Bootchart no OpenSuSE Linux

Publicado por Alexandre de Jesus Marcolino em 19/04/2009

[ Hits: 4.819 ]

Blog: http://blog.marcolino.com.br/wordpress/

 


Bootchart no OpenSuSE Linux



Bootchart é um software usado para avaliar o desempenho do boot de uma distribuição Linux.

Este tutorial é uma livre tradução do original que foi publicado em:
Você já deu boot no seu computador e se fez alguma dessas perguntas:

"- O que está realmente acontecendo aqui?. Porque está demorando e o que está causando esta demora? O novo kernel é diferente em que? Como posso saber se o novo kernel compilado realmente trouxe algum ganho na carga? Gostaria de ver e nada mais ué..."

Instalação mais simples do mundo

Existe um aplicativo para Linux chamado Bootchart que lhe permite fazer exatamente isso.Primeiro vamos instalá-lo e ver o que captamos. Para instalar no openSUSE Linux faça o seguinte:

sudo zypper in bootchart -y

Você tem agora ele instalado, mas e aí? Você pode digitar em init=/sbin/grub bootchartd, na caixa de menu, ou (esta é a abordagem que farei) adicionar uma entrada do grub /boot/grub/menu.lst. Para este exemplo utilizaremos o YaST para copiar nossa entrada padrão atual do Grub e modificá-la para trabalhar com bootchart (você só precisa selecionar então esta opção quando pretender iniciar o seu bootchart).

Para isso, faça o seguinte:

Faça o login ao YaST, vá para Sistema no lado esquerdo e clique em "Gerenciador de Inicialização" no painel do lado direito.
Linux: Bootchart no Opensuse
Isso abrirá o Grub Menu Editor, em seguida clique na opção que tem a marca de verificação próxima a ela (esta é o seu kernel padrão que será escolhido quando você iniciar a instalação).
Linux: Bootchart no Opensuse
Agora clique em "Adicionar" e selecione a opção "Clone Selected section".
Linux: Bootchart no Opensuse
Clique em "Next", agora no campo "linha de comando de Parâmetros Opcionais do Kernel", digite "init=/sbin/bootchartd" (sem as aspas) e atribua um nome razoável (eu tento manter o nome da mesma forma que a minha seleção copiada, adicione - BootChart para o final).
Linux: Bootchart no Opensuse
Clique em "OK" e verifique a nova opção que você vê na sua lista do menu Grub.
Linux: Bootchart no Opensuse
Agora é hora de reiniciar seu computador e no menu do Grub escolher a sua nova opção de menu que acabou de criar.

Então, qual o próximo passo?

Pulo do gato

É criado um arquivo compactado atualizado em /var/log chamado bootchart.tgz. Mas tendo apenas esse arquivo, nada você pode fazer, pois ele não é legível para humanos... apenas para Mestres Jedi!

Então aqui é onde trabalhamos toda a magia. Para formatar o que acaba de fazer em um formato utilizável execute:

sudo bootchart -format png

Nota: Neste ponto você pode formatá-lo como SVG, eps ou png, alterando a última opção.

Agora você já fez tudo... pode pôr seus colegas para babar, impressionar seu chefe ou fazer o que quiser com o seu kernel para tentar melhorar o tempo. Agora, quando você der o próximo boot em seu kernel, vai continuar na opção padrão original e na próxima vez que desejar que o bootchart inicialize, basta escolher a opção adicionada.

Se você estiver preparando um novo kernel para testar performance, certifique-se de que você adicione o init=/sbin/bootchart aos parâmetros do kernel quando colocá-lo no GRUB.

Aqui você pode ver uma comparação que fiz para ver o que ia ganhar ao compilar um kernel com menos opções:

Vanilla 2.6.27.2:
http://benkevan.com/pics/bootchart-vanilla-ben.png

SUSE 2.6.27.1 Kernel from openSUSE 11.1 Beta 3:
http://benkevan.com/pics/bootchart-suse.png

Outras dicas deste autor

Nova distro brasileira - Librix Linux

Colabore para encontrar a cura para a "Gripe Suína"

Acerto do horário de verão no OpenSuSE Linux 11

Instalando o KDE3.1 automaticamente em qualquer distribuição.

Mantendo o relógio do servidor sempre acertado

Leitura recomendada

Instalando XMMS a partir do fonte no Ubuntu Linux

Configurando compartilhamento simples no Samba

Convertendo arquivos MP3 para WAV e vice-versa

Alterar tema do GDM no Ubuntu 9.10

Hack 'n' Cast v0.5 - por que usar GNU/Linux

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts