Trabalhando com init no Debian

Este artigo irá tratar de scripts de inicialização e manipulação relacionados ao init, como: rcconf, update-rc.d, sysv-rc-conf, sysvconfig, invoke-rc.d, na unha, scripts service, script de um rc.local para o Debian.

[ Hits: 184.252 ]

Por: Flavio Torres em 23/06/2006


update-rc.d



Um outro mais interessante e MUITO mais eficiente é o update-rc.d.

Instalação:

# apt-get install file-rc update-rc.d

Utilização:

update-rc.d <nome> start NN runlevel . stop NN runlevel .

Nome é o mesmo nome do arquivo contido em /etc/init.d, NN significa a ordem em que eles serão iniciados/parados e runlevel especifica em quais runlevels eles serão iniciados/parados.

Exemplo com o script firewall.

NOTA: O arquivo deve estar dentro do diretório init.d.

# update-rc.d firewall start 20 2 3 4 5 . stop 20 0 1 6 .

NOTA: Se já existir uma entrada no arquivo como o nome especificado, update-rc.d não irá fazer nada.

Você também pode deixar os runlevels como padrão:

update-rc.d <nome> defaults [NN | NN-start NN-stop]

Colocando o defaults, ele irá deixar os runlevels para inicialização como: 2, 3, 4 e 5; e para finalização: 0, 1 e 6 (para saber mais, leia a manpage do init). NN indica que o arquivo terá a mesma prioridade na inicialização/finalização. Para deixar diferente, especifique NN-start para a inicialização e NN-stop para finalização.

NOTA: É recomendável sempre especificar um runlevel para os serviços serem finalizados.

Ex:

# update-rc.d firewall defaults

Já para remover um arquivo da inicialização/finalização, use:

update-rc.d [-f] <nome> remove

O -f pode ser usado para que o update-rc.d remova também links simbólicos. Este comando excluirá os links dos rcN.d, e conseqüentemente com que o serviço seja iniciado e parado manualmente, ou seja, você precisará usar o script em /etc/init.d/firewall <opção>.

Ex:

# update-rc.d -f firewall remove

Uma opção que pode ser usada em ambos os 3 comandos é -n. Ela faz com que update-rc.d simule o que aconteceria.

# update-rc.d -n firewall remove

Não se preocupe, ele irá mostrar a saída corretamente, porém, não haverá nenhuma alteração.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. rcconf
   3. update-rc.d
   4. sysv-rc-conf e sysvconfig
   5. Ferramentas para manipular os init
   6. Script Service1
   7. Service Script2
   8. Script RC.LOCAL
Outros artigos deste autor

Node.js para administradores de sistema

Business Intelligence - Pentaho 3.5 com PostgreSQL

Leitura recomendada

Montando partições para outros usuários acessar

Criando dispositivos RAID via software no Linux

Configuração do Autofs

Recuperando dados do Windows usando um live-CD

Clonando HDs via rede com G4U (Ghost for UNIX)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por thelinux em 23/06/2006 - 16:08h

Flavio Torres - Parabéns! Seu artigo está massa!

[2] Comentário enviado por Xxoin em 25/06/2006 - 00:36h

Valeu Flávio!

Valeu pelo conteúdo e importância da informação...

[3] Comentário enviado por agk em 26/06/2006 - 15:08h

Muito bom, parabéns. Me ajudou a entender como funcionavam algumas coisas no sistemas de inicialização de services do Debian.
Para quem usa Debian é fundamental conhecer e dominar pelo menos uma dessas ferramentas para poder manipular os serviços sem problemas.
[ ]'s.

[4] Comentário enviado por dailson em 26/06/2006 - 15:16h

Realmente manipular init era uma caixa preta até ler seu artigo.
Valeu

Dailson Fernandes

[5] Comentário enviado por juliaojunior em 04/10/2006 - 16:52h

como sempre, os artigos do VOL ajudam a decifrar os segredos.

[6] Comentário enviado por rbn_jesus em 23/03/2007 - 17:11h

Estou com um problema em LVM, creio que vc possa me ajudar...
tenho uma configuração lvm em apenas 1 dispositivo, da seguinte forma:
xda1 - /boot - ext3
xda2 - lvm (lvm1 - / - ext3; lvm2 - swap)

como recupero as informações da 1ª partição do lvm neste despositivo?

[7] Comentário enviado por volcom em 14/09/2007 - 15:44h

Cara,

Muito util!!

abraço.

[8] Comentário enviado por douglas.giorgio em 20/01/2011 - 01:37h

cara, me ajudou muito, ja tava ficando louco pq meu firewall nao iniciava no boot ehehehehe


Contribuir com comentário