Não se afoguem mais em uma tonelada de Logs, ELK te salva! (Real-time)

Hoje em dia a análise de Big Data é cada vez mais importante por uma série de fatores, um deles é a tomada de decisão sobre o que fazer com determinado produto, serviço ou aplicação e, por conta disso, quem não faz análise de seus logs acaba ficando para trás. Isso é válido para empresas, Sysadmins, engenheiros, e principalmente a galera DevOps. Com base nesta questão, este artigo mostra uma das muitas formas de fazer isso, utilizando de tecnologias como: ELK, Docker e outras ferramentas essenciais para uma Infraestrutura Ágil, tudo isso em Real-time.

[ Hits: 15.181 ]

Por: Uriel Ricardo em 18/10/2016


ELK + Docker



Sobre cada um dos itens desta stack:

ElasticSearch

Linux: Não se afoguem mais em uma tonelada de Logs, ELK te salva!(Real-time) O ElasticSearch é uma engine de busca com foco na análise de dados em tempo real, baseado na arquitetura RESTful. O ElasticSearch é baseado em documentos orientados e você pode armazenar tudo o que quiser no formato JSON. Isto o torna mais poderoso, simples e flexível.

Foi desenvolvido sobre o Apache Lucene e por default roda na porta 9200.

Logstash

Linux: Não se afoguem mais em uma tonelada de Logs, ELK te salva!(Real-time) O Logstash é uma solução para gerenciamento e agregação de logs. O formato estruturado do JSON é o padrão, e também é a forma como o ElasticSearch vai tratá-lo. Existem diversas opções de filtros e funcionalidades similares que você pode experimentar. É muito útil para agilizar a leitura dos logs, compreensão e filtragem.

Kibana

Linux: Não se afoguem mais em uma tonelada de Logs, ELK te salva!(Real-time) O Kibana é o frontend do nosso stack, que irá apresentar os dados armazenados pelo Logstash no ElasticSearch, em uma interface altamente customizável com histograma e outros painéis que irão te dar um excelente overview sobre os seus dados. Muito bom para análises em tempo real e pesquisa de dados que você tenha parseado no ElasticSearch.

Ele permite transformar os logs em informações úteis, pois permite realizar correlação de eventos, filtrar logs por origem, hosts, e N outras combinações.

Docker

Linux: Não se afoguem mais em uma tonelada de Logs, ELK te salva!(Real-time) Docker é uma plataforma Open Source escrito em Go, que é uma linguagem de programação de alto desempenho desenvolvida dentro do Google, que facilita a criação e administração de ambientes isolados (containers).

Uma dica pra quem está começando a se aventurar no mundo dos containers, é este site: http://www.mundodocker.com.br/

Agora que já estamos por dentro do que é cada um, vamos botar a mão na massa!

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. ELK + Docker
   2. Entendendo e configurando o Elk
   3. Configurando o Filebeat.yml
   4. Configurando o Logstash.conf
   5. Acessando Kibana e analisando meu dados (Real-time)
Outros artigos deste autor

Projeto Sharingan

Leitura recomendada

Convertendo de AVI para AMV nativamente

Blender para todos! - Parte IV

GIMP - Colocando um desenho de traços sobre outra superfície

Website com o Gimp

Existe design além do Corel Draw?

  
Comentários
[1] Comentário enviado por FelipeCoutinhoS em 19/10/2016 - 00:09h

Parabéns pelo artigo, muito bem explicado! Achei você bem detalhista, lhe encontrei no LinkedIn, por acaso teria interesse em palestrar sobre isso na GDG DevFest em são Paulo?
E quanto ao artigo, teria este material em PDF?

[2] Comentário enviado por cesar.dba em 20/10/2016 - 08:29h

Fantastico!
Especialista em Banco de Dados

[3] Comentário enviado por UrielRicardo em 21/10/2016 - 09:15h


[1] Comentário enviado por FelipeCoutinhoS em 19/10/2016 - 00:09h

Parabéns pelo artigo, muito bem explicado! Achei você bem detalhista, lhe encontrei no LinkedIn, por acaso teria interesse em palestrar sobre isso na GDG DevFest em são Paulo?
E quanto ao artigo, teria este material em PDF?


Olá Amigo, tudo bem? Lhe respondi na mensagem privada que me enviou, agradeço pelo feedback! Quanto ao pdf enviei para seu e-mail em anexo!

[4] Comentário enviado por UrielRicardo em 21/10/2016 - 09:15h


[2] Comentário enviado por cesar.dba em 20/10/2016 - 08:29h

Fantastico!
Especialista em Banco de Dados


Muito Obrigado pelo FeedBack =)

[5] Comentário enviado por eddye00 em 03/11/2016 - 09:22h

Assunto bem interessante. Obrigado pelo excelente artigo!

[6] Comentário enviado por UrielRicardo em 03/11/2016 - 09:32h


[5] Comentário enviado por eddye00 em 03/11/2016 - 09:22h

Assunto bem interessante. Obrigado pelo excelente artigo!


Eu que lhe agradeço, muito obrigador por ler meu artigo!

[7] Comentário enviado por cesar.dba em 03/11/2016 - 10:16h

Amigo bom dia,
Poderia me enviar em pdf o artigo por e-mail?!
Especialista em Banco de Dados

[8] Comentário enviado por lestatwa em 10/11/2016 - 13:51h

Primeiramente você deve se preocupar em responder: o que é big data? Uma base grande? Grande quanto? Qual o maior gargalo em analisar big data? Como é feita a paralelização das análises?
Quando você conseguir responder estas perguntas, vai entender que não existe sentido em chamar logs gerados por um servidor de big data tal como não existe maneira de analisar uma base realmente grande em um único servidor. A maioria dos métodos de analise supõe que exista um driver (servidor ou pc aonde o código da análise é escrito) e vários workers (outros servidores que fazem a análise em paralelo). Métodos baseados no haboop tem um gargalo enorme (fora o problema da linguagem, só se pode usar Java), visto que existe muita leitura e escrita nos discos. Já frameworks mais novos, como o Apache Spark colocam toda a base a ser analisada em cache na memoria RAM, tornando as análizes até 100x mais rápidas que via hadoop. Além disto pode ser programado em Python, Scala, Java e R. Enfim, estou ilustrando este senário pois vejo muitos cursos de pós-graduação se propondo a abordar big data, porém o fazem de maneira totalmente equivocada, dando a impressão que qualquer base "grande" é big data.
Sei que seu propósito era apenas abordar alguns tools, porém gostaria de contribuir com estas reflexões.

[9] Comentário enviado por iranmeneses em 05/05/2017 - 11:25h

Bom dia. Nobre amigo sigo todo o tutorial, mas não estou conseguindo encontrar esse comando docker-compose up -d. Poderia me ajudar? Fico no aguardo. Grato.

[10] Comentário enviado por UrielRicardo em 09/05/2017 - 13:21h


[9] Comentário enviado por iranmeneses em 05/05/2017 - 11:25h

Bom dia. Nobre amigo sigo todo o tutorial, mas não estou conseguindo encontrar esse comando docker-compose up -d. Poderia me ajudar? Fico no aguardo. Grato.


Tudo bem? você chegou a instalar o docker compose???


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts