OcoMon no CentOS - Instalação e configuração

OcoMon dispensa comentários, nesse tutorial irei abordar a instalação do mesmo. Para esta instalação, usarei o CentOS 6.4.

[ Hits: 24.769 ]

Por: gean paulo martins dos santos em 28/06/2013


Instalação



Para esta instalação, foi usada uma instalação mínima do CentOS 6.4.

Depois de instalado, será necessário atualizá-lo, para isso, rode o comando:

# yum update

Como foi feito uma instalação miníma, é interessante instalar alguns pacotes essenciais para trabalhar com o sistema, que são os pacotes básicos:

# yum groupinstall base

Agora, os pacotes necessários para instalação do OcoMon:

# yum install httpd httpd-manual
# yum install php php-common php-devel php-gd php-mysql
# yum install mysql mysql-devel mysql-server


Inicie os serviços do MySQL e do Apache, e coloque na inicialização do sistema:

# service httpd start
# chkconfig httpd on

# mysql_install_db
# service mysqld start
# chkconfig mysqld on


Crie uma senha para o usuário "root" do MySQL:

# mysqladmin -u root password "senha"

Agora acesse o MySQL e dê todas as permissões para o usuário "root":

# mysql -u root -p

mysql> grant all on *.* to 'root'@'%' identified by 'senha';
mysql> flush privileges;
mysql> exit;

Agora, vamos baixar o OcoMon e o patch que corrige o bug para encerramento de chamados, quando a barra de formatação está ativa para as ocorrências.

Para descarregar os downloads, escolha uma pasta e se preferir, crie uma. Eu sempre uso o diretório "/opt".

Então, entre no diretório "/opt" e realize o download:

# cd /opt
# wget --no-check-certificate
https://sourceforge.net/projects/ocomonphp/files/ocomon_2.0-RC6.tar.gz
# wget http://ocomonphp.sourceforge.net/files/ocomon_2.0-RC6-patch-01.tar.gz

Descompacte o OcoMon e mova-o para a raiz do Apache:

# tar zxvf ocomon_2.0-RC6.tar.gz
# mv ocomon_2.0-RC6 /var/www/html/ocomon


Agora vamos descompactar o patch e aplicá-lo:

# tar zxvf ocomon_2.0-RC6-patch-01.tar.gz
# cp includes/versao.php /var/www/html/ocomon/includes/
# cp ocomon/geral/encerramento.php /var/www/html/ocomon/ocomon/geral/


Obs.: nesta cópia, será substituído os arquivos em suas respectivas pastas, então será interrogado sobre a substituição, confirme com a letra "Y"

Acesse o diretório do OcoMon e importe a base de dados para o MySQL:

# cd /var/www/html/ocomon
# mysql -u root -p < install/2.0RC6/DB_OCOMON_2.0RC6_FULL.SQL


Nessa importação, pedirá a senha do usuário "root" que cadastramos há pouco!

Configurações

Agora vamos acertar as configurações para a comunicação com o MySQL.

Primeiro renomeie o arquivo contido na pasta "includes":

* Lembrando que estamos dentro do diretório do OcoMon!

# mv includes/config.inc.php-dist includes/config.inc.php

Entre no arquivo renomeado e deixe-o assim:

# vim incluides/config.inc.php

define ( "SQL_USER", "root");  // Usuário do MySQL
define ( "SQL_PASSWD", "senha");  // Senha do usuário que cadastramos
define ( "SQL_SERVER", "localhost");  // Acesso será local
define ( "SQL_DB", "ocomon_rc6");  // Nome do banco de dados


Após importação da base do OcoMon, é recomendado remover a pasta "install". Então, vamos removê-la:

# rm -Rf /var/www/html/ocomon/install

Pronto! Agora vamos fazer alguns ajustes no Apache para não termos problemas com acentuações. Para isso, acesse o arquivo de configuração do Apache e deixe-o assim:

# vim /etc/httpd/conf/httpd.conf

Linha 743:

LanguagePriority pt-BR pt en ca cs da de el eo es et fr he hr it ja ko ltz nl nn no pl ru sv zh-CN zh-TW


Na linha 759, troque:
AddDefaultCharset UTF-8
Por:

AddDefaultCharset iso8859-1


Observação: no navegado Google Chrome, o OcoMon não se ajusta, ficando com uma imagem desalinhada.

Para quem usa este navegador, vamos aplicar a correção. Acesse o arquivo "ocomon/includes/css/estilos.css.php" a adicione essas linhas:

# vim var/www/html/ocomon/includes/css/estilos.css.php

Procure por:
print "body {
font-family: tahoma;
color:black;
font-size:11px;
background-color:".$row['tm_color_body'].";
} ";/*#cde5ff background-color:#d9d8da; 5E515B font-size: 11px; */

Logo após esta linha, adicione:

print "
#centro {
min-width: 140px;
width: 140px;
}";


Finalizando

Quase pronto!

Como o firewall do CentOS vem habilitado por padrão, vamos liberar a porta 80 do servidor Web, acesse o IPtables e adicione a porta citada:

# vim /etc/sysconfig/iptables

-A INPUT -m state --state NEW -m tcp -p tcp --dport 80 -j ACCEPT


Reinicie o IPtables:

# iptables-restore /etc/sysconfig/iptables

Como o SELinux também vem habilitado, então vamos desativá-lo:

# vim /etc/selinux/config

Troque:
SELINUX=enforcing
Por:

SELINUX=disabled


Para validar a configuração do SELinux, será necessário reiniciar o sistema:

# reboot

Reiniciado, abra seu navegador e digite o IP do servidor onde está instalado o OcoMon, seguido do nome do OcoMon.

Por exemplo: http://192.168.0.1/ocomon

Aparecerá a tela de login do OcoMon:
  • Usuário: admin
  • Senha: admin

Se tiver um domínio, é interessante criar um subdomínio.

Se for o caso, segue o exemplo de Virtualhost:

# vim /etc/httpd/conf.d/ocomon.conf

<VirtualHost *:80>
    ServerAdmin [email protected]
    ServerName ocomon.martins.com.br
    DocumentRoot  /var/www/html/ocomon
    ErrorLog /var/log/htthd/ocomon-error.log
    CustomLog /var/log/httpd/ocomon-access.log common
</VirtualHost>


Pronto, agora é só digitar o subdomínio no seu navegador:
  • http://ocomon.martins.com.br

Espero ter ajudado!

   

Páginas do artigo
   1. Instalação
Outros artigos deste autor

Documentação de IPs usando o TIPP

Leitura recomendada

OpenVPN para clientes Windows no Debian Squeeze

Como configurar o Ubuntu para trabalhar com computadores Windows

Manual de instalação e configuração do Zabbix no Fedora 8

DNS Cache no Bind9

Mosix - Instalação e configuração de um cluster de balanceamento de carga

  
Comentários
[1] Comentário enviado por nettux em 23/08/2013 - 11:33h

P*E*R*F*E*I*T*O
Desculpe pela caixa alta, mas esse tutorial ficou excelente.
Eu já uso o Ocomon em meus projetos e já implantei em várias empresas e tive um problema com os caracteres e o estilo, que às vezes davam problemas, mas com essas dicas instalei num servidor Windows e num Linux (Debian) e ambos ficaram perfeitos.
Abraços e mais uma vez, obrigado.

[2] Comentário enviado por gpmsred em 24/08/2013 - 16:39h

Satisfação por ter ajudado netto_info!

[3] Comentário enviado por cristianopureza em 30/12/2013 - 23:00h

Parabens pelo tutorial, ta redondo.

grande abraço.

[4] Comentário enviado por hmota em 03/01/2014 - 16:45h

Caro gean paulo martins dos santos,

Foi tudo muito bem ... mas quando eu dou o comando >install/2.0RC6/DB_OCOMON_2.0RC6_FULL.SQL dentro do sql ele não prossegue mais.

Ou é por que demora mesmo ? Esperei mais de 15 minutos e ficou nessa linha:

mysql> install/2.0RC6/BD_OCOMON_2.0RC6_FULL.SQL
->

O que pode ter acontecido ?

[5] Comentário enviado por gpmsred em 06/01/2014 - 17:42h

hmota, não é normal toda essa demora, porém nunca tentei importar a base de dentro do mysql, só como está no tutorial.
Recomento que siga como está no tutorial:
# cd /var/www/html/ocomon
# mysql -u root -p < install/2.0RC6/DB_OCOMON_2.0RC6_FULL.SQL
abraço!

[6] Comentário enviado por rengaf1 em 18/02/2014 - 13:45h

ola... me diz uma coisa..:

é possivel instalar o comon num servidor Linux mais com a base de dados separada em servidor Microsoft com MSSQL server?

[7] Comentário enviado por gpmsred em 27/02/2014 - 13:06h

rengaf1, apena mysql por padrão!
com o mysq você pode usar um servidor com o banco de dados separado.

[8] Comentário enviado por tiago570 em 04/03/2014 - 16:22h

Obrigado! funcionou 100% Excelente Tutorial!

[9] Comentário enviado por leandroctoledo em 21/03/2014 - 23:27h

Parabéns.
Funcionou perfeitamente e estou usando ele muito na empresa.
Post Perfeito.

Obrigadíssimo.

[10] Comentário enviado por thyagobrasileiro em 24/03/2014 - 01:20h

Perfeito

Funcionou!!!

[11] Comentário enviado por carlosaraujojr em 07/07/2014 - 12:32h

Pessoal,

Sou novo na comunidade e com o Linux também. Estou seguindo o tutorial, mas fiquei com uma dúvida...
Na linha abaixo,

mysql> grant all on *.* to 'root'@'%' identified by 'senha';

devo colocar exatamente assim ou substituo '%' por localhost e 'senha' pela senha do root que defini anteriormente?
Na verdade já tentei com ambos, logo depois do comando ele muda do modo "mysql>" para o modo "->" e o comando exit não faz voltar.

Se alguém puder ajudar aee...vlw msm!!!

Obrigado!!



[12] Comentário enviado por rengaf1 em 14/07/2014 - 11:19h

Filé... testado e aprovado!!

só um lembrete para os iniciantes...

no caso abaixo...

vim var/www/html/ocomon/includes/css/estilos.css.php

não esquecer de adicionar a barra antes do var...

vim /var/www/html/ocomon/includes/css/estilos.css.php

valeu!!

[13] Comentário enviado por gpmsred em 19/07/2014 - 08:32h

Verdade rengaf1, boa a observação...
valeu!

[14] Comentário enviado por Rodrigok9 em 11/09/2015 - 10:51h

Bom tutorial
mas tive problemas na sequencia de importar a base do SQL, como com o amigo acima # mysql -u root -p < install/2.0RC6/DB_OCOMON_2.0RC6_FULL.SQL , acabei adicionando 1 pasta antes do install .. ficando assim ... # mysql -u root -p < ocomon_2.0RC/install/2.0RC6/DB_OCOMON_2.0RC6_FULL.SQL ... solicita a senha e ocorre o erro ERROR 1396 At line 5: Operation CREATE USER falied for 'ocomon'@'localhost'

Alguém saberia o que pode ser ??

Obrigado pela atenção.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts