MOC - O player de áudio para consoles

Venho aqui apresentar o MOC - Music On Console, o melhor player de músicas para consoles, suportando diversos protocolos, temas e tipos de arquivos de áudio. Be Happy! =]

[ Hits: 30.778 ]

Por: André Vitor Matos em 10/02/2009 | Blog: http://www.google.com/profiles/andre.vmatos


Introdução



Saudações, pinguinzada.

Primeiro, um pouco de história. Como todos sabemos, nos primórdios da computação, não tínhamos as belas interfaces gráficas que temos hoje em dia (kde, gnome, enlightenment, xfce), e os computadores eram operados pela "linha de comando", através da digitação de comandos e análise de suas respostas.

Por mais primitivo que possa parecer pra muitos, até hoje ela ainda é muito usada, especialmente em sistemas que necessitam de desempenho máximo (como servidores dedicados). No Linux, ao contrário de "outros sistemas", a linha de comando não foi esquecida na evolução do S.O., sendo hoje, tão ou mais poderosa do que a interface gráfica, permitindo o gerenciamento completo do computador apenas através do console.

Muitas pessoas, como eu, mesmo dispondo dos terminais virtuais dentro da interface gráfica, se sentem mais a vontade no modo texto puro, quando necessária a operação pela linha de comando.

Como eu disse anteriormente, a linha de comando do Linux é extremamente poderosa, contando com diversos aplicativos que satisfazem quase todas as necessidades do usuário.

Nesse artigo venho apresentar a vocês o MOC - Music On Console - um player de áudio pra linha de comando muito poderoso e fácil de usar. Ele suporta diversos formatos de áudio, como MP3, OGG Vorbis, Flac etc, streams de rede, temas (isso mesmo, temas no modo texto!), Alsa, OSS e Jack como servidores de som, playlists e muito mais.

Então, mãos à obra.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalação
   3. Uso e conclusão
Outros artigos deste autor

Instalando o KDE 4.1 no Slackware 12.1

Quebrando a criptografia RSA

Leitura recomendada

Uma pequena introdução ao Assembly para Linux

Engage - o dock do E17 - instalando no Debian Etch

Abrindo os logs automaticamte em consoles e monitorando-os pelo browser

Por quê?

Relato do 7° FGSL - Fórum Goiano de Software Livre

  
Comentários
[1] Comentário enviado por eduardo em 10/02/2009 - 16:32h

Boa, Oficina G3 e Resgate é show de bola. ;)

[2] Comentário enviado por evilrick em 10/02/2009 - 16:39h

Eu normalmente uso o mp3blaster, mas vou tentar o mocp tb.

[3] Comentário enviado por andre.vmatos em 10/02/2009 - 17:15h

Já experimentei o mp3blaster também, mas, na minha opinião, o MOC possui muito mais recursos. Por isso escolhi ele. Rsrs, sim, sim, Oficina G3 e Resgate são muito bons. Como está claro pelo screenshot, sou evangélico. Mais especificamente, Batista . FLwss

[4] Comentário enviado por infoslack em 10/02/2009 - 17:17h

Graça e paz irmão, gostei do player !

[5] Comentário enviado por juliaojunior em 10/02/2009 - 19:36h

vou testar :)

[6] Comentário enviado por bcorrea2 em 10/02/2009 - 22:39h

Maravilha de dica, tava mesmo procurando algo assim!

Exelente player, e o melhor é que dá pra deixa-lo em tocando em segundo plano enquanto continua usando o Console!

Até desinstalei meu Audacious!

Valeu, abraçosss

[7] Comentário enviado por igormp em 11/02/2009 - 10:24h

Muito bom mesmo o artigo, hoje opitamos pela facilidade das interfaces graficas e esquecemos do terminal que ao meu ver foi umas das caracteristicas que o linux me chamou atenção muito bom mesmo.

[8] Comentário enviado por slackmen em 11/02/2009 - 22:49h

Kra tava procurando por isso a algum tempo, agora eh tchau Amarok e viva o MOC...
Nao depende de WM (KDE ou Gnome, ou outro) e ainda eh leve q dá gosto. Alguém ouviu minhas preces, ehhehehe ;p

Valewwssss

[9] Comentário enviado por pini em 12/02/2009 - 21:54h

pini@linux-6ekr:~> mocp

FATAL_ERROR: No decoder plugins have been loaded!



e ae???


abraços e otimo post!!!!


Pini

[10] Comentário enviado por andre.vmatos em 12/02/2009 - 22:11h

Tente reinstalar o MOC, a partir do código fonte. Note que, dentro da pasta dos fontes do MOC, há uma pasta decoder_plugins. Já vi gente com esse problema. Creio que possa ser porque algumas distros podem desabilitar alguns plugins, por problemas de patentes, no pacote oficial. Poste o resultado ai. Não tive esse problema =]

[11] Comentário enviado por pini em 12/02/2009 - 22:44h

entao cara, encontrei a pasta sim mas e agora?

[12] Comentário enviado por andre.vmatos em 12/02/2009 - 23:16h

REINSTALE a partir dos fontes. Se você já tentou, e continuou dando o mesmo erro, tente executar o mocp a partir da pasta do make, pra ver se ainda está dando problemas. Outra possivel solução, se ainda esta dando erro, é desinstalar, e reinstalar, com a opção --prefix=/usr no ./configure
Flwwss

[13] Comentário enviado por leandro.marinho em 20/02/2009 - 12:00h

Estou usando o MoC para resolver um problema bem diferente!
Curtir um som mp3 no quarto eh bem legal, mas escutar o barulho da ventoinha do computador eh muito desagradavel, por isso, transformei um micro velho numa central de musica ambiente e tambem numa central telefonica, usando o MoC e o Asterisk.
Aproveitando que tinha que passar os cabos telefonicos, aproveitei e passei tambem uns cabos de audio para alguns comodos da casa. Como nao estava usando nenhuma interface grafica no servidor, precisava de um player que funcionasse em modo texto. O MoC caiu como uma luva. Entao foi so criar algumas playlists e uns shell scripts e pronto. Agora tenho na agenda do meu telefone sem fio os ramais do Caetano Veloso, Paralamas do Sucesso, Adriana Calcanhoto, e imaginem so, tenho ate o ramal da Blitz!!! Basta selecionar o ramal na agenda e curtir o som num mini system qualquer, sem as malditas ventoinhas no pe do ouvido. :-)

[14] Comentário enviado por andre.vmatos em 20/02/2009 - 12:20h

Rsrs, muito bom, Leandro. Ótima solução. Caso interesse tambem, o mocp suporta uns esquemas de server e cliente. Não cheguei a me aprofundar nisso, por isso não botei no artigo, mas li isso em algum lugar. Tipow, um server central, e os clientes podem controla-lo, modificar a playlist, pausar, passar pra proxima musica, talz. Procure um pouco sobre isso, pode ser interessante.

[15] Comentário enviado por pinduvoz em 01/03/2009 - 04:47h

Bom artigo.

Prova que no Terminal do Linux dá mesmo para fazer de tudo.

[16] Comentário enviado por evilrick em 24/04/2009 - 10:08h

Ótima sugestão.

Testei por uns 2 meses e tenho achado muito melhor que o mp3blaster.

Show de bola.

[17] Comentário enviado por thiagoaranha em 21/08/2010 - 19:07h

Pessoal, eu sei que o post é antigo, mas como estava começanddo aqui com o slackware tive que instalar pra testar oo moc.. curti bastante.. só uma dúvida, quando eu estou com ele e digito ctrl + z para sair do moc, porém ele fica executando e eu volto para o console... ótimo.. agora, como faço para voltar a tela que eu sai do moc?? Valeuuu,,

[18] Comentário enviado por andre.vmatos em 22/08/2010 - 16:43h

Ola, ThiagoAranha. Eh o seguinte. No terminal linux, Ctrl+Z eh um atalho para PAUSAR a execucao de um programa. O MOC, no entanto, tem um sistema que, mesmo quando ´PAUSADO´, continua tocando, para que vc possa usar isso para executa-lo em segundo plano. Entao, como qqr outro processo, ele vai para segundo plano de execucao no terminal. Para ver quais programas estao nesse estado, digite o comando ´jobs´, e para trazer o primeiro ao primeiro plano novamente, use o comando ´fg´. Se fizer isso com o MOC, ele vai retornar pra vc. Obrigado.

[19] Comentário enviado por edu.linux em 23/03/2015 - 23:21h

André, muito obrigado pelo seu tempo e contribuição. Estava procurando por esse player há um bom tempo. E mesmo sendo um artigo de 2009, resolveu pra mim hoje. Muito obrigado. Estou usando ele enquanto escrevo esse comentário.
Abraços.

[20] Comentário enviado por Fabiofsg em 23/09/2016 - 13:36h

Boa tarde! Procurando por algo simples e funcional para tal função cai aqui e venho deixar meu agradecimento pelo post, como disse o amigo acima, mesmo sendo um artigo de 2009, em pleno 2016 ainda está sendo útil!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts