LibreOffice no Slackware - Edição 2017

Considerado por muitos um sistema difícil de ser usado, o Slackware, ainda assim, tem atraído muitos usuários, porém, acabam desvanecendo no meio do caminho. Nesse artigo vou quebrar o mito de que o Slackware é esse bicho de 7 cabeças que muitos falam por não conhecerem sequer o sistema, demonstrando como empacotar e instalar o LibreOffice a partir do código fonte. Me acompanhem nessa aventura e, se chegar até o final, você vai perceber que o Slackware é show de bola e merece sua atenção.

[ Hits: 6.822 ]

Por: mrxrobot em 05/12/2017 | Blog: https://notabug.org/mrxrobot_


Arquivos: descompactando e instalando



Descompactando os arquivos

Para que o nosso ambiente fique organizado, vamos criar uma pasta chamada "libreoffice":

mkdir libreoffice

Agora, vamos extrair os arquivos ".tar.gz" para esta pasta que acabamos de criar, para isso façamos o seguinte:

tar -zxvf LibreOffice_5.4.3_Linux_x86-64_rpm.tar.gz -C libreoffice
tar -zxvf LibreOffice_5.4.3_Linux_x86-64_rpm_langpack_pt-BR.tar.gz -C libreoffice
tar -zxvfLibreOffice_5.4.3_Linux_x86-64_rpm_helppack_pt-BR.tar.gz -C libreoffice

Feito isso, entre em "libreoffice":

cd libreoffice

Dentro de "libreoffice" foram criados os seguintes diretórios:
  • LibreOffice_5.4.3.2_Linux_x86-64_rpm/
  • LibreOffice_5.4.3.2_Linux_x86-64_rpm_helppack_pt-BR/
  • LibreOffice_5.4.3.2_Linux_x86-64_rpm_langpack_pt-BR/

Feito o processo de descompactação dos arquivos ".tar.gz", faremos a extração dos arquivos ".rpm" que estão em:
  • LibreOffice_5.4.3.2_Linux_x86-64_rpm/RPMS
  • LibreOffice_5.4.3.2_Linux_x86-64_rpm_helppack_pt-BR/RPMS
  • LibreOffice_5.4.3.2_Linux_x86-64_rpm_langpack_pt-BR/RPMS

Extraindo os arquivos ".rpm":

for i in $(ls LibreOffice_5.4.3.2_Linux_x86-64_rpm*/RPMS/*.rpm);do rpm2cpio $i | cpio -dvi;done

O que o comando acima faz é simples, percorre todos os arquivos com extensão ".rpm" e extrai esses arquivos. Como resultado do comando que acabamos de executar, será criado um diretório "usr" e "opt", podemos confirmar isso com um simples ls para listar.

Basicamente, são esses dois diretórios "usr" e "opt" que nós usaremos para criar um pacote tgz para o Slackware e assim podermos instalar no nosso sistema.

Criando um pacote de instalação

Se você já é "velho de guerra" no Slackware, vai achar isso aqui muito fácil, mas aos novatos será muito útil.

Enfim, chegou a hora de "empacotar". Criar pacotes no Slackware é de uma simplicidade extrema.

Vamos precisar de um diretório para o pacote que queremos criar com algumas modificações que vamos aprender e por fim, o makepkg.

Vamos criar um diretório para o nosso pacote, darei o nome de "libreoffice-5.4":

mkdir libreoffice-5.4

Lembra dos diretórios "usr" e "opt"? Vamos movê-los para "libreoffice-5.4":

mv usr opt libreoffice-5.4

O próximo passo é criar um diretório "install" dentro de "libreoffice-5.4":

cd libreoffice
mkdir install

Vamos criar o "slack-desc", que nada mais é do que a descrição do nosso pacote. Esse arquivo será salvo dentro da pasta "install".

Esse é o conteúdo que o "slack-desc" deve conter, altere de acordo com a sua necessidade, mas, neste exemplo não sera preciso muita coisa. Mais informações sobre o "slack-desc" podem ser obtidas em:
# HOW TO EDIT THIS FILE:
# The "handy ruler" below makes it easier to edit a package
# description.  Line up the first '|' above the ':' following the base
# package name, and the '|' on the right side marks the last
# column you can put a character in.  You must make exactly
# 11 lines for the formatting to be correct.  It's also customary to
# leave one space after the ':'.

          |-----handy-ruler------------------------------------------------------|
office: LibreOffice
office:
office: Pacote Libreoffice para o slackware 14.2
office:
office:
office:
office:
office:
office:
office:
office:

Vamos chamar o "root":

su

Estando logado como root, podemos rodar o comando para criar o nosso pacote:

# makepkg -l y -c n ../libreoffice-5.4-1.tgz

Com isso, teremos um pacote do nosso querido LibreOffice prontinho para ser instalado, reinstalado e removido.

Antes de instalar o pacote, verifique se há no seu diretório Home a pasta /home/seu_usuario/.config/libreoffice. Se existir, remova esse diretório, pois, no momento da instalação será criado um novo diretório com as novas definições do LibreOffice.

rm -rf /home/seu_usuario/.config/libreoffice

Agora, podemos instalar:

# cd ..
# installpkg libreoffice-5.4-1.tgz

Feito isso, o LibreOffice já estará pronto para ser usado. Basta chama-lo via terminal ou procurar na sua lista de aplicações instaladas.

Só para constar, o LibreOffice só aparece no seu menu de aplicações devido a esses arquivos com extensão ".desktop" que estão localizados em /usr/share/applications/.
Linux: Instalando o LibreOffice no slackware Edição - 2017

Conclusão

Vou ficando por aqui, aos novatos vai minha mensagem:

Slackware não é difícil. Garanto que você vai aprender muita coisa usando esta distribuição e, é claro, estudar é a chave para usar o Slack. :-)

Quaisquer dúvidas, sugestões, deixe o seu comentário e vamos bater aquele papo bem bacana.

Eu já ia me esquecendo, o canal do Viva o Linux na Freenode ainda existe, por isso rapaziada, vamos fazer o favor de entrar lá, garanto que vale a pena. O IRC não pode parar.

#vivaolinux
O IRC não morreu!

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Arquivos: descompactando e instalando
Outros artigos deste autor

Controlando Arduino via IRC

Introdução ao clib (Command Line Book)

Leitura recomendada

LibreOffice 3.4.5 no Ubuntu 11.04

Cronogramas e gestão do tempo com o LibreOffice Calc

LibreOffice Math

Calculando o Imposto de Renda 2015 com o LibreOffice Calc

Recuperação de arquivos do LibreOffice

  
Comentários
[1] Comentário enviado por ricardoperera em 06/12/2017 - 21:38h

Olá @mrxrobot_,
Ficou legal o artigo!
À primeira vista, parece uma volta muito longa (para quem está de fora do jeito "slack" do Slackware rs)... por outro lado, vai te dando o controle do sistema.. à medida que vc precisa desconstruir um pacote para criar o seu próprio.. e no final fica bem simples, pois ao extrai-los vc percebe a simplicidade do que seria a instalação de um programa...

[2] Comentário enviado por Nerdiarretado em 21/12/2017 - 08:35h

Com todo respeito que tenho as suas contribuições, ainda prefiro essa dica

Mas de qualquer forma, parabéns mais uma vez por esse conteúdo tão importante :)

[3] Comentário enviado por mrxrobot em 25/12/2017 - 12:45h

Meus caros desde ja peço desculpas pela demora ao responder aos comentarios, fiquei um tempo fora rsrs.

Espero que a contribuição ajude aos iniciantes sobre a simplicidade de criar pacotes para o slackware :)

[4] Comentário enviado por deusdara em 02/01/2018 - 14:37h

Olá
Ainda acho este caminho o melhor a seguir.
Não é preciso usar pacotes rpm do Fedora.

LibreOffice para Slackware 14,2 e Current

https://slackware.nl/people/alien/slackbuilds/libreoffice/pkg64/14.2/

https://slackware.nl/people/alien/slackbuilds/libreoffice/pkg64/current/



libreoffice-5.4.4-x86_64-1alien.txz
2017-12-21 16:46 129M Slackware package


libreoffice-dict-pt-BR-5.4.4-x86_64-1alien.txz
2017-12-21 16:33 3.1M Slackware package


libreoffice-kde-integration-5.4.4-x86_64-1alien.txz
2017-12-21 16:30 110K Slackware package


libreoffice-l10n-pt_BR-5.4.4-x86_64-1alien.txz
2017-12-21 16:39 3.0M Slackware package


Para instalar basta usar o comando (como root)

installpkg

Em cada arquivo

[Mobo: Asus B85M-E/BR ][CPU: Intel Core i7 [email protected] GHz][RAM2x4 GB 1333 MHz DDR3 Kingston][GPU: nVidia GTX 570][HD:Seagate 1,0 TB SATA II][Fonte: Corsair 500w - CMPSU-500CXV2 ][Trisquel GNU/Linux]

[5] Comentário enviado por dark777 em 02/01/2018 - 16:37h


[2] Comentário enviado por Nerdiarretado em 21/12/2017 - 08:35h

Com todo respeito que tenho as suas contribuições, ainda prefiro essa dica
https://www.vivaolinux.com.br/dica/Instalando-o-LibreOffice-no-Slackware-141
Mas de qualquer forma, parabéns mais uma vez por esse conteúdo tão importante :)


Eu prefiro converter oa pacotes em txz com o comando rpm2txz e pronto,
fiz isso no libreoffice 5.3 junto com os pacotes de tradução, e help para pt_BR.
mas o link do slackbuild tem todos empacotados e compilados..
No fim o interesante é ter a possibilidade de fazer a mesma coisa de varias formas...

Libreoffice 5.4.4:
http://www.slackware.com/~alien/slackbuilds/libreoffice/pkg64/14.2/

[6] Comentário enviado por lindbergluiz em 07/01/2018 - 02:29h

Acabei de atualizar o LibreOffice de 5.3 para 5.4.4 !!

A dica que usei foi do usuário "edps" na resposta à minha dúvida

https://www.vivaolinux.com.br/topico/Slackware/Como-atualizar-o-LibreOffice-no-Slack/?pagina=1

basicamente segui o que ele propôs, com a diferença que substituí alguns comandos pelo mouse :)

na hora de atualizar o langpack e o helppack, eu baixei os arquivos-fonte direto do site do libreoffice

https://www.libreoffice.org/download/

e na hora de compilar o pacote, adicionei o LOLANG:

LOLANG=pt-BR ./libreoffice-etc etc.SLackBuild

Ou seja, após baixar os pacotes helppack e langpack e os scripts do SlackBuild,

1. extraí o pacote do slackbuild referente ao langpack;
2. copiei o arquivo-fonte do langpack (pt-BR) para dentro da pasta do slackbuild
3. e os comandos:

# cd pasta_do_SlackBuild
# chmod +x libreoffice-langpack-etc etc.SlackBuild
# LOLANG=pt-BR ./libreoffice-langpack-etc etc etc.SlackBuild
# upgradepkg /tmp/libreoffice-langpack-etc etc etc.tgz (pois o pacote tgz criado vai para a pasta /tmp)

mesmo processo para o pacote helppack.

deu tudo certo.

[7] Comentário enviado por alima72 em 29/10/2019 - 16:27h

Fiz todos o passos, mas nao acho o bendito libreoffice em nenhum lugar.


Contribuir com comentário