NFS simples e fácil usando Mandriva e Kurumin

Muito se fala sobre NFS, existem milhares de artigos sobre NFS na internet, inclusive no próprio Viva o Linux temos vários sobre o assunto. Neste artigo também vou falar de NFS, mas tentarei abordar o assunto de uma forma simples, mais light, direcionado para usuários finais que precisam acessar dados que estão em outros computadores, mas não querem ter a dor de cabeça e ter que se preocupar com a configuração mais complicada do Samba.

[ Hits: 41.107 ]

Por: Matheus Santana Lima em 03/04/2007


Introdução



Abordei o NFS usando duas distribuições independentes. Na máquina cliente suponhamos que você já tenha o Linux instalado, e como você quer só acessar e copiar as informações de uma outra máquina sem necessariamente ter o Linux instalado nela, vamos usar um live-cd para isso.

Nosso cenário vai ficar assim: temos duas máquinas, uma com Linux instalado e outra que será nosso servidor, que usa Windows, e para podermos acessar os dados desta máquina sem correr o risco de causar danos nos discos rígidos, vamos usar um live-cd.

As distribuições usadas são o Mandriva Linux Free 2006 e o Kurumin 6.0 (as versões posteriores destes sistemas provavelmente seguirão os mesmos passos de configuração descritos neste artigo).

Antes de vermos NFS na prática vamos falar um pouco da história do protocolo NFS.

Network File System (Sun Microsystem)

Network File System é um protocolo, originalmente desenvolvido pela Sun Microsystem em 1984, que permite ao a um computador cliente acessar arquivos pela rede facilmente, como se acessasse discos locais. NFS, é parecido com outros protocolos produzidos pela Open Network Computing Remote Procedure Call(ONCRPC). O protocolo Network File System é especificado pelos padrões RFC 1094, RFC 1813 e RFC 3530 e pelo obsoleto RFC 3010.

Versões do protocolo:

A versão 1 do NFS somente foi usada internamente pela Sun, não sendo lançada para o público.

A versão 2 do protocolo(definida em RFC 1094 em Março de 1989), originalmente operava em cima do protocolo UDP.

A versão 3 (definida pelo RFC 1813 em Junho de 1995) adicionou as características:
  • Suporte para arquivos de 64-bits de tamanho, com offsets para segurar arquivos maiores de 4 gigas.
  • Suporte assíncrono para leitura no servidor, para melhorar desempenho no processo de escrita.
  • A operação READDIRPLUS, para pegar arquivos e atributos junto com o nome de arquivos quando for escaneado o diretório.
  • Dentre outras melhorias.

Na época da introdução a versão 3 do NFS, a venda de suporte a TCP como protocolo de transporte começou a aumentar. Enquanto vários vendedores adicionaram o suporte a TCP na versão 2 do NFS, a Sun Microsystem adicionou o suporte para o protocolo TCP para a versão 3. Usando assim TCP como protocolo de transporte, o uso de NFS em WAN tornou -se mais praticável.

A versão 4 (RFC 3010 em Dezembro de 2000 e revisada pela RFC 3530 em Abril de 2003) foi influenciada pelo AFS (Andrew File System) e pelo CIFS, incluindo melhorias na performance, melhorias na segurança e introdução a um protocolo statefull. A versão 4 foi a primeira versão desenvolvida com Internet Engineering Task Force (IETF).

Vários protocolos vieram associados com NFS, incluindo:
  • Protocolo Network Lock Manager (NLM) (Adicionado para suportar UNIX System V API's file-locking).
  • Protocolo de Relatório de Quota Remoto (RQUOTAD) (Que permite usuários NFS verem suas quotas de dados de armazenamento em servidores NFS)
  • WebNFS é uma extensão para as versões 2 e 3, permitindo ao NFS integrar mais facilmente em Web-Browsers e permitindo operações através de Firewall's.

OBS: Partes destas informações foram retiradas da wikipédia, no endereço:
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Configurando os endereços IP no Mandriva e no Kurumin
   3. Ativando o servidor NFS no Kurumin
   4. Acessando o servidor NFS por outra máquina cliente
Outros artigos deste autor

Mulheres na Informática: O Movimento LinuxChix BR

Manipulação de arquivos em C++

Visopsys - Sistema Operacional aberto e portátil para manipulação de discos rígidos

VNC + Hamachi

Freeduc - Educação escolar é com Linux!

Leitura recomendada

OpenAudit - Sistema de inventário

Usando o SlackPorts

Macromedia Studio 8 no Wine em detalhes

Usando o gerenciador de arquivos XFE para administrar as tarefas no Linux

Servidor LAMP com PHP7 no Linux Mint 18 e no Ubuntu 16.04

  
Comentários
[1] Comentário enviado por maykonhammer em 03/04/2007 - 22:52h

Parabéns...

[2] Comentário enviado por leoberbert em 04/04/2007 - 10:40h

Matheus muito 10 o Artigo... continue assim..... abraço!!!

[3] Comentário enviado por brunokino em 07/04/2007 - 01:01h

Aoo mathes, ta 10 o artigo!

Parabéns..

[4] Comentário enviado por fernandoamador em 08/04/2007 - 23:39h

Ótimo artgo...


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts