Como mudar o valor de MTU da placa de rede no Linux

Publicado por Renato Diniz Marigo em 06/04/2016

[ Hits: 11.186 ]

Blog: http://www.renatomarigo.com.br

 


Como mudar o valor de MTU da placa de rede no Linux



Pretendo com esta dica informar como fazemos para alterar o tamanho do pacote MTU que é trafegado pela placa de rede. Existem vários motivos para fazer este tipo de alteração e caso você tenha esta necessidade segue aqui as informações de como fazer esta modificação.

Sobre o MTU

MTU é um acrônimo para a sigla "Maximum Transmission Unit", que indica o tamanho máximo que um pacote pode ter ao ser transportado pela sua rede e infraestrutura e este conceito é trabalhado na camada de enlace do modelo de referência OSI.

Na comunicação de redes o protocolo IP trabalha com fragmentação de pacotes e com o tamanho dos pacotes, por isso conseguimos alterar estes parâmetros o tamanho padrão de um pacote de MTU é de 1500.

Em alguns casos, podemos usar o Jumbo Frame que faria com que o tamanho do pacote tivesse 9000 ao invés de 1500, a configuração de Jumbo Frames só é válida para redes privadas e como boas práticas não deve ser usada em tráfegos externos e para o correto funcionamento toda a rede deve ser compatível com um pacote MTU de 9000.

Configuração temporária para testes

Para verificar qual o tamanho atual do MTU de sua placa de rede, basta executar o comando simples de ifconfig:

# ifconfig
eth0      Link encap:Ethernet  HWaddr 00:0C:29:9B:F2:6E
          inet addr:192.168.10.9  Bcast:192.168.10.255  Mask:255.255.255.0
          inet6 addr: fe80::20c:29ff:fe9b:f26e/64 Scope:Link
          UP BROADCAST RUNNING MULTICAST  MTU:1500  Metric:1
          RX packets:111 errors:0 dropped:0 overruns:0 frame:0
          TX packets:143 errors:0 dropped:0 overruns:0 carrier:0
          collisions:0 txqueuelen:1000
          RX bytes:10699 (10.4 KiB)  TX bytes:19490 (19.0 KiB)
          Interrupt:67 Base address:0x2024

Caso queira a informação mais enxuta, pode usar o comando a seguir:

# ifconfig | grep MTU | awk '{print $2,$5}'
BROADCAST MTU:1500

Mudando a configuração:

# ifconfig eth0 mtu 1400 up

# ifconfig | grep MTU | awk '{print $2,$5}'
BROADCAST MTU:1400

Obs.: o meu conselho é fazer os testes e em caso positivo, siga os passos abaixo para deixar esta configuração permanente.

Configuração permanente

Na configuração permanente podemos abranger os sistema operacionais Linux, os derivados de Red Hat e os derivados do Debian.

Derivados do Red Hat:

Edite o arquivo de configuração de sua placa de rede, que neste caso é a eth0:

# vi /etc/sysconfig/network-scripts/ifcfg-eth0

Coloque neste arquivo de configuração uma linha indicando a configuração do MTU:

MTU="1400"

No meu caso o arquivo completo ficou assim:

DEVICE=eth0
BOOTPROTO=dhcp
DHCPCLASS=
HWADDR=00:0C:29:9B:F2:6E
ONBOOT=yes
MTU="1400"

Para que as configurações tenham efeito, reinicie o serviço de rede:

# service network restart

Pronto, a configuração ficará permanente agora.

Derivados do Debian:

Edite o arquivo de configuração de sua placa de rede, que neste caso é a eth0:

# vim /etc/network/interfaces

Coloque neste arquivo de configuração uma linha indicando a configuração do MTU:

MTU 1400

Para que as configurações tenham efeito, reinicie o serviço de rede:

# service networking restart

Pronto, a configuração ficará permanente agora.

Espero ter ajudado!

Outras dicas deste autor

Verificando ou alterando propriedades da placa de rede com mii-tool e ethtool

"user parameter" no Zabbix - Configuração

Acesso SSH seguro e sem senha

Agente do Zabbix no CentOS - Instalação e configuração

Instalando agente do Zabbix no Windows

Leitura recomendada

Como limpar o cache DNS no Google Chrome

Instalação e configuração do Grafana/Zabbix no Debian 9

Verificando ou alterando propriedades da placa de rede com mii-tool e ethtool

Como copiar arquivos do Windows para o Linux

Compartilhando diretórios em rede com Linux Mint + MATE Desktop

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts