Adicionando som próprio para sino do terminal

Publicado por Mateus Rodrigues em 11/08/2016

[ Hits: 1.612 ]

 


Adicionando som próprio para sino do terminal



Sou novo no mundo Linux e recentemente estava tentando alterar o sino do terminal para um arquivo de áudio próprio.

Fiquei muitos dias pesquisando sobre o assunto e não obtive resposta, cheguei inclusive a postar uma pergunta no fórum, mas não tive êxito. Por meio de uma técnica altamente avançada de "fuçagem", consegui encontrar o maldito xml, que era responsável pelo apontamento dos arquivos dos efeitos sonoros do terminal.

Visando evitar a perda de tempo de outros iniciantes, acabei decidindo escrever essa dica que, mesmo vindo de um noob, acredito ser bastante útil para a compreensão do sistema.

Inicialmente, é preciso possuir um arquivo .ogg próprio, eu acabei não testando com os outros formatos fora do padrão, portanto, fique à vontade para testar.

Para conseguir um arquivo .ogg, você pode utilizar qualquer conversor de áudio como, por exemplo, o Audacity. Caso encontre alguma dificuldade, procure alguns tutoriais sobre o assunto. Com o arquivo "nome.ogg" em mãos, precisaremos movê-lo para a pasta do sistema.

Portanto, entre na pasta onde o arquivo inicialmente se encontra e digite o comando no terminal:

sudo mv nome.ogg /usr/share/sounds/gnome/default/alerts/

Com o arquivo de áudio na pasta correta, precisamos alterar o arquivo xml do sistema que indica quais os áudios e seus determinados caminhos, que estão disponíveis para o uso no terminal. Para isso, execute o comando:

sudo gedit /usr/share/gnome-control-center/sounds/gnome-sounds-default.xml

Com a janela do editor de texto aberta, você deverá acrescentar, logo após a linha onde está escrita a tag <sounds>, o seguinte trecho:

<sound deleted="false">
    <name>Nome</name>
    <filename>/usr/share/sounds/gnome/default/alerts/nome.ogg</filename>
</sound>

Feito isso, salve o arquivo com Ctrl+s e está tudo certo.

Pronto, agora basta ir em: Configurações → Som → Efeitos de som

E então, basta selecionar o seu arquivo.

Como eu não possuo informações suficientes para afirmar com certeza que essa maneira é efetiva em todas as distros, existe uma gambiarra que pode ser feita, caso dê errado. Com o seu arquivo "nome.ogg" pronto, execute o comando:

sudo mv nome.ogg /usr/share/sounds/gnome/default/alerts/

Após isso, você deverá substituir o nome de um dos arquivos originais da pasta para um nome reserva. No exemplo, usarei o arquivo "glass.ogg" e substituirei o nome dele por "glass1.ogg". Para isso digite:

cd /usr/share/sounds/gnome/default/alerts/
sudo mv glass.ogg glass1.ogg

Agora, devemos alterar o nome do seu arquivo de áudio para glass.ogg:

sudo mv nome.ogg glass.ogg

Pronto, basta ir em: Configuraçoes → Som → Efeitos de som

E então, basta selecionar a opção Glass, que estará referente ao seu arquivo de áudio.

Outras dicas deste autor

Erro: conexão cai após suspensão no Slackware [Resolvido]

Leitura recomendada

Editor Vim colorido + linhas numeradas no CentOS 6

Ativando o Multilib (forma fácil) no Slackware

Gerenciando pacotes no Linux - checkinstall

Miniatura de arquivos SWF no Linux

Pidgin - Recebendo mensagens offline

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário