Solução de backup para servidores Windows, Linux & BSD’s

Muitos administradores de redes heterogêneas tem dificuldades em deixar sua solução de backup homogênea. Muitas vezes uma solução de backup proprietária é muito cara. Neste artigo descrevo uma maneira simples e rápida para implementar uma rotina de backup para redes heterogêneas.

[ Hits: 125.876 ]

Por: Perfil removido em 17/11/2005


Considerações finais



Num primeiro momento, puxo todos os arquivos para o disco rígido do servidor encarregado do backup. Após isto ter sido concluído, efetuo a cópia em meio removível. Desta maneira, o servidor não demora para executar os backup diários (incrementais + diferenciais). Será demorado apenas na sua primeira execução (a máquina que conterá os arquivos precisará ter uma cópia de tudo o que possui nas demais máquinas).

Algumas coisas para se implementar nesta rotina:
    Segurança (esta rotina não utiliza-se de nenhuma validação de usuário/senha); Criptografia (os dados trafegam sem criptografia); Compressão (para não congestionar sua rede e poder executar o script nos horários de expediente e possuir mais de um backup por dia); Retorno do backup (pode-se exportar o diretório onde acontecem os backups via Samba para que esteja disponível facilmente via rede ao retornar os arquivos).

Mas estes itens, deixo para você, leitor, implementar em seus servidores...

Conclusão


Com este artigo procurei mostrar como é simples e fácil implementar um backup em seus servidores de modo a centralizar o backup e torná-lo mais homogêneo, facilitando o retorno da informação e minimizando as perdas no caso de um desastre.

Atenciosamente,

Luis Fernando Kieça
Analista de Tecnologia

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. O que você vai precisar
   3. Download, instalação e configuração do cwRSyncServer
   4. Exemplo do rsyncd.conf
   5. Rsync
   6. Juntando tudo
   7. Considerações finais
Outros artigos deste autor

Criando aplicação para detectar informações do sistema em Kylix

Gerando gráficos para interfaces de rede com MRTG

Exportando e importando confs do Putty em Windows

Turck MMcache completo e sem mistérios

Instalando Wine no Slackware 14.0

Leitura recomendada

Utilizando SSH com método de autenticação publickey + ssh-agend + ssh-add

Metaspoit: Brute force + invasão com meterpreter encriptado com RC4

Monitoramento de redes com o Zenoss

SSH: Métodos e ferramentas para invasão

PacketFence em Debian 6

  
Comentários
[1] Comentário enviado por sdrconsulting em 17/11/2005 - 11:04h

Luis, bom dia.

Meu amigo acabei de ler o seu artigo e quero parabenizar-lo, ficou muito bom mesmo.

Mais acredito que voce utilize o cwRSyncServer apenas em estações windows 98, pois as mesmas naum fazem a validação de usuarios.

Como apendice ao seu artigo, sugiro aos usuarios que os seguir façam uma pequena modificação no cwRSyncServer pós instalação, ou seja, quando instalamos o cwRsync em maquinas com o Windows 2000 ou XP, ele cria um usuario local com o mesmo nome do programa(cwRSyncSERVER), esse usuario deve ter direitos administrativos.

Caso esquecemos de fazer essa alteração no usuario criado pela instalação do cwRSyncServer, nosso backup sera um tanto vago. O motivo é bem simples, o usuario cwRSyncServer criado não tem poder administrativos, então ele apenas ira copiar os arquivos que tem permissões genericas (de controle total para todos os usuarios).


Para ficar mais claro o que eu estou tentando exlicar, vamos supor que temos em uma maquina o windows XP instalado com dois usuarios, 1º é o ZÉCA e o 2º é o João.

Ambos se logaram na maquina e ambos tem sua pasta meus documentos (cada usuario tem direito apenas sobre a sua pasta, não pode acessar a pasta meus documentos de outro usuaio). Porém o zequinha fez uma planilha e salvou esta na sua pasta dentro dos MEUS DOCUMENTOS. já o João fez uma carta e salvou na raiz do disco C:;


Se configurarmos o cwRSyncServer para backupear todo o disco C:, ele apenas ira conseguir backupear os documentos que ele conseguir ter acesso, no caso da planilha ele não ira backupear pois ele naum tem aceso a pasta pessoal do usuario, essa situação podemos evitar colocando o usuario gerado na instalação do cwRSyncServer no grupo administrativo.


Outro comentario, não é necessario compartilhar um disco ou um volume para rodar o cwRSyncServer, voce pode urilizar-lo sem criar o compartilhamento.

Valeu

[2] Comentário enviado por removido em 17/11/2005 - 13:39h

sdrconsulting,

Bem, as soluções de backup podem variar neste caso. Para você não criar os compartilhamentos, você necessitará enviar os arquivos da estação para a máquina que irá gravar em um dispositivo externo. Propus desta maneira para facilitar o gerenciamento (precisando gerenciar apenas um script de backup) ao invés de ter que gerenciar n+1 rotinas de backup (a de cada estação, bem como o script que copiará os dados para o dispositvo removível).

Quanto ao usuário do cwRSyncServer, quando escrevi este artigo, eu havia utilizado a conta do sistema para iniciá-lo (falha minha; esqueci de colocar no artigo). Quando utilizado com a conta do sistema, pelo menos comigo, fiz a cópia via cwRSyncServer e comparei o número de arquivos e diretórios, bem como os tamanhos. Não encontrei diferença alguma.

Mesmo assim valeu pela lembrança.

Atenciosamente,

Luis Fernando Kieça
Analista de Tecnologia.

[3] Comentário enviado por menega em 18/11/2005 - 13:39h

Ola Amigos,

Outra sugestão para o artigo, é a de adicionar o usuario cwRsyncServer ao grupo Backup Operators (Operadores de Cópia) ao invés de adiciona-lo ao grupo Administrators da maquina.

Esta conta esta presente nos sitemas microsoft Windows NT e superiores, lembrando que este tipo de controle só é valido para máquinas que tenham sistemas de arquivo NTFS.

O grupo backup operators possui permissões especiais para acesso ao file-system, onde seus membros podem copiar e restaurar qualquer conteúdo das pastas, porem os mesmos nao podem "ler/executar", isto é muito útil no aspecto de segurança, pois você libera o acesso na demanda das suas necessidades, sem contar que reforca a segurança do sistema operacional se comparado a solução de adicionar o mesmo no grupo administradores.

Esperando ter ajudado, e a disposição!

Abraços,

Marcello Meneghel
[email protected]

[4] Comentário enviado por mpinho em 19/11/2005 - 16:29h

Ainda não pude testar mas uma outra solução de backup multiplataforma e inclusive com uma interface web de restauração de arquivos é o backuppc

http://backuppc.sourceforge.net/


[5] Comentário enviado por eebiar em 19/01/2006 - 10:27h

Luis , gostei muito do seu artigo, porém tenho uma dúvida, há a possibilidade de se restaurar um backup no formato .TAR feito em linux, em máquinas / servidores windows?

[6] Comentário enviado por removido em 19/01/2006 - 12:43h

Você pode utilizar o winzip ou o winrar para extrair arquivos do .tar

[7] Comentário enviado por megumijr em 26/02/2009 - 16:22h

Utilizei o script para fazer backup de arquivos do Windows XP para o Ubuntu mas os nomes de arquivos com acentos estavam perdendo a acentuação no Ubuntu. Para resolver o problema, acrescentei dois parâmetros:

No rsyncd.conf, no windows: "charset=iso8859-1"

No script de backup, na chamada do rsync: "--iconv=utf8,iso88591"



Contribuir com comentário