Jack, Rosegarden, midi e áudio no Debian/Ubuntu

Esse artigo é para os amantes da multimídia, dos MIDIs sequencer e do som em geral. O conteúdo é uma descrição de passos
e coletânea de dicas, ao estilo prático americano, para a configuração do Jack, Soundfonts, Timidity e Rosegarden. Tudo
funciona no Linux, depois que se encontra o caminho para configurar. Aqui está um caminho para o som.

[ Hits: 36.060 ]

Por: Edwal F. Paiva Filho em 05/01/2012


Configuração do timidity e codecs



Timidity

O timidity é um tocador de arquivos midi que consegue tocar uma sequência de músicas compactadas em zip.

O timidity é composto de vários pacotes:
  • timidity
  • timidity-daemons
  • timidity-el
  • timidity-interfaces-extra

É preciso instalar todos os pacotes, ou o programa ficará ruim, sem interface gráfica decente.

Arquivos midi dependem de fontes de som ou de sinterizadores. No caso o timidity instala fontes de som. Realmente são os pacotes debs das fontes que se instalam neste diretório: /usr/share/sounds/sf2

O nome do arquivo fonte naturalmente é FluidR3_GM.sf2 ou algo similar.

Para configurar o timidity digite:

sudo gedit /etc/timidity/timidity.cfg

Aparece algo assim:

# If you have the GUS General MIDI patch set, uncomment the following lines
# and edit the "dir" statement to point to your GUS patch directory.
#
dir /etc/timidity
source fluidr3_gm.cfg
#source gravis.cfg
#source gsdrums.cfg
#source gssfx.cfg
#source xgmap2.cfg
#source proteus2.cfg
#source mt-32.cfg
#####
# you don't usually need sustain.cfg anymore, use the -m option instead
#source sustain.cfg
#

Os arquivos *.cfg devem estar no diretório indicado na primeira linha.

O arquivo fluidr3_gm.cfg também é tipo texto e editável. Ele deve indicar a localização do soundfont.

dir /usr/share/sounds/sf2

bank 0

0 %font "FluidR3_GM.sf2" 0 0 amp=29 pan=0

1 %font "FluidR3_GM.sf2" 0 1 amp=41 pan=0

Etc.

Para finalizar a configuração, edite o menu. Botão direito do mouse sobre a palavra "Aplicativos", escolha com o botão esquerdo: editar menus.

Clique em multimedia do lado direito do menu que se abriu e em timidity do lado esquerdo e depois botão direito sobre a palavra timidity e <propriedades>.

No campo comando está escrito:

/usr/bin/timidity -ia

Substitua -ia por -ik, assim:

/usr/bin/timidity -ik

Agora o timidity aparece com uma interface gráfica bem melhor.

Para usar o timidity clique com o botão direito do mouse sobre o arquivo *.mid e selecione <abrir com> ... timidity.

Os arquivos mid podem estar compactados em zip, ou .tar.gz e mesmo assim serão abertos, quer dizer: não precisa descompactar para tocar o arquivo.

Codecs

Para instalar os codecs use o Synaptic. Os pacotes principais são:
  • flac
  • gnome-codec-install
  • libaacplus2
  • libavcodec52
  • libdirac-decoder0
  • libdireac-encoder0
  • libflac++6
  • libflac8
  • libk3b6-extracodecs
  • libkate1
  • libvorbis0a
  • libvorbisenc2
  • libvorbisfile3
  • mencoder
  • transcode
  • w64codecs (w32codecs)

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução, MIDIs e Jack
   2. Configuração de áudio
   3. Configuração do timidity e codecs
   4. Jack e Rosegarden
   5. Gravador de som
Outros artigos deste autor

Custo-benefício dos computadores - Avaliação elementar

Aonde o Windows é frágil

Slackware descomplicado para iniciantes

Filosofia do Open Source, um novo jogo?

Como acelerar o GNU-Linux

Leitura recomendada

Por que voltei para o Ubuntu? O que tem na versão 19.04?

Utilizando o apt para gerenciamento de pacotes

A Origem dos Nomes (parte 2)

Criando uma ajuda mais aprimorada

Gerenciando pacotes com o pacman

  
Comentários
[1] Comentário enviado por julio_hoffimann em 05/01/2012 - 13:24h

Parabéns pelo artigo!

Abraço!

[2] Comentário enviado por levi linux em 06/01/2012 - 07:55h

Parabéns, realmente há uma enorme carência de artigos tão didáticos e em nossa língua nessa área. Estudo música e sempre trabalho com midi, não conhecia essa solução, por isso utilizava o Ubuntu Studio para trabalhar com MIDI.
O melhor de tudo é que as tecnologias de mídia estão melhorando muito no Linux, hoje em dia já temos o Rose Garden e Muse, por exemplo.
Favoritado, 10!

[3] Comentário enviado por izaias em 06/01/2012 - 10:35h

Inédito!

Concordo com os colegas, não há tão bem específico, direto e didático dentro dos trabalhos realmente importantes em conteúdo aqui no VOL.

Ótimo artigo!

[4] Comentário enviado por andreuebe em 08/01/2012 - 10:44h

Muito Legal!

Parabéns!

[5] Comentário enviado por bnala em 20/02/2012 - 08:54h

novo, ubuntu;
conhecimento;necessidade;
compartilhar;aprende, mais;

parabés,


[6] Comentário enviado por hijakskank em 05/09/2014 - 11:14h

Excelente artigo. Tentei seguir o passo-a-passo mas devo ter esbarrado nos "Troubleshootings" mencionados no final. Vi que alguns apps que uso rodam com jack e outros com alsa sem jack, com os dois juntos ´da alguma zica, que tenho certeza ser culpa da minha placa de som "sem vergonha". Parabéns, falta bastante dicas assim em portugês, parece que o povo da academia que manja desses assuntos é avesso ao compartilhamento de assunto extra academia, uma pena para quem faz música como eu e não faz parte de academia nenhuma, só a da vida...rs.


Contribuir com comentário