dstat - Ferramenta de Monitoramento no Linux

O dstat é uma ferramenta para podermos monitorar servidores ou estações de trabalho em tempo real, muitas vezes substituindo as informações provenientes de outros softwares como vmstat, netstat e iostat. Estes últimos comandos costumam ser utilizados para coletar estatísticas de diferentes componentes do sistema, como a memória virtual, as conexões de rede e interfaces, CPU etc.

[ Hits: 1.393 ]

Por: Diego Mendes Rodrigues em 16/06/2020 | Blog: https://www.linkedin.com/in/diegomendesrodrigues/


Introdução



dstat - Ferramenta de Monitoramento no Linux

O dstat é uma ferramenta para podermos monitorar servidores ou estações de trabalho em tempo real, muitas vezes substituindo as informações provenientes de outros softwares como vmstat, netstat e iostat. Estes últimos comandos costumam ser utilizados para coletar estatísticas de diferentes componentes do sistema, como a memória virtual, as conexões de rede e interfaces, CPU, além de dispositivos de entrada e saída.

Por outro lado, o dstat é uma ferramenta poderosa, que pode nos fornecer as informações que antes conseguíamos de diversas outras ferramentas de sistema, como as citadas anteriormente, além de oferecer ainda funcionalidades adicionais, que permitem configurar a forma como serão gerados relatórios, ou seja, substituindo com vantagens todas as ferramentas normalmente utilizadas para obter estas mesmas informações.

Algumas funcionalidades do programa dstat:
  • Agregar as informações dos comandos vmstat, netstat, iostat, ifstat e mpstat;
  • Exibir as estatísticas simultaneamente;
  • Ordenar os contadores, sendo altamente extensível;
  • Suportar o agrupamento de informações relativas a dispositivos de blocos e de rede;
  • Exibir interrupções por dispositivo;
  • Suportar output colorizado, indicando unidades diferentes, em cores diferentes;
  • Exibir unidades exatas, conseguindo limitar erros de conversão o máximo possível;
  • Exportar as informações no formato CSV, permitindo sua importação em planilhas eletrônicas.

A instalação no Debian, Ubuntu e derivados pode ser realizada da seguinte forma:

sudo apt install -y dstat

Já a instalação do Arch pode ser realizada com o pacman:

pacman -S dstat

Para exibir uma lista de plugins que podem ser utilizados, basta digitar o comando abaixo:

dstat --list
Para exibir informações sobre qualquer um dos itens expostos acima, você deve digitar o nome do plugin, precedido por dois traços. Para informações sobre a configuração do CPU de sua máquina, utilize o seguinte comando:

dstat --cpu
Outro comando interessante é o "dstat --all", sendo uma abreviação para -cdngy, ou seja, CPU (c), Disco (d), Network (n), paginação (g) interrupções e troca de contexto (y sys).

dstat --all
O comando acima detalha os seguintes itens:
  • Uso de CPU por processos de usuário (usr), sistema (sys), bem como o número de processos ociosos (idl) e aguardando (wait);
  • Disco rígido: número total de operações de leitura (read) e gravação (writ)
  • Rede (network): número total de bytes recebidos (recv) e enviados (send) pelas interfaces de rede;
  • Paginação: número de vezes que uma informação é copiada para a memória (in) e para fora da memória (out);
  • Sistema: número de interrupções (int) e trocas de contexto (csw).

Caso você queira exibir as informações de CPU e memória, pode utilizar:

dstat -cm
As opções dos comandos podem ser combinadas, como por exemplo, para monitorar um único programa que está usando mais CPU e consumindo a maior quantidade de memória, podemos utilizar:
  • -c ==> Uso de CPU
  • --top-cpu ==> processo consumindo maior quantidade de CPU
  • -dn ==> estatísticas de discos e redes
  • --top-mem ==> processo consumindo maior quantidade de memória

dstat -c --top-cpu -dn --top-men
Outro recurso interessante é armazenar a saída do dstat em um arquivo no formato CSV, permitindo assim uma análise posterior, como no exemplo abaixo:

dstat --time --cpu --mem --load --output relatorio.csv 1 5

Neste exemplo, exibimos o tempo, CPU, memória, estatísticas de carga do sistema com um segundo de atraso e contagem de execuções definido em 5.

Conclusões

O dstat é um software que pode ser utilizado por administradores de sistemas Linux, ou por quem possui uma estação de trabalho e queira monitorar o consumo e a utilização do hardware. Caso você ainda não conheça essa ferramenta, instale ela e veja a quantidade de informação disponível. Se desejar mais informações do dstat, visite o site oficial:
   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor

Linux Lite - Distribuição Leve baseada no Ubuntu

Firewall com o UFW

Atualizar para o Ubuntu 20.04 LTS

GoAccess - Analisador de log em tempo real do Apache

VPS - Tutorial - Crie seu servidor

Leitura recomendada

Softmodem em Linux com dois kernels

KimTu GNU/Linux - Uma distro brasileira

Ginga-NCL no Ubuntu 10.04

GRIP - Conversão e ripagem de CDs em Linux

Zeiberbude - Gerenciador de Lan House e Cyber Café

  
Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts