Metodologia LFS - Contruindo seu Linux do zero

Criando um Linux? Como se pode montar um Linux apenas compilando os pacotes de instalação sem conhecimentos superiores em computação? Isso mesmo. Só se precisa de coragem para começar o seu "Linux From Scratch". Veja que é possível construir um Linux apenas com o Guia LFS e 100MB em pacotes de instalação.

[ Hits: 81.043 ]

Por: lindberg em 15/05/2004


Introdução - o primeiro contato



Estava eu a compilar o pacote glibc-2.3.1 no meu novo sistema Linux quando comecei a admirar a velocidade com a qual o pacote era compilado. Daí parei pra pensar o quanto é fascinante e único o fato de eu mesmo, sozinho, estar criando um Linux. "Mas não entendo muito de programação, nem fiz curso algum de Linux. Como isso procede? Como algo tão complexo pode ser administrado por alguém tão 'leigo' no assunto quanto eu? Porque qualquer pessoa pode fazer isso?".

Não consegui entender até o momento no qual pensei qual o verdadeiro sentido e propósito disso tudo: qualquer pessoa pode ver de perto o que uma comunidade inteira, com muito esforço e sacrifício, planejou e (com base nas necessidades do usuário final) elaborou. Todos tem acesso. Não há sigilo. Não há fórmula secreta. Não há restrições. As únicas restrições são as que nós colocamos, pois até suporte para a M$oft eles fazem o "favor" de oferecer, o que na realidade é o que vem facilitando a migração cada dia mais.

Ou seja, pensando num aspecto mais amplo e menos fanático, o Linux é tão bom que dá suporte até pra Windows, o que não é recíproco. É como se todos os dias o pinguim estendesse suas "mãos" (o que ele realmente não tem, mas o artigo não é sobre biologia...) e a "sanguessuga" simplesmente o ignora. Mas, deixemos um pouco de lado o "janelinhas" e vamos ao que interessa.

Certo dia ao entrar na seção de perguntas do Viva o Linux, deparei-me com a pergunta do nosso colega Marcelo, ou ilovelinux como se auto denomina. Sua pergunta tratava de algo que não conhecia até então. Um tal de Guia LFS. A pergunta abordava-nos sobre conhecimentos em desenvolvimento-Linux. Apesar de que não soube responder quais os métodos utilizados pelo nosso venerado Morimoto pela sua incrível façanha, explicitamente demonstrada nos resultados do poderoso Kurumin (certamente é a distro de maior suporte a hardwares para os brasileiros, "em menos de 200MB", assim como ele o apresenta...), mas acendeu uma curiosidade em mim sem limites de como eu poderia ser capaz de "criar" (por que insisto em usar essa palavra?) um Linux.

Não deveria ser tão simples assim (e não o é, mas também não impossível). Fui atrás do "tal Guia" e acabei encontrando uma verdadeira receita de bolo para "criar" um Linux, e nunca encontrei uma receita igual, nem pra bolo!!! Receita nenhuma daria o total de calorias presente em cada ingrediente, total de calorias finais, consumo de gás de cozinha, força e torque utilizados para bater a massa, etc. Certamente que o Guia não fala de calorias, nem muito menos torque, mas simplesmente dá todos os passos, dá os comandos e explica, tanto para esclarecimento funcional quanto técnico (adoro isso), sim, explica cada comando. Tudo o que eu precisaria ter era uma partição Linux Native de 3GB (o que não é difícil quando se tem 40GB num disco) e uma distro Linux instalada (o que não se comenta por ser muito óbvio) e baixar uma razoável quantia de 100MB em pacotes.

Então, sem hesitar, (sim, hesitar está certo, pois acabei de olhar no Aurélio) comecei a preparar os requisitos para iniciar o projeto. (ps.: cara é incrível a velocidade de compilação desse glibc!!! Enquanto estou digitando, ele está compilando a 200 por hora).

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução - o primeiro contato
   2. LFS - o "começando do nada"
   3. Mas, porque criar "mais" um?
   4. Restrições do LFS
   5. Conclusões
Outros artigos deste autor

Audacity - Editando áudios sem instalação

Instalação do winmodem HSP56 Pctel no Slackware

Atualizando sua versão Slackware - upgrade de pacotes

Configurando Placa Wireless Broadcom BCM43142 no SlackWare 14.2

Instalando e Configurando o Modem HSP56 MicroModem no RedHat 9.0

Leitura recomendada

Como selecionar que processos serão iniciados ao boot - sysv-rc-conf

Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores

Configuração do Compiz Fusion pós instalação

Debian SID, OpenBox, LightDM e XFS

nginx em conjunto com Apache - Instalação e configuração no Debian e derivados

  
Comentários
[1] Comentário enviado por jose_maria em 15/05/2004 - 13:11h

Legal teu artigo cara.
Uma vantangem de saber fazer Linux na unha é que há também propostas de emprego para quem tem esse perfil. Algumas empresas grandes, por motivos próprios, gostariam de ter sua própria distro para colocar nas máquinas da empresa.
Há também aqueles que necessitam fazer um linux bem pequeno para poder colocar em sistemas embutidos como circuitos integrados, microcontroladores e cartões de memória.
Eu ainda não fiz um LFS mas pretendo me aventurar nessa.

[2] Comentário enviado por removido em 15/05/2004 - 15:45h

Parabens!!!, muito bom o artigo... eu ja tinha passado uma vez por esse site, mais acabei nao dando muita atenção, por achar muito "complexo". achei bem interessante seu artigo... e isso concerteza ajudara a galera a se aventurar pelos "confins", nucleos do planeta linux...

Velho tenho só uma duvida ... esse "linux do zero" eu posso escolher qualquer distribuição?? ou é linux puro mesmo?? por exemplo eu amo Slackware eu poderia estar "modelando" ele conforme minha necessidades??, uma coisa que eu adoraria muito é o fato de quando instalo o slack... se eu quiser alguns progrmas a mais configurações e etc ... a cada nova instalação ei de fazer tudo de novo... ja pensei criar imagens e etc.. teve um lugar que acabei instalando o Kurumin em varias maquinas, porque ele ja vem "pronto" para desktop... para nao ter que ficar criando imagens de hds e etc..

Finalizando posso criar um Slackware do meu gosto com esse tal de LFS??

[3] Comentário enviado por IloveLinux2004 em 15/05/2004 - 16:13h

Muito legal o artigo, ficou ótimo...
Só queria fazer uma observação sobre o "porque de montar uma outra distro linux".
Devemos montar um sistema Linux por dois motivos. (esses dois motivos são extremamente importantes).
O primeiro é de conhecer o sistema linux a fundo. E nada melhor do que montar um do zero.
O segundo é que assim como eu e como o nosso amigo Lindberg Luiz, pensamos em criar um Linux pra ir aperfeiçoando pra num futuro bem próximo ter em mãos(ou melhor no pc) um linux tão bom quanto o sistema comercial da janelinha, no mercado de desktop.
Por isso, vamos todos a criar nosso LINUX!!!!!!

[4] Comentário enviado por jllucca em 15/05/2004 - 16:30h

Achei o artigo excelente!

Expos alguns dos problemas que ao primeiro contato com o livro nos temos links quebrados e conhecimento que "deveriamos" ter pelo que o autor considera exemplo disso é que ele fala desdo começo sobre compilação dinamica e estatica e uma pessoa "recem chegada" acha isso muito absurdo e não entende.

Alem disso, o nome do artigo não faz jus ao conteudo. "Metodologia" tinha me dado impressão que iria falar mais do livro e como ele trata os assuntos e não me parece o que voce fez. Voce deu sua opinião geral esquecendo o livro hehehe :p E isso é excelente :)

[]'s

[5] Comentário enviado por lindbergluiz em 15/05/2004 - 16:53h

NOTA AOS LEITORES.

bem manos...acho que o artigo, apesar de dissertativo, não fugiu muito do meu propósito: "Expor como podemos conhecer o Linux por dentro na prática".
Com relação à questão do guinet, o Projeto LFS te dá um Linux puro, ou seja, uma plataforma para que, a partir daí, você mesmo faça suas configurações, coloque disponível um KDE com mais facilidades, um Gnome mais didático e um BlackBox mais interativo ( o que nunca temos com nossas distros prediletas..)

Com relação jlluca, realmente, a forma como o autor nos expõe o assunto é de uma forma que você tem de ter uma bagagem muito boa no Linux. Já tem de saber sobre instalação, desinstalação, re-instalação, comandos para .tar.gz, .tar.bz2, etç...ou seja, ele não dá suporte para novos usuários...quem quiser se aventurar sem ter muita noção, tem de buscar as outras informações sozinho, apesar que ele indica algumas fontes extras para conhecimentos extras, mas não o necessário. E, fiz um comentário sobre o Livro, abrangendo de forma crítica todos os pontos mais importantes para quem quer iniciar o projeto.
Outra coisa que deixou muito a desejar foi a FAQ em portugues, ou melhor, a lista na qual você se inscreve para tirar suas dúvidas. Ninguém responde nada e a inscrição é muito complicada...

Pois bem galera....se vc tem um tempinho vale a pena se aventurar. E para os usuários fanáticos, é uma tremenda viagem.....tem uma hora que você fica impressionado quando vc entende o que está se passando, e fica totalmente perdido quando esqueçe de montar a /proc quando entra em modo chroot.....

Welcome to the LFS World.

[email protected]

[6] Comentário enviado por Ilovelinux2004 em 25/07/2004 - 20:28h

Ae kra, terminei a base do meu sistema LFS, e quando iniciei o sistema, deu kernel panic....porém voltei na configuração, e era o arquivo /etc/fstab........

Bão, reiniciei e boa, o sistema tá ok....agora só instalar os softwares adicionais ,como gerenciador de janelas, etc;;;

Ah, vc me pediu a iso dele, bão, eu posso fazer duas coisas;;;
Semana que vem compro um gravador, dae eu podia gravar a iso no CD, e mandar pra vc, ou eu aprendi a montar um servidor WEB na minnha propria maquina, dae eu podia ficar conectado a partir das 7 da noite, no sábado e domingo, e vc podia baixar....da minha máquina a iso.


blz, mt loko, a gente tem que montar um distro nossa e disponibiliza-la para o mundo....!! NA FIRMEZA....falow!!

[7] Comentário enviado por dbrs em 05/08/2004 - 04:31h

Adoraria ter a minha própria distro, baseada no debian, claro. quem sabe um dia... :]

[8] Comentário enviado por Warheart em 01/07/2006 - 14:31h

o que dizer sobre esse artigo? disse tudo com poucas palavras.

eu estava procurando algo assim, e vc meu caro, me ajudou muito!

Além dos parabéns, quero te dizer obrigado, porque abriu uma luz em meu caminho :D



[9] Comentário enviado por balani em 05/12/2006 - 20:44h

Cara muito bom o seu artigo, as flexibilidade do linux é infinita, basta ter vontade e criatividade, em breve estarei me aventurando nessa nova empreitada tbem, parabens pelo artigo!

[10] Comentário enviado por mbjunior em 29/05/2007 - 19:30h

Olá eu sou MB Júnior e gostaria muito poder montar meu proprio S.O só que não sei nem por onde começar você sabe sou um puro leigo mas tenho uma capaciade de aprender muito rapido só preciso de um empurãozinho e se você puder disponibilizar esse tal livro de receitas pra mim ficarei muito mais muito mesmo agradecido. Olha gostaria que se você pudesse mandar um e-mail pra mim me explicando tudo isso eu vou ser o cara mais FELIZ do mundo pois adoro o LINUX e quero ter o meu proprio LINUX. Mais saiba que uma mão lava a outra e o MUNDO da muitas voltas e numa dessas voltas podemos se encontrar e discutir sobre os nossos S.O, desde já fico muito agradecido e vou compreender se vc não poder colaborar para o desenvolvimento do meu LINUX!atenciosamente, MB Júnior! e-mail: [email protected]

[11] Comentário enviado por igorcemim em 31/08/2007 - 23:26h

Cara eu estava procurando um artigo desses há tempos. eu estava louco pra criar meu proprio Linux. Agora já posso. Então mãos ha obra!

[12] Comentário enviado por successor em 30/12/2008 - 21:52h

Estou com vcs!!! As pessoas ficam perguntando: Para quê vc vai criar um sistema baseado em linux do zero, se vc pode simplesmente pegar um que já existe e modofcar ele ao seu gosto? eu particularmente não sou a favor dessas pessoas que pegam um linux, mudam as imagens e dizer por aí que desenvolveram um... No meu ponto de vista, para ter o mérito, vc deve desenvolver um do nada!!! Vou começar o meu agora mesmo!!!

[13] Comentário enviado por Ignorante em 23/01/2009 - 20:36h

Vou ver como me saio nessa!
valew pelo artigo

[14] Comentário enviado por tadryanom em 24/05/2009 - 11:38h

Muito bom o artigo lindbergluiz, gostei mesmo, tb já o usei o guia LFS, tenho as duas versões, em inglês e em português, e também já me aventurei a criar minha propria distro, eu mesmo configurei o kernel, tive muitas dificuldades em compilar a glibc (Ôh bichinha chata, rsrs (substituir ela pelo uClibc)), usei o bosybox no lugar dos pacotes coreutils, coloquei uma interface gráfica (IceWM) e gerenciador de arquivos (PCmanFM). Tb sou um usuário iniciante, comecei a usar esse fabuloso sistema (Linux) há dois anos, comecei com o Kurumin 4, pena que ele foi descontinuado :'( , mas continuo usar o Kurumin 7.
Abraços!!!!

[15] Comentário enviado por jardeltitan em 28/07/2010 - 15:31h

J Titã

Eu Gostei de ler o seu artigo e baixei tambem o Howto
Eu tambem sou muito leigo nesse negocio de linux
Eu comecei com o linux no ano passado (2009) e gostei dele tanto, que eu quis criar
o meu proprio linux. e um pouco dificil, pois não tenho muitos conhecimento e tambem
porque eu tenho 15 anos.
vocë deve estar se perguntando: o que um garoto tão jovem esta fazendo nesse forum
onde so tem artigos para programadores e gente grande...
a resposta: sou louco por Linux!!!
Se voce tiver dificuldades em criar seu proprio linux, procure pelo howto no site do Terabeauts
ele e mais facil de criar e entender.
AbraÇos!!!!!

[16] Comentário enviado por USB13 em 19/06/2012 - 10:25h

Gostei muito de saber sobre isso.
Na minha área o pessoal só usa o Linux.
Trabalho em um provedor de internet e tanto o desenvolvimento quanto o suporte usam Linux.
Sou leigo no assunto também, uso o Ubuntu 12.04, mas quando os vi usando senti uma imensa vontade de aprender e agora estou gostando e muito, e seu texto proporcionou maior conhecimento para mim também.
Para mim Linux é um universo.
Abraço.

[17] Comentário enviado por px em 27/02/2013 - 05:11h

muito bom , inspira as pessoas a se arriscarem neste mundo novo , pena que oq os usuários normais querem é tudo feitinho na mao neh por isso q linux não é o sistema mais utilizado , por outro lado é o que tem mais números de desenvolvedores ^^ , e sobre o Bill Gates ele não deve ser doido de usar o Windows não , até os funcionários usam os produtos da apple kkk.

[18] Comentário enviado por mauricio123 em 27/05/2020 - 23:47h


Muito bom, é aplicável esse método ainda hoje?

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts