Quando o Linux me deixou na mão

Quando o Linux me deixou na mão não é um artigo para menosprezar o Linux e sim uma forma de expor as dificuldades que enfrentei e sugestões de melhorias.

[ Hits: 10.569 ]

Por: Delton em 04/06/2008


O Gerente



Eu já testei muitas distribuições Linux. Cada uma tem suas vantagens e desvantagens. Atualmente tenho instalado o Windows Server 2008 e o Fedora 8 e vou mostrar que desta vez o Linux me deixou na mão.

No final de uma quinta-feira qualquer o gerente da empresa me avisou que minha sala seria usada para uma apresentação para os sócios. A apresentação era constituída de um vídeo, algumas planilhas e alguns documentos.

Por garantia pedi um tempo para testar tudo. Então meus problemas começaram:

O vídeo a ser apresentado eram vários arquivos .swf e um executável. No Windows bastava executá-lo e pronto. No meu caso, não funcionou. Não consegui instalar nenhum player para os .swf rapidamente. Utilizei o Adicionar/Remover para instalar um player, mas nas inúmeras tentativas que fiz aconteceram erros de dependência. Como eu tinha pressa, expliquei pro gerente que não seria possível exibir o vídeo.

Parti então para os documentos. O Open Office abre os arquivos do Microsoft Office melhor que este, porém eu tinha inúmeros gráficos nas planilhas. Resultado: os gráficos ficaram ilegíveis. Aí já não tinha mais o que ser feito.

Expliquei pro gerente que ele precisaria usar outro computador, um com Windows mesmo. Ele entendeu, mas me pediu pra gravar tudo em CD. Bom, eu não tinha nenhum software para gravar CD. Tentei instalar o Brasero. O Gerenciador de Pacotes queria atualizar o Bind e o Cups para poder instalar o Brasero. Decidi que isso era o fim. Avisei o gerente que na minha máquina não seria possível fazer nada do que ele esperava. Fiquei devendo uma pra ele.

A conclusão

O fato narrado não quer de maneira nenhuma desmerecer o Linux. Porém eu enfrentei dificuldades no momento em que eu mais precisei. Não vou largar o Linux, pelo contrário, busco formas de contribuir para torná-lo um pouco mais acessível aos usuários.

O Windows pode ser instável, inseguro e caro, mas geralmente é mais fácil de usar. Talvez porque exista uma certa resistência a mudanças.

Eu estava com um projeto se substituir grande parte dos Windows, Offices e compania, mas acho que ainda é um pouco cedo. Um dos grandes males do Linux são as inúmeras distribuições que não tem foco em objetivo nenhum. Sem um alvo definido você não acerta nada.

Concluo esse desabafo esperando que o Linux possa um dia ser a ferramenta ideal para que eu execute todas minhas tarefas com segurança, facilidade, rapidez e o melhor de tudo, livremente!

   

Páginas do artigo
   1. O Gerente
Outros artigos deste autor

Desligamento automático seletivo com apcupsd

Leitura recomendada

Porquê a mascote do Linux é um pinguim

Necessidade do profissional de informática

Zenwalk 5.2 - Minhas impressões

À procura por pacotes em distros Debian-based (Ubuntu, Linux Mint e outras)

Linux Mint 7 Gloria

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fabio em 04/06/2008 - 16:40h

Olá Delton,

Passei 3 meses decidindo se publicava seu artigo ou não :)
Vamos lá, quando você citou dificuldades em instalar um CD Burner, o que ficou claro pra mim foi o seguinte: como administrador de redes e usuário de Linux na sua empresa, o mínimo que você teria que dominar é como instalar um pacote em sua distribuição. Neste caso achei que você teve uma imagem errônea do Linux como desktop por falta de preparo.

Existem dezenas de dicas no VOL que ensinam a instalar um swf player, com pouco tempo de pesquisa isso poderia se resolver. Quanto à formatação do documento sendo perdida no OpenOffice, aí não sei o que dizer, até porque não uso esse tipo de editor de texto.

Na pior das hipóteses aí, ao invés de sugerir a instalação do Windows ao seu gerente, bastava instalar o VirtualBox no Linux e instalar uma cópia de seu Windows preferido nele, roda que é uma beleza! Finalizava a apresentação e boa, voltava pro seu querido Linux. :)

Enfim, será que se viessem com um aplicativo maluco que você nunca instalou faltando 15 minutos pra apresentação você conseguiria deixá-lo funcionando no Windows? Complicado né!? Você teve um desafio jamais enfrentado no Linux e sem prazo, natural não conseguir a tempo.

Um abraço.

[2] Comentário enviado por tecnicodiegorato em 04/06/2008 - 16:43h

sei como são essas coisas, sou usuário do linux a pouco mais de 1 ano, tendo começado a me aprofundar devido as exigências do meu chefe que queria produtividade aliada ao baixo custo, tinhamos que implementar um servidor samba com senhas e restrição por usuário,

ótimo, hoje uso o Mandriva PowerPack 2008.1 aqui na empresa e em casa,

porém começaram as dificuldades, o sistema da empresa roda em web, deveria abrir em qualquer browser, porém o Firefox não o renderiza adequadamente, o Opera dá uma melhorada, mas longe de se chegar ao perfeito, o Konqueror que já vem de brinde com o KDE nem se fala,

sempre crio vídeo-aulas e apresentações em vídeo para enviar para os clientes, no linux não obtive sucesso, resultado, tenho uma maquina virtual rodando o

Ruindow$ XP com os programas simples, fáceis e intuitivo, e sem precisar ficar resolvendo dependencias, como meu parceiro de TI costuma dizer: "o linux é um ótimo sistema operacional, porém ainda tem muito que melhorar em relação ao usurário final"

e concordo com ele ainda mais com a quantidade de distros que existem sem nenhum propósito, como você, Sem um Alvo definido não se acerta nada.

[3] Comentário enviado por Auk4 em 04/06/2008 - 16:53h

Concordo, em parte. Concordo com a parte da falta de suporte ao flash no linux. Posso estar enganado, mas até hoje não achei nenhum player decente que rodasse tão bem arquivos swf como no windows. Como também não achei uma boa alternativa ao flash mx ou 8.0.

Mas, tenho que discordar da parte dos textos e planilhas. Os desenvolvedores de suites office para linux não tem obrigação de ficar dando total suporte as extensões criadas pela microsoft (se bem que isso seria bom).

Quanto ao brasero, nunca usei ele. Uso o kurumin e o k3b funciona numa boa aqui.

[4] Comentário enviado por Teixeira em 04/06/2008 - 16:56h

Nao entenda meu comentario como critica destrutiva, mas acontece que NAQUELE MOMENTO faltou-lhe o profissionalismo que sua funcao exige. Nos anos 80 o Joze ja' escrevia sobre essas apresentacoes, suas caracteristicas e consequencias. Em suma, e agora voce ja' aprendeu, nao se deixe apanhar de surpresa. Prepare-se! a partir de agora, comece a buscar as solucoes multimidia que voce precisa para atender aos requisitos da empresa. O que aconteceu e' que voce estava despreparado para enfrentar o desafio. De qualquer forma, acho que todos nos somos gratos por voce ter compartilhado sua experiencia conosco. Um abraco!

[5] Comentário enviado por kalib em 04/06/2008 - 16:59h

Acho que a resposta do fabio foi perfeita para a situação..concordo plenamente com ele...
A propósito, não sei porque dessas dificuldades.
Eu utilizo linux a um bom tempo e como organizador de eventos posso lhe garantir que meu notebook sempre esteve pronto "pro que der e vier".
Digo isso porque quando se organiza um evento com palestras, deve-se estar sempre pronto para receber os palestrantes, bem como suas palestras...
Eles sempre trazem em cds, pendrives, etc..
Mas nunca passei por uma dificuldade como as que você citou na hora do evento...O OpenOffice sempre deu conta das palestras deles, os players de vídeo também... Enfim....sempre deu legal e em cima da hora.
Para não dizer que foi 100% de sucesso, só tive uma dificuldade uma vez em cima da hora que foi o caso de um projeto em específico que não funcionou legal, mas era um problema na resolução que eu estava usando na hora...apenas precisei mudar a resolução e funcionou perfeitamente.
É uma pena que sua experiência tenha sido essa..de qualquer forma, esperamos que você mude em breve seus conceitos buscando e resolvendo seus problemas com a ajuda da comunidade que já passou pelos mesmos. ;]

abraço

[6] Comentário enviado por leobragatti em 04/06/2008 - 16:59h

ratolastehara, acho que em relação a sites, deveria ser observado se o site da sua empresa foi desenvolvido dentro dos padrões da Web
Caso não saiba, a versão do IE 8 que finalmente roda 100% nos testes do Acid2
Então falar que os browsers não rodam corretamente o site pode ser erroneo da sua parte, e se o problema era browser, existe o IE4Linux que ja vi muita gente comentando a respeito, poderia tentar utilizar um deles
Como disse o fabio, existe muitos tutorias aqui no VOL, e muita gente disposta tambem, basta apenas correr atras

Abraços,
Leonardo

[7] Comentário enviado por tecnicodiegorato em 04/06/2008 - 17:08h

Ao amigo leobragatti :

sim o Web Site e exranet da empresa foi desenvolvido nos moldes e padrões WEB, e funciona muito bem no I.E seja ele 6 ou 7, não estou dizendo que o Browser não roda perfeitamente todos os sites, só disse que o site que eu mais necessito usar ele não "monta" corretamente, uso o linux muito bem em casa, navego na internet sem preocupações com vírus e a estabilidade fica lá em cima, mas como o amigo Giaco disse o linux deixou ele na mão, e comigo também já aconteceu, mas concordo com os amigos do VOL que são situações que devemos persistir e assim triunfaremos.... poético não???

[8] Comentário enviado por icehawk em 04/06/2008 - 17:09h

É assim mesmo... é complicado querer rodar coisas do Windows no Linux. Apesar dos esforços, essa compatilidade está longe de acontecer. O Windows não mantém compatibilidade nem com a última atualização dele mesmo, quanto mais com o Linux. Se você tivesse um pouco mais de tempo é quase certeza que conseguiria instalar tudo o que precisava. Ou pelo menos já saberia que esses arquivos não abririam corretamente no Linux e já avisaria o chefe. O negócio é tentar sempre deixar a máquina o mais "multimídia" possível e testar vários formatos de arquivos antecipando as necessidades dos usuários. Anotar sempre o que não é possível executar ou converter, arrumar uma solução ou passar logo pra chefia. Documentos do Office sempre vão apresentar problema, porque não é de interesse da Micro$oft que seus arquivos sejam utilizados em outros sistemas e eles sempre inventam uns enfeites e penduricalhos que não vão abrir no Linux e nem na versão anterior do Office...

[9] Comentário enviado por removido em 04/06/2008 - 17:10h

olha, eu acho que tu tá mto certo quando cita a grande quantidade
de distribuições do linux como sendo uma dificuldade. porém acho que o
comentário do fabio é muito válido. tvz um pouco mais de preparo
ajudaria. se bem que eu sendo iniciante nesse mundo do linux nao poderia
criticá-lo, pq se fosse comigo, certamente eu teria as msmas dificuldades
pelas quais tu passou hehehe bjo

[10] Comentário enviado por removido em 04/06/2008 - 17:14h

leobragatti "basta apenas correr atras"

como citado no artigo, ele não dispunha de muito
tempo até a apresentação. tvz por isso ele não
tenha tido a oportunidade de correr atrás ^^

bjo

[11] Comentário enviado por vitor.jjb em 04/06/2008 - 17:42h

sinceramente amigo, você que deixou o linux na mão.
Nada ae é complicado, só não é "next" "next" "finish" igual Windows...

Um sistema operacional não te deixa na mão quando VOCÊ não sabe utiliza-lo, e sim quando vc sabe, e ele não funciona, oq ue acontece com o Windows que trava!


Acho que da proxima vez tem que mudar sua atitude, ao inves de nao conseguir e desistir, tente ate o final...
Pois agora o seu chefe tem uma ideia d Linux errada, de que nao funciona nada... A verdade nao eh essa. a verdade é que vc nao sabia mexer.


[12] Comentário enviado por pirilon em 04/06/2008 - 18:04h

ótimo artigo...

linux ainda possui algumas falhas mas falhas que podem ser solucionadas...


[13] Comentário enviado por melecajou em 04/06/2008 - 18:13h

gostei mto do comentário do vrsinfo, pois qdo comecei no linux não sabia fazer mta coisa e fazia mta hagada, porém qdo alguns colegas meus diziam "esse linux não presta, tu não consegue fazer nada nele..." eu respondia com um "o problema não é o sistema e sim eu que não sei usá-lo"... acho que essa devia ter sido a sua postura ao se deparar com estes problemas pois, como mostrado nos comentários, com um pouco de pesquisa vc rapidamente teria resolvido eles.

[14] Comentário enviado por giaco em 04/06/2008 - 19:00h

Esse artigo demorou uns 3 meses para ser postado. Talvez hoje eu nem o escreveria mais, porque desde aquele dia passei a ver as coisas de outro jeito. Aqui mesmo no VOL nos últimos meses participei de muitas discusões sobre Windows e Linux e o pessoal aqui é na maioria xiita...
E naquele dia eu não tinha tempo. Não é todo dia que o gerente precisa da máquina do cara de TI pra fazer uma apresentação... Hoje estou preparado pra isso também!
Então hoje procuro ver o que cada SO tem de melhor. Uso os dois e pronto.
Sinceramente não procurei um player para o Flash, porque o vídeo era um arquivo executávle, não era pra rodar no navegador. Já converti o arquivo para um formato mais portável.
A planilha cheia de gráficos não abre ainda nem no Open Office 3, e com certeza a culpa é da Microsoft. Mas eu preciso usar os documentos, então estou mudando, um a um para serem compatíveis com o Open Office, ou seja, preciso refazer todos gráficos.
Quanto a gravar cd, percebi que havia sido meu erro: como estava testando o Fedora, acabei fazendo bagunça nas dependências e por isso não deu certo instalar o Brasero. Hoje o uso sem grandes problemas.
As vezes eu tenho problemas de compatibilidade e procuro pesquisar uma solução. Ontem mesmo fui solicitado a instalar um Corel Draw em uma máquina para abrir um documento .cdr. Não podia investir R$ 1400,00 reais para abrir um arquivo, então pesquisei e encontrei o Uniconvertor que converte os cdr para um formato padrão, por exemplo, svg. Ele até que converteu, mas apareceu apenas metade da informação. Então consegui com que salvassem o arquivo em svg e abri no Inkscape.
Quase todo santo dia me deparo com algum problema de incompatibilidade, mas mesmo assim procuro soluções. Obrigado aos que entenderam o que quis dizer no artigo, obrigado aos que me xingaram, vou levar como um incentivo.

[15] Comentário enviado por equeiroga em 04/06/2008 - 19:21h

Bom, normalmente, o pessoal acha que o setor de tecnologia tem todas as soluções prontas, já na agulha, mas muitas vezes não é assim. Com certeza vc passou por isso por causa do tempo mesmo. Querem tudo em cima da hora :), e nessa nós nos ferramos!!!

Particularmente, eu acho o linux perfeito para servidores, mas, pelo fato de aplicativos para windows ainda dominarem, temos muitos problemas com compatibilidades em várias áreas, como web, multimídia, textos e planilhas. Em um comentário aí foi citado o IE4LINUX. Carrega o conteúdo igual ao IE mesmo, mas as aplicações em flash ficam uma porcaria. O OO carrega arquivos do MS Office, mas vira e meche tem algum problema, corrompe os arquivos.... Enfim, os exemplos são vários.

A culpa é do linux??? Eu mesmo respondo.... claro que NÃO. Pelo contrário, o linux por estar englobado na filosofia de software livre, busca universalizar as soluções e facilitar a vida de todos nós, administradores de sistemas, de redes, simples usuários, desenvolvedores... enfim... todos :)

[16] Comentário enviado por f_Candido em 04/06/2008 - 19:30h

Bom, foi um desabafo. Mas os problemas apresentados somente demonstram a falta de conhecimento específico para aquela necessidade. Ninguém nasce sabendo, mas buscar a informação é imprescíndivel.


Abraços

[17] Comentário enviado por michel5670 em 04/06/2008 - 19:39h

Colegas eu acredito quando temos ambientes misto temos ai um grande problema,a microsoft tenta monopolizar dificultando a interação de aplicativos como e o caso pacote ms office que faz um texto simples abrir desformatado no openoffice.

[18] Comentário enviado por michel5670 em 04/06/2008 - 19:44h

O colega giaco foi infeliz neste artigo.
Logo aqui no viva o linux!!!

[19] Comentário enviado por Ruy_Go em 04/06/2008 - 20:24h

Eu tbm entendo como um desabafo, porém concordo que o amigo nao estava preparado para tal situaçao, e que ainda por cima deixou as demais pessoas que estavam envolvidas diretamente e indiretamente com uma má impressao com relaçao ao linux. Nunca usei o braseiro, uso o k3b, mto simples e facil de usar, sobre os demais, a galera acima fizeram os comentários que eu faria... entao acho que o que te apetou foi a falta de tempo para se preparar, e a falha de sua parte, foi em omitir que voce tambm nao estava 100% preparado para resolver aquele problema.
Porem todos nos estamos sujeitos a erros e falhas...

[20] Comentário enviado por User-kuruma em 04/06/2008 - 21:33h

Cara, instala e configura tudo antes. Na net tem inúmeros tutoriais e guias que ensinam como deixar qualquer distro rodando tudo o que você quiser sem problemas.

[21] Comentário enviado por fulllinux em 04/06/2008 - 21:51h

Bom, minha opinião...
Acho que para uma reunião, um evento ou o que seja de tão interesante para empresa, nosso equiamento já com muita antecedencia tem de estar preparado para recebelo, não simplesmente apontar para um e dizer: "É este que iremos usar".
Até mesmo nós seres humanos, se não nos sentimos preparados não fazemos nada, imagine quando dependemos de uma máquina e essa tambem não está preparada?
Não se jogue de um prédio esperando que Deus lhe segure!
Não jogue nada no Linux esperando que ele possa resolver seu problema sem você fazer basico antes!

[]'s

[22] Comentário enviado por izavos em 04/06/2008 - 22:19h

Concordo com o colega “Teixeira - faltou-lhe o profissionalismo“.

Concordo com o colega “fabio - falta de preparo“.

Minha opinião sobre seu artigo!

Linux não e sistema e Kernel, a distro que você utiliza segundo sua afirmação e que deixou você na mão “fedora8”.

A distro sim para todos os tipos de user e finalidades sugiro uma análise com mais cuidado antes de fazer afirmações.

Perguntas que me surgem diante do texto.

Quem foi que implantou o sistema na empresa que você trabalha?

Essa pessoa fez uma análise das necessidades da empresa bem como dos user?

Qual foi o critério de escolha da distro em questão?

Comesse a se perguntar, e tenho certeza que você vai perceber que não e tão simples, e outras questões vão surgir.

Minha Conclusão.

È bem mais fácil compra uma maquina de escrever e uma régua de calculo do que implantar um sistema computadorizado em uma empresa. Não concordo com muitas afirmações de seu artigo, mas a um ponto positivo nisso tudo. Que todos os profissionais que se propõe a implantar um sistema em uma empresa deve ter o máximo cuidado ao executar. Máxima atenção no levantamento das necessidades e planejamento cuidadoso são necessário para minimizar danos e resolver problemas.

Se posso me atrever a dar um conselho a você: “procure desenvolver todo o seu trabalho com soluções de softlivre usando alguma distro em Linux. E não fique tentado remendar problemas, resolva com as ferramentas que tem amão. Lebrese da Missão APOLLO 13 aquilo sim é que era problema”.

[23] Comentário enviado por edirlf em 04/06/2008 - 22:36h

Use Linux! Use e abuse, aprenda, prepare-se. Você aprenderá, motivará quem está a sua volta a usar também e não ficará na mão quando mais precisar.

[24] Comentário enviado por josef em 04/06/2008 - 22:47h

Olha Giaco, me pareceu que você foi com muita sede ao pote, foi você que indicou utilizar o linux? se foi, de que forma foi apresentado os beneficios e as dificuldades, olha eu já consegui a troca em algumas empresas, mas deixei bem claro que temos que manter sempre a mão o velho windows, caso o linux não de conta do recado, outra coisa não se espelhe profissionalmente nos xiitas do viva o linux, é nestas oras que você pensa, pó fui acreditar naquele post, e olha só maior mico, o verdadeiro profissional deve informar a empresa que o linux é otimo, mas não é perfeito, portanto pra não micar tenha sempre o win quardado na gaveta e o chefe ciente da realidade....

[25] Comentário enviado por stremer em 04/06/2008 - 23:15h

só uma observação:
Qdo as pessoas falam em padronização e linux com o mesmo objetivo já começa errado. Padrão vai contra software livre. Distribuição sim, essa deve ter padrão (e nem sempre tem), neste caso a escolha infeliz foi a distro.
Imagine você rodando uma solução linux no windows, é o que vc tentou fazer, portanto vc tinha no minimo que testar antes. Office Microsoft != OpenOffice, portanto não é culpa nem do linux, nem do fedora e nem do open office. Devia ter obedecido um padrão no documento. Flash não tem mta compatibilidade no linux então não devia ter usado. Qto a gravação de CD prefiro nem comentar, pois vc não deve saber nem pra que servem as dependências mas enfim...
Imagina um usuário de Mac acostumado a editar seus videos (em algum software da Apple) precisar trabalhar com o Windows. Vai ser uma porcaria. Culpa do Windows? Não... pense nisso antes de tirar suas conclusões. Solução windows deve usar windows, solução linux usar linux!

[26] Comentário enviado por angeloo em 05/06/2008 - 00:31h

Caro Giaco, eu não concordo quando vc diz que foi xingado, apenas você foi pego desprevenido, mas vc pecou em não se preparar para o que poderia acontecer em um situação como essa....
Eu acho que você estava com uma distro errada, Fedora...eu acredito que se você estivesse usando ubuntu ou kubuntu, os seus problemas seriam bem menores, ou seja vc teria que escolher uma distro de acordo com o que vc precisa na empresa....mas como administrador de rede como vc é, acredito eu, vc deveria ter pelo menos em sua máquina o VMWARE e dentro do VMWARE vc instalaria o Ruwindows, ai sim vc daria um show para a sua chefia, ele ficaria tão satisfeito com sua eficiencia que ele mesmo tambem iria querer usar linux.....só lembrando nem o proprio ruwindows é 100%, o que acontece é que vamos instalando os programas de acordo com o vem aparecendo de novo, e o linux é assim também....

[27] Comentário enviado por dbahiaz em 05/06/2008 - 00:58h

Concordo com vc stremer
Muita gente vê o linux como um sistema que tem que ter tudo funcionando perfeitamente, mesmo se as aplicações são proprietarias e feitas para o outros sistemas.

Gostaria de parabenizar o Moderador, não sei qual o motivo de segurar o topico por 3 meses, mais percebo que foi a melhor escolha, pois, o proprio autor reconheceu alguns deslizes, imagino se fosse no fervor da "decepção", o rumo do mesmo poderia ter cido outro.


[28] Comentário enviado por marcus-rj em 05/06/2008 - 01:03h

Isso deveria estar na seção de perguntas. Acho que foi postado errado.

[29] Comentário enviado por jwalker em 05/06/2008 - 01:18h

Fala nada... aehuaehaeuaeuh

Véi hj em dia o wine roda o Office 2003 com tranquilidade (0.9.58 pra frente)....

E No Fedora é só dar um yum install q tá pronto... quer coisa mais facil? Use o Yumex então... (Yum Grafico, maravilhoso)

Coisa extremamente Básica!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

E Dessa vez eu concordo esse é um artigo sem causa.

[30] Comentário enviado por k1t0n em 05/06/2008 - 02:47h

Comigo aconteceu tbm, mas foi o contrário, o linux q salvou a pátria, na empresa q trabalho ia ter um treinamento e tinha q ser mostrado um video, video esse q estava em .vob o WindowsMediaPlayer q é uma bomba não rodou, resultado. Meu notebook com o mandriva 2008.1 rodou q foi uma beleza.......hauhauahua!!!

[31] Comentário enviado por wgdesigner em 05/06/2008 - 08:45h

Caro Giaco quando eu usava windows, após de termida a instalação eu instalava um antivirus, depois o office, o winrar, codecs de audio e video, nero, diversos players, atualizava o sistema instalava o msn etc. Tonha comigo um Chek-List pois fazia o mesmo nos clientes. Sem isso o meu windows não funcionava direito, não atendia as minhas necessidades. Hoje uso somente o linux no caso o fedora e o procedimento é o mesmo instalo o fedora, o repositório livna, os codecs, os players, o k3b, k3b-mp3 (pra gerar cd de audio) enfim ainda sigo um chek-list. Não digo q é impossível mas é muito dificil meu fedora me deixar na mão e em relação a web vc deu uma resposta que o site está dentro dos padrões, me desculpe mas não está e eu falo isso porque já trabalhei muito tempo como webdesigner e o IE 6 e 7 não segue os padrões W3C e se funciona somente nele é porque está fora dos padrões, no caso falta de profissionalismo dos desenvolvedores..

[32] Comentário enviado por removido em 05/06/2008 - 09:02h

eu gostei do Artigo e concordo com vc, Linux ainda precisa de algumas coisas para se tornar o desktop padrão para todos ...........

[33] Comentário enviado por timm em 05/06/2008 - 09:15h

Já aconteceu isso comigo no Ubuntu. Por isso não uso-o. :-)

[34] Comentário enviado por eduardo em 05/06/2008 - 09:38h

Parece que já vi esse ARTIGO num TÓPICO. Estranho não?!?!

Ou to ficando louco já :P

[35] Comentário enviado por removido em 05/06/2008 - 09:42h

Cara...se vc apanhou para o FLASH, alguns Executáveis do Window$, e para gravar um CD(poderia ter gravado em modo texto),e JÁ está com este "ar de desistencia" vc não vai muito longe no mundo do Linux....desculpe-me..

[36] Comentário enviado por adrianoturbo em 05/06/2008 - 10:18h

Quando o Linux nunca me deixou na mão
Alguém tem que escrever um artigo desses,inacreditável que o Linux possa ter deixado alguém na mão,a não ser o despreparo dessa pessoa com essa ferramenta.
Vida longa ao linux .

[37] Comentário enviado por isaack em 05/06/2008 - 10:32h

Ola Delton

Concordo com o fabio. Eu sou programador trabalho com Delphi e Kylix e estou portando pro Lazarus, que está cada dia melhor. Primeiro, eu usei o linux em casa, uns dois anos e fui me acostumando com a idéia. Minha sugestão a todos, é conhecer distros como o Kurumin, Biglinux, Ubuntu. São distros capazes de oferecer um desktop decente (office, multimedia,internet), facil de instalar e tem muita documentação, dicas. Eu particularmente uso o Kurumin como segunda distro (minha distro mesmo é o slackware) , pela facilidade, pois já com tudo que o usuario desktop precisa. Se não conhece, experimente.

[38] Comentário enviado por Teixeira em 05/06/2008 - 11:14h

Eu gostaria de deixar bem claro que o que eu disse e' que faltou profissionalismo NAQUELE MOMENTO.

Volta e meia os profissionais de TI sao perseguidos por adversidades, e tem de ser ageis como felinos para poder se dar bem.

Logo quando terminei meu curso de Assembly (patrocinado pela empresa onde trabalhava) tive de fazer as pressas um sistema de folha de pagamento.

E ai' descobri que dependia de visita do tecnico para desproteger a maquina e ficar aguardando a carga das duas fases do assembly para somente entao gravar novamente o firmware.
Ou seja: Esse processo era tao caro, que tive de aprender linguagem de maquina em dois ou tres dias (!!!) para poder fazer o tal sistema, pois o mes ja' estava correndo...
Felizmente deu tudo certo.

Mais um caso de sucesso:
A igreja que eu frequento acaba de adotar o Linux como ferramenta oficial.
O pessoal da informatica desenvolveu todo o sistema administrativo em cima de um derivado do Ubuntu e, tendo em mente que a operacao desse sistema e' geralmente efetuada por pessoas leigas, conseguiu instalar e demonstrar todo o passo-a-passo em apenas 20 minutos!
Os que nao gostaram ou nao entenderam foram muito poucos.
E por incrivel que pareca, as pessoas mais simples receberam a novidade com muito mais entusiasmo.
Hoje nao faco mais parte da informatica da igreja, mas no passado fui voto amplamente vencido ao sugerir o Linux. Venceu na epoca o Windows 95 com o seu respectivo Office, o que veio a gerar uma despesa imensa, pois eram centenas de departamentos a serem informatizados, obrigatoriamente com licencas oficiais.
Ali atualmente o Linux permite ate' mesmo o uso de CAD (2 programas) e edicao multimidia, o que significa que nada deixa a desejar quanto a plataforma anterior.




[39] Comentário enviado por joserribeirojuni em 05/06/2008 - 11:25h

O linux, hoje ta muito forte, depois do ubuntu mais especificamente, linux ficou mais facil para usuarios iniciantes, ja hoje é mais facil instalar um programa no linux do que no windows, é simples, mas como o Giaco disse, hoje ele não tem mais essa mesma visão !
Abraço.

[40] Comentário enviado por smoisesr em 05/06/2008 - 12:10h

O GNU/Linux dificilmente irá deixar na mão alguém que seja no mínimo curioso, tudo está documentado e muito abundantemente.
Se o problema foi falta de tempo, foi realmente falta de tempo dedicado ao GNU/Linux.

[]'s

[41] Comentário enviado por michelazzo em 05/06/2008 - 17:35h

VLC resolvia o problema do vídeo (apt-get install vlc)

Pedia para qualquer pessoa exportar os gráficos/planilhas em um PDF.

Faltou iniciativa.

[42] Comentário enviado por marquinhos1875 em 05/06/2008 - 18:13h

?comentario=O problema da planilha e do video é outro
Provavelmente essa planilha e o video foram feitos no ruindows para serem apresentados no linux
Os programas que fasem isso são produsidos com tecnologia reversa, isso chega bem perto do original mais isso e bem perto, nao e o original
se fosse tudo produsido com o linux, tenho certeza que iria funcionar tudo redondo
Ou se a M$ abrissem os codigos .....
Quanto a instalação de pacotes, acho que vc ainda tem uma certa dificuldades ou coisa parecida

[43] Comentário enviado por meiolouko em 05/06/2008 - 18:31h

Boa tarde comunidade,

Não entrar em méritos de capacidade ou não, acho que isso não falta, tanto que nosso amigo correu atrás.

Acho que o problema se chama PADRÃO.

Todo PADRÃO, deve no minimo, ser utilizado em tudo.

Caso dos browsers citados, se é IE, se é FIREFOX, o IE não faz o padrão do que deveria ser feito como determinado pela WEB.

Ele possui até suas próprias funções de javascript que só funcionam nele, é complicado critiar um sistema operacional ou software, por conta de outro que não usa um padrão.

Concordo que pra usuário final o linux é complicado mesmo. Mas eu nunca tive problemas com Linux. Acho que a questão é correr atrás, e não ficar esperando que algo caia de bandeja.

Não levantar bandeiras, cada um com seu cada um. Como costume dizer para meus amigos, eu trabalho com os dois sistemas, e no Linux eu só não faço chover.

Mas creio que o problema de nosso amigo foi mesmo tempo. Tempo hábil para resolver.

Como dizem:

Apertar um parafuso qualquer um aperta, saber quantas voltas dar são poucos.

Abraços.

[44] Comentário enviado por Thiago (Chicão) em 05/06/2008 - 18:52h

"Um dos grandes males do Linux são as inúmeras distribuições que não tem foco em objetivo nenhum. Sem um alvo definido você não acerta nada."

Concordo plenamente. Há uns tempos havia começado a brincar de médico (em ambos os sentidos) com o Slackware com a intenção de gerar um LiveCD. Acabei precisando de uma "clínica" (LiveCD Howtos do sempre amigo Slax) pra ver se aquilo não era infrutífero. Acabei com recomendações de "criar uma Distro".

Então freei. Lembrei que existem muitas distros (DynaBolic, Momonga, Pupunha, Puppy Linux, Sabayon, Kurumin, Tinfoil Hat, Linspire, HAD HAT, etc) e eu não queria que fosse "mais uma". Como por um certo tempo vi que de fato não havia um alvo definido... parei.

Atualmente defini como parte alvo - e graal - dar um jeito de o tipo de pacote (deb, rpm,tgz,tbz,dsl,etc) ser - quase - absolutamente irrelevante pra distro. Enquanto não "cresce", ficou apenas uma caixinha de ferramentas em cômodos - e bugados - 259 megas.

Quanto ao CDROM, acho que realmente não havia chovido na horta... ao menos isso o Linux - e alguma coisa que use o growisofs - devia ter quebrado o galho. O executável ainda passava.

Enquanto isso, uso os Linuxes e o que não gosto (ex. Leitores de imagens padrão) vou anotando...

[45] Comentário enviado por deivid.veras em 05/06/2008 - 19:18h

Ate fiquei sem o q falar!

Mas em resumo ate eu q to a apouco tempo com o LINUX num posso reclamar!

Tu teve prazo lhe faltou profissionalismo pra atender a nescessidade, não e falha do linux a falha e sua!

Desculpa se fui grosso!

[46] Comentário enviado por leonardorg em 05/06/2008 - 21:11h

existe um programa que roda os executaveis do windows no linux, se chama wine.
é só abrir o terminal como root e digitar apt-get install wine

[47] Comentário enviado por Thiago (Chicão) em 05/06/2008 - 21:39h

O Wine não resolve 100% dos problemas...

E plugin de flash resolve fácil.

Pânico, pressa, pressão = Problema. O negócio do "Windows" abrir sozinho é uma coisa velha do tempo que o IE era mais simples, ele simplesmente "abria" SWFs. Até minha mãe fazia isso - e usava o CTRL-F pra dar fullscreen de um flash. Não conheço similar pra Linux, no entanto.

[48] Comentário enviado por nicolo em 05/06/2008 - 22:17h

?comentario=O articulista, como usuário tem razão. Tem toda razão. Há toneladas de distro sem objetivo e o velho equívoco de achar que o usuário é um despreparado. Se o Linux quiser sair dos laboratórios precisa enfiar na cabeça dos seus criadores que existe alguém que quer utilizar. Há distros que já entenderam isso outas que são apenas diversão de cientistas.

[49] Comentário enviado por julianjedi em 05/06/2008 - 23:35h

Simplesmente sem comentários, nunca tive problemas com linux, e nem com a forma de executar alguma tarefa.. ai vai uma dica para vc, nem tudo se resolve com apenas 2 cliques, as vezes mesmo no windows temos que usar a cabeça, ja tive problemas para gravar cds no linux tbem, porém não joguei tudo para o auto e falei .. olha não consigo fazer... abri o google e escrevi assim... " como gravar cds no linux" ... adivinha onde vim parar ... VOL... ai segui algumas dicas .. e aprendi... e olha que gastei apenas alguns cliques :P, mas não desanime ... é apenas uma questão de tempo para o linux ficar mais amigavel...

[50] Comentário enviado por cvs em 06/06/2008 - 08:18h

apenas impericia...

[51] Comentário enviado por amolinux1 em 06/06/2008 - 08:23h

ideologia não combina com tecnologia.

A Microsoft sempre vai existir.
O Linux já é realidade nos servidores, mas ainda falta muito.
Qualquer um vai ter problemas com seu SO. E, pessoas com conhecimento em Linux ainda é pouco.

Mas, espero que o Lininux em desktop cresça mais. Neste momento que está crescendo é o MAC.


[52] Comentário enviado por liviocf em 06/06/2008 - 09:45h

Ao abrir esse artigo tive uma surpresa! Não por encontrar mais um usuário reclamando que o Linux não abre determinados arquivos da M$Office ou não roda flash, mas pelo simples fato de que ainda hoje vemos os aplicativos do Linux como "substitutos free" para aqueles que rodam nativamente no M$. Fiquei pensando: E se eu que preparo apresentações no meu notebook com Ubuntu e OpenOffice preparasse uma palestra e tentasse abrir num Office2007? Será que conseguiriam abrir minha apresentação?? A culpa seria do M$Office, pois não possui suporte ao padrão do OOffice.
Acho que alguns vêem o Linux como alternativa "mais barata" e não melhor! Mas posso dizer firmemente: uso Linux há muito tempo e pra mim é escolha! E quando tento abrir qualquer arquivo criado em aplicativos "by win" e não consigo não me importo, pois sei que incompatibilidades são normais, mas só para o Linux "são uma falha", pois "esse teu sistema não abre isso!".
Estou cheio disso, quero ver alguns amigos do mundo Win abrir alguns arquivos meus sem antes suar em busca de aplicativos.... mas sei que vão continuar dizendo que a culpa será do "meu sistema que não é Win".
Isso não vai mudar pessoal, pois temos que mudar a mentalidade muito antes do sistema que roda no computador!!

[53] Comentário enviado por wladcrippa em 06/06/2008 - 23:34h

Gostei do comentário anterior! Temos que parar com essa de ficar justificando quando não abrem arquivos proprietários feitos para rodar quase que exclusivamente no Windows! Poxa, o Linux busca universalizar padrões, facilitar! Se a po*** da M$ só pensa no oposto, em criar os "seus" padrões novos para impor ao mundo, problema deles!! Vamos seguir construindo a nossa alternativa do Software Livre!!!

Quanto aos problemas enfrentados por nosso amigo, penso que foi mais a pressa, que diz o ditado, de forma correta, é inimiga da perfeição. Não vejo problema, a princípio, em rodar/abrir nenhum dos arquivos que ele precisava. Talvez fosse necessário apenas um tempo maior para se preparar ;-)

Abraço a todos e todas!

[54] Comentário enviado por filip_dash em 06/06/2008 - 23:58h

Uso linux há mais ou menos uns 4 anos, e posso dizer realmente que não se aprende nada de uma hora para outra.
Apanhei muito tentando instalar programas, tentando resolver erros de dependências,fazer programas ''for'' windows funcionar via Wine, até aprender a duras penas como realizar essas tarefas.

Quando se fala em mudar parte, totalmente ou apenas 1 máquina, os SOs de uma empresa, tem que pelo menos ter um sistema já configurado ''pro que der e vier'', já que pode acontecer em uma empresa que resolver adotar o linux, a situação do artigo.
Claro que não vai ser perfeito, por que tem as incompatibilidades com os arquivos do Office, Auto Cad, Corel Draw,.... Mas pelo menos se tem uma base para fazer pelo menos o básico.

Caro ratolastehara, existe um software que permite fazer vídeo aulas, o nome é xvidcap, que permite gravar cerca de 35 minutos de vídeo aula ininterruptos(ou até mais dependendo do tamanho da tela utilizada). Se você usa o Mandriva vai no Synaptic>procurar>xvidcap e instalar.

[55] Comentário enviado por thiagopriest em 07/06/2008 - 00:19h

Sim apanhou para executar um arquivo .swf, o cara está de sacanagem né. Saber instalar programas é o básico sendo que trabalha na empresa com Linux.

O maior absurdo que eu vi no Artigo foi o fato de não ter conseguido gravar o cd, sim desde quando precisar de programa para queimar cds? hahhhahaha meu deus modo texto no konsole ou ainda espeta o cd driver e pronto move os arquivos pra pasta do Burn e acabou.

....
Falar mal do Linux por incompetência é injustiça.
Se não sabe usar pelo menos aprende.

[56] Comentário enviado por removido em 07/06/2008 - 09:46h

?comentario=concordo com o thiagopriest , era dever do Delton, saber e deixar tudo funcionando no seu micro, e um absurdo dizer que o linux deixou na mao e sim ele deixou o linux na mao. agora ficou a ma imagem do linux para toda a empresa, isso que e incompetência.

[57] Comentário enviado por linux_addicted em 07/06/2008 - 11:56h

Olá senhores,

Sou simplesmente fanático por linux, trabalho com sistemas unix a 11 anos e quando descobri o linux foi demais, mas concordo com o post quando diz a respeito da falta de foco do linux realmente acho que o linux acabou perdendo muito tempo e hoje poderia estar tão grande quanto o Win ou até maior que o Win em número de usuários, e sinceramente admito me surpreendi com a ultima versao do Ubuntu (8.0.4) afinal instalei em 4 máquinas diferentes aqui (2 notes e 2 desktops) todos de marcas e configurações diferentes e para não dizer que eu não tive que instalar nenhum drive na mão, tive somente que instalar uma webcam de 1 dos notes portanto isto é muito bom....e está sendo visível a evolução e digo até que muito mais rápido que os outros sistemas operacionais.
Agora também temos que entender que hoje existem diferentes Sistemas Operacionais com diferentes aplicações onde umas funcionam melhor ou não em cada um, portanto é uma questão de opção, eu por exemplo adoro mexer com audio e tentei várias aplicações no linux e até no Win mas na minha opinião o melhor com audio é o Mac portanto tenho um Mac para esta finalidade.
Agora a respeito de deixar na mão eu discordo pois a algum tempo o linux não deixa mais nada na mão é apenas uma questão de pesquisa nas comunidades na internet que vc sempre acha, não estou dizendo que é fácil ou dificil mas que tem aqui no VOL ou na net em geral sempre tem, e se caso não tiver basta postar a dúvida que a comunidade te atende tirando as suas dúvidas.

Abraço!

[58] Comentário enviado por GuilhermeAugusto em 07/06/2008 - 17:27h

Discordo, discordo, discordo.
Não sei quanto à disponibilidade de tempo, nem dos detalhes da ocasião por que você passou. O fato é que arquivos .swf podem, sim, ser exibidos sem problema no Linux, ou mesmo convertidos para .avi ou .mpg. Certamente não é tão simples como seria no Windows, e nem deveria ser.
Quanto à formatação do OpenOffice, certamente não foi o Linux quem te deixou na mão. Nem sequer o OpenOffice. O vilão da estória é o MS Office em si, que não segue o padrão dos outros editores (em um mundo ideal sem pirataria em que as pessoas pagam R$400,00 pelo Office, certamente haveria muitos artigos do tipo "Quando o [insira aqui uma alternativa ao Office] me deixou na mão"). E sobre o Brasero, daí eu nem sei o que dizer. Mas me soa como um problema naquela pecinha entre o monitor e a cadeira.

Enfim, afirmo com segurança em nome de toda a comunidade Unix que, ao contrário do sugerido no texto, você foi quem deixou o seu sistema na mão (enfatizando que, por ignorância, não levei em conta as condições de tempo que lhe era disponível na ocasião).

[59] Comentário enviado por GuilhermeAugusto em 07/06/2008 - 17:48h

ratolastehara: quanto ao website, não há sequer de ser cogitada a idéia de pôr a culpa no Linux. Por favor, se o site não segue os padrões web, não é o sistema operacional o responsável, e sim o webmaster! Recomendo a leitura do artigo "The HTML Hell Page" escrito por Eric Raymond (http://catb.org/~esr/html-hell.html).

"'o linux é um ótimo sistema operacional, porém ainda tem muito que melhorar em relação ao usurário final'

e concordo com ele ainda mais com a quantidade de distros que existem sem nenhum propósito, como você, Sem um Alvo definido não se acerta nada."

Discordo, e muito, da citação, e receio não ter entendido muito bem o comentário à mesma. "Distros que existem sem nenhum propósito"? De onde veio essa conclusão? "Como você"?! Como assim, eu (ou o leitor, ou o autor do artigo) não tenho propósito?
E quanto à citação, é uma calúnia tomada como verdade universal e repetida à exaustão, como que para justificar a imperícia dos usuários. Não vejo problemas na utilização do Linux como dektop, pelo contrário. Pessoas de mente suficientemente aberta para perceber que um sistema operacional diferente opera de forma diferente (lamentavelmente, poucas) se saem muito melhor no Linux. Tente ensinar Linux a uma criança, e veja quão surpreendentemente rápido ela adquire conhecimento técnico (além, é claro, do gosto por pesquisar).

[60] Comentário enviado por Gilmar_GNU/Slack em 07/06/2008 - 19:25h

Isso realmente não é culpa do sistema !
mais Poderia ter instalado o Nero(linux) ou o K3B que são softs de gravação de arquivos!

E sobre a quantidade de distros isso é realmente lamentavel, pois hoje qualquer um tirado a programador usa qualquer merda e joga o KDE em cima e diz consegui modificar 50% do sistema Operacional Linux e criei mais uma distro !
Realmente isso é um problema ainda a ser resolvido..
Mais Hoje eu Uso o BackTrack e to pensando em Mudar para o Slackware..
Não tive problemas nenhum até agora !

[61] Comentário enviado por b30wu1f em 10/06/2008 - 08:32h

Engraçado... Sou usuário de Debian a 10 anos... executo swf's na minha máquina sem problema, Meu BROFFICE abre aquivos do word até com desenhos do visio embutidos como objeto e pra concluir, se não dá pra instalar um aplicativo com uma interface gráfica bonitinha (o que não é o caso), use a linha de comando mesmo. Mesmo assm, o K3B como foi citado anteriormente é bastante versátil.

Como alguns já citaram, acredito que você sofra mais pela inexperiência do que pela ausência de recursos do linux.

Vou dar uma dica pra você que está começando. Presta bem atenção: "APT-GET INSTALL". (risos)

Um abraço

[62] Comentário enviado por Igor.Schmidt em 11/06/2008 - 21:27h

O grande problema que temos aqui é que vc como quase todos os usuários windows adoram a instalação gráfica que na maioria das vezes não exige nada alem de enter.
O que temos que entender (e eu demorei muito para isso) que o objetivo do linux não é ser igual ao windows e sim ser um sistema completo( como já é atualmente) mais sem ser uma cópia do windows.

Faltou um pouco de pesquisa e tempo para vc nesse assunto mais não desista pois acredito que o linux não ira tomar o lugar do windows mais vai pegar grande fatia do mercado principalmente em areas criticas.


[63] Comentário enviado por DanielGimenes em 26/06/2008 - 15:21h

giaco,

Achei legal seu 'artigo' e melhor o seu comentário. Vi que não teve tempo e condições para executar o que seu chefe pedia, mas mesmo assim não desistiu. Ainda usa linux e, pelo visto, já tem condições de fazer várias daquelas coisas que te deram dificuldade. Parabéns.

Quanto ao artigo, na minha opinião, seu problema foi a pressão e a falta de preparo, que não é culpa sua. Afinal vivemos em um mundo em que a Microsoft domina e quase não existem incentivos para que isso mude, formando assim, mitos sobre o linux e barreiras quanto ao seu uso. Mas acho que isso tende a mudar. Exemplos disso são os repositórios com programas como o Synaptic. Plataformas de fácil acesso e configuração como o Ubuntu e alternativas mil às restrições impostas pelos concorrentes proprietários.

Aproveito para fazer uma CRÍTICA: galera, vi que muitos de vocês não leram os comentários e por isso perderam o comentário do nosso colega giaco, que esclarece muita coisa. Eu também não leio TODOS os comentários, mas tento ao menos passar os olhos por eles. Tentem mudar, para que o VOL não fique repetitivo ou inconsistente. Obrigado.

[64] Comentário enviado por murto em 24/12/2008 - 11:05h

Eu uso linux desde 1999 e sempre achei que falta uma coisa pro S.O vingar de vez pra usuario final: PADRONIZAÇÃO. Escuto muita gente dizendo isso e tem um fundo de verdade sim, imagina a situação, o cara compra o hardware e instala uma distribuição. Até aí tudo bem, começa então a instalação de softwares que é não é compativel aqui e ali dependencias etc e tal. Quem é leigo e quer resolver rápido e usar seu soft somente então desiste. Tá faltando os desenvolvedores seguir um padrão e pronto.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts