Shell Script 1 - Básico

Neste artigo venho mostrar uma pequena introdução à linguagem de programação Shell Script.

[ Hits: 76.166 ]

Por: Perfil removido em 10/10/2010


Lidando com variáveis



Uma coisa muito legal de fazer no shell é trabalhar com variáveis, nela não há tipagem de variáveis como no C, Pascal etc... é tudo string e já era! =D

Para definirmos uma variável é muito fácil, nós somente escrevemos assim no script, de preferência no início do script para não ocorrer erros nos comandos:

VOL=16

A variável H.O.S. armazena o valor 16, para exibir o conteúdo de uma variável é muito fácil, basta executar o comando:

echo $VOL

No shell representamos uma variável usando o simbolo $, para ver as variáveis do sistema, aí vai uma dica... não tem em nenhum lugar... eu que pensei isso!!!

Digite no shell "echo $" (sem aspas) e aperte tab duas vezes... todas as variáveis do sistema vão aparecer... é importante saber quais são as variáveis do sistema, já que quando você define uma variável pode estar modificando uma do ambiente Linux, e pode trazer problemas ao sistema.

Para por exemplo exibir um texto na tela por uma variável você usa:

VOL="melhor site de Linux"

Você também pode exibir o texto e o conteúdo de uma variável...

VOL="estou no diretório $PWD"

Também pode armazenar um comando numa variável:

VOL=`dmesg; uname -r`

Ou seja, para executar um comando dentro de uma variável colocamos ele entre crases. =D

Mas aí fica a dúvida... e se eu quiser exibir na tela o texto "$USER" e não seu conteúdo em si?

Simples, é preciso utilizar as aspas simples, como no exemplo a seguir:

VOL='$USER'

Mas e se eu quiser apagar uma variável?

Simples também! Usamos o comando unset seguido do nome da variável a ser apagada sem o $:

unset USER

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Afinal, o que é Shell Script?
   2. Lidando com variáveis
   3. Lendo variáveis
   4. Controle de fluxo com o if
   5. Controle de fluxo com o case
   6. Controle de fluxo com while
   7. Usando funções
   8. Vamos à GUERRA, ops... ao debug!
   9. Opções no seu programa
Outros artigos deste autor

Slackware - Instalação com Tagfiles

Netbook Positivo Mobo White 1020 com Mandriva

Segurança na Internet

Instalando o Slackware sem sofrimento (parte 2)

Instalando o Gentoo Linux através do live-cd do Ubuntu

Leitura recomendada

Discar BrasilTelecom com PPPOE no Ubuntu 6.10

Bitwise - Escovando os bits

Programando em shell script (conceitos básicos)

Introduzindo um pouco mais a fundo o shell script (revisado)

Introdução ao Shell Script - Baseado no livro de Ken O. Burtch

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Sir.Guil em 11/10/2010 - 15:46h

Parabéns, pelo seu artigo, vai ajudar muita gente a começar a automatizar as coisas que estão acostumados a fazer.

[2] Comentário enviado por xerxeslins em 12/10/2010 - 02:02h

Boa! Quero mais =D~

[3] Comentário enviado por deza_tux em 13/10/2010 - 07:43h

Muito bom parabens =]

[4] Comentário enviado por removido em 25/10/2010 - 14:00h

Muito bom, bem claro e objetivo. Parabens.

[5] Comentário enviado por removido em 04/11/2010 - 14:59h

valeu ae galera =D, muita coisa que sei de shell script, aprendi aqui, comprei até um livro sobre o assunto, onde me aprofundei mais, então resolvi repassar meu conhecimento para quem vem chegando, acho que isso sim é ser livre (:

[6] Comentário enviado por wellingtonccr em 25/11/2010 - 13:49h

pow, o artigo ta bom, eu to começando a trabalhar com shell script agora, espero aprender bastante :)


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts