois uso o GRUB, mas nada que saia muito do tema. Também adequei as versões dos kernels usados, respectivamente 2.6.27 ( do meu Slack 12.2 ) e 2.6.31.5 que foi o que compilei.
Isso posto não posso meter o pau no Tuto, ele foi bem direcionado, rápido e objetivo, não deixando muita margem de dúvidas, e não caberiam aqui discussões estéreis e sem propósito.

Grato ao nosso amigo Xico pelo tuto, me quebrou um galho enorme, valeu!!



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts