Solução de backup para servidores Windows, Linux & BSD’s

Muitos administradores de redes heterogêneas tem dificuldades em deixar sua solução de backup homogênea. Muitas vezes uma solução de backup proprietária é muito cara. Neste artigo descrevo uma maneira simples e rápida para implementar uma rotina de backup para redes heterogêneas.

[ Hits: 126.073 ]

Por: Perfil removido em 17/11/2005


Juntando tudo



Agora que você já tem o rsync/cwRSyncServer instalado e configurado nos equipamentos que sofrerão backup, basta criar um script para fazer o backup e agendar no cron.

Eis um exemplo de script para backup de várias máquinas:

#!/bin/bash
#
#   backup.sh
#
#      Faz o backup dos servidores da rede, criando um subdiretório para cada
#      um dos diretórios exportados via rsyncd.
#
#   Autor: Luis Fernando Kieça
#   Criado em: 14/10/04
#   Última modificação em: 14/10/05
#


BACKUP_DIR"=/mnt/hdc1/backup"
BACKUP_SERVERS="172.30.31.250 172.30.31.251 172.30.31.252 172.30.31.253 172.30.31.254"

for SERVER in ${BACKUP_SERVERS}; do
   # cria o diretório do backup se não existir
   if [ ! -d ${BACKUP_DIR}/${SERVER} ]; then
      mkdir ${BACKUP_DIR}/${SERVER}
   fi

   # entra no diretório do servidor correspondente
   cd ${BACKUP_DIR}/${SERVER}

   # descobre os diretórios exportados
   SHARES=`rsync ${SERVER}:: | awk "{ print $1 }"
   for SHARE in $SHARES; do
      # Cria o diretório para cada compartilhamento (se não existir) e entra nele.
      if [ ! -d ${BACKUP_DIR}/${SERVER}/${SHARE} ]; then
         mkdir ${BACKUP_DIR}/${SERVER}/${SHARE}
      fi
      cd ${BACKUP_DIR}/${SERVER}/${SHARE}

      # Faz o backup do compartilhamento
      rsync -vurgoapl --delete-excluded${SERVER}::${SHARE} .
   done
done

OBS: Não esqueça de colocar a permissão para execução no script. :)

Agora, com o script criado, basta agendar a tarefa no crontab (ou no próprio agendador de tarefas do Windows).

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. O que você vai precisar
   3. Download, instalação e configuração do cwRSyncServer
   4. Exemplo do rsyncd.conf
   5. Rsync
   6. Juntando tudo
   7. Considerações finais
Outros artigos deste autor

Palavras, expressões e celebridades do mundo do software livre

Instalação e uso do Superkaramba

File Globbing ou Englobamento - Introdução

wpa_supplicant.conf - Configuração para WPA2-PSK

Migrando para Linux sem medo (parte 2)

Leitura recomendada

Defesa pessoal com o GPG, Nautilus Scripts, partições encriptadas e leves doses de paranoia

Trilhas de Certificação em Segurança da Informação - Qual caminho seguir?

Importar Chave GPG

Double Dragon: chkrootkit e portsentry, agora vai rolar pancadaria nos intrusos!

Cliente "automágico" Linux logando no domínio NT/Samba

  
Comentários
[1] Comentário enviado por sdrconsulting em 17/11/2005 - 11:04h

Luis, bom dia.

Meu amigo acabei de ler o seu artigo e quero parabenizar-lo, ficou muito bom mesmo.

Mais acredito que voce utilize o cwRSyncServer apenas em estações windows 98, pois as mesmas naum fazem a validação de usuarios.

Como apendice ao seu artigo, sugiro aos usuarios que os seguir façam uma pequena modificação no cwRSyncServer pós instalação, ou seja, quando instalamos o cwRsync em maquinas com o Windows 2000 ou XP, ele cria um usuario local com o mesmo nome do programa(cwRSyncSERVER), esse usuario deve ter direitos administrativos.

Caso esquecemos de fazer essa alteração no usuario criado pela instalação do cwRSyncServer, nosso backup sera um tanto vago. O motivo é bem simples, o usuario cwRSyncServer criado não tem poder administrativos, então ele apenas ira copiar os arquivos que tem permissões genericas (de controle total para todos os usuarios).


Para ficar mais claro o que eu estou tentando exlicar, vamos supor que temos em uma maquina o windows XP instalado com dois usuarios, 1º é o ZÉCA e o 2º é o João.

Ambos se logaram na maquina e ambos tem sua pasta meus documentos (cada usuario tem direito apenas sobre a sua pasta, não pode acessar a pasta meus documentos de outro usuaio). Porém o zequinha fez uma planilha e salvou esta na sua pasta dentro dos MEUS DOCUMENTOS. já o João fez uma carta e salvou na raiz do disco C:;


Se configurarmos o cwRSyncServer para backupear todo o disco C:, ele apenas ira conseguir backupear os documentos que ele conseguir ter acesso, no caso da planilha ele não ira backupear pois ele naum tem aceso a pasta pessoal do usuario, essa situação podemos evitar colocando o usuario gerado na instalação do cwRSyncServer no grupo administrativo.


Outro comentario, não é necessario compartilhar um disco ou um volume para rodar o cwRSyncServer, voce pode urilizar-lo sem criar o compartilhamento.

Valeu

[2] Comentário enviado por removido em 17/11/2005 - 13:39h

sdrconsulting,

Bem, as soluções de backup podem variar neste caso. Para você não criar os compartilhamentos, você necessitará enviar os arquivos da estação para a máquina que irá gravar em um dispositivo externo. Propus desta maneira para facilitar o gerenciamento (precisando gerenciar apenas um script de backup) ao invés de ter que gerenciar n+1 rotinas de backup (a de cada estação, bem como o script que copiará os dados para o dispositvo removível).

Quanto ao usuário do cwRSyncServer, quando escrevi este artigo, eu havia utilizado a conta do sistema para iniciá-lo (falha minha; esqueci de colocar no artigo). Quando utilizado com a conta do sistema, pelo menos comigo, fiz a cópia via cwRSyncServer e comparei o número de arquivos e diretórios, bem como os tamanhos. Não encontrei diferença alguma.

Mesmo assim valeu pela lembrança.

Atenciosamente,

Luis Fernando Kieça
Analista de Tecnologia.

[3] Comentário enviado por menega em 18/11/2005 - 13:39h

Ola Amigos,

Outra sugestão para o artigo, é a de adicionar o usuario cwRsyncServer ao grupo Backup Operators (Operadores de Cópia) ao invés de adiciona-lo ao grupo Administrators da maquina.

Esta conta esta presente nos sitemas microsoft Windows NT e superiores, lembrando que este tipo de controle só é valido para máquinas que tenham sistemas de arquivo NTFS.

O grupo backup operators possui permissões especiais para acesso ao file-system, onde seus membros podem copiar e restaurar qualquer conteúdo das pastas, porem os mesmos nao podem "ler/executar", isto é muito útil no aspecto de segurança, pois você libera o acesso na demanda das suas necessidades, sem contar que reforca a segurança do sistema operacional se comparado a solução de adicionar o mesmo no grupo administradores.

Esperando ter ajudado, e a disposição!

Abraços,

Marcello Meneghel
[email protected]

[4] Comentário enviado por mpinho em 19/11/2005 - 16:29h

Ainda não pude testar mas uma outra solução de backup multiplataforma e inclusive com uma interface web de restauração de arquivos é o backuppc

http://backuppc.sourceforge.net/


[5] Comentário enviado por eebiar em 19/01/2006 - 10:27h

Luis , gostei muito do seu artigo, porém tenho uma dúvida, há a possibilidade de se restaurar um backup no formato .TAR feito em linux, em máquinas / servidores windows?

[6] Comentário enviado por removido em 19/01/2006 - 12:43h

Você pode utilizar o winzip ou o winrar para extrair arquivos do .tar

[7] Comentário enviado por megumijr em 26/02/2009 - 16:22h

Utilizei o script para fazer backup de arquivos do Windows XP para o Ubuntu mas os nomes de arquivos com acentos estavam perdendo a acentuação no Ubuntu. Para resolver o problema, acrescentei dois parâmetros:

No rsyncd.conf, no windows: "charset=iso8859-1"

No script de backup, na chamada do rsync: "--iconv=utf8,iso88591"



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts