Vamos usar Slack!

Dia desses navegando aqui pelo VOL, vi muitas coisas sobre Slackware, uma distro que usei por um bom tempo a alguns anos atrás. Fiquei com saudade! Então, resolvi instalar a distro novamente. Passei a usá-la e decidi documentar, através de vídeo, todo o processo para servir a mais pessoas.

[ Hits: 4.022 ]

Por: Marcos Bin Bash Oliveira em 30/05/2017 | Blog: http://terminalroot.com.br/


Introdução



Salve, salve, rapaziada! Eu contribuo pouco no VOL, no entanto, leio bastante dicas e artigos por aqui, pois é uma das maiores fontes sobre GNU/Linux no Brasil.

Dia desses, navegando aqui pelo VOL vi muitas coisas sobre Slackware, uma distro que usei por um bom tempo a alguns anos atrás e fiquei com saudade! Então, resolvi instalar a distro novamente. Passei a usá-la e decidi documentar, através de vídeo, todo o processo para servir a mais pessoas.

No meio de bastante coisa nova que o Slackware passou a ter e várias ferramentas que tem gerado a facilidade do uso dele, resolvi criar uma série #VamosUsarSlack e atualizar algumas informações dessa maravilhosa distribuição GNU/Linux.

Cabe ressaltar, que muitas dicas também foram extraídas aqui do VOL, de usuários como:
Também quero dizer, que ultimamente tenho percebido que muitas pessoas têm assimilado o conteúdo através de vídeos, onde pode-se compreender mais facilmente o tema apresentado. Baseado nessa informação, tenho procurado contribuir com a comunidade GNU/Linux com tutoriais em vídeo, até porque conteúdo escrito já há bastante na internet, principalmente aqui no VOL. Mas, tentei descrever alguns dados e deixei links através da escrita. Então, postarei o conteúdo do artigo para links dos vídeos onde há demonstração dos mesmos.

Como Instalar o Slackware 14.2

Slackware é o nome da mais antiga e conhecida distribuição Linux mantida ainda em evidência. Seu criador e responsável pela manutenção, Patrick Volkerding, estabelece uma meta de produção da distribuição baseada em simplicidade e estabilidade, alcançando o padrão de distribuição mais Unix-like, ao manter seus usuários nas camadas de configuração em console de modo texto, para uma total personalização do ambiente.

Além de seu uso profissional, é considerado também como uma distribuição de nível acadêmico, mantendo uma vasta documentação atualizada em sua raiz.

Fonte: Slackware - Wikipédia, a enciclopédia livre

Assista ao vídeo:
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Conectar Internet Wi-Fi por comando
   3. Ambiente MATE no Slackware
   4. Como personalizar e instalar programas no Slackware
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Tutorial: Jabber com OpenFIRE

Kolourpaint - Um editor gráfico muito útil

I-Educar no Gnu/Linux

RealBasic 2005: Um Visual Basic multi-plataforma!

Aplicativos Linux para o dia-a-dia

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Fellype em 30/05/2017 - 14:09h

Muito bom o artigo! Vai ajudar bem os iniciantes.
Acrescentando informação... Para os que desejam usar o Slackware focando em multimídia, existe o projeto Studioware - http://www.studioware.org/ - que possui uma coleção de SlackBuilds para softwares nas categorias áudio, vídeo e edição de fotos.

[2] Comentário enviado por Nissika em 01/06/2017 - 21:52h

Muito bom!
Uma dúvida, mesmo se eu estiver em um notebook sem acesso a internet a cabo irei conseguir fazer conexão a rede wireless usa esse método?

[3] Comentário enviado por xerxeslins em 08/06/2017 - 10:56h

Favoritei.

[4] Comentário enviado por edps em 08/06/2017 - 12:17h

Olá, obrigado pela citação em seu artigo.

Sobre o último vídeo, algumas coisas...

Não acho recomendável ficar mexendo na pasta de instalação do firefox, visto que ele é um pacote provido pelo próprio Slack (se não quer tê-lo basta remover via slackpkg), e tem dica aqui no VOL e acho que é do Xerxes Lins ensinando como passá-lo para pt_BR.

* ou se prefirir use uma dica como essa abaixo, de autoria do @albfneto (que o instala numa pasta em $HOME):

https://edpsblog.wordpress.com/2017/05/15/firefox-novo-em-toda-e-qualquer-distro/

Ou minha (instalação em 5 passos em /opt):

https://edpsblog.wordpress.com/2015/12/10/how-to-firefox-no-linux-em-5-passos/

Sobre o SLINT, tenho um tutorial para a versão 14.1, acho que basta alterar as versões:

https://edpsblog.wordpress.com/2015/12/25/how-to-slint-instalacao-do-slackware-em-pt_br/

Quanto ao SLIM, segue:

https://edpsblog.wordpress.com/2013/05/18/instalacao-do-slim-no-slackware/

* e acho que fora a configuração em /etc/slim.conf e no /etc/rc.d/rc.4, você também deverá adicionar o ambiente padrão em ~/.xinitrc

AInda sobre Display Managers, eu prefiro o LXDM, que também está disponível no SlackBuilds:

# sbopkg -r
# sqg -p lxdm
# sbopkg -i lxdm

Um abraço.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts