Como ajustar a gama da tela - Conf. do Xorg + login script

Publicado por Gilvan Ritter em 26/10/2012

[ Hits: 5.294 ]

 


Como ajustar a gama da tela - Conf. do Xorg + login script



Se você utiliza apenas o terminal, pode lhe parecer um detalhe insignificante, mas para a maioria dos usuários (que utilizam uma interface gráfica), especialmente para quem gosta de conteúdo multimídia, ter a gama da tela ajustada corretamente traz muitos benefícios.

As cores ficam mais vivas, os gradientes que você não via, passam a ser percebidos, os tons escuros ficam realmente escuros, e obviamente, quanto melhor for a qualidade das imagens que você vê todos os dias durante várias horas, melhor será sua experiência. De quebra, seus olhos agradecerão!

No GNU/Linux você pode ajustar o gama manualmente através das configurações do Xorg, que é o servidor gráfico responsável por exibir a sua interface gráfica, seja ela qual for, GNOME, KDE, Pantheon, Xfce, LXDE... entre outras.

Basicamente, para ajustar o gama, você precisa conhecer apenas esta linha de comando:

xgamma -rgamma $VALOR -ggamma $VALOR -bgamma $VALOR

Onde:
  • xgamma é o comando principal;
  • rgamma é a opção que ajusta a quantia de vermelho (R);
  • ggamma é a opção que ajusta a quantia de verde (G);
  • bgamma é a opção que ajusta a quantia de azul (B);
  • $VALOR é quantidade de gama, que normalmente varia de 0.6 até 1.0.

No Xorg, por padrão, os valores estão definidos como 1.0 para R, G e B.

Para fazer a alteração de forma correta, eu recomendo esta página para auxiliar:
Dê uma lida rápida se quiser, mas o foco é a imagem com os valores de 0.6 a 3.0. Após localizar a imagem, vamos aos ajustes!

Abra o terminal e digite o comando:

xgamma -rgamma $VALOR -ggamma $VALOR -bgamma $VALOR

Ajuste os valores de R, G e B na mesma proporção, de modo que você consiga diferenciar todos os níveis de cinza, comece testando com dezenas, 0.60, 0.70, 0.80... até chegar no melhor valor possível.

Depois veja esta imagem:
Linux: Como ajustar a gama da tela - Conf. do Xorg + login script
No centro deste quadrado, você deve notar muito levemente um "T" em um tom mais claro. Se você não puder visualizar o "T", aumente as quantias de R, G e B, mas agora de unidade em unidade, 0.71, 0.72, 0.73 e assim por diante, até conseguir visualizar o "T".

Caso você já possa ver o "T", diminua os valores e deixe ajustado em uma unidade antes de o T desaparecer, de modo que você possa vê-lo muito levemente.

Este é o objetivo. Feito isso, você terá os valores mais próximos dos ideais de gama para a sua tela.

Tendo estes valores, guarde-os. O próximo passo é fazer estas configurações inicializarem automaticamente após você fazer login no sistema (quando o Xorg já está inicializado).

Para isso vamos fazer um passo/truque muito simples, vamos criar um lançador ou um ".desktop", como se fosse um serviço do sistema, e o copiaremos para a pasta /etc/xdg/autostart/. Nesta pasta ficam todos os serviços e aplicativos iniciados automaticamente durante o login, isto também garantirá que o Xorg esteja iniciado completamente, pois do contrário (adicionando um script durante o boot do sistema por exemplo), o Xorg não estaria inicializado e os comandos não seriam reconhecidos.

Na sua pasta /home/user/ crie um arquivo chamado "Gamma.desktop", abra-o com o Nano, Gedit, Kate, Scratch, ou qualquer editor de sua preferência e cole o conteúdo abaixo no arquivo, alterando os valores de R, G e B para os que você encontrou nos passos anteriores.

O conteúdo do arquivo será esse:

[Desktop Entry]
Encoding=UTF-8
Name=GammaCorrection
Exec=xgamma -rgamma 0.78 -ggamma 0.78 -bgamma 0.78
Terminal=false
Type=Application
X-GNOME-Autostart-Delay=5
NoDisplay=true

Salve este arquivo e pelo terminal, copie o mesmo para a pasta /etc/xdg/autostart/ com o comando:

sudo cp ~/Gamma.desktop /etc/xdg/autostart/

Agora, altere as configurações de execução do arquivo e também o usuário dono do mesmo para o root:

sudo chmod 644 /etc/xdg/autostart/Gamma.desktop
$ sudo chown root:root /etc/xdg/autostart/Gamma.desktop


Se você chegou até aqui, "voilà"! Está pronto.

Para ver os resultados, basta fazer logout e se tudo ocorrer como planejado, ao fazer login novamente, as configurações serão aplicadas "automágicamente".

Referências


Também publicado em meu blog:
Outras dicas deste autor

Tomahawk - The social media player

Leitura recomendada

VMware - Instalando no Ubuntu Linux 8.10 e resolvendo problema "Unable to build the vmmon module"

Problema com o unlock screen do SuSE

Login mediante senha no Acer Aspire One (Linpus Linux Lite)

Compactar arquivos e pastas com senha usando o 7z

Fontes da Microsoft no GNU/Linux

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts