Clementine: um moderno tocador de música com organizador de biblioteca

Publicado por Marcelo Alves Cardoso dos Santos em 31/08/2011

[ Hits: 11.212 ]

Blog: http://www.linuxmint.com.br/

 


Clementine: um moderno tocador de música com organizador de biblioteca



Esta dica irá apresentar o Clementine e mostrar como instalá-lo no Linux Mint, Ubuntu e distros derivadas.

Sobre o Clementine

Clementine é um moderno tocador de música com organizador de biblioteca. É um tocador de músicas multiplataforma (funciona em Linux, Windows e Mac OS X), inspirado no Amarok 1.4, com foco em uma interface rápida e fácil de usar para pesquisar e tocar sua música.

Clementine é um Software Livre desenvolvido por David Sansome e John Maguire, sob os termos da GPL v3.

Características

  • Busca e reprodução de sua biblioteca local de música;
  • Equalizador integrado;
  • Criação de atalhos de teclado;
  • Recurso para ouvir rádio pela internet a partir de Last.fm (http://last.fm), SomaFM (http://somafm.com), Magnatune (http://magnatune.com), Jamendo (http://www.jamendo.com) e Icecast (http://dir.xiph.org);
  • Listas de reprodução inteligentes e dinâmicas;
  • Listas com guias de importação e exportação em M3U, XSPF, PLS e ASX;
  • Suporte a faixas CUE (as faixas são automaticamente detetadas ao analisar a coleção e cada uma será exibida separadamente);
  • Visualizações de ProjectM (http://projectm.sourceforge.net);
  • Suporte a proxies de rede;
  • Fotos e biografias dos artistas, bem como a letra das músicas;
  • Transcodificação de música em MP3, Ogg Vorbis, Speex Ogg, FLAC ou AAC;
  • Edição de tags em arquivos MP3 e OGG, para melhor organizar a sua biblioteca de músicas;
  • Obtenção de detalhes das músicas na MusicBrainz (http://musicbrainz.org);
  • Exibição das capas de álbum na coleção e download da capa que está faltando) via Last.fm;
  • Recurso para copiar músicas para iPod, iPhone, MTP ou qualquer armazenador em massa por USB;
  • Opção para "reanalisar a coleção";
  • Notificações nativas no desktop do Linux (libnotify) e Mac OS X (Growl);
  • Controle remoto através do Wii Remotes (http://code.google.com/p/clementine-player/wiki/WiiRemotes), MPRIS ou linha de comando;
  • Nova ajuda na barra deslizante que possibilita mais precisão na escolha da posição da música;
  • Gerencia filas de reprodução.

Instalação

O Clementine pode ser instalado no Linux Mint e Ubuntu através de dois métodos.

Método 1: A partir do PPA oficial.

Abra um terminal e digite os comandos abaixo, um a um, seguidos de "enter":

$ sudo add-apt-repository ppa:me-davidsansome/clementine
$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install clementine


Nota: Se tiver o Apt-Fast (http://www.linuxmint.com.br/modules/dokuwiki/apt-fast instalado, substitua o comando "apt-get" por "apt-fast".

Método 2: A partir do binário.

Baixe o binário e instale, clicando sobre o executável DEB (.deb) e, no Instalador de Pacotes, clicando em "Instalar pacote".

Para Linux Mint 11/Ubuntu 11.04: Para Linux Mint 10/Ubuntu 10.10: Para Linux Mint 9/Ubuntu 10.04: Para instalar em outras distros ou sistemas e para ver outras formas de instalação, acesse a página oficial de downloads do Clementine em: http://www.clementine- player.org/pt_BR/downloads

Screenshots

Linux: Clementine: um moderno tocador de música com organizador de 
biblioteca
Linux: Clementine: um moderno tocador de música com 
organizador de biblioteca
Linux: Clementine: um moderno tocador de música com 
organizador de biblioteca

Referências

Fiquem com Deus.

Outras dicas deste autor

Não rolou nenhuma das docks famosas? Improvise uma!

Leitura recomendada

Tradução e dependências do K3b - Ubuntu e derivados pelo Synaptic

Instalando navegador Opera no Fedora 25

aMule 2.1.3 no Debian Sarge

Mandala esférica no GIMP

Problemas para instalar WoeUSB no Debian, Ubuntu e derivados [Resolvido]

  

Comentários
[1] Comentário enviado por VonNaturAustreVe em 31/08/2011 - 16:16h

Só sinto falta do suporte a podcasts =/


[]'s

[2] Comentário enviado por Fellype em 31/08/2011 - 19:35h

Pô, eu era fã do Amarok 1.4, principalmente pela integração com o Shoutcast.com, que era feita sem a necessidade de usar scripts ou plugins.
Aí eu "tive" que fazer um upgrade no meu Slack (12.2 -> 13.0), e o Amarok 2.0 veio junto. No princípio, não gostei do Amarok 2.0, só que voltar pro 1.4 daria muito trabalho, devido à incompatibilidade com o qt3.
Algum tempo depois, surgiu o Clementine e eu fui testá-lo e vi, para minha decepção, que o shoutcast já não estava mais integrado como era no Amarok 1.4.
Hoje, depois de ver esta dica, resolvi testar o Clementine de novo. O que percebi é que ele está bem leve e organizado, até melhor do que era o Amarok 1.4.
Gostei! Porém, não dá mais pra eu abandonar o Amarok 2.4. É que eu acostumei com os recursos atuais: letras, wikipédia, scripts para rádios de vários lugares. Vou tentar usar o Clementine para abrir algumas streams que não ficam legais no Amarok.
Vlw!

[3] Comentário enviado por rapharocket em 01/09/2011 - 19:04h

Muito bom o player. É padrão no Mandriva Hydrogen. Também sinto a falta do suporte a podcasts... :P

[4] Comentário enviado por removido em 06/02/2014 - 20:17h

Para quem gosta do Shoutcast o melhor player na atualidade é o Guayadeque. Funciona perfeitamente.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts