Replicando e distribuindo armazenamento de arquivos através de quatro servidores usando Cluster (GlusterFs) no Debian Lenny

Este artigo mostra como montar passo-a-passo um cluster com quatro servidores para distribuição de arquivos com alta disponibilidade usando GlusterFS no Debian Lenny.

[ Hits: 40.250 ]

Por: Rodrigo Bonicenha Ferreira em 03/07/2009


Metendo a mão na massa - Configurando os servidores



Agora configuraremos os servidores GlusterFS (realize os passos abaixo em todos os servidores).

O GlusterFS não está disponível como um pacote Debian (já se encontra sim, porém achei melhor baixar e instalar seguindo fielmente o artigo original), consequentemente teremos que instalar o mesmo na mão.

Primeiro instalaremos os pré-requisitos:

# aptitude install sshfs build-essential flex bison byacc libdb4.6 libdb4.6-dev

Após instalar os pré-requisitos faremos o download da última versão do GlusterFS (http://www.gluster.org/download.php) a partir do link que vos segue como veremos nos passos abaixo:

# cd /tmp
# wget
http://ftp.gluster.com/pub/gluster/glusterfs/2.0/LATEST/glusterfs-2.0.2.tar.gz
# tar -xvfz glusterfs-2.0.2.tar.gz
# cd glusterfs-2.0.2
# ./configure --prefix=/usr > /dev/null


No shell, após realizar os comandos acima, digite o comando abaixo e verá a saída que segue:

# ./configure --prefix=/usr > /dev/null

GlusterFs configure summary
= = = = = = = = = = = = = = =
Fuse client : no
Infiniband verbs : no
epoll IO multiplex : yes
Berkeley-DB : yes
libglusterfsclient : yes
mod_glusterfs : no ()
argp-standalone : no

Agora, ainda dentro de /tmp/gluterfs-2.0.2:

# make && make install
# ldconfig


Após isso rode o comando:

# glusterfs --version

A saída do comando acima irá lhe mostrar a versão que você instalou, deve ficar igual abaixo (neste caso 2.0.2):

# glusterfs --version
glusterfs 2.0.2 built on JULY 29 2009 17:23:10
Repository revision: 5c1d9108c1529a1155963cb1911f8870a674ab5b
Copyright (c) 2006-2009 Z RESEARCH Inc. <http://www.zresearch.com>
GlusterFS comes with ABSOLUTELY NO WARRANTY.
You may redistribute copies of GlusterFS under the terms of the GNU General Public License.

Agora criaremos alguns diretórios:

# mkdir /data/
# mkdir /data/export
# mkdir /data/export-ns
# mkdir /etc/glusterfs


Agora criaremos o arquivo de configuração do servidor GlusterFS em /etc/glusterfsd.vol, pois é este arquivo que define qual diretório será exportado (/data/export) e qual cliente poderá conectar.

Em nosso exemplo usamos o 192.168.0.104 = cliente1.exemplo.com.br, lembra-se?

# vi /etc/glusterfs/glusterfsd.vol

volume posix
   type storage/posix
   option directory /data/export
end-volume

volume locks
   type features/locks
   subvolumes posix
end-volume

volume brick
   type performance/io-threads
   option thread-count 8
   subvolumes locks
end-volume

volume server
   type protocol/server
   option transport-type tcp
   option auth.addr.brick.allow 192.168.0.104
   subvolumes brick
end-volume

Salve e saia do arquivo de configuração /etc/glusterfsd.vol.

Por favor, note que é possível usar uma gama infinita de endereços IP fazendo o permissionamento usando toda uma faixa de endereços IP, por exemplo, 192.168.* fará com que toda a rede 192.168.X.X acesse o volume. Você também pode usar a vírgula para separar diversos endereços IP, por exemplo: 192.168.0.120, 192.168.0.121, 192.168.0.122.

Lembrem-se que aqui neste artigo está sendo mostrado como implementar um servidor CLUSTER para garantir alta disponibilidade de arquivos e não para visar 100% de segurança, para isso devemos usar outros meios.

Após as configurações acima devemos criar os links para inicialização do script nos servidores com o comando que segue abaixo:

# update-rc.d glusterfsd defaults

Após atualizar o update-rc, damos início ao script glusterfsd:

# /etc/init.d/glusterfsd start

Pronto, a primeira parte está feita!

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Notas Preliminares
   2. O que temos que saber antes de começar?
   3. Metendo a mão na massa - Configurando os servidores
   4. Instalando e configurando o GlusterFS na estação cliente
   5. Verificando configurações
   6. Verificando e testando alta disponibilidade
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Acessando disquetes no Linux

Checando seu sistema de arquivos com fsck

Entendendo o ReiserFS

Configuração de Servidor NFSv4 no CentOS 6

Criando uma rede entre o PC Virtual com Linux e o Windows usando Virtual PC

  
Comentários
[1] Comentário enviado por dastyler em 03/07/2009 - 17:44h

Òtimo artigo!!

Fico imaginando como funcionaria em apenas dois computadores com tudo isso virtualizado...aff...:-P
Sem contar que achei mais simples do que a tradicional dobradinha DRDB + heartbeat...

Vou testar a solução em um ambiente virtualizado para ver se funfa..vai ajudar bastanta a resolver problemas de disponibilidade essa solução!!

[]´s




[2] Comentário enviado por kernel_rj em 03/07/2009 - 18:26h

Para que você não fique somente imaginando, lhe respondo agora!!!! (Esse ambiente foi totalmente virtualizado através do virtual box...) heheheheehehehehehe...
Se no virtual box funcionou perfeitamente, imagina no XEN ou VMWARE???
Abs,

[3] Comentário enviado por cvs em 04/07/2009 - 09:28h

Bastante interessante...
Testar isso também..
Valeu pelo texto.

[4] Comentário enviado por tomassoni em 07/07/2009 - 12:05h

Amigo, gostei muito do artigo achei aparentemente fácil de implemntar apesar de não ter colocado a mão na massa.
Mas estou com uma dúvida:
Tenho hoje um servidor de arquivos, samba, vamos supor que eu queira implementar o seu artigo, hoje tenho um diretorio Ex: /arquivosnarede e dentro dele um diretório para cada departamento /arquivosnarede/sac /arquivosnarede/financeiro etc.
Eu consigo apontar para esse diretório ao invés do seu /data/export ?
Se já tenho tudo lá, inclusive o conteúdo :), na primeira configuração/inicialização o GlusterFs irá realizar a replica dos existentes? Gostaria de usar entre duas máquinas, o meu servidor de arquivos e mais a réplica, isso é possível?


Agradeço desde de ja atenção.

[5] Comentário enviado por marcelohcm em 26/08/2016 - 16:00h

quando vou fazer a montagem no cliente da erro
root@noc-05:/# glusterfs -f /etc/glusterfs/glusterfs-client.vol /media/glusterfs/
root@noc-05:/# df -h
df: “/media/glusterfs”: Ponto final de transporte não está conectado


alguem pode me ajudar? as maquinas se resolvem na rede


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts