Slackware não tem gerenciador de pacotes?! Não tinha!

Este artigo tem como propósito divulgar a ferramenta de gerenciamento de pacotes do Slackware, o slackpkg, que desde a versão 12.2 já é suportada oficialmente, e mostrar suas principais funcionalidades e como usá-las. Artigo atualizado.

[ Hits: 23.799 ]

Por: Hercules Merscher em 18/07/2009


O slackpkg



Para utilizá-lo temos que editar o arquivo /etc/slackpkg/mirrors, portanto, utilize o editor que preferir e mãos a obra.

# vi /etc/slackpkg/mirrors

Procure no arquivo os mirrors para sua versão e descomente a linha com o mirror desejado. Vai estar assim:

#Brasil, 150Mbit
#ftp://ftp.slackware-brasil.com.br/slackware-12.2/

Deixe assim no mirror escolhido:

#Brasil, 150Mbit
ftp://ftp.slackware-brasil.com.br/slackware-12.2/

Veja que somente a linha contendo o endereço ftp foi descomentada.

Caso não descomente ou descomente mais de um mirror, ao executar o slackpkg ele irá acusar erro. Se descomentar um mirror de uma versão antiga ele não irá atualizar nada, pois, já tem as versões mais atuais dos pacotes.

Para utilizar é muito simples depois de feitos estes passos. Vamos lá.

Para atualizar o mirror:

# slackpkg update

Instalando pacotes:

# slackpkg install pacote

Removendo pacotes:

# slackpkg remove pacote

Atualizar pacote selecionado:

# slackpkg upgrade pacote

Atualizar todos os pacotes:

# slackpkg upgrade-all

A versão "Current"

O slackpkg também lhe dá a opção de atualizar os pacotes para a versão Current, ou seja, a versão de desenvolvimento do sistema, onde você pode utilizar os pacotes mais atuais adicionados ao repositório pelos desenvolvedores.

Para fazer isso basta seguir os passos descritos para seleção do mirror, ao invés de escolher o mirror da sua versão basta escolher a versão Current, assim acabará com a próxima versão estável do sistema, e fica a seu critério depois recomeçar ou não o ciclo da versão Current.

Lembre-se, faça isso por sua conta e risco, pois estará utilizando pacotes instáveis, que poderão conter muitos bugs, mas devido a atitude conservadora de seu criador e mantenedor pode haver poucos problemas, e caso seja um usuário avançado saberá resolver, totalmente ou pelo menos parcialmente.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Slackware e os pacotes
   3. O slackpkg
   4. Outros gerenciadores de pacotes
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Configurando o aMSN para Lan House e/ou Cyber Café

Montando seu Linux a partir do fonte (método fácil)

Configurando o OpenOffice

Geekbench - Testando o Desempenho do Linux

Anthares, um sistema voltado para o usuário final

  
Comentários
[1] Comentário enviado por nicolo em 18/07/2009 - 17:53h

Bravo! Já utilizei o slackware 12, muito bom com dropline-gnome. Neste momento estou instalando o zenwalk , um derivado , se é que é derivado, do slack. É tão igual que parece
o slack12, mas com alguns mimos que o slack não tem.
O gerenciador de pacote netpkag é encantador.
O XFCE é muito bem bolado, simples e funcional.
O Slack está numa fase de transição ou em crise, sendo crise no significato stricto de sua origem grega: Um momento de mudanças e evolução.
O tempo está passando e o slack precisa se atualizar. As grandes distros como o Ubuntu e o OpenSuse não estão brincando.
Não há o que criticar na simplicidade do slack 12 ao qual sempre me referi como "charmoso".
Isto é necessário e ótimo, mas não é tudo.
Assim como o Ubuntu anda empurrando o Debian, o Zenwalk é uma referência de mimos para
empurrar o slack para os braços, digo para os computadores da galera iniciante.
Em informática o tempo passa muito rápido.
Bom artigo.

[2] Comentário enviado por pinduvoz em 18/07/2009 - 21:16h

Concordo plenamente com o nicolo.

O Ubuntu, ao incorporar facilidades no Gnome, vem deixando o Debian mais fácil de utilizar. Até mesmo algumas ferramentas que não são do Gnome estão encontrando o caminho para o Debian, sempre tendo em mira a facilitação do uso.

E o Slack está começando um longo caminho em direção à facilitação do uso ao incorporar um gerenciador de pacotes que resolve dependências.

[3] Comentário enviado por xerxeslins em 18/07/2009 - 22:21h

Só uma observação: embora seja o gerenciador padrão do Slackware, o Slackpkg basicamente automatiza o download dos pacotes e usa o pkgtools (gerenciador de pacotes primitivo) para instalar e remover programas... não resolve dependências pelo que eu sei.

[4] Comentário enviado por pinduvoz em 18/07/2009 - 23:05h

Se não resolve dependências e usa o pkgtools como base, para que ele serve?

Não seria o caso de usar um que resolvesse as dependências? Que eu saiba, há dois gerenciadores de pacotes para o Slack que fazem isso: slapt-get e swaret.

[5] Comentário enviado por xerxeslins em 18/07/2009 - 23:51h

A vantagem do Slackpkg é que ele facilita a atualização do sistema, além de facilitar a remoção de pacotes não oficiais, ele procura por pacotes nos repositórios, no sistema etc... enfim, automatiza a manutenção do sistema, porém, sem usar pacotes de terceiros.

Mesmo que não resolva dependência, se o usuário não utilizar pacotes de terceiros, não sentirá falta de dependências, pois o sistema atualizará todos os pacotes e o Slackware Full vem com todas as dependências para os seus aplicativos resolvidas. O problema surge quando se tenta instalar algo "de fora".

Ficou mais fácil manter o sistema na versão Current, por exemplo, sem ter que baixar manualmente os pacotes um por um. O Slackpkg faz tudo o que os gerenciadores normalmente fazem, mas com duas características que podem não agradar: não resolve dependência e só utiliza repositórios oficiais (não é possível adicionar repositórios de terceiros no Slackpkg).

Mas se o usuário costuma usar pacotes de terceiros, ele provavelmente continuará usando o Slapt-get ou o Swaret em conjunto com o Slackpkg.

Na verdade esse gerenciador só agradou mais a quem gosta de manter o sistema puro. Quem gosta de usar muitas aplicações GTK, por exemplo, não abandonará o Slapt-get. Infelizmente, para uso doméstico, quase sempre é necessário baixar algo que não está nos repositórios oficiais... Mas se o usuário usa KDE, provavelmente não precisará já que no Slack o KDE é completo. Mas aplicações GTK ficam um tanto a desejar...

[6] Comentário enviado por dbahiaz em 19/07/2009 - 01:39h

Posso estar enganado, mais esse papo de que slackware não é para iniciante se tornou um "mito" tão grande que chega a prejudicar essa distro fantastica, logico que não precisa ser um ubuntu da vida, mais no meu ponto de vista ela deveria se modernizar, e se tornar uma distro ao alcanse de todos, não digo mudar a sua essencia, mais mudar seu modo de ver o mundo moderno!! Se tudo evolui, porque o slackware não pode?

[7] Comentário enviado por edson_spbr em 19/07/2009 - 09:56h

Ubuntu = Windows Vista ou XP
Slack = Windows Server

[8] Comentário enviado por petslack em 19/07/2009 - 09:58h

Como o amigo xerxeslins disse, o slackpkg não resolve dependências, e realmente nem quer ter essa função, pois sua filosofia é como a do próprio Slack, K.I.S.S., para isso quem quiser resolver dependências pode usar o Slapt-get e o Swaret (gosto é gosto né!). Acho que slacker realmente não quer resolução de dependências, e nem quer que o Slack seja "moderno", mas sim que seja o mais simples, estável e seguro possível.
Slackpkg é uma ótima ferramenta, e ainda desenvolvida por um brasileiro!!!. E para quem quiser mais pacotes, não oficiais que não são suportados pelo slackpkg, pode usar outras ferramentas como o sbopkg.

[9] Comentário enviado por edersonhonorato em 19/07/2009 - 13:34h

O slackpkg foi uma idéia do PiterPunk(Roberto Freires Batista) para facilitar a vida de usuários novos do slackware, facilitando a instalação de pacotes no sistema. Vale dizer que essa ferramenta surgiu antes no slackware do que o slapt-get e swaret.

É uma ótima ferramenta de gerenciamento de pacotes ainda mais por ter sido criada pelo "Cara" do slackware.

Muito bom artigo, só faltou falar do guru PiterPunk.

T+

[10] Comentário enviado por xerxeslins em 19/07/2009 - 18:11h

Amigos,

há um artigo do próprio criador do Slackpkg onde ele fala um pouco sobre história e a utilização desse gerenciador:

http://piterpunk.info02.com.br/artigos/tutorial-slackpkg.html

abraço


[11] Comentário enviado por drakula em 20/07/2009 - 07:46h

Ainda existem dois projetos que não estão maduros e ambos são semelhantes ao portage do Gentoo segue o link dos dois projetos

Porpkg http://portpkg.berlios.de/

Emerde http://emerde.freaknet.org/

[12] Comentário enviado por volcom em 20/07/2009 - 09:20h

Legal que os "amantes" do Slack se rendam a algumas facilidades do nosso querido Debian!!!

Isso me encoraja ainda mais a utilizar o Slackware...e mostra que cada vez mais as distribuições estão deixando de lado o modo "na unha" e partindo para as facilidades que devem firmar o Linux ainda mais no mercado!

Abraço e parabéns!

[13] Comentário enviado por removido em 20/07/2009 - 09:46h

ótimo artigo

[14] Comentário enviado por Lisandro em 20/07/2009 - 14:34h

Já usava o Slackpkg antes, o Piter Punk fez um bom trabalho.

[15] Comentário enviado por removido em 21/07/2009 - 22:02h

Viva ao Piter Punk! \o/

[16] Comentário enviado por removido em 06/08/2009 - 11:45h

ótimo artigo [2]




Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts