Trabalhando com init no Debian

Este artigo irá tratar de scripts de inicialização e manipulação relacionados ao init, como: rcconf, update-rc.d, sysv-rc-conf, sysvconfig, invoke-rc.d, na unha, scripts service, script de um rc.local para o Debian.

[ Hits: 180.485 ]

Por: Flavio Torres em 23/06/2006


Ferramentas para manipular os init



invoke-rc.d


O comando invoke-rc.d nada mais é que um script que faz o trabalho bem feito de invocação dos serviços localizados em /etc/init.d/<serviço>. Você deve passar como parâmetro padrão [ start | stop | force-stop | restart | reload | force-reload | status ].

Ex:

# invoke-rc.d squid reload

Uma dica, caso deseje utilizá-lo como um comando "service <serviço> [ parâmetro ]", você pode criar um alias:

# vi ~/.bashrc

alias service='invoke-rc.d'

Na Unhaa


Pronto, para quem gosta de bash, aí esta!

Copie o script para o diretório /etc/init.d/:

# cp script /etc/init.d/

Torne o script executável:

# chmod +x /etc/init.d/script

Entre no diretório /etc/rc2.d:

# cd /etc/rc2.d/

Crie um link para o seu script:

# ln -s /etc/init.d/script /etc/rc2.d/S19script

OBS: Como foi explicado anteriormente os scripts que iniciam com 'S' passam start como seu argumento, e o '19' assegura que o script seja chamado antes de quaisquer scripts contendo números 20 ou superiores.

Se você não precisa que o script seja um dos primeiros a iniciar, ou melhor que ele seja iniciado lá no final do boot, você pode colocá-lo como 99.

# ln -s /etc/init.d/script /etc/rc2.d/S99script

Para retirar o script da inicialização, apenas remova o link, assim:

# rm -f /etc/rc2.d/S99script

OBS: Os argumentos K e S devem, obrigatoriamente, estar em Caixa Alta (maiúscula).

Este problema de iniciar programas no boot é um problema crucial para os users do Debian e distribuições baseadas nela (arquivos em /etc/default não fazem efeito no Debian). No próprio manual dele, tem algumas coisas falando sobre isso. Dêem uma olhada no site do Debian.

Nota: por mais que eu não tenha especificado o Ubuntu, essa dica também vale para ele.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. rcconf
   3. update-rc.d
   4. sysv-rc-conf e sysvconfig
   5. Ferramentas para manipular os init
   6. Script Service1
   7. Service Script2
   8. Script RC.LOCAL
Outros artigos deste autor

Node.js para administradores de sistema

Business Intelligence - Pentaho 3.5 com PostgreSQL

Leitura recomendada

Montando Volumes no Docker

Stripe no LVM

ZFS no GNU/Linux

Acessar, ler e escrever em partições Linux no Windows

Linux no Pendrive: Definitivamente configurável e persistente

  
Comentários
[1] Comentário enviado por thelinux em 23/06/2006 - 16:08h

Flavio Torres - Parabéns! Seu artigo está massa!

[2] Comentário enviado por Xxoin em 25/06/2006 - 00:36h

Valeu Flávio!

Valeu pelo conteúdo e importância da informação...

[3] Comentário enviado por agk em 26/06/2006 - 15:08h

Muito bom, parabéns. Me ajudou a entender como funcionavam algumas coisas no sistemas de inicialização de services do Debian.
Para quem usa Debian é fundamental conhecer e dominar pelo menos uma dessas ferramentas para poder manipular os serviços sem problemas.
[ ]'s.

[4] Comentário enviado por dailson em 26/06/2006 - 15:16h

Realmente manipular init era uma caixa preta até ler seu artigo.
Valeu

Dailson Fernandes

[5] Comentário enviado por juliaojunior em 04/10/2006 - 16:52h

como sempre, os artigos do VOL ajudam a decifrar os segredos.

[6] Comentário enviado por rbn_jesus em 23/03/2007 - 17:11h

Estou com um problema em LVM, creio que vc possa me ajudar...
tenho uma configuração lvm em apenas 1 dispositivo, da seguinte forma:
xda1 - /boot - ext3
xda2 - lvm (lvm1 - / - ext3; lvm2 - swap)

como recupero as informações da 1ª partição do lvm neste despositivo?

[7] Comentário enviado por volcom em 14/09/2007 - 15:44h

Cara,

Muito util!!

abraço.

[8] Comentário enviado por douglas.giorgio em 20/01/2011 - 01:37h

cara, me ajudou muito, ja tava ficando louco pq meu firewall nao iniciava no boot ehehehehe


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts