Qualidade de respostas

Desde que comecei a usar o VOL, minha satisfação e interesse em aprender mais sobre o Linux só aumentou, porém tenho notado algumas coisas que realmente podem reduzir o interesse por ferramentas livres, como a má qualidade das respostas, motivo deste breve artigo.

[ Hits: 34.321 ]

Por: Robert Fernandes Francisco em 12/11/2004


Qualidade, como propaganda



Quando ingressei no site do VOL, o que mais me chamou a atenção foi o nível técnico e aprofundado em cada tópico de assunto aqui encontrado, o que creio ser de total concordância de todos.

Na época, eu me considerava um usuário simples, com alguns conhecimentos básicos de como criar um usuário, uma conta de e-mail, copiar um arquivo para lá, alterar permissões para cá. Um usuário comum, apesar de minha experiência com Unix nestes quase 15 anos, ainda me considero um usuário com um "toque" de conhecimento a mais.

Muita coisa eu aprendi aqui, principalmente quando fiz minha primeira instalação e durante este tempo, tenho notado também a evolução de perguntas de outros usuários que, a princípio, faziam questionamentos básicos e que gradativamente foram ganhando graus de complexidade, aguçando o interesse de outros usuários a fornecer repostas elaboradas e, em alguns casos, instigando outros a estudarem o assunto profundamente, realizando testes em seus próprios computadores e assim fornecerem uma resposta para a dúvida em questão.

O que tenho notado agora, e espero que ninguém me leve a mal por isto, é o fato de alguns usuários estarem sendo simplórios demais em suas respostas. Sugerir ao questionador uma procura no site do Google, não desmerecendo o site é claro, é no mínimo frustrante.

Como uma vez me ensinaram, toda pergunta é importante. Desde aquele "Por quê?" que seu sobrinho de três anos faz quando vê a chuva caindo, àquela do colega que nunca viu nada de Linux. Imaginem se eu responder ao meu sobrinho assim:

"Procure sua professora, ela tem a resposta"

... (suspiro) nem sei como eu eu me classificaria ... no mínimo irresponsável.

As duas perguntas têm em comum a fórmula desconhecimento/questionamento/solução, que tem sido o pilar do desenvolvimento humano.

Creio ser de comum acordo entre todos, que foi uma boa resposta que nos levou a usar o Linux. Debian, Slackware, SuSE, Conectiva, Red Hat, Fedora, Kurumin ou qualquer outra distribuição.

Seguindo esta linha de pensamento, o que trouxe o Linux ao lugar que está hoje foi a clareza e qualidade evidente no teor dos esclarecimentos às duvidas da comunidade mundial.

Se alguém quiser saber sobre proxy, tem sempre alguém para ensinar. Se outro precisa compreender sobre iptables, algum outro aparece e desmistifica a questão. Se o problema é hardware então, o que mais tem é amigos que já usaram a tal placa ou equipamento.

Um resposta bem elaborada, com princípio, meio e fim, aguça o questionador a realizar mais perguntas, que gerarão novas respostas, em um círculo quase que infinito, pois outros da comunidade, participando, também gerarão complementos, outras perguntas e novas respostas.

Este é o espírito da comunidade.

Por isto vamos tentar ajudar quem quer aprender. Compartilhar conhecimento com o máximo de detalhes possível é a melhor coisa que a comunidade tem a oferecer.

Esta é e sempre será a nossa melhor propaganda.

Robert

   

Páginas do artigo
   1. Qualidade, como propaganda
Outros artigos deste autor

Linux, uma experiência de uso

Como instalar o Linux (Debian) no Libretto 50CT

Leitura recomendada

Software Livre - GNU x LPG e o Governo x Economia (parte 1)

Viva o Linux é uma ferramenta útil hoje em dia?

Ubuntu 6.10 vs Kurumin 6.0

Escolhendo a distribuição ideal para você

Elementary OS Freya

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fabio em 12/11/2004 - 02:32h

Olá Robert. Gostei muito do seu ponto de vista sobre a qualidade das respostas. Vale ressaltar que uma resposta bem produzida, além de ser propaganda para o software livre, também é um baita marketing pessoal. Se você ajuda um bacana, pode ter certeza que seu nome ficará guardado pelo menos em sua memória. Amanhã você pode cruzar o caminho dessa pessoa e a ajuda que você prestou poderá ser retribuída.

Não vou me estender nesse assunto, mas garanto que funciona. No meu perfil há uma avaliação realizada pelo Hiram onde ele diz que o ajudei várias vezes. Sinceramente não lembro dele, até por que sempre gostei de ajudar e respondo um bocado de gente por dia, daí fica difícil gravar os nomes. Mas como podem ver, até hoje ele se lembra de minhas ajudas e atualmente já escreveu até artigo pra comunidade. Ponto pra colaboratividade!

Enfim, o artigo ficou tão bacana que coloquei uma referência no formulário de contribuição de resposta :)

[]'s

[2] Comentário enviado por gibaphp em 12/11/2004 - 03:24h

Olá Robert.

Gostamos muito deste seu artigo e claro deste ponto de vista o qual procuramos dentro do possivel adotar como regra.

Realmente, uma resposta com qualidade alem de gerar satisfacao a quem recebe, gera a quem produz e claro a sua auto-estima pois com certeza sera reconhecida e bem agradecida, exemplo, neste momento ao comentar isto.

Alem de comentar estamos levando este artigo a nossa comunidade pois ele toca em um ponto fundamental do sucesso, a qualidade em informar.

Vejam a referencia : http://www.xoopstotal.com.br/modules/newbb/viewtopic.php?topic_id=2053&forum=5&post_id=12322#forumpo...


[3] Comentário enviado por engos em 12/11/2004 - 05:00h

Seria muito bom se todos dessem respostas completas, pois algumas estão muito abaixo do esperado.

Acho que ambém tem que elevar o nível das perguntas, porque é impossível responder algo completo para alguém que pergunta: "Como faço para instalar e configurar o MysQL, Apache, Samba, SSH e Firewall?"... com tantos artigos, o negócio é mandar link mesmo (do VOL não do Google)...

O artigo está muito bom, mas não acredito que as respostas estão sendo incompletas de propósito, acho que o pessoal conhece sobre o assunto e devido a fraca formulação da pergunta, responde o que foi perguntado de forma direta, se tornando incompleta devido a formulação fraca da pergunta, claro que tem alguns que deveriam ser proibidos de responderem perguntas (como esses que mandam pesquisar no Google), porque já vi gente respondendo: "Também não sei" (de forma mais simpática).

Você não é o primeiro que tenta mudar isso através de artigos, por isso acho que não vai "dar em nada" o artigo... mas espero que consiga mudar ao menos um pouco.

[]s

[4] Comentário enviado por rfranzen em 12/11/2004 - 05:28h

Concordo com seu ertigo em partes, concordo com o pensamento do engos sobre as fracas perguntas, mas não foi analisado que algumas pessoas não se dão ao trabalho de dar uma simples pesquisada no google (tão comentado aqui) ou aqui no prórpio vol, para pelo menos poder dizer "eu tentei". Confesso que já dei a resposta procure no google para alguém, mas isto porque simplesmente quando li a pergunta fui ao google e digitei quase a mesma coisa e obtive uma resposta perfeita. Perguntar sim, mas deixar de pesquisar nunca.

Muitos pensam que é mais fácil perguntar, pois algém já sabe ou vai pesquisar por eles... Respostas completas para perguntas completas. Posso estar sendo meio radical, mas tem aquele ditado veeelho e batido já.. não dar o peixe, ensinar a pescar... acho que melhor define a situação...

[]'s

[5] Comentário enviado por torque em 12/11/2004 - 05:52h

Concordo plenamente com este artigo, e para os que defendem a sugestão "pesquise no google", é preferível passar o link correto com o conteúdo da resposta, se o problema fosse só pesquisa ninguém postoria sua dúvidas aqui no VOL, a pesquisa no google ajuda mas nem sempre resolve, além de consumir um tempo que nem todos possuem, sugerir a leitura de documentação após a pergunta ter sido devidamente respondida sem dúvida é a melhor opção, afinal, ninguém fica expert só fuçando e/ou perguntado aos outros. Assim como já aconteceu comigo, que pesquisei da forma errada aqui no VOL e não encontrei o que procurava, postei a minha pergunta, e além de receber as costumeiras respostas sem qualidade, recebi uma que me dizia o link aqui do site que respondia a pergunta, resolveu o problema de maneira muito simples.

[6] Comentário enviado por jeffestanislau em 12/11/2004 - 05:52h

Grande Robert,

A um tempo atrás eu e o Lincon éramos os recordistas de respostas do VOL, infelizmente atualmente não tenho podido contribuir com mais assiduidade como antes, mas o Lincon continuou... chamo a atenção disso, pois quero que observem que estas respostas sempre tiverem uma explicação plausível ou um endereço específico com a solução daquele problema.

Outro fator muito importante, é que estas perguntas me ajudaram a aprender muito mais do que eu sabia até então, pois uma dúvida de um membro pode lhe trazer situações até então desconhecidas, e desta forma, me empenhava em aprender aquilo e assim dava a resposta.

Então na verdade, uma boa pergunta pode ser benéfica para os dois lados. Mas isso não significa que uma pergunta simples, deve ser desmerecida, pois as simples perguntas também são importantes, na menor das possibilidades faz você se auto avaliar, relembrar de coisas que às vezes cai no esquecimento por falta de uso ou prática... e isso é comum com qualquer pessoa em qualquer profissão!

Outro fator importante é como o Fábio mesmo disse, "também é um baita marketing pessoal", pois você não sabe o dia de amanhã, e este membro pode lhe retribuir com uma ajuda e até mesmo uma proposta de trabalho.

Outro mérito que para mim tem muita importância, e a satisfação de ajudar, receber um email de agradecimento é muito gratificante, pois assim você percebe que há pessoas que lhe dão valor dentro da comunidade, e estas pessoas vão seguir o seu exemplo e ajudar outros e outros, tornando a comunidade VivaoLinux ou o Linux em si no que ele é hoje um sistema forte, robusto e agradável de se usar!!!


Para aqueles que tem sentido falta de minhas respostas, espero que para o próximo ano eu possa dispor de mais tempo e ajudar ainda mais a nossa comunidade!!!

Jefferson Estanislau
[]´s

[7] Comentário enviado por davidsonpaulo em 12/11/2004 - 06:12h

Salve todos!

Realmente, algumas respostas têm dado muito a desejar. Esses dias eu fiz uma pergunta e, das 4 respostas que recebi, 3 não tinham qualquer tipo de utilidade, mas 1 delas resolveu completamente o problema que estava tendo.

Por outro lado, tenho notado a dificuldade de responder algumas perguntas muito mal formuladas. Por exemplo: como você vai responder alguém que coloca uma pergunta do tipo "Meu modem não funciona. O que faço?". Tá o modem não funciona, mas, qual a marca e modelo do modem? Ele está instalado? Quando acontece o erro? Que mensagem o sistema retorna? Sem isso fica difícil.

O que falta é um bom senso tanto por aqueles que perguntam quanto por aqueles que respondem. A pergunta está mal formulada? Clique em 'Banir', e isso vai ajudar mais do que dar uma resposta pior do que a pergunta. Agora, se a pergunta está bem formulada, então o cara tem que ter o 'se-mancol' de saber se sua resposta vai ou não resolver o problema do cara. E outra. Resposta inútil, dá uma nota baixa, que quando o cara ver o seu conceito cainda ele vai pensar duas vezes antes de escrever baboseiras de novo.

No mais, responder é muito bom. Esses dias eu ajudei um carinha a entrar no site da claro pra mandar torpedos e ele me mandou um e-mail agradecendo porque eu tinha salvado o namoro dele. Isso sim é realmente gratificante.

Abraços a todos!!!

[8] Comentário enviado por RedFoot em 12/11/2004 - 07:06h

Bom
O quesito é o seguinte:

Tudo depende de uma boa análise inicial

Não podemos dizer q o cara perguntou simplesmente de uma forma simples, está com pesquisa de procurar, dou aulas de informatica básica e vejo qual grande é a dificuldade de muitas pessoas ao procurarem algo na internet, algo que para nós usuários mais experientes é banal para eles é um pouco dificil, é claro que muitas vezes, o cara pode estar sendo "folgado" mas enfim, aki levando o software livre, vejo que muitos estudantes de tecnologia ao iniciarem tem duvidas baanis, enfim, as vezes o que para nós é simples, na realidade para a pessoa é complexo, e respondendo simplesmente, PROCURE NO GOOGLE, é um grande convite para que ela se acomode ao software proprietário ao qual já está acostumada.

Ajudem sempre que puderem e quando precisarem também serão ajudados ;)

[9] Comentário enviado por Oki em 12/11/2004 - 07:35h

Concordo com tudo o que vocês disseram até o momento e creio que sejam de extrema relevância os comentários do davidsonpaulo, sobre banir perguntas non-sense e por conseguinte análisar o conceito do autor da resposta. Adicionaria apenas que além da possibilidade de banir uma pergunta sem sentido também deveria haver a possibilidade de banir respostas "deprecated".

Não poderia deixar o momento sério pra fazer a piada. Bom, eu tenho firme convicção que o Linconl Lordello + Jeferson Estanislau + José Roberto Gomes, possuem um script para lhes avisar quando tem perguntas novas no site, hahaha.

Excelente artigo, espero que gere o efeito sugerido!

[]'s
Celso Goya

[10] Comentário enviado por lordello em 12/11/2004 - 10:16h

Boa colocação amigo Robert, eu realmente fico muito triste quando vejo as seguintes situações:

1° lugar) A pessoa pergunta algo sem sequer pesquisar os artigos que temos tanto trabalho para escrever.

2° lugar) Quem responde usa Slackware (ou outra) e quer tirar dúvida sobre Fedora (ou outra), por exemplo, indica a o usuário a rodar o script "mouse-setup", que é exclusivo do Slackware e só configura o mouse em moto texto.

3° lugar) MUITO IMPORTANTE. As pessoas que perguntam NÃO SABEM FALAR PORTUGUÊS. Termos como firelar (firewall) são legais pro geeks de 10 anos de idade e erros grotescos no uso da lígua portuguesa não ajudam no entendimento da pergunta. Em muitos caso a pessoa só quer ser descolada e cheia de gírias, mas isso prejudica muito, pois eu não uso as gírias de paulistas, catarinenses, baianos etc... nada contra a naturalidade deles, são todos irmãos (ou amiguinhos).

4° lugar) Não é culpa de ninguém, mas os melhores tutoriais estão em inglês, com o nascimento do VOL vários artigos foram traduzidos e trazidos aqui para a página.

5° lugar) Muitos usuário fazem perguntas em caixa alta exigindo resposta, como se o cadastro do site dissesse:
"CADASTRE-SE E OBTENHA SUAS RESPOSTAS DE GRAÇA!!!!"
Devemos educar esses usuário a NÃO USAR CAIXA ALTA NAS PERGUNTAS, ninguém merece mais atenção que ninguém, somos todos pinguins na mesma geleira :-)

Bom, existem outras dúzias de coisas chatas, mas essas acho que são as principais, pois foi as que lembrei :-)
O importante é não desrespeitar tanto quem está perguntando quanto quem está respondendo, pois ambos merecem respeito.

Obrigado pela citação do amigo Jeferson, beijo pra família.. :-)
Oki é um amigão bebedor de cerveja (breja), valeu mala... vê se aprende a escrever meu nome direito! :-)
Falou ae!

[11] Comentário enviado por ramonsanches em 12/11/2004 - 19:24h

Demais cara!
Concordo com você se eu for bem explicativo eu ajudo alguem e como esconder informação num mundo livre?
Viva o Linux !!

[12] Comentário enviado por naoexistemais em 12/11/2004 - 21:13h

Caro Robert,

No meu ponto de vista é complicado, porque muitos usuários fazem perguntas repetitivas, as quais bastando pesquisar que achará respostas em Artigo, ou etc.

Mas de qualquer forma seu artigo fará muita gente pensar duas vezes antes de responder, vai procurar no google....

Falou,

[13] Comentário enviado por vodooo em 13/11/2004 - 10:00h

Bom artigo! Parabens!

Concordo com o seu ponto de vista, mas o que estamos acostumados a ver aqui no viva o linux é que vários usuários que migram do Windows para o Linux são acostumados a encontrar tudo mastigado, como, "clique no ícone e todos os seus problemas serão resolvidos" o que gera uma comodidade por parte dos usuários! Sendo assim, eles querem tudo pronto, sem mesmo nem dar uma pesquisada no assunto! Ocorrendo o que o nosso amigo midnight disse, que digitando a mesma pergunta no Google se acha todas as respostas necessárias para retirar sua dúvida!

Abraços a todos

[14] Comentário enviado por lefigo em 13/11/2004 - 10:57h

Excelente artigo!!

Muito bem colocada sua reinvindicação! Nesse assunto há dois lados distintos, o dos que respondem às perguntas, e os que perguntam. Para quem responde, como os colegas já citaram, surgem várias perguntas repetidas e que seriam de fácil solução se houvesse uma pesquisa prévia no próprio site. O que ocorre (como já ocorreu comigo) é que às vezes a solução proposta em um artigo, dica ou outra contribuição feita pelos usuários não dá certo ao ser testado em seu Linux, e aí somos obrigados a fazer uma pergunta que "teoricamente" já tem a resposta no site.

O que nós que perguntamos devemos ter em mente é tomar o cuidado de ao perguntar informar detalhes como a versão da sua distribuição, qual a mensagem de erro que ocorre e qual artigo ou contribuição do site vc. estaria seguindo quando ocorreu o erro. Assim ficaria bem mais fácil, e as respostas seriam bem mais direcionadas e aprofundadas!

[ ]'s

[15] Comentário enviado por silvioreis em 13/11/2004 - 21:54h

Robert,

Parabéns pelo excelente artigo. Está no ponto certo, não é agressivo, mas também não perdoa ;-)

Aproveito para deixar uma dica para quem pergunta: se o samba enredo está fraco capricha nas alegorias! A idéia é que se a sua pergunta estiver bem cuidada mais chances você terá de ter uma resposta boa (ou mais de uma boa).

Como fazer isso? Basta enviar uma mensagem que siga algumas regras básicas:

1. Escreva em portugues bem escrito. Cuidado com o estilo "icq" (coisas como lol, naum, aki, blz, ...) e com expressões como "tipo ..., tipo assim ...";

2. Informações. Use o roteiro do jornalismo: Quem, quando, o quê, para quê, como e onde.

3. Use um nome de usuário aceitável. Responder uma pergunta feito por "_-^^@|\|J0^^-_" é muito estranho.

[]´s
silvio

[16] Comentário enviado por tiago_herrmann em 14/11/2004 - 13:15h

Sempre que posso, respondo as perguntas, e realmente fico feliz quando alguem me manda um email agradencendo.
Mas eu acho que o problema não é as pessoas que respondem darem uma resposta do tipo "procure no google". O problema é quando acham que você tem a obrigacao de responder, ou nem tentaram procurar antes de perguntar . Isso realmente me deixa irado. Quando a pessoa que pergunta já indica quais as fontes usou para procurar, nós podemos pelo menos indicar o melhor caminho para ela achar a resposta. E com certeza ela irá usar este caminho todas as vezes que precisar de alguma resposta.
Para mim um roteiro de pergunta é este:

1 - Exponha o problema.
2 - fale claramente o que você quer.
3 - indique quais os meios que voce usou para procurar.

Expor o problema é muito importante, pois muitas vezes algum membro da comunidade tem uma ideia melhor para fazer a mesma coisa. Vejo isto acontecer quase sempre.

é isso aí. Até!
Tiago Salem Herrmann

[17] Comentário enviado por removido em 16/11/2004 - 01:35h

Eu acho que todo usuário DEVERIA passear pela seções aqui do VOL.
Quanta coisa aprendi lendo as dicas, conf's e tutoriais sem precisar de nada naquele momento e depois...pimba!!! Já sabia onde encontrar.
Já cansei de ver perguntas aqui que têm resposta certa nas seções do site...

[18] Comentário enviado por removido em 09/12/2004 - 15:55h

Excelente, eu mesmo já não faço mais perguntas devido a obter esse tipo de resposta, como consulte o man, veja no site tal.

Muitas vezes nem sempre o man ajuda ou mesmo nem imaginamos que pra usar um comando de formatação como por exemplo reiserfs tem que buscar por outro nome que nem imaginamos como se escreve, só quem já passou pela mesma dificuldade sabe qual a sintaxe do comando.

Atualmente optei por navegar as cegas, sózinho e do jeito que dá, isso que praticamente retirei o windows da máquina. Mas é duro querer fazer tudo que eu fazia no windows no linux.

Mas respsotas bem claras e que realmente ajudem que preguntou não só melhora o nível porposto pela seção de Perguntas como diminuio a insistencia em obter e tirar essa dúvida.

Muitas vezes o cara até está empenhado com a máquina parada e realmente precisa daquela ajuda e uma resposta vazia ou vaga não ajuda em nada só desanima.

De qualquer forma foi um bom artigo mesmo....

[19] Comentário enviado por skateboarder em 25/01/2005 - 13:05h

Olá Roberto..

Seu artigo é muito bom! Principalmente à um linuxer em potencial, mas nada além de newbie.. como eu. hehehe
Mexo no Linux há 2 dias (pouco não?) mas desses 2 dias, gostei muito do que vi, e o melhor, é free, no bugs, seguro e estável!
Bem, mas, o que seria de mim e de todos os noobs sem as perguntas? Afinal, nem todos tem condição financeira o suficiente para arcar com um curso básico de Linux, não? O que nos resta? A ilustre internet e seus inúmeros portais sobre assunto X.
Concordo com seu ponto de vista. Nós somos uma comunidade Linux e como tal, devemos ajudar os menos experientes, como eu e muitos outros.
Uma coisa que vc esqueceu de mencionar foi, os vários usuários exigindo respostas sobre suas questões. Isso não seria um tanto rude? Afinal, ninguém é obrigado à ensinar nada à ninguém, o fazemos pq é de muito bom tom ajudar para ser ajudado, certo?

Uma verdadeira Comunidade..

Muito bom seu artigo!

[20] Comentário enviado por jalexandre em 27/01/2005 - 21:10h

Em primeiro lugar, parabens pelo artigo.
Um dos problemas mais enfrentados hoje em dia, principalmente por quem esta começando, é justamente extrair a informação necessaria do bom e velho google. Quase sempre, ele retorna uma exorrada de respostas, e muitas vezes, demora muito ate acharmos uma resposta decente.
Porem, uma simples refinada na pergunta, e pimba. Temos a resposta pros nossos problemas.
Recomendo uma lida neste artigo aqui:
http://www.vivaolinux.com.br/dicas/verDica.php?codigo=597
Boa leitura e boa pesquisa ;)

[21] Comentário enviado por buzzard em 10/02/2005 - 16:16h

O que você resaltou no artigo é pura realidade não tem coisa mais desanimadora do que quando você pergunta algo vem uma pessoa e fala "Vai procurar no Google". Quando essas coisas acontecem o usuário que está tentando aprender Linux acaba se sentindo "humilhado" ou então "incapaz de fazer as coisas" e acaba abandonando o Linux porque não houve apoio por parte dos outros usuários.
O Linux so tem a crescere acho que se cada um fizer sua parte a cada dia vai ter mais e mais usuários usando o Linux.
Parabéns pelo artigo!

[22] Comentário enviado por removido em 14/02/2005 - 04:22h

E também vale lembrar que, ao responder uma pergunta, sobretudo se ficar óbvio que a mesma veio de um novo usuário, aquele que responde deve dar o máximo de informações para facilitar o aprendizado.
E todo aquele que já possui um alto nível de conhecimento, que exercite também a humildade, a tolerância e o respeito para com aqueles que estão começando.

[23] Comentário enviado por randra em 02/05/2005 - 09:36h

apavoro no comentário ... apovoro mais ainda o toque de perfeicao que todos os outros usuarios deram ao post =] ...

[24] Comentário enviado por morronix em 24/10/2005 - 19:38h

gostei do comentário,concordo plenamente .é assim que uma comunidade sobrevive,com um diálogo saudável,não com respostas subjetivas...

[25] Comentário enviado por diangra em 14/03/2006 - 09:49h

Isso é que é pensamento coletivo!!! Excelente cometário Robrert, pois eu já fiz e faço perguntas que muitos consideram idiotas, pelo simples fato de não ter ou não saber onde procurar. Já usei CL10, Kurumim e hoje estou com o Suse 10 e em todos eles tive dificuldades que, se não fosse pelas dicas encontradas aqui no VOL e até mesmo pela vontade de querer aprender, já teira desistido do Linux. Vale ressaltar que não basta apenas indicar um site para "tentar" resolver um problema com a intenção de fazer pontos no item Repostas. Hoje mesmo tentei ajudar um colega que está tendo o mesmo problema que tive, citando o que fiz para resolvê-lo. Com isto quero dizer que não basta apenas mandar procurar no google, e sim, compartilhar experiências, Se vc não sabe ou não pode ajudar, simplesmente não faça nada!!!

[26] Comentário enviado por removido em 17/04/2006 - 15:31h

Parabéns Robert, se todos pensassem como vc não teríamos respostas como essa: http://www.vivaolinux.com.br/perguntas/verPergunta.php?codigo=40839 , eu não sei como uma pessoa pode perder o tempo dando uma resposta tão imbecil, sou adepto ao "Não dê o peixe ensine a pescar" mas também acho que não custa nada fornecer as iscas ...

[27] Comentário enviado por PCMasterPB em 23/04/2006 - 23:41h

Realmente é um bom artigo, e concordo plenamente com o amigo acima, apenas tenho uma excessão, quando se detecta os chamados trolls, aqueles que além de mandar a mesma pergunta indefinidamente por mais que os colegas da comunidade o ajudem, e o caso da cara colega que só envia respostas rídiculas como essa que o cara ae de cima mencionou. No caso deles o melhor é ignorar, ou como já li por aí, não alimentá-los. Té mais. ;D

[28] Comentário enviado por groo em 01/06/2006 - 13:58h

Um questionamento simples sem resposta pode se tornar uma grande duvida amnhã, por isso eu concordo em genero numero e grau com você amigo, eu ainda sou novato no linux e muitas das minha duvidas são sanadas aqui no VOL. Muito obrigado a todos e que a comunidade continue crescendo.

The freedom of choice !

[29] Comentário enviado por prandini em 10/08/2006 - 23:02h

Bom artigo! Parabens!

Concordo com o seu ponto de vista, mas o que estamos acostumados a ver aqui no viva o linux é que vários usuários que migram do Windows para o Linux são acostumados a encontrar tudo mastigado, como, "clique no ícone e todos os seus problemas serão resolvidos" o que gera uma comodidade por parte dos usuários! Sendo assim, eles querem tudo pronto, sem mesmo nem dar uma pesquisada no assunto! Ocorrendo o que o nosso amigo midnight disse, que digitando a mesma pergunta no Google se acha todas as respostas necessárias para retirar sua dúvida!

Abraços a todos

[30] Comentário enviado por RemyLinux em 06/10/2006 - 16:00h

Olá a todos...

Sou novo no VOL cadastrei-me hoje, e já me deparei com um assunto palpitante como esse da qualidade das respostas. Posso dizer que impressionei-me com a preocupação de todos no sentido de corresponder ao anseio de solidariedade e fraternidade que a comunidade Linux de uma forma geral propõe. Como muitos comentaram, concordo com a questão da boa vontade do solicitante em dar uma pesquisadinha no Google primeiro antes de lançar a pergunta no forum. Contudo, gostaria de ressaltar a dignidade e o bonito senso de solidariedade do "robertff". Isso deve ser realmente levado a efeito, como um bonito exemplo, acho que para todos nós, de como fazer-se solidário, e com uma resignação que faz os menos favorecidos de conhecimento, como eu, sentirem-se muito à vontade no VOL.

Para um primeiro dia de interação, tive ótimas impressões, armando-me assim, de um desejo sincero de ajudar a comunidade a crescer ainda mais, em associados e em conhecimentos.

Fica aqui registrado meu reconhecimento quanto à honra de todos em colaborarem nesse mister.

Um abraço a todos.

[31] Comentário enviado por Sou de Deus em 24/11/2006 - 11:09h

Comentario enviado por Sou de Deus, datada 24 de novembro de 2006. Vc foi longe....Sou novato no Vol e tenho apenas um dia de nascido no Linux. Esta sendo uma experienciae tanta pra mim. E de repente me bato diante de comentarios, que a meu ver, extraordinariamente apelativo, esclarecedor e auxiliante. O teor do comentario exposto nos deixa mais seguro, sabendo que existe nessa teia pessoas que no geral tem um espirito de unidade para informação, construção do desenvolvivimento de todos nessa (para mim) nova missão.foi confortante. Meus votos de cordialidades.

[32] Comentário enviado por ricardo.js em 10/12/2006 - 19:41h

Loko o artigoo

[33] Comentário enviado por tsalomao em 04/05/2007 - 09:35h

Muito bom este artigo, parabénssss!!!!!!!!!!!!!
Seu ponto de vista acho que é igual o de todos, porém nem todos tem essa atitude, eu não manjo nada de linux mas com artigos como este e outros com tanta clareza e dedicação do escritor, em perder seu tempo e em compartilhar conosco, leigos, seus conhecimentos sem preço, pois todo tipo de conhecimento é impagável, com certaza faz com que as outras pessoas sintam a necessidade de ajudar as outras, fazendo o máximo que elas possam.
Valeu mesmo por tomar esta atitude e nos incentivar a tal coisa.
obrigado!!!!

[34] Comentário enviado por removido em 27/05/2007 - 09:36h

Conheci o Viva o Linux ontem, realmente o nível dos artigos e também de muitas respostas é inquestionável. O artigo esclareceu muito bem como devemos nos portar ao responder perguntas e sugerir outras soluções.
O espirito da comunidade ( de software livre em geral, seja ele livre ou não) é de compartilhar, de sempre compartilhar.
Estou indicando o Viva o Linux para muitos amigos e vou recomendar a leitura deste artigo assim como o próprio site já fez.

[35] Comentário enviado por f_Candido em 08/07/2007 - 17:03h

Realmente. Caso alguém chegue aqui com uma dúvida crucial e recebe uma resposta simplória, que no fim acaba não resolvendo seu problema, o deixa desanimado. E volta a mesmice de sempre.
Bom Artigo, parabéns.

[36] Comentário enviado por carlosxtec em 02/01/2009 - 02:30h

Opa!

Assino também!!!

Parabéns pelo artigo!

[37] Comentário enviado por arauto das artes em 15/07/2009 - 09:57h

Caro amigo robert estou avexado agora mas prometo vou ler mais seus artigos, gostei mesmo... vou adicionar vc aos meus favoritos e com calma degustarei os seus conhecimentos e comentarios valeu obrigado


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts