Passo a passo: Fedora autenticando usuários no Active Directory

Autenticar o Linux no Active Directory me tomou dias e dias de pesquisa e testes, mas no final acabou se mostrando uma tarefa mais simples do que eu poderia esperar (pelo menos no Fedora e no CentOS). Neste artigo mostro passo a passo como realizar essa configuração.

[ Hits: 79.650 ]

Por: Davidson Rodrigues Paulo em 09/10/2007 | Blog: http://davidsonpaulo.com/


Configurando o Windows Server



Neste artigo considero que o Active Directory esteja instalado no Windows Server 2003 R2 com base de dados de usuários e grupos configurada corretamente de forma que possa ser usada por clientes Windows. As distribuições Linux testadas foram Fedora Core 6 e CentOS 5.

O primeiro passo é instalar o Servidor NIS, componente do Windows Services for Unix (versão 3.5) no servidor Active Directory. Lembre-se: é só o Servidor NIS, não instale nenhum outro componente, pois não é necessário.

Após a instalação, você precisará reiniciar o servidor. Depois disso, abra o console de gerenciamento de usuários e computadores do Active Directory e, na seção Users (usuários), clique com o botão direito em algum usuário e clique em "Propriedades". Você notará a existência de uma aba que não existia antes da instalação o Services for Unix, intitulada UNIX Attributes. Nela, você deverá definir os atributos necessários para que o Linux possa autenticar seus usuários no Active Directory, a saber:

  • NIS Domain: o mesmo nome de domínio do servidor, só que em letras minúsculas;
  • UID: o número identificador de usuário, escolha um número maior que 500;
  • Login Shell: o Shell de login. Para permitir que o usuário faça login em máquinas Linux, use /bin/bash e, para negar o acesso, use /sbin/nologin;
  • Home Directory: o diretório pessoal do usuário. O padrão é /home/login, mas você pode usar qualquer diretório pessoal que quiser (eu uso /home/grupo/login);
  • Primary group name/GID: o grupo primário do usuário. Só será possível utilizar grupos que tenham seus atributos Unix definidos, o que é feito de forma análoga.

Agora que temos um usuário e um grupo com seus atributos Unix definidos, passemos à configuração do Linux.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Configurando o Windows Server
   2. Configurando o Linux: authconfig
   3. Configurando o Linux: nss_ldap
   4. Criação automática dos diretórios pessoais
Outros artigos deste autor

Participe da revista Viva o Linux

Fundamentos do sistema Linux - Gerenciadores de inicialização

Debian-BR CDD: Mais um excelente trabalho brazuca

Seu Slackware atualizado com SWARET

Compilando o Squid e criando o pacote para Slackware

Leitura recomendada

Timezones - Uma questão de ponto de vista

Instalando o Postfix no Slackware

Instalando um servidor LAMP no Linux Ubuntu 7.10

Instalando o maravilhoso Arch Linux

Como Redimensionar o Guest à Janela no KVM com Virt-Manager

  
Comentários
[1] Comentário enviado por thelinux em 09/10/2007 - 09:33h

Ótimo artigo. Parabéns Davdson.

[2] Comentário enviado por michel5670 em 09/10/2007 - 14:18h

Muito bom esse artigo parabéns, vou tentar aqui no debian!!!!

[3] Comentário enviado por foxrox em 09/10/2007 - 15:26h

Excelente artigo.

Testing on Debian

Depois posto resultado !!

[4] Comentário enviado por madurinho em 09/10/2007 - 15:54h

Amigo parabéns foi um excelente post!!!!!!

tbm testarei no debian e colocarei resultados

LINUS RULES!!!!!!!!!!

[5] Comentário enviado por carlosands em 10/10/2007 - 08:41h

Otimo Artigo Davdson
vou fazer um teste no ubuntu e depois coloco os resultados .
Vol.
Carlos.

[6] Comentário enviado por nataliawanick em 10/10/2007 - 22:49h

Parabéns, ótimo artigo!!
Natalia

[7] Comentário enviado por nemphilis em 10/10/2007 - 23:37h

Hey bozao!! Olhaih cara, artigo muito bom hein e ja vai ser usado aqui parceiro se eh que lembras dos parceiros "das antigas".
Aquele abraco,
Danyllo

[8] Comentário enviado por dfsantos em 18/10/2007 - 09:03h

Otimo artigo Davidson, parabens !
Mais estou com um problema logo na instalação no Service For unix 3.5 nao consigo instala o Servido Nis esta dando um erro, Preciso de ajuda pois acho que e por causa do meu PDC que Ruindows2003 "SP1", mais no site do Micro$oft fala que SFU 3.5 suporta Ruindow$ 2003 mais nao especifica se e somente o "R2"

"Supported Operating Systems: Windows 2000; Windows 2000 Service Pack 3; Windows 2000 Service Pack 4; Windows Server 2003; Windows XP"

Por Favor me ajudem preciso muito desse serviço! desde ja agradeço a todos !

[9] Comentário enviado por dalben em 19/10/2007 - 13:01h

Davidson, parabéns pela iniciativa em falar sobre este assunto, pois é bastante complexo e poucas pessoas fizeram esse tipo de integração.
Eu fiz o teu tutorial passo a passo, porém só consegui realizar o teste com o comando id (ou com o comando getent passwd, que faz uma listagem de usuarios), removendo as seguintes linhas do ldap.conf:

nss_map_attribute uidNumber msSFU30UidNumber
nss_map_attribute gidNumber msSFU30GidNumber

Sem essas linhas o comando id funciona. Não sei ao certo porque com essas linhas a integração não funciona.

Fiz duas instalações do zero, tanto do Windows Server 2003 R2 e do Fedora 7. No Windows Server, instalei através do painel de controle e selecionei Identity Managemente for Unix e Subsystem for Unix Based Applications.

Um abraço.

João Dalben.

[10] Comentário enviado por davidsonpaulo em 19/10/2007 - 13:14h

João,

O Windows Server 2003 R2 possui suporte integrado a autenticação Unix, que precisa ser habilitado, como você fez, quando então as duas linhas do ldap.conf que você citou não precisam ser instaladas e nem o Windows Services for Unix. Eu preferi no artigo descrever o método usando a instalação do Windows Services for Unix por servir para um número maior de versões do Windows, mas no caso do 2003 R2 o método que você usou é o mais indicado.

Um abraço e obrigado pelo dica.

[11] Comentário enviado por dalben em 19/10/2007 - 13:25h

Então é isso, a diferença é do S.O. usado por mim. Por enquanto esse ldap.conf é um arquivo meio, obscuro... preciso me familiarizar mais com ele. Com certeza acho que essa é a etapa mais "complicada" da integração.

Mais uma vez parabéns pelo artigo, me ajudou bastante.

[12] Comentário enviado por deuz em 24/10/2007 - 12:18h

ola, achei interessante o artigo, estou tentando implementar isso, mas uso o suse 10.3 e o server 2000, tem algum material a respeito? quero controlar os acessos do compartilhamento suse pelo samba através do 2000 server, isso pra nao ter que mexer nas restrições de acesso aos arquivos do linux, por ex. o chmod. Se tiver algo a respeito, e puder me informar, agradeço.

[13] Comentário enviado por marcoafv em 17/06/2009 - 21:27h

Cara, parabéns pelo tutorial. Realmente um tutorial que vai ajudar muitas pessoas.

[14] Comentário enviado por fabianorebelo em 09/09/2009 - 10:37h

Davidson, estou utilizando o Windows Server 2008 como controlador de dominio. Tive que fazer algumas alterações no ldap.conf e o comando id funciona, o usuario consegue logar, porem não consegue criar o diretorio. No WS 2008 utilizei um recurso do proprio windows em funções -- serviços de diretorio e mudei alguns parametros no ldap.conf, mas o usuario não consegue criar os diretorios no /home. Você sabe o que pode ser?

[15] Comentário enviado por fabianorebelo em 09/09/2009 - 10:52h

Pessol deu certo! Era um parametro no ldap.conf ...

[16] Comentário enviado por mhiratasup em 17/12/2014 - 10:25h

Sei que o post é antigo e os comentários também. Mas como ainda tem muita gente que procura por uma ajuda para ingressar o Fedora no domino windows, acho valido meu comentário.
Utilizo Debian como distro, porém resolvi me aventurar no Fedora 21 no computador da empresa. Vi esse tutorial, e apenas para testar, realmente funciona. Mas tem um serio problema. Falha de segurança. Não se deve colocar usuários e senhas em arquivos de configuração. Nos campos binddn UsuarioBind@DOMINIO.COM
bindpw senhadousuariobind, tenho que colocar usuário e senha do domínio que tenha permissão para ler a base do AD. Então, com a minha maquina no domínio, outra pessoa pode logar na maquina(desde que a conta esteja no AD) e então, simplesmente dando um cat no ldap.conf, esta la o usuário e a senha pra quem quiser ver.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts