LibreOffice no Slackware - Edição 2017

Considerado por muitos um sistema difícil de ser usado, o Slackware, ainda assim, tem atraído muitos usuários, porém, acabam desvanecendo no meio do caminho. Nesse artigo vou quebrar o mito de que o Slackware é esse bicho de 7 cabeças que muitos falam por não conhecerem sequer o sistema, demonstrando como empacotar e instalar o LibreOffice a partir do código fonte. Me acompanhem nessa aventura e, se chegar até o final, você vai perceber que o Slackware é show de bola e merece sua atenção.

[ Hits: 591 ]

Por: mrxrobot em 05/12/2017 | Blog: https://notabug.org/mrxrobot_


Introdução



Olá pessoal e slackers de plantão.

Apresento a vocês um artigo bem bacana. Na aventura de hoje, veremos como instalar o LibreOffice no Slackware, instalação que será didática e descontraída onde iremos empacotar e instalar.

Para essa tarefa simples, mas que requer um pouco de conhecimento sobre o Slack, criaremos um pacote de instalação do LibreOffice para o Slackware a partir do código fonte. Não se assuste, pois será simples e fácil de entender, pois esta é a filosofia do Slackware: KISS (Keep It Simple Stupid).

Em resumo, vamos:
  • Baixar o LibreOffice;
  • Descompactar os arquivos;
  • Criar um pacote de instalação tgz;
  • Instalar o LibreOffice.

Obtendo os fontes do LibreOffice

O primeiro passo e um dos mais importantes que faremos, será acessar o site do LibreOffice e obter os arquivos para a instalação e criação do pacote propriamente dito.

O link para baixar os arquivos é: Baixe já | LibreOffice - A melhor suite office livre

Carregada a página de downloads, você vai baixar os três pacotes RPM referente à sua arquitetura do sistema operacional, isto é, se eu seu sistema for 32 bits, baixe a versão Linux x86 (rpm). Senão, a versão será Linux x86_64 (rpm) para sistemas 64 bits.
Linux: Instalando o LibreOffice no slackware Edição - 2017
Linux: Instalando o LibreOffice no slackware Edição - 2017
O Slackware que eu estou utilizando é em 64 bits, então, o processo será demonstrado com os pacotes Linux x86_64 (rpm) compatíveis com o meu sistema. No entanto, se o seu sistema for 32 bits, o processo é exatamente o mesmo, difere apenas a arquitetura e o pacote de instalação.

É muito importante que você confira se o pacote que está baixando é compatível com o sistema, caso contrário, no momento que iniciarmos a instalação, dará erro, exceto se o seu Slackware for multlib, mas não vamos falar sobre isso.

Para não haver dúvidas use o comando uname -m para mostrar a sua arquitetura.

Se tudo ocorrer como o esperado, quando o download terminar, teremos os três arquivos:
  • LibreOffice_5.4.3_Linux_x86-64_rpm.tar.gz
  • LibreOffice_5.4.3_Linux_x86-64_rpm_langpack_pt-BR.tar.gz
  • LibreOffice_5.4.3_Linux_x86-64_rpm_helppack_pt-BR.tar.gz

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Arquivos: descompactando e instalando
Outros artigos deste autor

Introdução ao clib (Command Line Book)

Controlando Arduino via IRC

Leitura recomendada

LibreOffice Writer 5 vs. Microsoft Word 2010

Corretor Ortográfico no Vim - Guia definitivo

LibreOffice - Utilizando macro para preencher um documento no Writer

LibreOffice Math

Instalando LibreOffice 3.3.0 no Debian 6 Squeeze

  
Comentários
[1] Comentário enviado por ricardoperera em 06/12/2017 - 21:38h

Olá @mrxrobot_,
Ficou legal o artigo!
À primeira vista, parece uma volta muito longa (para quem está de fora do jeito "slack" do Slackware rs)... por outro lado, vai te dando o controle do sistema.. à medida que vc precisa desconstruir um pacote para criar o seu próprio.. e no final fica bem simples, pois ao extrai-los vc percebe a simplicidade do que seria a instalação de um programa...


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts