SQL Dicas & Truques (parte 2)

Este artigo é a continuação da série que nos apresenta dicas e truques que podem ser usados nas consultas SQL. Nesta segunda parte vamos descobrir como fazer para otimizar nossas consultas ao banco de dados MySQL, assim como algumas funções que irão nos ajudar a deixar o código-fonte do programa mais limpo e agilizar nossa vida.

[ Hits: 45.537 ]

Por: Fábio Berbert de Paula em 12/10/2003 | Blog: https://youtube.com/c/cotidianohackeado


Introdução



Independente da linguagem de programação que você escolhe para desenvolver seus projetos, uma sintaxe se torna onipresente em qualquer sistema que usa acesso à banco de dados, trata-se da linguagem SQL (Structured Query Language), que é usada para se comunicar com o banco de dados.

A SQL é uma linguagem padrão de acesso à banco de dados, porém dependendo do SGBD (Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados) escolhido, podem existir pequenas variações entre seus comandos. Por exemplo, o MySQL é rico em funções de formatação de data, coisa que não é verdadeira quando se fala em PostgreSQL. Alguns SGBDs possuem recursos que outros não tem, como suporte a transações, sub-queries, etc.

Para quem ainda não está acostumado com o jargão técnico adotado pelos administradores de banco de dados, um SGBD é o sistema responsável por gerenciar a forma como os dados/registros são armazenados de forma física no disco rígido de seu computador e a forma como esses dados são recuperados. O Linux é muito rico em diversidade de SGBDs, vou citar somente os que considero os três principais na categoria, perdoem-me por omitir os demais: O objetivo deste artigo é apresentar alguns truques de SQL baseados no MySQL, que é sem dúvidas o SGBD de maior sucesso quando se trata da combinação de Linux e Internet.

Este artigo pode ser considerado a continuação do primeiro da série: Este artigo é indicado para quem já possui alguma experiência com SQL.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Otimizando suas consultas SQL
   3. Formatando resultados
   4. Conclusão
Outros artigos deste autor

Organizando projetos com a classe FastTemplate (parte 1)

Clicador automático de Tinder com Python

Placa Intel PRO/Wireless 3945ABG no Debian Linux

Zello - Transforme seu Android (e GNU/Linux) num Walkie Talkie

Tags automáticas em URLs com a classe urlmatch da PHP

Leitura recomendada

Sincronização segura entre bancos de dados MySQL utilizando SJA

Instalando o MySQL no Slackware

Slackware + MariaDB (MySQL): importando e exportando arquivos TXT

Gambas2 e MySQL, aprofundando relações

Amarok: migrando de SQLite para MySQL

  
Comentários
[1] Comentário enviado por coyote53 em 13/10/2003 - 19:11h

Eae? Blz?
è o seguinte estou com um grande problema para mim sei que para voce é muito facil.
Criei uma ágina e mysql e php mas como pnho ela no ar?
Meu servidor é linux, sei poquisimo de linux.
E eu tembem queria saber mais sobre a segurança de paginas na WEB.
queria mais algumas dicas e toques que fiquei sabendo que vc entende.
ok
Desde já agradeço.

[2] Comentário enviado por fabio em 15/10/2003 - 14:13h

Te explicar de forma reduzida sobre como colocar uma página em PHP e MySQL no ar do zero e falar sobre a segurança das mesmas é praticamente impossível. Se tiver uma dúvida segmentada, manda ela um pouco mais detalhada, pois não deu pra saber em que ponto você parou ao tentar colocar a página online. Se você estiver começando do zero mesmo, te aconselho dar uma passada no manual do PHP: www.php.net ou até mesmo comprar um livro direcionado para desenvolvedores PHP e MySQL, que em qualquer livraria tem aos montes.

[]´s
Fábio

[3] Comentário enviado por sgs_1982 em 26/08/2004 - 10:32h

Olá Fabio,
Queria saber se o seguinte comando pode ser melhorado :

select data_ref_requerimento, num_requerimento from os where num_requerimento <> 0 and num_requerimento not in ( select num_requerimento from requerimento where requerimento.data_ref_requerimento = os.data_ref_requerimento)

As tabelas tem + ou - 100.000 registros.

Se vc poder me ajudar, agradeço muito ...

Se puder me retornar, meu email é : [email protected]

Atenciosamente,

Samuel


[4] Comentário enviado por albertomarlboro em 21/01/2008 - 10:18h

Muito bom Fábio, obrigado por compartilhar !


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts