LibreOffice em nuvem - Crie seu servidor Web Office

Com a possibilidade de compilação do LibreOffice, habilitando o uso do X11 backend e Brodway backend incorporado no GTK+, podemos criar
servidores de aplicativos office via web (HTML5). Veremos neste documento, como testar esta tecnologia já disponível nas distribuições atuais.

[ Hits: 30.998 ]

Por: Alessandro de Oliveira Faria (A.K.A. CABELO) em 27/05/2013 | Blog: http://assuntonerd.com.br


Mãos na massa



Primeiramente, a seguir, o ambiente utilizado para elaboração deste documento:
  • Distribuição openSUSE 12.3 64 bits
  • GTK+ 3.6 presente na distribuição
  • LibreOffice 4.0.3.3

Partindo do código fonte

Para compilar a partir do código fonte, efetue o download de todo o código fonte, em:
E o descompacte com o comando tar:

# tar -xvf libreoffice-4.0.3.3.tar.xz

Com o pacote descompactado, vamos agora atender às dependências de compilação instalando os softwares necessários:

# zypper in libxslt-devel
# zypper in krb5-devel
# zypper in gconf-2.0
# zypper in gconf2-devel
# zypper in gnome-vfs2-devel
# zypper in doxygen


* Atenção: utilize apenas os comandos cujos pacotes não se encontram presentes em seu sistema operacional. Caso não utilize a distribuição openSUSE, procure o pacote com o nome correspondente em sua distribuição favorita e troque a sintaxe de instalação junto ao comando zypper por apt-get, rpm, dpkg ou outros.

Com o ambiente preparado, agora entre na pasta recém criada (no meu caso: "libreoffice-4.0.3.3"), e execute o comando autogen precedidos dos comandos conforme o exemplo a seguir:

./autogen.sh --with-system-cairo --enable-gtk3 --without-help --disable-mozilla --with-system-libs --without-system-libcmis --without-java -- without-junit --without-system-graphite --without-system-sampleicc --disable-extensions --without-system-lpsolve --without-system-libexttextcat -- without-doxygen --with-num-cpus=4 --without-myspell-dicts --without-system-orcus --without-system-altlinuxhyph --without-system-mythes --without- system-libexttextcat --without-system-poppler --without-system-liblangtag

Se tudo estiver funcionando corretamente, execute o comando make e make install e vá tomar um café, caso contrário, resolva as dependências (geralmente voltada aos pacotes de desenvolvimento) e repita a operação.

# make

Após muitoooo tempo:

# make install

Modo fácil

Se você estiver utilizando a distribuição openSUSE 12.3, pode optar pelo modo fácil, bastando entrar no link:

http://software.opensuse.org/package/libreoffice

E clique no botão: "Instalar diretamente".
Linux: 
LibreOffice em nuvem - Crie seu servidor Web Office

Iniciando o servidor LibreOffice Web

Com tudo instalado e funcionando corretamente, primeiramente, declare as variáveis ambientais conforme o exemplo abaixo:

export SAL_USE_VCLPLUGIN=gtk3
$ export GDK_BACKEND=broadway
$ export BROADWAY_DISPLAY=8080


As declarações acima informam para o LibreOffice utilizar a renderização Broadway, que faz toda mágica de transformação para HTML5.

Agora, basta utilizar um dos comandos para iniciar o servidor:

soffice --writer  # Editor de textos
soffice --calc # Editor de planilhas
soffice --draw # Editor gráfico
soffice --impress  # Editor de apresentações
soffice --base  # Editor de banco de dados
soffice --math  # Editor de fórmulas
soffice --global  # Editor global
soffice --web  # Editor de HTML


Agora, para acessar o seu servidor, basta entrar no endereço:

http://localhost:8080
Ou:
http://[IP.do.seu.equipamento]:8080

E teremos o resultado a seguir:
Linux: LibreOffice em 
nuvem - Crie seu servidor Web Office

Conclusão

Estou trabalhando nas poucas horas vagas em um projeto que consiste em uma imagem Linux baseada no openSUSE, que traz tudo pronto e funcionando de maneira eficaz e transparente.

Nesta imagem, pretendo inserir o GTK+3.8 para trabalhar com várias sessões do Browser e utilizar o servidor apartado. Em breve, novidades...

Dicas

Porém, atualmente, para levantar múltiplas instâncias, pode-se configurar a porta 8080 para o comando "soffice --writer", a porta 8081 para o "soffice --calc" e assim por diante...

Para finalizar o artigo, para inserir uma senha no serviço, bastar criar um arquivo na pasta "~/.config/broadway.passwd" ou "$XDG_CONFIG_HOME/broadway.passwd", conforme o exemplo:

openssl passwd -1 > ~/.config/broadway.passwd

Mais dicas sobre este assunto, disponibilizarei no meu blog:
Para finalizar, críticas e sugestões: cabelo[ at ]opensuse.org
Linux: LibreOffice em nuvem - Crie seu servidor Web Office


Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Mãos na massa
Outros artigos deste autor

Conceito: Evitando acidentes com visão computacional

Testamos: Visual Basic 8 .NET no Linux. Vejam o resultado!

fprint: Biometria livre, completa e total!

OneAPI: A plataforma da Intel para facilitar o desenvolvimento com chips Intel, AMD, ARM, NVIDIA POWER e FPGA

Biblioteca VBMcgi: Crie aplicações Web CGI em C++ com acesso ao banco Interbase/Firebird sem mistério

Leitura recomendada

Recuperação de arquivos do LibreOffice

LibreOffice / OpenOffice - Instalando modo de exibição do apresentador

Turbinando sua apresentação no LibreOffice Impress

O jeito fácil e o jeito difícil de inserir paginação no Open/LibreOffice

LibreOffice no Slackware - Edição 2017

  
Comentários
[1] Comentário enviado por andrecaleiros em 27/05/2013 - 15:59h

Muito bom cara!!!
Estava procurando uma solução desse tipo...e realmente fiquei impressionado.
Muito bom.

A cada update irei testar e expor o que achei...

Valeu Cabelo...

[2] Comentário enviado por kurtz01 em 27/05/2013 - 16:57h

Legal vou testar

[3] Comentário enviado por leorocco em 28/05/2013 - 16:33h

nossa, que da hora! Valeeu cabelo! (:

[4] Comentário enviado por joserf em 30/05/2013 - 16:37h

Various low-level dependencies are missing, please install them:
aclocal: aclocal is required
autoconf: autoconf is required

Alguma sugestao, nao manjo nada de opensuse

[5] Comentário enviado por joserf em 30/05/2013 - 16:46h


[4] Comentário enviado por joserf em 30/05/2013 - 16:37h:

Various low-level dependencies are missing, please install them:
aclocal: aclocal is required
autoconf: autoconf is required

Alguma sugestao, nao manjo nada de opensuse


resolvi com

automake

[6] Comentário enviado por dannyalisson em 31/05/2013 - 09:33h

Parabéns não sabia que existia a possibilidade de colocar o libreoffice na nuvem. Muito bom mesmo vou testar e quem sab rodar junto com o LTSP.

[7] Comentário enviado por rcanal em 03/06/2013 - 11:46h

Parabéns pelo projeto. Espero que evolua mais. Se agregasse a controle por usuário de uma base LDAP e controle de versionamento e compartilhamento a lá google docs, ficaria perfeito.

[8] Comentário enviado por Tacioandrade em 14/06/2013 - 01:07h

Parabéns pelo artigo Cabelo, fiquei com vontade de testar, esse fim de semana tentarei subir ele em um Debian 7 para ver como fica. =D



Abraço

[9] Comentário enviado por wagnerfs em 04/04/2015 - 09:48h

Gostei muito muito do artigo. Parabéns! Vou testar com certeza.

_________________________
Wagner F. de Souza
Graduado em Redes de Computadores
"GNU/Linux for human beings."
LPI ID: LPI000297782

[10] Comentário enviado por hugolinux em 14/07/2016 - 10:18h

Gostei muito do seu artigo. Hoje tem como fazer o mesmo, mas de forma centralizada?

[11] Comentário enviado por jaac em 10/05/2017 - 10:13h

As mais belas contribuições da comunidade.
;D
Muito obrigado!

[12] Comentário enviado por juniormarangao em 08/03/2018 - 08:57h

Estou com um serverzinho Ubuntu 17.10, a instalação do libreoffice foi feita pelo apt-get install libreoffice, então algumas etapas não foram seguidas por isso. Como faço para funcionar no ubuntu essa função?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts