Porque as pessoas não usam Linux?

Fiz uma pesquisa com diversas pessoas, eis aqui o resultado.

[ Hits: 14.611 ]

Por: Fabio Junior Sena Gomes em 02/02/2011


Porque as pessoas não usam Linux?



Porque as pessoas não usam Linux?

Porque as pessoas usam Windows, e não Linux?

Fiz essas duas perguntas para muitas pessoas, para ser mais exato fiz as perguntas para 152 pessoas e obtive o seguinte resultado:
  • 85% das pessoas usam Windows por ser uma plataforma fácil de utilizar, sem complicações.
  • 05% das pessoas não souberam responder e usam porque é a única plataforma que conhecem.
  • Finalmente 10% não usam Windows, em sua totalidade dividem-se entre Linux, MacOS e FreeBSD.

Continuando minha pesquisa, cheguei a determinada conclusão, com todas as dificuldades ainda ditas pelas pessoas o Linux está sim, se tornando mais popular, mais amigável. Existem distribuições como Ubuntu e Mint, que facilitam sim, o primeiro contato de usuários que não utilizam à informática em seu trabalho, e os que utilizam, muitos deles até comentaram que seria interessante poder ter o Linux, ao conversar com as pessoas e falar sobre Linux, a maioria que conhece, ou acham que conhece falam do Ubuntu, aí parei para refletir, por quê?

Com tantas outras distribuições, certamente por que a maioria quer o que é segundo eles mais fácil, ou seja, nem todos tem consciência de que, ao utilizar Linux, estarão se libertando de um grande monopólio, estão usando um software de código aberto, pode ser redirecionado de acordo com as necessidades de cada um, e o dinheiro que irá gastar com licença, licença de que? Um ótimo software com custo praticamente zero, digo custo do software, não equipamentos, indo além comento com os amigos, nunca gastei dinheiro com o Linux, gastei sim, dinheiro com livros, isso refere-se ao conhecimento, e quanto maior o conhecimento, maior será a facilidades e as utilidades, Linux certamente, sem sombra de dúvidas, é custo benefício.

Diante do cenário anotei algumas das queixas feitas pelas pessoas quando falamos de Linux:
  1. Falta de uma ferramenta de migração;
  2. Suporte técnico gratuito;
  3. Muitas distribuições.

E muitas outras...

Eu e minhas respostas:
  1. O que falta não é a ferramenta, o que falta é o conhecimento.
  2. O suporte do Windows é grátis?
  3. Possibilidades de adequar suas necessidades a uma determinada distribuição, deverá apenas tomar a decisão correta, e isso certamente poderá ser feito através de algumas horas de estudos, ou através de um consultor.

Conclusão

A maioria das pessoas não busca conhecimento, acomoda-se com o fato de poder usar o Windows através do clique, por outro lado sabemos que existe um grande monopólio.

Costumo dizer sempre, o conhecimento é a porta de entrada para o sucesso, isso em todas as áreas.

Grato,

Fabio Junior Sena Gomes.

   

Páginas do artigo
   1. Porque as pessoas não usam Linux?
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Todos estão surdos? Um grito de alerta à comunidade Software Livre!

Por quê eu não usaria Linux?

Um mês de Arch Linux: Resultado obtido

Live CD - Um nicho a ser explorado

Por que os GAMES não são a chave para o Linux em desktops

  
Comentários
[1] Comentário enviado por leonardojupesc em 02/02/2011 - 08:10h

Fábio,

Muito boa a sua pesquisa...

[2] Comentário enviado por massucatto em 02/02/2011 - 08:27h

Fábio

Respondendo as 3 perguntas que você fez!

1 - O que falta não é a ferramenta, o que falta é o conhecimento?

R: Ferramentas realmente não faltam! Hoje temos vários programas para edição de texto, imagens, slides, planilhas de calculo que utilizam padões de compatibilidade entre si, entre outras ferramentas, etc. Você comentou "O que falta é coneciemnto" e, nesse ponto concordo com você, mas o que eu axo que realmente falta é uma estratégia que conquiste o usuário, como já sabemos o windows como desktop pessoal está a muitos anos no mercado, o Bill Gates foi esperto e saiu na frente, ele antecipou o que nós precisamos saber que é o tal "Conhecimento de suas ferramentas". Domesmo jeito que as empresas ofereceram cursos básicos de informática com windows também deve acontecer com o Linux. São pucos os usário que aprendem por si só. Já vi alguns casos por vídeo na Internet que os pais ensinaram Linux e tempos depois colocaram o Windows bunitinho na frente deles e a resposta foi "Prefiro o Linux, é mais facil que esse tal de windows", então conclui que o que realente falta é uma abordagem que mostre ao usário que ele tem escolha, temos que sempre focar na necessidade de cada um e não se é pago ou não.


2 - Suporte técnico gratuito?

R: Tudo depende da sua necessidade, se for necessáro pagar pelo suporte, com certeza vou pagar, caso contrário não.


3 - Possibilidades de adequar suas necessidades a uma determinada distribuição, deverá apenas tomar a decisão correta, e isso certamente poderá ser feito através de algumas horas de estudos, ou através de um consultor?

R: Adequar o usuário a uma distribuição pode não ser uma tarefa fácil, pois temos tantas distros de Linux no mercado e cada uma tem seus pontos fortes e fracos. Um consultor especializado ou nem tanto seria uma boa estrtégia, mas isso dentro do mercado corporativo, já o usuário comum na minha opnião o que deve ser feito é a introdução do software livre na escolas e instituições que oferencem cursos de introdução a informática igual vem sendo feito com o windows.


Eu amo Linux, sempre vou dar preferência em meus projetos, mas se for necessário usar windows também vou utilizar sem questionar.

Abraço,
Everton Massucatto

[3] Comentário enviado por tiekookeit em 02/02/2011 - 08:54h

Linux é coisa para gente grande, e projetos bem elaborados, é muito difícil fazer com que pessoas que aprenderam a beber agua na cuia, bebam em taça de cristal.

Eu não troco linux por nada, mas é obvio que levou tempo para eu conseguir fazer tudo o que eu fazia no windows, no linux. Hoje em dia eu faço coisas no linux que jamais faria no windows me sinto a anos luz a frente de quem utiliza windows. Mas admito que faço coisas que a maioria dos usuários jamais farão. Então é complicado. O linux melhora a cada dia, e isso faz como que os softwares propietarios melhore também, então, mesmo que o mundo todo não utilize linux, so tem a ganhar com ele.

[4] Comentário enviado por heepz em 02/02/2011 - 09:05h

Eu dou suporte técnico em uma Universidade, onde 98% dos PCs tem Windows. Percebo um relutância em usar Linux por falta de informação. As pessoas acham que usar Linux é muito complicado.

Eu uso Linux, mas sinto falta de muita coisa em relação a ambiente Windows, e percebo isso tb em outros usuários, ou motivo pelo qual alguns não migram para Linux.

Posso citar algumas:
- Openoffice ou BrOffice ainda estão longe da qualidade de um Microsoft Office. Pra quem usa apresentações de slides sabe do que estou falando.
- Programas multimídia para Linux, ainda deixam a desejar com relação a recursos e ferramentas.
- Jogos. Definitivamente atualmente o Linux não é uma plataforma ideal para quem gosta de jogos.

abraço!

[5] Comentário enviado por bawlaw em 02/02/2011 - 09:22h

heepz tem razao,
e faltam ferramentas relativamente simples e suporte à hardware (que nao conseguiremos se nao utilizarmos o linux)

[6] Comentário enviado por rogeriojlle em 02/02/2011 - 09:27h

eu acho que esse tipo de assunto assunto já tá cozido, repetitivo e chato, além do que; tanto faz o que nós achamos, pois de quem nós estamos falando não vai ler isso.

Minha estratégia pra atrair alguém pro linux é essa, eu abro o notebook (nesse caso o notebook em questão está com OpenSuse, mas isso não vem ao caso) e faço o que preciso fazer, se a pessoa tiver a curiosidade de perguntar o que estou usando, aí eu engato a conversa, e ofereço uma cópia do Ubuntu pra essa pessoa.
Senão eu termino o que estava fazendo e pronto, não adianta empurrar goela abaixo.

[7] Comentário enviado por jccorrea em 02/02/2011 - 10:11h

Gostei do comentário do rogeriojlle .E uma das melhores formas.
Agora o que realmente falta é o conhecimento.A porta para o sucesso como vi escrito acima.

Agora num país onde muitas das pessoas só se preocupam em usar computador somente para Okut e Msn e mais nada.Pode ter milhões de sites e portais com conhecimento fervendo,mas ninguem se interessa a ver .

Falta uma educação sobre tecnologia nas escolas.Desde os primeiros anos.Falta educação e conhecimento para os governantes para poder implantar e coordenar mudanças de paradigmas e pensamentos obscuros sobre software livre , open source software e etc.

A pesquisa foi ótima e posso quase garantir imaginando que as pessoas que responderam que usam windows a maioria nunca viu Linux na vida e algumas sabem que existe Mac OS.Partindo dessa tem muito o que mudar hoje vejo muita divulgação do nosso amado Linux,mas muitas pessoas que conhecem de vista continuam achando que "é aquela telinha preta" isso é Linux?Falta conhecimento mesmo.Aí concordo com o nosso amigo rogeriojlle .

Todos os comentários são válidos é claro!

[8] Comentário enviado por eduardoweiland em 02/02/2011 - 10:36h

O GNU/Linux é um sistema operacional que vai de encontro às bases do conhecimento geral das pessoas. Quase todos aprendem a usar o computador com Windows, e aí passam a utilizar apenas esse SO.

A maioria das escolas públicas não está criando laboratórios de informática? Então, por que o governo não instala apenas software livre nesses computadores? Além de reduzir custos, ainda incentivaria o uso de software livre, como a UNESCO faz (sei porque fiz um trabalho na escola no ano passado sobre a UNESCO e descobri que ela incentiva a criação de softwares livres!!).

Enfim, é possível configurar um computador apenas com software livre de maneira a ficar igual ou melhor aos softwares pagos. Por exemplo, não conheço nenhum pacote Office melhor que o BrOffice!! Se o governo brasileiro incentivasse o Software livre, com certeza estaríamos melhor!!

[9] Comentário enviado por felbue em 02/02/2011 - 11:10h

Realmente concordo com quase tudo.
A minha dificuldade inicial foi só essa:
- Muitas distribuições e na epoca uma em português
Falta uma distro padrão no mercado de 200.000 opções de linux, isso que confunde


Quanto ao suporte gratuito, seu sobrinho arruma o pc sempre que vc pede em troca do almoço, se ele não sabe usar o linux então teria que pagar um suporte.

Com relação as outras questões é comodismo mesmo.

Eu apoio o uso de linux nas escolas como padrão, Windows vc tem em casa, colocando essa cultura desde cedo estamos criando adultos que conseguirão escolher o sistema operacional que mais lhe agrada.

[10] Comentário enviado por victor.p em 02/02/2011 - 11:35h

O verdadeiro problema é quem não é da area de TI, dificilmente ouviu falar de Linux ou tem interesse em pesquisar sobre, porque o Windows apesar de tudo, ele atende a necessidade da maioria dos usuarios

[11] Comentário enviado por fcunhaneto em 02/02/2011 - 12:09h

Um dos problemas pouco mencionados com relação a adoção do Linux e a pirataria. Será que as pessoas não teriam mais paciência e boa vontade com Linux se não fosse tão fácil instalar uma copia pirata do Windows em seu computador além claro das copias piratas do Microsoft Office?

[12] Comentário enviado por paulodiovani em 02/02/2011 - 13:15h

Devia ter perguntado à estes 85% se eles já tiveram algum contato com Linux. Garanto que a maioria apenas acha que o sistema é complicado.

E aliás, uma boa seria incluir na pesquisa que dispositivos com Linux eles utilizam. Muitos certamente utilizam sistemas Android, caixas eletrônicos, tablets, etc, ou seja, sistemas que contém kernel Linux, e nem sabem disso.

[13] Comentário enviado por albfneto em 02/02/2011 - 13:27h

o interessante de sua pesquisa é ter encontrado 10% de usuarios de outras plataformas.
as 154 pessoas que vc entrevistou, são profissionais de TI ou procurou fazer uma amostragem
com pessoas comuns etc...?

outra coisa, se conhecer alguem matemático, ou usando um pacote estatístico, teste a significancia estatística de sua pesquisa,
acho que enriquece seu trabalho.

[14] Comentário enviado por paulorvojr em 02/02/2011 - 13:53h


1. O que falta não é a ferramenta, o que falta é o conhecimento.

R: De fato, há dezenas, mas tem que ensinar a procurar. Porque divulgação VOCE nunca verá em projetos gratuitos e sem força de marketing. Logo! SE VIRA e vá procurar, é a mensagem.


2. O suporte do Windows é grátis?

R: sim é grátis, você paga a licença, e de quebra leva o suporte. A no brasil não funciona? reclame.

Zimbra é gratuito? sim, tem suporte NÃO, logo pague sua licença e ganhe o tal Suporte.

3. Possibilidades de adequar suas necessidades a uma determinada distribuição, deverá apenas tomar a decisão correta, e isso certamente poderá ser feito através de algumas horas de estudos, ou através de um consultor.

R: essas resposta é a perfeita para todos as outras perguntas, suporte = estuda, adequar necessidade = estuda,

falta de conhecimento = estuda,

resumindo, se você estuda tal informação vc consegue.

não vamos obrigar o cara que estuda medicina a estudar muito de informática, o cara estuda se tiver interesse

[15] Comentário enviado por welington.silva em 02/02/2011 - 15:17h

Na minha opinião as pessoas usam Windows porque estão acostumadas com o sistema. Se uma pessoa que nunca viu um computador na vida, começar pelo Linux, dificilmente mudará para o Windows.

[16] Comentário enviado por wt3c em 02/02/2011 - 16:41h

Concordo plenamente com o Welington.silva, se colocar um distro com a cara do Ruindows com o tal botão iniciar e com o maldito msn live qualquer-coisa, com aquele montes de pisca-pisca que aquela porcaria tem, as distro linux iriam ganhar um monte de usuários.

E é claro tb por causa dos jogos... heheeh

Apesar de existi o wine, entre outros, acho muito pouco provável que usuários que assistem novela, aonde dois italianos na Itália conversam em "português" e acham que isso é normal. E quando você pergunta porque os caras não falam a língua nativa e coloca legenda, e o cara vira pra vc e fala "legenda ??? na novela ???" e rir da sua cara !?!? Esses tipos de usuários dificilmente usariam S.O Linux.

S.O Linux é para quem tem o fundamental completo.

"Tem que ler cara ???"

"legenda ??? na novela ???"

[17] Comentário enviado por fmpfmp em 02/02/2011 - 16:48h

Bom, eu só uso Linux nos servidores que administro. Para uso como desktop realmente concordo que ele traz diversos empecilhos. Por exemplo, eu gosto de jogar no PC e a maioria dos jogos de sucesso no mercado não rodam em Linux. Outro problema é que vez ou outra você precisa instalar um programa que só funciona em Windows. Na prática acaba sendo muito mais problemático ter Linux do que Windows para uso como sistema desktop.

[18] Comentário enviado por nicolo em 02/02/2011 - 20:35h

Qual a incidência de cada queixa dos usuários em porcentagem?
Qual o significado estatistico dessas queixas?

[19] Comentário enviado por ricardok2 em 02/02/2011 - 21:27h

Quando começam essas discussões sobre migrar para Linux, o que todo mundo esquece é que o Linux NÃO tem as mesmas ferramentas que o windows tem.
Não adianta falar em Gimp X PhotoShop, OpenOffice X Microsoft Office ou algum coisa X AutoCAD ...

Eu inclusive pensava ser uma coisa simples, e que todos deveriam usar Linux. Mas comecei um estágio em que o Microsoft Office é indispensável.

E ai? vou usar Wine? Ficar a mercê de falhas? Não é possível, preciso ser produtivo ...

Ainda uso o Linux, mas para outros fins. Navego na internet com mais segurança, estudo programação, executo Scripts PHP, escuto música ...


[20] Comentário enviado por lptonussi em 03/02/2011 - 02:53h

Fabio Junior Sena Gomes realmente é uma pena, muita gente prefere Windows, saibamos separar as coisas, muita gente quer conforto e pessoas trabalham usando Windows e isso não faz a menor diferença para elas, o problema é como você disse o monopólio, eu e você e todos aqui preferimos ser livres disso.

Documentários que assisti durante a faculdade:
São bons documentários, recomendo-os.

Triumph of the Nerds: The Rise of Accidental Empires
http://topdocumentaryfilms.com/triumph-nerds-rise-accidental-empires

Revolution OS
http://topdocumentaryfilms.com/revolution-os

[21] Comentário enviado por vinivend em 03/02/2011 - 08:15h

gostei, parabéns

[22] Comentário enviado por fernandoer em 03/02/2011 - 11:49h

Gosto de linux e gostaria de usa-lo como minha plataforma principal.
Entretanto tenho periféricos que não tem drives para Linux e softwares que só rodam em Windows.
Eu gostaria de ter comprado os periféricos com drives para Linux mas os que tinham não atendiam a
minha necessidade.
Seria bom poder desenvolver os drives para os perifericos que tenho e colaborar com o software livre.
Porém não tenho tempo para isso e ainda teria uma longa pesquisa para fazer um trabalho adequado.
E não é qualquer um que consegue desenvolver um driver.
Parece que a questão dos drives está piorando. Algumas empresas não fazem drives para Linux e pronto.
Não adianta reclamar.

[23] Comentário enviado por tnvilela em 03/02/2011 - 12:01h

Eu ja fiz a pesquisa aqui dentro da empresa em que trabalho e o resultado foi o seguinte: Pacote Office.
Simplesmente o cara que gastou R$ 3,000 em cursos de excel não vai utilizar o OpenOffice. Nem eu utilizo o OpenOffice, acesso uma maquina Windows via TS somente para utilizar o Office, ja que o processo todo da empresa esta em cima de planilhas e mais planilhas.
E esse cenario existe nao só aqui, orgao publicos estao migrando para o pacote da microsoft tambem, a produtividade com os softwares para escritorio livres ainda estao longe do ideal.

No coorporativo essa é minha visao: O problema para o usuário nao é o sistema operacional e sim os softwares que ele utiliza. Em uma empresa em que os sistema sao todos via browser por exemplo eu duvido muito que os usuarios sentiram falta do Windows.


[24] Comentário enviado por elisantos em 03/02/2011 - 12:58h

excelente artigos

[25] Comentário enviado por rdg em 03/02/2011 - 13:48h

Muitas das pessoas que pergunto pq não usam linux , respondem que é muito complicado , sem nem ao menos conhecer , o famoso disse que me disse , mesmo apresentando as vantagens do linux sobre windows , eles ainda preferem ficar com o Bill , mas é como vc disse " o conhecimento é a porta de entrada para o sucesso, isso em todas as áreas" e a maioria das pessoas não buscam conhecer prefere fica no que lhes são ditados ,são acomodadas .

[26] Comentário enviado por cruzeirense em 03/02/2011 - 13:51h

As opiniões mudam de acordo com a situação.

Há uns quinze anos atrás o windows era mais usado porque ninguém conhecia o linux...
Há uns dez anos atrás o windows era mais usado porque o linux era muito difícil...
Há uns cinco anos atrás o windows era mais usado porque já vinha instalado na maioria dos computadores...
Hoje a culpa é do usuário que é muito burro e não sabe utilizar o linux...

Vamos parar com isso gente!!!

Hoje o linux é um ótimo sistema, isso é verdade...
Muito fácil de instalar e utilizar, gratuito e tem diversas outras coisas boas...
Mas o problema é que o Windows, principalmente o Windows 7 é muito bom!!!

Porque um médico vai instalar o linux em sua máquina e perder noites de sono estudando como funciona o sistema? Você acha que ele vai ganhar conhecimento? Será que esse conhecimento vai ser útil para ele? Ou seria melhor ele estudar algo relacionado a medicina?

O problema é que o linux ainda não está tão bom quanto o windows. Não existe outra explicação...
O Windows XP que também é muito bom ficou 11 anos no mercado no topo! Porque será? Será que ele é aquela bosta que só pega vírus igual muitos falam? Não! Ele faz o que o usuário precisa!

Nunca pense que o usuário vai mudar para se adaptar ao sistema! Tem que acontecer o contrário!

Outro problema é essa bagunça de distros! É o pessoal do slackware falando mal do ubuntu, o pessoal do ubuntu falando mal do mandriva, etc...

Outra coisa também, não pensem que o linux é tão "de graça" quanto parece...

Façam um teste, procurem na internet notebooks vendidos pela CCE. Olhem que interessante, as versões vendidas com o windows (windows home, não windows starter!) são mais baratas que as mesmas configurações vendidas com linux. Qual a explicação para isso? Simples, o suporte técnico...

Nossa! Isso tá virando até um desabafo...
Vou parar por aqui...

Abraços....

[27] Comentário enviado por onairdafera em 03/02/2011 - 17:37h

Na minha opnião as pessoas usam mais o window do que o linux pela portabilidade que o windows
passa para a maioria das pessoas , enm geral as pessaos que trabalham com informática usam o linux,
porque sabem que é a melhor opção, mais as outras pessoas não, a pergunta seria melhor formulada era,
se o windows não existisse as pessoas não usariam o computador? ou mesmo sendo complicado
usariam o linux, ser ou não ser livre, eis a questão.

[28] Comentário enviado por Teixeira em 03/02/2011 - 20:39h

Trabalhei durante muitos anos com manutenção de software de terceiros.
Naquela época as pessoas não "escolhiam" um sistema operacional e tinham de se acostumar - mesmo a contragosto - com o S.O. que fosse implantado nas empresas:
CP/M, PIC, DOS, Windows, Mumps, VirtuOS, OS-2, o que viesse. Em alguns casos, o Unix.
Os usuários eram literalmente treinados a "pilotar" o software de gestão, e fim de história. Por vezes o "treinamento" tinha a duração de 6 a 8 horas...
E também não interessava para os usuários que espécie de S.O. seu computador usava: Importava apenas que o software de gestão funcionasse. E quando dava pau, já se sabe: Era aquele alarido geral, e a culpa era sempre "do computador"...
O mini-computador (mini?!!!!) L-9000 tinha dimensões faraônicas, e era cheio de truques. Para se ter uma idéia, ele durante o dia trabalhava com uma espécie de inicialização (um ritual totalmente à parte) e que era a incialização "normal". à noite, trabalhava-se no Estoque, e para isso precisávamos usar uma pajelança chamada "memória compartilhada", onde cada item do estoque ocupava meio byte e o software em Assembly enganava o sistema fazendo com que ele não enxergasse os bits de controle e os tratasse como números comuns.
Para isso, o "ritual de inicialização" era tão diferente, que a turma da noite não conseguiria sequer ligar o computador pela manhã.
Sou de uma época em que a solidariedade entre usuários imperava de tal forma, que emprestávamos nossos mecanismos de teclado, nossos blocos de memória (do tamanho de uma motherboard), e até nossos consoles de impressão para usuários de outras empresas, às vezes por um meio-expediente inteiro.
E quando precisássemos de favor igual - o que fatalmente acontecia - sempre podíamos contar com a solidariedade dos colegas dos CPDs "concorrentes" (embora os demais chefes e gerentes não gostassem muito desse tipo de movimento, até que um dia se conscientizassem de que isso era fundamental para o funcionamento de cada um dos NOSSOS CPDs).
Hoje em dia é mais cômodo as pessoas pensarem que "só existe o Windows", que "o windows é mais fácil", e que qualquer coisa que nos tire da inércia simplesmente "não presta".
Meu amigo Mario Rodrigues, programador, tinha sua própria lavra de sistemas gerenciais de folha de pagamento, contabilidade, estoque, faturamento, etc., tanto em Assembly SL-3, SL-5 ou L-TC-AE, quanto em Clipper, Basic, Cobol ou Mumps.
Então se o cliente mudasse radicalmente de computador, o "usuário treinado" continuaria pilotando o seu software de gestão, sem nem ao menos saber que se tratava de um software em outra linguagem, rodando sobre outro sistema operacional.
Hoje em dia, se mudar do MS-Office para o BR-Office, para fazer as coisas mais básicas e simplórias do mundo, o usuário já torce o nariz...
Atualmente uso apenas Linux em MEUS PCs, porém tenho eventualmente de usar Windows (Base Assessoria, Ironbee, Abrasrenal) ou Mac-OS (TribOZ) de clientes ou associados.
Pois nós gravamos e compartilhamos arquivos entre essas plataformas com a maior naturalidade e sem problema algum.
A partir do momento em que se passa a saber o que realmente estamos fazendo, tudo fica mais simples.

[29] Comentário enviado por removido em 03/02/2011 - 21:18h

cruzeirense,


Sua opnião foi uma das mais sensatas que eu li sobre o artigo, parabêns.

Repito o que você disse, em seu comentário.

" Nunca pense que o usuário vai mudar para se adaptar ao sistema! Tem que acontecer o contrário! "

Abraços.

[30] Comentário enviado por arabasso em 03/02/2011 - 22:30h

A questão do sistema ser mais utilizado depende do perfil do mesmo e do tipo usuário. Vamos analisar os 3 tipos de sistemas mais utilizados, Windows, MacOS e Unix (Linux, BSD, ...). Posso estar absurdamente errado, mas costumo classificar assim os sistemas citados:

* Windows

Mais utilizado em desktops e por usuários leigos.

* MacOS

Mais utilizado por profissionais (principalmente da área multimídia) e pela "elite".

* Unix

Mais utilizado em servidores e por usuários avançados, programadores ou estudiosos.

Mas a questão principal é com relação aos programas e não com o sistema em si. O Unix como sistema é 1000x melhor doq o Windows sem sombra de dúvida, mas pq o Windows tem mais usuários?

Simples, pq tem uma pancada de software! Bem da verdade é q AINDA FALTA mts programas pra Linux, comparar o GIMP com o PS é covardia, mas até dá pra fazer algumas coisas nele, e os programas q nem equivalentes tem, como Flash, Fireworks?

Convenhamos, se a Adobe, Corel, Autodesk, Actvision, EA, Ubisoft, Take 2 entre outras empresas tivessem ports pra Linux, duvido q a diferença de usuários seria tão grande assim.

Só tem uma explicação pra essas empresas não fazerem ports pra Linux, tem rabo preso com a M$, só pode...

Oq me deixa mais espantado são as produtoras de jogos criarem ports pra PSx, sendo q a Sony usa OpenGL nos seus consoles!? Seria tão difícil assim instalar MesaGL e recompilar o jogo!?

[31] Comentário enviado por victor.p em 03/02/2011 - 23:23h

Uma coisa que um amigo meu que já usa Linux a uns 10 anos me falou e é verdade.
Não é que o Windows é ruim, o problema é que a maioria dos usuarios são burros, poriso pegam virus facil e fodem o sistema. Porque o Windows era azia na epoca do 98, mais o XP é muito bom igual já foi comentado, o que fode o Windows é que tem aqueles usuarios que são bem espertos que abrem qualquer link, o cara recebe um e-mail em Ingles, ai ele abre e lá tem um anexo .exe, não feliz o cara baixa e executa, depois não sabe porque o sistema parou de funcionar, outra coisa, os usuarios ficam usando o administrador, ao inves de fazer igual no Linux, o root só usa quando for necessario

[32] Comentário enviado por douglas.giorgio em 13/02/2011 - 04:24h

comodismo e preguiça domina os win-users

muitos sabem clicar no iniciar e mais nada, alguns não sabe nem abrir um arquivo em brando no bloco-de-notas, quem dira um terminal??

muitos baixam programas no BaixaKi, pq acha que lá é o unico lugar que da p baixar programas

o firefox e msn deve ser mais baixado pelo baixaki do que pelo proprio site oficial "logico que o baixaki só redireciona"

tem gente que tem problemas em instalar aplicativos pelo synaptic, acreditem se quiser, e quem dira pelo apt-get??

a maioria do povo só sabe dar 2 click no IE ou na raposa-laranja, acessar o google, youtube, orkut e email

2 click na duas pessoinhas verde e azul "MSN"

2 click no Word "e olhe lá"

tem gente que não consegue sair do IE para o firefox, ja vi pessoa formado em TI e não conseguiu usar o openoffice, e essa msm pessoa não sabia que existia o firefox, isso pq é formado na area de TI e trabalha na área

no meu trabalho tinha pessoa que não sabia ligar o notebook pelo botão e nem sabia que tinha que ligar na tomada "quando acaba a bateria, nunca mecheram com note"

[33] Comentário enviado por ricardok2 em 13/02/2011 - 14:13h

E tem gente que nem escrever em português sabe ...
Que coisa não?

[34] Comentário enviado por milesmaverick em 10/09/2011 - 17:27h

e pelo comodismo desse sistema chamado WINDOWS


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts