Como Habilitar Virtualização Aninhada (Nested) no KVM

Publicado por José Flauzino em 17/06/2019

[ Hits: 1.143 ]

Blog: http://www.inf.ufpr.br/jwvflauzino/

 


Como Habilitar Virtualização Aninhada (Nested) no KVM



A virtualização aninhada, Nested Virtualization, permite que em uma máquina real (notebook, computador pessoal, servidor etc) sejam criadas máquinas virtuais e, dentro dessas máquinas virtuais, se crie outras máquinas virtuais.

NOTAS:
  • Essa dica considera que o KVM já está devidamente instalado.
  • Esses passos foram testados em Ubuntu, Debian e Fedora, provavelmente funcionará com qualquer outra distribuição Linux.

Verificando se a virtualização aninhada é suportada

Nem todos processadores suportam a virtualização aninhada, portanto, é importante verificar isso antes de qualquer configuração.

Para processadores Intel use o seguinte comando:

cat /sys/module/kvm_intel/parameters/nested

Para processadores AMD, use o seguinte:

cat /sys/module/kvm_amd/parameters/nested

Em ambos os processadores, se a saída do comando for "1" ou "Y", é porque é suportado. Caso for "0" ou "N", não é possível fazer virtualização aninhada.

Habilitando a virtualização aninhada

Crie um novo arquivo dentro do diretório /etc/modprobe.d com o nome "nested.conf":

sudo touch /etc/modprobe.d/nested.conf

Insira uma linha no arquivo "nested.conf" informando que o KVM estará apto a realizar virtualização aninhada.

Para processadores Intel, execute o comando a seguir:

sudo "echo options kvm-intel nested=y" > /etc/modprobe.d/nested.conf

Já para processadores AMD, execute o seguinte:

sudo "echo options kvm-amd nested=y" > /etc/modprobe.d/nested.conf

NOTA: para ambos os casos, o parâmetro "y" pode ser substituído por "1", pois os dois significa a mesma coisa.

Reinicie o sistema:

sudo reboot

Veja se a virtualização aninhada do KVM está habilitada.

Para processadores Intel:

cat /sys/module/kvm_intel/parameters/nested

Para processadores AMD:

cat /sys/module/kvm_amd/parameters/nested

A saída deverá ser "Y" ou "1", indicando que está habilitada.

Pronto, aproveite o KVM!

Outras dicas deste autor

Instalação do CloudStack 4.12 no Ubuntu 16.04

Instalando o Mininet

Criando Zona Básica no CloudStack 4.12

Leitura recomendada

Visualizando threads de um processo no Linux

Atualizando a BIOS de máquinas virtuais baseadas em KVM/QEMU

27 e 28/10 - III Fórum Goiano de Software Livre

Atualização controlada de Sabayon Linux

Configurando opções avançadas do KDE

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts