Slapt-get 0.10.2s - Conceitos Básicos

Este artigo descreve o funcionamento do gerenciador de pacotes slapt-get versão 0.10.2s. Este sistema acrescenta um gerenciador de pacotes ao Slackware. Artigo baseado em [1].

[ Hits: 4.027 ]

Por: Perfil removido em 31/03/2016


Introdução



Motivação:

Venho brincando com Slackware desde do evento systemd no Debian. Acredito que Slackware seja o último Linux de raiz. A dominação final do systemd se dará (provavelmente) na versão posterior a 14.2, daqui a uns dois anos (2018). Os testes foram feitos no Current 32. Use com cuidado, não me responsabilizo se slapt-get destruir seu sistema.

Características básicas

  • Slapt-get tenta emular o apt-get do Debian tanto quanto possível, entretanto, é um gerenciador de pacotes para Slackware.
  • Usa ferramentas nativas do Slackware como: installpkg, upgradepkg e removepkg.
  • Suporta pacotes do tipo tgz, tlz, tbz, e txz.
  • Suporta múltiplos repositórios com a capacidade de definir prioridades entre eles.
  • Mantém um cache de pacotes binários baixados.
  • Suporta múltiplos protocolos, graças a libcurl, como: ftp(s), http(s), file:/// e outros.
  • Continua downloads quebrados e checa integridade de arquivos baixados com MD5.
  • Exibe uma lista de pacotes instalados ou disponíveis, baseado no cache local.
  • Permite busca (search) utilizando expressões regulares (POSIX).
  • Baixa, instala ou remove pacotes por nome ou versão.
  • Baixa e aplica atualizações (updates) individuais.
  • Atualiza de uma versão de Slackware para outra com pouco esforço.
  • Exibe a descrição de um pacote, incluindo sua categoria, versão, tamanho, dependências (quando descritas), conflitos (quando descritos), sugestões, estado da instalação (consistência) e o changelog (quando disponível).
  • Exclui pacotes da atualização (blacklist) por nome ou expressões regulares.
  • Possui mecanismo transacional para instalação, remoção e upgrade; garantindo a consistência das operações como um banco de dados.
  • Previne downgrade acidental baseado no número das versões dos pacotes.
  • Possui um mecanismo de resolução de dependências, de modo recursivo, quando esses metadados estão disponíveis nos pacotes.
  • Suporta dependências do tipo hard, soft e condicional.
  • Resolve conflitos baseado em metadados, quando disponíveis nos pacotes.
  • Robustez no download de dados. Somente escreve as mudanças quando todas as fontes baixadas estão consistentes.
  • Atualiza as fontes somente se houver mudança (baseado no último download).
  • Suporta internacionalização (i18n) via GNU gettext.
  • Traduzido para 26 linguagens, inclusive o pt_BR.
  • Rápido? Sim, é rápido, escrito em C e fácil de expandir por scripts do shell.

Requerimentos de instalação

O pacote binário de slapt-get está disponível para Slackware 9.0+ (9.0 ou superior) nas versões 32 ou 64 bits no site do desenvolvedor.

Se deseja compilar os fontes vai precisar de um slackware 9.0+ com: make, gcc, curl, glibc, kernel-headers, binutils, zlib, gettext-tools, e openssl. Recomendado instalar gpgme para suportar verificação de segurança da chave pública do repositório. O pacote gpgme requer libgpg-error e check. Este artigo não cobre a compilação dos fontes.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. O arquivo /etc/slapt-getrc
   3. Obtendo os binários (ou os fontes)
Outros artigos deste autor

Samba 4 - Active Directory Open Source - Ubuntu 14.04.4

Faça o GNU/Linux falar as horas para você

O vale do silício no Brasil

PuTTY - Release 0.66 - Parte III

Banda Larga é um direito de todos!

Leitura recomendada

Openfire + Gateway + MSN

Slackware com HD SCSI

Instalando modem LG LM-I56N

Instalação do APT no SuSE 9.3

HAproxy + Stunnel (https) + CentOS 6

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 01/04/2016 - 11:01h

Por que será que eu fiquei com a impressão de que o slapt-get é melhor que o apt-get?
Ser do Slackware não conta.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
# apt-get purge systemd (não é prá digitar isso!)

Encryption works. Properly implemented strong crypto systems are one of the few things that you can rely on. Unfortunately, endpoint security is so terrifically weak that NSA can frequently find ways around it. — Edward Snowden

[2] Comentário enviado por xerxeslins em 01/04/2016 - 14:30h

Favoritado. Sou herege.

--
https://goo.gl/uu8OUX


Contribuir com comentário